22 estratégias para a sua primeira venda online [lista]

Por: Talitha Adde
Imagem que representa uma microempreendedora organizando o envio de produtos da sua primeira venda online

Aqui você encontra:

Quer aprender a fazer a primeira venda online? A primeira dica é: tenha muita paciência. Números mostram que 80% dos e-commerces no Brasil fecham antes de completar dezoito meses de operação por falta de um planejamento estratégico sólido.

Mas, calma aí! Não existem motivos para se preocupar: este artigo pode te ajudar com isso. Continue com a gente e veja 22 dicas para ter sucesso com a sua loja virtual. Boa leitura!

1. Conte com uma plataforma confiável

Para realizar a sua primeira venda online, consideramos que você já tenha uma loja virtual. Mas você conta com uma plataforma de e-commerce estável? Você tem as condições necessárias para deixar o seu site profissional e que transmita confiança ao consumidor?

Caso ainda esteja pesquisando sobre a solução, te convido a conhecer a Nuvemshop para criar sua loja online.

Com a plataforma, você pode criar uma vitrine virtual personalizada para vender produtos ou serviços: tudo isso sem nenhuma dor de cabeça! A tecnologia dispensa conhecimentos técnicos para que você possa começar a faturar mais.

Testar 30 dias grátis

Além disso, você também pode integrar a sua loja Nuvemshop com redes sociais e outros canais de vendas. Vamos falar um pouco sobre o assunto ao longo deste artigo!

2. Venda no Facebook

Vender como o Facebook é uma ótima maneira de aumentar o alcance do seu e-commerce e realizar a sua primeira venda online.

Isso porque você pode integrar gratuitamente a sua loja virtual com a rede social, o que permite aumentar o faturamento do seu negócio.

Para habilitar a ferramenta, você precisa criar uma página da sua loja virtual no Facebook. Com essa etapa cumprida, será necessário integrar a sua loja virtual com o Facebook.

A partir desse recurso, os seus clientes podem acessar o catálogo de produtos do seu e-commerce pela rede social — ou pelo Instagram, já que ambos pertencem à mesma empresa — em dispositivos Android ou iOS.

Além disso, uma das maiores vantagens da ferramenta é que o seu cliente não é direcionado para outro site para comprar um produto: todas as etapas da venda são realizadas na rede social. Desse modo, sua taxa de conversão tende a aumentar.

💡 Saiba mais: Aprenda como vender pelo Facebook: guia completo 2021

3. Divulgue a sua loja virtual no Facebook

A dica, agora, é promover o seu negócio na rede social. Para isso, é preciso agir de forma estratégica.

Então, faça um planejamento definindo o público-alvo do seu e-commerce e criando suas ações em conformidade com esse perfil. Para esse ponto, lembre-se de que essa comunicação vai muito além da fala ou da escrita, ela também inclui:

  • Tipo de imagens;
  • Tom de voz da sua marca;
  • Cores.

Em seguida, traduza esse plano estratégico para um calendário editorial. Aqui, tenha em mente que, primeiramente, as pessoas entram nas redes sociais para entretenimento, e não para comprar.

Então, é importante gerar conteúdos que transmitam valor genuíno para o seu público, como listas, vídeos explicativos, informações sobre o mercado em que você atua etc.

💡 Saiba mais: Guia completo do Marketing de Facebook

4. Trabalhe com o Facebook Ads

A ferramenta de Gerenciador de Anúncios do Facebook é excelente para aumentar o alcance das suas publicações na rede social e tornar a sua marca conhecida.

Com um valor mínimo de R$ 5, você já pode criar campanhas para incentivar a primeira compra online na sua loja, promover um produto específico e engajar os seus seguidores.

Além disso, a estratégia de anúncios do Facebook também ajuda a impactar uma parte do público-alvo que ainda não teve contato com a sua loja virtual.

Isso tudo porque a plataforma permite a criação de campanhas direcionadas: ou seja, você pode segmentar anúncios de acordo com os interesses da sua buyer persona e características demográficas.

💡 Saiba mais: Como anunciar no Facebook

5. Participe de grupos no Facebook

Outra maneira para ter sucesso com a sua primeira venda online, ainda tratando do Facebook, é divulgar a sua loja em grupos relacionados ao seu mercado de atuação.

Nessa estratégia, é importante conferir as regras do espaço e se os administradores permitem a promoção de marcas e produtos.

Outra possibilidade é encontrar grupos de vendas. Uma dica específica para este caso é publicar conteúdos que tragam valor para os participantes do grupo, como, por exemplo: o lançamento da sua loja virtual, novos produtos, promoções especiais etc.

Fique atento para não ser invasivo ou postar coisas demais e acabar sendo mal visto pelos potenciais compradores do grupo!

6. Exponha os seus produtos no Instagram

O Instagram pode ser uma ótima forma para divulgar a sua loja virtual. Isso porque, com o Instagram comercial, você pode expor imagens do catálogo de produtos que está disponível no seu e-commerce e, até mesmo, criar campanhas de anúncios no Instagram Ads.

Inclusive, com o recurso do Instagram Shopping, você pode incluir etiquetas com os nomes e preços de produtos em publicações, tanto no feed quanto nos Stories.

7. Tenha um canal de YouTube

Outra forma de gerar uma primeira compra online é por meio do YouTube.

Para isso, você precisa analisar o que será promovido — um critério é pensar no produto ou serviço que tenha mais oportunidades de conversão rapidamente — e criar uma estratégia para essa divulgação.

Assim como nas outras redes sociais, é possível utilizar o canal para criar promoções e divulgar sua loja virtual.

💡 Saiba mais: Por que utilizar vídeo marketing na sua estratégia digital?

8. Aprenda tudo sobre métricas

Digamos que você decidiu investir em campanhas no Facebook e no Instagram, além de ter criado um canal no YouTube e páginas da sua marca nas redes sociais.

Mensurar resultados é uma etapa importante para saber quais estratégias estão dando certo para gerar vendas online.

Todas as principais redes sociais oferecem um Analytics básico, alguns mais avançados do que outros. Veja onde você pode encontrar cada um deles:

Facebook

A ferramenta de análise do Facebook é chamada de Facebook Insights. Na plataforma, você poderá analisar diversos fatores, como ações na página, visualizações, curtidas, alcance, envolvimento, mensagem e vídeos.

💡 Saiba mais: O que é o Facebook Insights e como usá-lo para ajudar o seu negócio

Instagram

Com o Instagram Insights, você consegue ver as impressões, alcance, seguidores, visualizações do perfil e algumas métricas mais específicas, como cliques no site. Além disso, também é possível conferir as publicações mais populares do período analisado.

💡 Saiba mais: Como usar o Instagram Insights para guiar a estratégia da sua marca

YouTube

Já com o YouTube Analytics, é possível avaliar as visualizações, seguidores, likes, e minutos assistidos. Com a ferramenta, você ainda descobre qual vídeo do seu canal é o mais interessante para os espectadores, como a sua audiência encontra o seu canal na internet e quem é o seu público.

9. Inclua campanhas de Google Ads

O Google Ads, a ferramenta de anúncios da empresa de serviços online, é uma maneira mensurável e rentável de gerar resultados a curto prazo para o seu negócio.

Para começar a investir na plataforma, não existe um valor fixo estipulado: com R$ 5 por dia já é possível criar campanhas.

No entanto, o recomendado é que se pense nos objetivos de expansão da sua marca no digital para, assim, definir uma estratégia de investimento. Suas campanhas podem se basear em taxas de conversão, branding, resultados de pesquisas ou preenchimento de formulários.

Resumidamente, a plataforma funciona da seguinte forma: os anúncios são exibidos quando clientes procuram empresas na pesquisa do Google e no Google Maps, além de constarem em sites parceiros.

Portanto, você paga somente pelos resultados, como cliques para acessar o site, visualizações de banners publicitários e preenchimento de formulários.

O Google Ads ainda permite que você faça segmentação do seu público, o que tende a levar as chances de conversão para a sua primeira venda online.

💡 Saiba mais: Como anunciar no Google: o que você precisa saber para começar

10. Tenha uma loja virtual responsiva

No Brasil, o smartphone é o principal meio de acesso à internet no Brasil. Portanto, ter uma página adaptável a dispositivos móveis é um critério de aumento de competitividade do seu negócio, o que pode facilitar a sua primeira venda online.

Além disso, com um site responsivo, você garante:

  • Uma página agradável a todo tipo de visitante;
  • Maior agilidade no carregamento do seu e-commerce;
  • Melhor ranqueamento nos resultados de pesquisa do Google;
  • Redução da taxa de rejeição;
  • Aumento de vendas.

Se você tem uma loja Nuvemshop, não precisa se preocupar com isso. Todos os e-commerces criados por meio da plataforma já têm páginas responsivas aos dispositivos móveis.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

11. Tenha um blog

O blog é uma ótima ferramenta para gerar conversões de venda, já que você pode aumentar a notoriedade da sua marca ao compartilhar conhecimento sobre a sua área de atuação com o público.

A Hubspot fez um levantamento sobre o tema em questão. De acordo com o estudo, empresas que utilizam dessa estratégia alcançaram 3,5 vezes mais tráfego e 4,5 vezes mais leads — ou seja, contatos de pessoas interessadas na sua marca — do que quem não tem uma página de blog.

Portanto, trabalhar o marketing de conteúdo por meio de um blog agregado ao seu e-commerce pode ser uma ótima forma de atrair visitantes para seu site e conquistar sua confiança.

💡 Saiba mais: 4 pontos-chave para produzir conteúdo de qualidade para o seu blog

12. Aposte no marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo é uma prática que consiste na produção de materiais como forma de atrair pessoas interessadas no que você tem a vender.

Saber entregar conteúdo de qualidade e identificado com seu público-alvo em blogs, vídeos e redes sociais faz parte de uma boa estratégia de posicionamento da marca.

💡 Saiba mais: O que é marketing de conteúdo e como aplicá-lo em seu negócio?

13. Otimize o SEO do seu site

Otimizar o seu e-commerce com SEO (otimização para mecanismos de busca) permite que ele atinja melhores posicionamentos em pesquisas orgânicas e garanta mais visibilidade para a sua marca.

Essa estratégia é indispensável para a sua loja virtual por alguns motivos:

  • Ganhar destaque ao aparecer na primeira página de resultados do Google;
  • Ter autoridade na internet;
  • Fazer branding;
  • Atrair mais visitantes para as páginas desejadas;
  • Ter mais leads, clientes, vendas online — e aumentar o faturamento.

É importante também pensar nessa estratégia para o seu blog, produzindo conteúdos sobre assuntos buscados com frequência.

💡 Saiba mais: Tudo o que você precisa saber sobre SEO para e-commerce

14. Faça e-mail marketing

Uma forma muito utilizada para atrair mais consumidores para a sua loja virtual é o e-mail marketing.

Além de permitir que você apresente seus produtos, a estratégia é uma das melhores maneiras de manter o relacionamento contínuo com o seu público.

Isso porque, com o envio de newsletters periódicas, você consegue informar sobre lançamentos, promoções e novidades do seu e-commerce.

Existem diversas plataformas gratuitas de e-mail marketing que permitem que você crie e dispare as mensagens para sua base de clientes.

💡 Saiba mais: Como fazer e-mail marketing passo a passo?

15. Integre sua loja virtual com outros canais de venda

Quem deseja ter sucesso com uma loja virtual precisa explorar diferentes canais de venda.

Utilizar recursos de marketing digital para vender mais é ótimo, mas integrar o seu e-commerce com marketplaces é essencial para alcançar um público maior.

Nesse sentido, existem ferramentas para e-commerce que possibilitam que você faça a integração da sua loja virtual com canais de vendas como o Mercado Livre, a Amazon e a Shopee.

A integração com marketplaces proporcionará mais visibilidade para o seu e-commerce, já que esses sites são responsáveis pelos investimentos em marketing e geração de tráfego.

Com isso, existe uma grande chance de aumentar a procura por sua loja virtual nos mecanismos de busca, sendo um fator positivo para o SEO da sua loja virtual.

💡 Saiba mais: Canais de venda: o que são e como usá-los a favor da sua marca

16. Faça uma ação inesperada para promover o seu produto

Consolidar a presença da sua marca na internet é o primeiro passo para gerar a sua primeira venda online.

Com os recursos vistos até aqui, você tem as ferramentas certas para se tornar referência em seu meio e promover uma ação inesperada para divulgar a sua loja virtual.

Precisa de inspiração? Veja algumas dicas para incluir na sua estratégia digital:

Cupons de desconto

Ao oferecer descontos para lançar um produto, você ganha a oportunidade de divulgar sua loja virtual e conquistar clientes. Os brindes e prêmios também ajudam a criar um estímulo adicional para que eles realizem mais compras no seu e-commerce.

Por exemplo, para celebrar o Dia do Consumidor, o marketplace Shopee promoveu, durante todo o mês de março de 2021, grandes promoções, com cupons de desconto com frete grátis sem valor mínimo de compra.

💡 Saiba mais: 6 geradores de cupom de desconto para a sua loja virtual [+ dica extra]

Vídeos

Utilizar o seu canal de YouTube para vendas é uma ótima dica para quem está começando. Você pode criar vídeos mais comerciais e também vídeos informativos, no estilo tutorial.

Como exemplo, a Samsung Brasil dá um show na hora de montar vídeos de lançamentos de produtos. Veja um exemplo:

17. Ofereça um ótimo atendimento ao seu cliente

Ter um bom atendimento ao cliente permite destacar a sua marca da concorrência, além de gerar clientes mais fidelizados.

Para oferecer uma experiência agradável de compra ao seu público, você pode disponibilizar diversos canais de atendimento:

  • Telefone;
  • Site;
  • SMS;
  • E-mail;
  • Redes sociais;
  • Chat.

Além disso, o tempo é fundamental em um atendimento. A ideia é que você oriente conforme a necessidade do seu cliente de forma rápida, sempre como uma boa solução para o problema. Desse modo, ele sentirá mais confiança e poderá realizar a primeira compra no seu site ou voltar a consumir da sua marca.

18. Pense em parcerias com negócios que podem completar a sua marca

Busque quais empresas de e-commerce oferecem produtos ou serviços complementares ao seu. Com isso, é possível propor parcerias entre si, oferecendo pacotes de produtos em conjunto, assim como ações de marketing e publicações combinadas nas redes sociais.

Um clássico exemplo dessa estratégia foi quando a antiga loja virtual de pneus Itaro, agora Pneusstore.com.br, fez uma parceria com a Uber, aplicativo que conecta motoristas profissionais a passageiros.

O acordo oferecia descontos aos motoristas parceiros da empresa na aquisição de pneus, acessórios, autopeças, som e serviços, além da comodidade que a compra pela internet.

19. Review de produto

Uma boa estratégia para gerar a primeira venda online é o envio de produtos para influenciadores digitais analisarem a qualidade e publicarem uma review em seus canais.

Ter esse tipo de opinião publicada é uma ótima maneira de atrair consumidores para sua loja e seus produtos. Veja um exemplo:

20. Participe, patrocine e crie eventos

Quando possível, esteja presente fisicamente em eventos da sua área de atuação, ou patrocine/crie eventos relacionados.

Por exemplo, se a sua loja virtual é especializada em vestuário fitness, você pode estar presente ou patrocinar eventos especializados em saúde, bem-estar, suplementos etc. Assim, sua marca se tornará mais conhecida entre seu público-alvo.

21. Utilize do seu networking

Ter uma loja virtual não significa que você deva deixar as relações com outros e-commerces da sua rede de relacionamento de lado.

Conhecer o mercado ao seu redor pode ser de grande ajuda para o crescimento da sua loja virtual.

O networking não é apenas mais uma maneira de divulgar o seu produto ou serviço, mas sim uma forma de conhecer lojistas que passaram pelo mesmo momento de negócio que você ou que tenham mais experiência em determinada área.

Assim, você pode recorrer a sua rede de relacionamentos para esclarecer dúvidas sobre o mercado de atuação.

Aqui, vale lembrar que as pessoas do seu networking não vão revelar como atingiram o sucesso dos seus negócios, mas que esse bate-papo pode trazer muitos insights para o desenvolvimento sua loja virtual.

22. Utilize banners

Com o objetivo de atrair potenciais clientes e aumentar as suas vendas, muitas lojas virtuais utilizam anúncios publicitários na internet, mais conhecidos como banners.

Entende-se por banner virtual a publicação de imagens específicas com o propósito de divulgar produtos, campanhas e ofertas.

O principal objetivo desse recurso é chamar a atenção dos usuários para as páginas ou produtos que você deseja gerar mais visitas.

Então, quando isso acontece, o seu cliente tende a ficar mais tempo no site navegando pela sua loja virtual, o que contribui para que ele tome a decisão de compra.

Os banners também podem ser utilizados na home da sua loja virtual, como forma de destacar ofertas especiais e lançamentos, por exemplo.

💡 Saiba mais: 5 ferramentas para e-commerce para criar banners grátis para o seu e-commerce

Gostou das dicas? Caso prefira, confira alguns dos principais tópicos abordados ao longo do artigo neste vídeo:

Resumo

Ao longo deste conteúdo, você deve ter notado que existem várias ferramentas de marketing digital e dicas que podem te ajudar a realizar sua primeira venda online.

No entanto, lembre-se de que, antes de colocar tudo em prática, você precisa conhecer o seu cliente para alcançar os seus objetivos de negócio.

A boa notícia é que você pode testar várias estratégias e descobrir o que mais funciona para potencializar as vendas do seu e-commerce.

Se você ainda não tem uma loja Nuvemshop, te convido a fazer um teste gratuito de 30 dias! Temos certeza de que a sua experiência vai ser excelente.

Faça como +75mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies