Como ter uma loja virtual integrada com a física?

Por: Bruno Fernandes

Foto de um homem atrás de um balcão em uma loja física, com computador para organizar pedidos também do ecommerce

Um dos principais desafios ao criar uma loja online quando se vem do mundo físico é integrar os canais offline e online. Ou seja, você tem uma loja física e decidiu criar um e-commerce, mas e depois, o que e como fazer? Dá para ter uma loja virtual integrada com a loja física? Seus sistemas funcionam juntos ou separados?

A primeira boa notícia é que é, sim, possível trabalhar com seus pontos de venda on e offline em sintonia — e de forma automatizada. Portanto, siga a leitura, pois vamos entender como integrar o estoque com sua loja virtual!

💡 Confira também: 20 vantagens do e-commerce para quem já tem loja física

Como ter uma loja virtual integrada com a loja física?

Para ter uma loja virtual integrada com a loja física, é necessário que as vendas de uma seja considerada nos registros da outra. Isso inclui o controle de estoque e o fluxo de caixa.

Nesse contexto, a principal alternativa para integrar lojas físicas e virtuais sem que você precise registrar tudo manualmente em uma planilha compartilhada é utilizar um sistema de gestão empresarial, mais popularmente conhecido como ERP (Enterprise Resource Planning, em inglês).

💡 Saiba mais: O que é melhor, abrir uma loja física ou virtual?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como funciona um ERP?

O ERP é uma ferramenta que integra o financeiro, o comercial e o estoque do seu negócio, permitindo também que a loja online seja inserida nesse fluxo. Com esse sistema de gestão, você poderá controlar:

  • Vendas: receba pedidos de venda em tempo real independente do canal — equipe interna, vendedores externos, loja virtual ou aplicativos de força de venda;
  • Estoque: acompanhe detalhadamente a entrada e saída dos produtos e importe as notas de entrada através do arquivo XML do fornecedor sem precisar digitar nada. Você ainda pode atualizar custos de forma automática;
  • Finanças: controle contas a receber e a pagar, caixa e bancos. Faça o gerenciamento financeiro da sua empresa, prevendo necessidades futuras de caixa. Você ainda pode analisar o passado através de balancetes;
  • Notas fiscais eletrônicas: emita notas fiscais eletrônicas de maneira descomplicada. Os ERPs costumam se encarregar do cálculo automático de impostos e envio direto para o SEFAZ (Secretaria de Estado da Fazenda), encaminhando a DANFE e o XML para o cliente.

Dessa forma, você poderá gerenciar seus empreendimentos dentro de um único sistema, o que facilitará muito a sua vida.

Por exemplo, se você tem uma loja física e uma virtual, conseguirá disponibilizar um mesmo produto em ambos os canais de venda. Quando seu estoque daquele item acabar, o sistema automaticamente inviabilizará sua compra no outro canal, fazendo com que ele fique ou indisponível no e-commerce ou impossibilitado de ser registrado na loja offline.

Com um ERP integrado, você terá mais controle sobre o seu empreendimento e, de quebra, reduzirá os custos envolvidos no negócio.

💡 Saiba mais: O que é e como escolher um ERP para meu e-commerce

Se você chegou até aqui e concluiu que precisa de um ERP, vamos te ensinar a integrá-lo ao seu negócio. Para tanto, é fundamental que o sistema da sua loja virtual admita esse tipo de ferramenta. Nesse sentido, recomendamos que você confirme se a plataforma de e-commerce escolhida para sua loja online permite essa integração.

Por exemplo, com uma loja Nuvemshop, você poderá integrar seu e-commerce de forma bastante simples a um dos seguintes ERPs:

Para isso, siga um dos tutoriais da Nuvemshop (de acordo com a opção que escolher) indicados abaixo:

👉 Como integrar o Tiny ERP à minha loja
👉 Como instalar o aplicativo Bling em minha loja

3 dicas para integrar loja física e e-commerce

Além do uso do ERP, existem práticas que podem ser adotadas para maximizar a experiência do seu cliente em suas lojas física e virtual. Elas dizem respeito à estratégia do negócio e podem ser muito positivas para sua empresa. Confira:

Explore o omnichannel

Você provavelmente já ouviu falar do conceito de omnichannel, no qual todos os canais de um negócio (internet, loja física, smartphone, etc) se integram com o intuito de atender o consumidor onde ele estiver.

Junto a esse novo conceito nasce também um novo consumidor; trata-se do consumidor multicanal, que utiliza todos esses canais para realizar suas compras dependendo de qual for mais rápido e prático no momento.

Para se diferenciar da concorrência, você deverá se focar nesse consumidor. Portanto, além de oferecer diferentes canais, trabalhe com eles de forma integrada. Torne a experiência contínua, seja no momento da compra ou do atendimento ao cliente. Por exemplo, se um consumidor iniciar o suporte por e-mail, mas depois ligar pedindo ajuda, não peça todas as informações novamente, mostre que seus canais estão interligados.

💡 Saiba mais: O que é omnichannel e como aplicar essa estratégia?

Permita que os clientes retirem produtos na loja física

Praticamente todos os grandes varejistas permitem que o cliente compre pela internet e retire o produto na loja física. Trata-se, portanto, de uma estratégia que você deve adotar.

Para isso você precisará de uma pequena estrutura para se organizar melhor. Pense, por exemplo, em criar um espaço dentro da loja física exclusivo para clientes da internet.

Você também deve se preparar com antecedência caso ofereça essa facilidade. Se um cliente for à sua loja, o produto dele deverá estar pronto para ser entregue, já que ele ficará frustrado se tiver que esperar por algo pelo qual já pagou.

Uma vez que o cliente está no seu espaço físico, eis uma oportunidade de ouro para tentar fazê-lo comprar mais alguma coisa. Oferecer produtos similares ao que ele comprou online (de preferência com desconto) pode ser uma tática eficaz.

💡 Saiba mais: Como oferecer pontos de retirada no e-commerce?

Troque produtos comprados online na loja física

O processo de troca de produtos online (conhecido como logística reversa) costuma ser chato para o cliente, pois ele tem que enviar o produto novamente para a loja e esperar receber um novo. Esse procedimento geralmente demora alguns dias e é inegavelmente cansativo.

Independentemente de qual seja o motivo da troca ou retorno, permitir que ela seja feita diretamente na loja física vai agilizar o lado do cliente e terá poucos efeitos para o vendedor. Contudo, isso poderá ser um desafio operacional se você vende produtos diferentes offline e online. Então, fique atento a esse ponto!

Resumo

Você certamente enfrentará desafios ao integrar seus canais físico e online. O intuito deste artigo é te ajudar nesse processo e fazer com que ele seja o menos complexo possível.

Nessa integração, a adoção de um ERP para controlar seu negócio pode ser um enorme aliado. Além disso, o modelo omnichannel pode ser um diferencial para sua marca, então avalie a possibilidade de implementá-lo.

Se animou? Quer criar seu e-commerce ainda hoje? Que tal testar os 30 dias gratuitos da plataforma da Nuvemshop? É simples, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos!

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer integrar sua loja física ao e-commerce?

Com a Nuvemshop, você cria sua loja virtual e pode usar os melhores ERPs para integrar seus pontos de venda on e offline. Teste 30 dias grátis!

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies