Como escolher as redes sociais certas para a sua empresa

Por: Mariana Cabral
Criado em: 08/11/19.
Atualizado em 04/11/19.
9 min
de leitura

Índice

redes-sociais-da-marca

As redes sociais podem transformar positivamente as interações entre marca e consumidor. Isso porque grande parte das pessoas passam um tempão lendo posts, conferindo fotos, assistindo a vídeos e, claro, fazendo compras.

Para se ter uma ideia, 62% dos brasileiros já compraram na internet por meio das redes sociais. O número, divulgado pelo Instituto QualiBest, comprova a necessidade de estar presente nas mídias sociais, especialmente se você tem um e-commerce.

Ao utilizar as redes sociais em suas estratégias de negócio, o e-commerce consegue atingir outros objetivos de marketing, como educar o mercado, aumentar a visibilidade da marca, construir relações com os parceiros, fidelizar clientes e muitos outros pontos importantes.

Entretanto, para obter bons resultados nas redes sociais, é fundamental montar estratégias inteligentes. Mais do que isso, é preciso saber escolher as mídias digitais em que a empresa vai atuar. Afinal, cada negócio tem suas especificações e necessidades.

Saiba como as redes sociais podem ajudar a sua empresa a se comunicar com os clientes, gerar tráfego no site e aumentar o índice de vendas!

Conheça as redes sociais mais utilizadas no Brasil

YouTube, Facebook e WhatsApp são algumas das redes sociais mais utilizadas entre os brasileiros. Confira abaixo o TOP 10:

  1.   YouTube;
    2.   Facebook;
    3.    WhatsApp;
    4.    Instagram;
    5.    Messenger;
    6.    Twitter;
    7.    LinkedIn;
    8.    Pinterest;
    9.    Skype;
    10.  Snapchat.

Antes de sair criando estratégias de comunicação para as redes sociais, é importante lembrar que cada mídia virtual tem o seu público, funcionalidades e diferenciais. Por isso, é importante entender a fundo o que cada plataforma oferece.

Quais são as mídias sociais mais recomendadas para lojas virtuais?

Agora que você já sabe quais são as redes sociais mais utilizadas no Brasil, é hora de conhecer quais são as mais indicadas para lojas virtuais.

Continue a leitura do conteúdo para entender como funciona cada rede social e como usar os seus recursos em estratégias de comunicação e vendas.

Facebook

O Facebook tem mais de dois bilhões de usuários ativos ao redor do mundo. A rede social, fundada por Mark Zuckerberg, ganhou popularidade no Brasil em 2012, e, hoje, é uma das principais quando o assunto é entretenimento, notícias e comunicação.

O Facebook pode ser uma excelente plataforma para aumentar as vendas e divulgar seu e-commerce. Isso porque essa rede social concentra um grande número de pessoas de diferentes níveis de idade e preferências.

O primeiro passo para usar o Facebook em sua estratégia de negócio é montar uma página na rede. O processo é bem simples. Para transformar perfil em FanPage você só precisa fazer alguns ajustes na plataforma.

Com a página pronta, você pode fazer publicações e impulsioná-las com o Facebook Ads – uma das maiores ferramentas de segmentação de anúncios já criada.

Por lá, você consegue direcionar posts e campanhas para envolver o público, aumentar o número de likes na página, cliques no site, conversões, instalação de aplicativo, participação em eventos e muito mais.

Essas são apenas algumas das funcionalidades que o Facebook oferece para o seu negócio. Também é possível usar a rede para conseguir reconhecimento de marca.

Um exemplo de empresa que utilizou o Facebook para colocar a marca na cabeça do público foi a Vigor. A marca lançou uma promoção com toda sua linha de produtos, indo muito além dos iogurtes, com a participação de pessoas influentes. O resultado? Aumento de nove pontos em intenção de compra na 1ª campanha.

Confira abaixo um dos vídeos publicados pela marca em sua página oficial do Facebook:

Promoção Descubra que é Vigor

2 milhões de reais, 4 casas e vales-compras instantâneos. Compre 3 produtos diferentes da Vigor, cadastre sua nota fiscal no site e #descubraqueevigorAcesse o site www.descubravigor.com.br e saiba mais sobre a nossa maior promoção.

Posted by Vigor Brasil on Friday, October 5, 2018

A Vigor é uma marca grande, que possui verba suficiente para investir em anúncios com celebridades. Se esse não for o seu caso, prefira atuar com microinfluenciadores e com promoções mais direcionadas à sua área de atuação.

Como você pode notar o Facebook oferece inúmeras possibilidades para diferentes tipos de negócios. Por isso, tenha uma estratégia de comunicação bem elaborada e faça de tudo para manter o seu público bem informado e engajado.

YouTube

O YouTube é a rede social mais utilizada pelos brasileiros. Segundo pesquisa do Google com a Provokers, o consumo de vídeos na internet cresceu mais de 23% no Brasil em 2018.

Mais do que isso, o YouTube é o local preferido dos usuários para ver conteúdos em vídeo, passando na frente da Netflix e do Instagram. 

redes-sociais-youtube

Todo o poder dessa rede social pode ser usado para atender as necessidades de marcas e lojas virtuais. Afinal, um conteúdo de qualidade no YouTube pode ser fundamental para que a conversão aconteça.

Empresas como a Maybelline já utilizam o YouTube para divulgar produtos e ficar mais próximas do seu público.

A marca de cosméticos colocou na rede social tutoriais de maquiagem personalizados demograficamente e por intenção. O resultado da ação trouxe mais de 9 milhões de visualizações ao canal da Maybelline.

Confira alguns dos vídeos lançados pela marca:

Vale lembrar que, assim como no Facebook, o YouTube também oferece a oportunidade de segmentar anúncios e campanhas. Além de direcionar os vídeos por público e localização, também é possível analisar métricas para acompanhar o desempenho das visualizações e identificar insights em tempo real.

Outro ponto é que o YouTube tem uma base enorme de influencers e microinfluenciadores que trabalham na rede. Mas antes de sair contratando esses profissionais, é importante verificar se o influenciador publica um conteúdo de qualidade, se ele tem um bom alcance com suas postagens e, é claro, se tem fit com o público que a marca trabalha.

É importante entender que o YouTube não serve apenas para divulgar vídeos, mas sim para se comunicar com o seu potencial cliente de uma maneira mais próxima, por meio de um conteúdo mais humanizado e que tenha a cara da empresa.

Instagram

O Instagram tem mais de 300 milhões de usuários ativos ao redor do mundo. A popularidade do aplicativo não é uma novidade cada vez mais o Instagram se destaca por movimentar assuntos e trazer novidades que chamam a atenção da galera. A mais recente, por exemplo, foi retirar a contagem de likes nas fotos dos usuários.

Para quem tem uma empresa digital, o Insta oferece a possibilidade de divulgar a marca e se comunicar com diferentes grupos de usuários e comunidades.

Veja abaixo uma lista das funcionalidades que o Instagram oferece para as empresas e saiba como usá-las: 

  •     Stories: ideal para criar promoções exclusivas, mostrar o dia a dia do negócio, destacar informações importantes na parte superior do app e inserir links que convidem o usuário para visitar o site;
  •     Direct: o espaço perfeito para tirar dúvidas, receber feedback e até mesmo para implementar estratégias de marketing. Aqui, é muito importante responder na hora e ter uma abordagem adequada;
  •     Instagram Shopping: contas comerciais podem cadastrar sua loja digital para que os usuários fiquem mais próximos dos produtos, diminuindo o tempo de compra. Aproveite para fazer um carrossel com o preço de vários produtos do e-commerce;
  •     IGTV: recurso muito parecido com o YouTube, que no início trabalhava com formatos de vídeos na vertical, mas já aderiu ao tradicional enquadramento horizontal. Você pode usá-lo para publicar vídeos mais longos a respeito da sua empresa, como uma apresentação institucional, reviews de produtos ou até mesmo de alguma tendência;
  •     Hashtags: as tags são importantes para categorizar o conteúdo publicado no Instagram. Uma dica é criar uma hashtag com o nome da própria marca, destacando alguma referência à cultura e aos valores da empresa;
  •     Explore: é aqui que aparece um conteúdo altamente interessante para o usuário. Uma das práticas que ajudam a aparecer nessa aba do Instagram é sempre fazer posts geolocalizados.

Viu, como o Instagram tem vários recursos para o seu e-commerce? É claro que cada ferramenta depende do seu estilo de negócio, mas, com a estratégia correta, é possível atingir bons resultados com a rede social.

Um exemplo de marca que usa bem as funcionalidades do Instagram é a C&A. A loja utiliza a plataforma para contextualizar seus produtos, dar dicas de moda e lançar novidades. No IGTV, por exemplo, a C&A tem vídeos de vários assuntos, como bastidores de campanhas e lançamentos de tendências da estação.

redes-sociais-cea-instagram.jpg

Twitter

O Twitter é a rede social perfeita para as marcas e empresas que desejam estar alinhadas com tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo.

É nessa plataforma que correm as principais notícias do momento e todas as novidades a respeito de vários assuntos. Inclusive, existe uma aba na rede onde é possível encontrar desde entretenimento, passando por música e vídeos, até esportes e diversão.

Uma empresa que adota o Twitter em suas estratégias de negócio, tem a possibilidade de segmentar tweets. Assim, é possível pegar carona nos assuntos que estão sendo comentados e aparecer para os usuários em tempo real.

Você pode, por exemplo, oferecer produtos, chamar o usuário para conferir um conteúdo de blog ou até mesmo informar sobre alguma novidade do negócio.

A dinâmica do Twitter também facilita o atendimento aos clientes. Isso porque você pode responder às dúvidas no momento em que o usuário precisa.

O Magazine Luiza, por exemplo, usa o Twitter para resolver problemas com entrega, produtos com defeitos e outras falhas. Mais do que isso, a empresa aproveita a rede social para ouvir feedbacks e se comunicar de maneira humanizada com o público. 

redes-sociais-magazineluiza-twitter.jpg

Pinterest

Apesar de ser pouco explorado no marketing digital, o Pinterest é uma excelente plataforma para divulgar seu negócio, principalmente se estiver no ramo da moda e decoração.

Isso porque a rede social funciona como um quadro de inspirações e ideias para uma infinidade de assuntos e categorias. O usuário pode fixar seus assuntos preferidos e guardar os mais interessantes, podendo compartilhar com os seus seguidores.

Um Pin – “ideia” na linguagem do Pinterest – pode ser extremamente valioso para os negócios. Isso porque, ao tocar na imagem, o usuário é levado para uma página da empresa. Isso significa que ele está realmente interessado naquilo que foi publicado, podendo aumentar a taxa de conversão das vendas e até mesmo o tráfego no site.

 A Mobly é um exemplo de empresa que cuida bem do seu Pinterest. A empresa de itens decorativos tem pastas organizadas por cômodos e preferências. Assim, os usuários têm à disposição um arsenal de conteúdo visual para se inspirar antes de decorar a casa.

 redes-sociais-mobly-pinterest.jpg

Bônus: Tik Tok

Apesar de não estar no ranking das redes sociais mais usadas no Brasil, o TikTok vem ganhando força em vários lugares do mundo. Para se ter uma ideia, o número de downloads do aplicativo já passou o Instagram nos Estados Unidos e na China.

A plataforma é focada na produção de pequenos vídeos de até 15 segundos, que podem ser editados com trilhas sonoras e publicados instantaneamente para os seguidores.

Essas características vêm conquistado um grande número de usuários ao redor do mundo. Segundo pesquisa da Global Web Index, 41% dos usuários do TikTok têm idade entre 16 e 24 anos.

Outro ponto divulgado na pesquisa é que os vídeos do app têm um tom de humor, ou seja, o conteúdo ali reproduzido serve apenas para o entretenimento dos usuários.

Diante dessas características, fica a você a decisão de usar ou não o TikTok. É sempre importante reforçar que, apesar dos números impressionantes, o app pode não combinar com seu público e estilo de comunicação.

redes-sociais-tiktok

Mas… E aí, em quais redes sociais a marca deve estar?

Na hora de escolher as redes sociais que a sua empresa vai usar, é importante levar alguns fatores em consideração, para não se prejudicar no futuro.

Confira abaixo uma lista de coisas para analisar internamente antes de escolher as redes sociais ideais para a sua marca: 

  •     Perfil do público: saiba quem você quer atingir;
  •     Perfil da marca: veja se vale a pena estar presente em todas as redes sociais ou apenas em algumas;
  •     Tipo de produto: entenda as características dos seus produtos e avalie se eles precisam de uma divulgação extra nas redes;
  •     Capacidade de investimento: analise se você tem o dinheiro suficiente para investir em vídeos, fotos, influencers, impulsionamentos e mais.

Outro ponto para olhar com atenção na hora de escolher as redes sociais para o seu negócio é a sua capacidade de produção de conteúdo. Afinal, de nada adianta estar em todas redes sociais e não ter uma frequência de postagens.

Por isso, olhe atentamente cada rede social e veja se vai conseguir fazer um trabalho legal por lá. De repente, uma ferramenta de gerenciamento de redes sociais pode fazer diferença na hora de organizar a rotina das publicações e ganhar maior visibilidade nas redes virtuais.

Mariana Cabral

Especialista em Inbound Marketing e SEO, Mariana é Head de Conteúdo da mLabs, ferramenta de gerenciamento de redes sociais líder no Brasil.


    Registre-se gratuitamente

    Receba posts sobre marketing e empreendedorismo diretamente no seu e-mail.

    Coloque o conhecimento na prática

    +15 mil alunos já aplicaram o aprendizado na Universidade e criaram seus negócios com a Nuvemshop.

    Teste 15 dias grátis

    Faça sua marca crescer

    Cria sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional como eles:

    Osmoze - www.osmozestore.com.br
    Morango Brasil - morangobrasil.com.br
    Osram - loja.osram.com.br
    Testar 15 dias grátis