Os 20 tipos de produtos mais vendidos na internet

Por: Camila Ribas
Os 20 tipos de produtos mais vendidos na internet

Aqui você encontra:

Segundo o Statista, o faturamento do comércio eletrônico em 2019 foi 17% maior em relação à 2018. Enquanto isso, a perspectiva para 2020 é de um alcance de US$ 6,54 trilhões em receita no mundo inteiro.

Esses números mostram a importância das vendas pela internet, assim como o aumento desse novo hábito de compras do público.

Com isso em mente, se você está pensando em se juntar ao grupo e começar um negócio online, fizemos uma lista com os produtos mais vendidos na internet, para começar a conhecer um pouco mais sobre este modelo de vendas e te inspirar a começar. Confira:

Quais são os produtos mais vendidos na internet?

Veja agora os produtos específicos mais vendidos na internet:

  1. Roupas
  2. Sapatos
  3. Smartphones
  4. Notebooks
  5. Livros
  6. Brinquedos
  7. Produtos para o cabelo
  8. Perfumes
  9. Artigos de armarinhos
  10. Games
  11. Maquiagem
  12. Tapetes
  13. Quadros para decoração
  14. Bijouterias
  15. Cursos
  16. Passagens aéreas
  17. Games
  18. Bolsas
  19. Móveis
  20. Veículos

A lista pode parecer abrangente demais, mas isso acontece porque a internet é um campo muito grande de possibilidades e de usuários com gostos diversos. Por isso, se você pensa em empreender, o ideal é ficar atento às tendências.

Quais são as categorias de produtos mais vendidos online?

Como já dissemos, esse é universo extremamente abrangente. Hoje existem produtos dos mais diversos segmentos à disposição dos usuários da internet. Mesmo assim, alguns produtos se destacam e são mais procurados e vendidos por meio dos e-commerces.

Claro que o caminho do sucesso exige experiência e técnica, mas escolhendo o nicho certo é possível fazer com que o negócio decole mesmo enquanto você ainda adquire os conhecimentos necessários em lojas virtuais.

Ainda não sabe o que quer vender na internet? Para começar, veja os 5 nichos mais explorados e procurados da web para sua loja virtual bombar.


Leia mais

1. Moda

A indústria da moda é uma das mais populares – não só no Brasil, mas no mundo todo.

Ainda que não seja possível experimentar os produtos de imediato, o que poderia afugentar consumidores, as lojas têm políticas de troca vantajosas e ainda oferecem as medidas reais dos produtos.

Para garantir uma compra acertada dos consumidores e promover uma experiência mais sensorial, invista em fotos de qualidade e de diferentes ângulos. Incluir informações de tamanhos, materiais e texturas também ajudam a deixar a descrição do seu produto mais completa.

Isso vale para a moda em todas as suas variações, como moda feminina, masculina, infantil e até segmento de usados e brechós – principalmente em épocas em que a sustentabilidade está cada vez mais em pauta.

2. Turismo

Você consegue pensar em alguém indo reservar um hotel ou comprar uma passagem sem que isso seja feito pela internet?

Hoje em dia, quase todos os trâmites de um passeio ou excursão são feitos pela web. Por isso, o abrangente setor de turismo é um dos mais vantajosos para e-commerce.

Além de agências de turismo, existem os sites das companhias aéreas, de hospedagem e de comparação de preços. Alguns, ainda, disponibilizam compra de passagens e reservas em poucos cliques e sem sair do portal.

3. Venda de usados

Como já falamos, em tempos de sustentabilidade e economia, a venda de usados ganha cada vez mais espaço nos e-commerces.

Além de roupas, produtos eletrônicos, artigos esportivos e instrumentos musicais podem ser encontrados pela metade do preço se forem de segunda mão.

Para quem quer empreender, é possível disponibilizar os produtos em um portal já existente, como Mercado Livre e OLX, por exemplo, ou criar o e-commerce da sua própria marca, onde você vai ter total controle sobre a experiência de compra do seu cliente.

4. Arte e entretenimento

Livros, DVDs e discos antigos também movimentam bastante os e-commerces no Brasil. Mesmo com a oferta de download ilegais, cada vez mais pessoas buscam por exemplares originais e conteúdos digitais para leitura.

Atualmente, os e-books podem ser vendidos por preços muito abaixo do mercado. Mesmo assim, é um bom negócio, já que não há gastos com envio, embalagens e com o próprio exemplar. Apostar nesse nicho pode ser uma boa ideia para quem quer empreender na web.

5. Cursos

O e-learning é outro nicho promissor dentro do e-commerce. Plataformas como a Udemy faturam alto com cursos online nas mais diversas áreas. Alguns cursos podem ser específicos e outros chegam a substituir o ensino tradicional, como a graduação e o mestrado.

Dependendo do portal e do assunto tratado, as certificações são, inclusive, exigidas em vagas de emprego, o que aumenta a procura e ajuda o negócio a alavancar. Basta se especializar e oferecer conteúdos de qualidade. Apostilas digitais também podem ser uma boa ideia e o preço cobrado pode ser bastante acessível.

Por que vender produtos na internet?

A história do e-commerce no Brasil é recente – são menos de vinte anos de existência e representam cerca de 5% do varejo. No entanto, ele evoluiu rapidamente e acompanhou os maiores países do mundo, principalmente por conta do desenvolvimento dos serviços de internet no país.

Nos Estados Unidos, as vendas onlines representam 12-15% do varejo nacional, enquanto na China, a representatividade virtual é de 20-25%. Essa diferença entre o Brasil e países mais desenvolvidos mostra o potencial que ainda temos para seguir crescendo.

Alto potencial de alcance e faturamento

O início foi difícil para algumas empresas, mas a maioria conseguiu se adaptar à dinâmica e à forma de comercialização das lojas virtuais.

Para você ter uma ideia, de acordo com a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o e-commerce deve chegar à marca de R$ 130 bilhões em faturamento e mais de 100 milhões de consumidores em 2023 – isso apenas no Brasil!

Como falamos no início do texto, as pessoas mais jovens são as mais assíduas na web e também adquiriram o hábito de comprar pela internet desde cedo, ou seja, confiam nas transações online. Por isso, o número expressivo que é vislumbrado se deve, sim, a esta fatia da população.

Facilidade e segurança na criação da sua loja

Além disso, o sucesso se dá por conta de profissionais e plataformas de e-commerce cada vez mais especializadas e seguras, o que garante o bom atendimento, o envio confiável dos dados e o recebimento do produto com toda a segurança.

A melhor parte do desenvolvimento do e-commerce no Brasil é que ele é vantajoso para os pequenos comerciantes e novos empreendedores. Isso porque, atualmente, existem plataformas fáceis de utilizar, intuitivas e com poucas barreiras para que a pequena empresa esteja presente no universo web. É uma democratização que estimula a economia e a abertura de novos negócios.

Mas e a história do e-commerce no Brasil? Estudos apontam a Booknet como primeira loja virtual do país. Ela entrou no ar em 1995 e vendia livros para todo o mundo. Surgiu daí o Submarino, que posteriormente firmou parceria com a Americanas.com. Neste mesmo ano, a loja Pontofrio também lançou seu e-commerce.

Entendido?

O mercado de e-commerce no Brasil mudou o comportamento do consumidor, que tem se habituado a comprar pela web cada vez mais.

Com isso, fica fácil perceber que esse é um grande canal que deve ser explorado por pequenos, médios e grandes lojistas. Isso porque o negócio na web pode ser rentável e deixa de exigir que empresários tenham pontos físicos, podendo tornar qualquer produto ou serviço à disposição de qualquer usuário de internet.

Para começar, com base nos seus conhecimentos e experiência, defina qual o melhor produto para você vender online e escolha uma plataforma de e-commerce de confiança que ofereça serviços de qualidade feitos por equipe especializada no assunto.

Além disso, conte com estratégias de marketing e fique atento à logística, ao estoque e à dinâmica de entregas.

Agora que você já conheceu os produtos mais vendidos na internet, aproveite e teste 30 dias gratuitos para montar a sua loja online com a Nuvemshop.

Faça como +50mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop
O melhor evento de e-commerce para PME’s do Brasil

13 a 15 de julho — online e gratuito

Reserve o seu lugar