Conheça as vantagens de combinar mais de um canal de vendas na internet

Por: Gyra+
Conheça as vantagens de combinar mais de um canal de vendas na internet

Aqui você encontra:

Escolher o canal de vendas adequado para o seu negócio pode trazer muitos benefícios e, principalmente, ampliar o volume de vendas da sua empresa. Mas você já pensou em combinar mais de um canal na internet?

Essa prática pode ser muito positiva, já que a presença em diferentes canais de vendas e plataformas online é capaz de atingir consumidores com os mais diversos perfis e hábitos de consumo.

Continue lendo esse artigo para saber mais sobre os canais de vendas, como escolher os melhores, e descobrir as vantagens de combiná-los, melhorando a sua estratégia e aumentando o seu alcance.

O que é um canal de vendas?

Um canal de vendas é o meio utilizado por uma empresa para fechar negócio, ou efetivar uma venda. Em outras palavras, um canal de vendas é o local — que pode ser físico ou digital, onde os produtos são postos à venda.

É importante que você escolha um canal de vendas adequado para o seu negócio, pois, através dele, o seu cliente passa a ter maior contato com os seus produtos, aumentando a confiança e familiaridade com a marca. Além disso a sua empresa passa a atrair uma parcela de possíveis clientes, já que estes canais podem funcionar como uma forma de publicidade, levando sua marca até o público.

Principais canais de vendas online: vantagens e desvantagens

1. E-commerce

A maior vantagem de ter a sua própria loja virtual é que ela pode ser exatamente conforme a sua preferência, pode conter a sua identidade de marca, produtos e vendas organizados da maneira que considerar mais apropriada, formas de pagamento e entrega e, claro, um catálogo completo e concentrado em uma só plataforma.

Além disso, alguns sistemas de gestão que facilitam a organização dos pedidos realizados pelos clientes estão disponíveis, assim a administração pode ser mais personalizada e eficaz.

Construir um e-commerce do zero pode trazer um enorme desafio e pode até ser considerado como uma das maiores desvantagens.

O primeiro grande desafio será construir uma audiência de maneira que haja tráfego na sua loja virtual. Porém, através do uso de ferramentas de inbound marketing, como o SEO, que, apesar de otimizar o seu site e ser muito eficaz na otimização de buscas orgânicas, é possível ter resultados. Só é preciso ter paciência, pois pode demorar alguns meses para que o tráfego aumente de fato.

2. Marketplaces

Entre as vantagens dos marketplaces está o amplo número de visitas nos sites todos os dias. Portanto, os marketplaces são ótimos canais de vendas, pois geralmente possuem boa autonomia e rankeamento nas buscas orgânicas em ferramentas de busca como o Google.

Além disso, em uma loja virtual, as vendas serão realizadas por uma plataforma conhecida no mercado, integrada à meios de pagamento e de envio, evitando maiores encargos de sua parte.

Já a primeira desvantagem é o fato de que você venderá seus produtos em um ambiente que não é seu, ou seja, seu negócio dependerá completamente de uma outra empresa, que pode mudar suas diretrizes de um momento para o outro.

Um marketplace também não fortalece a sua empresa como marca, já que ao comprar um produto por uma loja virtual, o cliente tende a se lembrar somente da plataforma, e não do vendedor.

Outra desvantagem é o pagamento de taxas sobre o preço dos produtos comercializados que podem chegar perto dos 20%.

3. Redes Sociais

Uma das vantagens de utilizar as redes sociais como canal de vendas é o alcance que elas possuem devido à quantidade de pessoas que as utilizam. Através delas é possível impactar muitas pessoas.

No Brasil 66% da população, ou cerca de 140 milhões de pessoas, está ativa nas redes sociais, segundo o relatório Digital in 2019 Brazil da We Are Social e da Hootsuite.

Além de expandir a sua marca e aumentar as possibilidade de vendas, vender nas redes sociais permite que, através de diferentes plataformas, você se comunique com o público que melhor se encaixa no perfil do seu negócio. Para isso, é importante conhecer sua buyer persona para identificar quais as plataformas mais adequadas.

As próprias redes sociais já oferecem ferramentas que facilitam à venda, como os próprios marketplaces, catálogos, grupos específicos para compra e venda. Veja abaixo algumas funcionalidades oferecidas pelas principais plataformas online:

Outro fator a ser considerado é que algumas pessoas utilizam as próprias redes sociais como ferramentas de busca, para procurar produtos, serviços e até conhecimentos gerais como tutoriais. Logo, se você estiver presente digitalmente e atualizado pode aumentar sua possibilidade de venda.

Uma das desvantagens é que as redes sociais não são plataformas específicas para vendas, portanto as questões de pagamentos, entrega dos produtos e avaliação de satisfação do cliente por exemplo, podem não estar presente a fim de facilitar as operações.

Outro ponto a ser observado é que, mesmo com a oferta de algumas ferramentas voltadas para às vendas, as redes sociais exigirão, na maioria das vezes, que você tenha uma página própria, como uma loja virtual em um marketplace ou e-commerce.

Como escolher as melhores combinações de canais de vendas para a sua empresa

Sabemos que para ter uma estratégia bem planejada é essencial ter presença digital em alguns canais de vendas, porém estar nos canais que têm maior impacto nas vendas do seu negócio é ainda mais importante.

Mas como saber quais canais trarão esse impacto positivo na minha empresa? Posso combiná-los melhorando a minha estratégia e aumentando a minha possibilidade de vendas?

Analisar o nicho de mercado em que atua é o primeiro passo, mas não é suficiente, compreender as funcionalidades de cada canal de vendas, e se estas funcionam para o seu negócio, pode ser a melhor estratégia.

E, claro, não vamos esquecer das combinações, que são praticamente obrigatórias para expandir suas vendas beneficiando a sua marca.

Abaixo listamos alguns fatores principais na hora da escolha do melhor canal de vendas, e algumas combinações que você deve considerar:

1. Conecte o seu público de interesse com os canais de vendas

Considere os canais mais utilizados pelo seu público de interesse, assim terá maior chance de alcançar possíveis compradores.

Avalie também se as ferramentas oferecidas nestes canais são compatíveis com a sua estratégia, e com o seu departamento comercial pois é importante que haja conhecimento e capacidade para operar o canal de vendas escolhido.

2. Conecte o seu produto com os canais de vendas

O seu produto é compatível com o canal de venda? Vender pelo Instagram, por exemplo, pode ser favoráveis para produtos mais visuais, como roupas ou artigos de decoração.

3. Combine seus canais de vendas online e offline

Se a sua empresa possui uma loja física por exemplo, deve considerar presença no mundo digital também, como em lojas marketplaces e redes sociais. Pode ser até o momento de considerar tornar a sua operação omnichannel, ou seja, com vários canais integrados.

4. Combine seus canais de vendas na internet

Caso o seu negócio seja digital, além de utilizar ferramentas que te auxiliarão na expansão e visibilidade — com o Google AdWords (onde você utiliza as palavras-chave do Google para encontrar possíveis compradores), por exemplo, você pode combinar um e-commerce, com um marketplace e redes sociais.

Se, mesmo assim, você ainda acredita que o seu negócio não consiga gerenciar todos esses canais de vendas, tente começar combinando ao menos dois, se programando para o próximo passo: estar presente em outras opções que combinem com a sua empresa.

Está pensando em começar seu negócio e vender pela internet? Achou interessante a estratégia de combinar mais de um canal de vendas e acha que uma loja virtual pode ser uma boa opção? Teste já a Nuvemshop por 30 dias, é grátis!

Faça como +50mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop
O melhor evento de e-commerce para PME’s do Brasil

13 a 15 de julho — online e gratuito

Reserve o seu lugar