O que é e como vender em uma loja pop-up?

Por: Victoria Salemi
O que é e como vender em uma loja pop-up?

Aqui você encontra:

Se você trabalha no varejo, é possível que já tenha ouvido falar em loja pop up (ou pop-up store). Esse modelo de estabelecimento físico vem ganhando espaço, uma vez que costuma chamar a atenção dos consumidores.

Essa estratégia pode ser também muito benéfica para quem atua no e-commerce. Portanto, ao longo deste conteúdo, vamos entender o que é a pop-up store, quais as vantagens e como abrir a sua. Então, hora de começar!

O que é pop-up store?

Pop-up store (ou loja pop-up, se traduzirmos) é uma loja física temporária, normalmente lançada por marcas em locais movimentados. Muitas vezes, para chamar a atenção do público, é oferecida uma experiência diferente daquela que os clientes normalmente têm com o negócio.

A ideia é sempre criar esse tipo de estabelecimento com uma proposta específica. Alguns exemplos de motivos para ter esse espaço por um período determinado podem ser:

  • o lançamento de um produto novo;
  • um evento relacionado com seu nicho de mercado;
  • uma data especial, como o período que antecede a Black Friday ou o Natal;
  • uma colaboração pontual entre marcas;
  • uma loja virtual que queira oferecer uma experiência presencial por um período.

Mas, se a loja dura apenas algum tempo, quais as vantagens de investir na abertura desse espaço? 🤔

Vantagens de abrir uma pop-up store

Como vimos, a loja pop-up normalmente é aberta com algum propósito bem delimitado. Nesse contexto, esse tipo de estratégia tem muito a acrescentar ao negócio. Por isso, vamos conhecer algumas das principais vantagens desse modelo.

1. Aumentar o engajamento

Por se tratar de uma experiência diferente que seu negócio está oferecendo aos clientes, o engajamento das pessoas costuma ser maior que no seu canal de venda tradicional. A novidade tende a aguçar a curiosidade dos visitantes.

Pense em um e-commerce que está levando seus produtos para serem expostos. A possibilidade de vê-los pessoalmente é capaz de despertar o interesse do público daquela loja online por essa iniciativa.

2. Trabalhar o reconhecimento de marca

Ao abrir uma pop-up store, você estará levando sua marca para um local em que ela não estava antes. Isso pode colocá-la em contato com pessoas que não a conheciam, de modo a torná-la mais popular. Entraremos em detalhes sobre isso mais adiante, mas, como as lojas pop-up costumam ficar em locais movimentados, mais gente pode vê-las.

3. Captar novos clientes

Assim como mais pessoas podem ver sua marca quando você tem uma loja física temporária em algum ponto movimentado, esse estabelecimento pode ser responsável também por captar novos clientes.

Uma pessoa que vê sua pop-up store e compra ali pela primeira vez, pode começar um relacionamento com sua marca. Isso te dá a chance de trabalhar a fidelização daquele consumidor para além do período em que sua loja ficará aberta.

4. Aproveitar a sazonalidade

Especialmente nos casos em que sua loja pop-up é estruturada por causa de um evento ou de uma data importante do calendário comercial, você pode aproveitar a sazonalidade do acontecimento ou da época do ano.

Suponhamos que você tem uma loja de moda praia e o verão está chegando. Essa pode ser uma boa oportunidade de abrir uma pop-up store e lançar uma nova coleção, por exemplo.

Como vender em uma loja pop-up?

Se você acredita que uma pop-up store pode fazer a diferença em sua estratégia, confira os passos necessários para abrir a sua.

1. Defina quais produtos quer vender e o conceito da sua loja

Em primeiro lugar, como vimos, é importante que a loja pop-up tenha um conceito bem delimitado. Por isso, talvez nem todos os seus produtos se encaixem nessa experiência que você quer oferecer.

Portanto, é importante começar por uma avaliação de quais artigos podem compor sua loja temporária. Algumas ideias podem ser:

  • peças da nova coleção;
  • artigos cocriados com outra marca ou com algum influenciador digital;
  • produtos que possam ser oferecidos em amostras e estejam expostos ali.

Vejamos um exemplo: se você tem uma loja de maquiagens, pode abrir um espaço com algumas maquiadoras que vão usar seus produtos para fazer makes nas clientes que visitarem a loja.

2. Procure um espaço

Depois de definir os produtos junto com o conceito, você deve buscar um espaço. Idealmente, você deve escolher um ponto movimentado e por onde seu público-alvo transite.

Algumas opções podem ser:

  • stands em eventos relacionados ao seu nicho;
  • estabelecimentos na rua;
  • quiosques em shopping centers;
  • espaços colaborativos destinados a bazares.

É claro que os custos de cada uma dessas iniciativas pode variar bastante. Se quiser abrir uma loja só sua, reformar um espaço e oferecer tudo customizado, os gastos serão maiores, porém, se você está começando a empreender agora, uma boa opção podem ser os espaços colaborativos.

Neles, cada empreendedor aluga um pequeno box para expor as peças. Além disso, é possível buscar espaços que vendam artigos complementares aos seus, de modo que os clientes se sintam estimulados a comprar seus produtos.

3. Faça um orçamento da iniciativa

Depois que você definiu onde vai instalar sua loja pop-up, é importante fazer o orçamento. Lembre-se de incluir o preço não apenas do aluguel, mas também de outros gastos que você deve ter, como:

  • reformas;
  • utensílios que talvez precise comprar (como cabides, por exemplo);
  • eventual contratação de um funcionário para a pop-up store;
  • campanhas de divulgação da iniciativa.

4.  Divulgue as datas de abertura e encerramento

Como citamos no tópico anterior, você vai precisar divulgar sua pop-up store. É muito importante informar quais as datas de abertura e de encerramento, além da localização e do horário de funcionamento da loja.

Os canais para divulgação podem ser aqueles em que você costuma ter contato com seu público: postagens e anúncios nas redes sociais, e-mail marketing e banners em sua loja virtual são alguns exemplos.

5. Abra sua loja e lembre-se de divulgar os outros canais da sua marca

Depois da preparação, chega a hora de abrir sua loja temporária. Capriche no atendimento e não se esqueça de pedir e-mails ou telefones de clientes. Esses contatos podem se tornar leads de campanhas futuras.

Além disso, você pode preparar um pequeno cartão para divulgar seu site e suas redes sociais. Dessa forma, as pessoas que conhecerem seu negócio naquele momento saberão por onde continuar o relacionamento com a sua marca.

Exemplos de pop-up store

Para que o conceito fique mais claro, vamos conhecer alguns exemplos de loja pop-up. Veja:

Rio Sem Limites

O primeiro exemplo que podemos apresentar é o da Rio Sem Limites. Essa foi uma pop-up store criada pela marca esportiva Nike durante a Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016, no centro da capital carioca.

Vista aérea da pop-up store da Nike, a Rio Sem Limites

Divulgação/Nike

Durante o período dos Jogos Olímpicos, a loja ofereceu produtos personalizados em parceria com um artista plástico, exibiu a tecnologia de calçados utilizados pelos atletas patrocinados pela marca e ofereceu treinos esportivos gratuitos para o público.

Nesse exemplo, podemos observar como a Nike utilizou um grande evento para oferecer uma experiência única para as pessoas. Desse modo, pôde trabalhar seu reconhecimento de marca e vender produtos em um local diferente.

É claro que, no caso da Nike, que é uma grande marca, o espaço foi construído do zero e exigiu um grande investimento. Entretanto, como vimos, existem opções mais em conta para pequenas e médias empresas, que também podem trazer experiências marcantes para o público.

AliExpress

Em 2019, a empresa de comércio eletrônico AliExpress abriu uma pop-up store por um mês em um shopping em Curitiba. A ideia era apresentar uma espécie de vitrine virtual ao mercado brasileiro e conquistar a confiança no país em relação aos produtos chineses.

Foto do painel da pop-up store da AliExpress em Curitiba (PR)

Divulgação/Ebanx

Nesse caso, a loja temporária funcionou mais como um mostruário, com um ou dois modelos de smartphones fisicamente e o resto dos artigos disponíveis para visualização em tablets. Os consumidores podiam conhecer os produtos e encomendá-los online.

Tudo certo?

Agora que você já sabe o que é uma pop-up store, suas vantagens e como abrir uma, pode avaliar se essa estratégia faz sentido para o seu negócio. Mas lembre-se de examinar muito bem se o ROI (retorno sobre o investimento) tenderá a ser positivo para sua empresa após uma iniciativa como essa, ok?

Se você já vende pela internet e pensa em migrar de plataforma para uma opção com acompanhamento personalizado para seu negócio, conheça o plano Plano Empresarial da Nuvemshop. E, caso ainda não tenha sua loja virtual, aproveite os 30 dias grátis para testar a plataforma! 😉

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies