22 estratégias para gerar a sua primeira venda online

Contando um segredo

Você decidiu abrir uma loja online: escolheu uma boa plataforma para criar o seu e-commerce, trabalhou no design, caprichou nas fotos para seus produtos e em toda a identidade visual. Depois começou a criar conteúdo de destaque e abriu páginas em redes sociais. Ufa! Só até aqui já foi um longo trabalho, né?

O passo final, no entanto, está ligado a como realizar a primeira (ou as primeiras) vendas. Como todo mundo sabe, no começo de um projeto tudo está ligado à persistência e à paciência. O intuito desse post, portanto, é trazer algumas dicas para facilitar esse início de caminho para quem está começando, ou, ainda, relembrar algumas estratégias para quem já deu esses pequenos grandes passos.

Para quem tem curiosidade, vale a pena dar uma olhada em um artigo que criamos sobre o mesmo assunto há algum tempo como forma de se introduzir no assunto. Boa leitura!

Ativando o marketing em mecanismos de busca

1. Abra uma conta no Google Places

Funciona como uma espécie de páginas amarelas. Ter uma conta no Google Places permitirá que um usuário acione dados como endereço, telefone e pontos de vista de clientes sobre o seu negócio cada vez que houver uma busca compatível. Detalhe: você pode estar no Google Places mesmo sem ter uma loja offline. Você pode omitir o seu endereço físico, no entanto, para ativar essa conta você precisa ter algum tipo de contato direto com o seu cliente, seja um pequeno mostruário ou uma “loja sobre rodas”. Se você trabalha 100% no virtual, será impossível ativar o seu negócio nessa ferramenta do Google.

O Google Maps funciona como um braço do Google Places, portanto, para ter a sua loja inserida no mapa você deve ter uma conta empresarial no Google Places (se assim desejar, claro).

Após aberta e ativada, você pode seguir as dicas abaixo:

  • Descrever bem o seu negócio;
  • Inserir boas fotos (caso você tenha uma loja física);
  • Integrar o Google Places junto com a página da sua empresa no Google +;
  • Incentivar e acompanhar os pontos de vista dos clientes;

2. Trabalhando em estratégias de SEO

Pagando pouco ou quase nada você poderá trazer visitantes de alto potencial para a sua loja online ao trabalhar para melhorar o posicionamento dela nas buscas orgânicas. Uma pesquisa detalhada das palavras-chave de potencial para o seu negócio e buscar gerar links de qualidade para o seu e-commerce através de parcerias com blogs podem te ajudar a trazer mais visitantes e, consequentemente, aumentar as suas possibilidades de gerar a primeira venda.

O blog da Nuvem Shop tem nove dicas bem legais de SEO para você. Aproveite!

3. Lembre-se das visitas que provém de tablets e smartphones

Ter uma página online adaptável a dispositivos móveis é critério de aumento de competitividade do seu negócio – e acessibilidade para os clientes. É requisito fundamental que essa página seja clara e se adapte aos vários tamanhos de telas, já que a porcentagem de donos de smartphones que realizam buscas por lojas, serviços e produtos locais chega a 89%.

4. Conheça os comparadores de preços

Bastante utilizados pelos brasileiros, esses grandes portais oferecem oportunidades para aqueles que começaram agora no mundo virtual ao exibirem as ofertas de determinados produtos aos clientes que buscam diretamente por eles. Comparadores de preços possuem o diferencial de atrair um grande número de visitantes com alto potencial de compra, além de serem ferramentas fáceis de utilizar para lojistas novatos.

O princípio de funcionamento geral é bem simples: você integrará junto ao sistema do buscador de preços uma planilha CSV, que possui dados importantes sobre os produtos, como preço, resenha, título do produto e a URL da imagem. Na sequência, esse site integrará seus produtos ao seu sistema de busca. Em geral, você só irá pagar pelo clique que for direcionado para a página “comprar” dentro do seu e-commerce.

Se você possui uma loja pela Nuvem Shop, poderá agregar facilmente seus produtos aos comparadores de preços Buscapé, ShopBot e Google Shopping.

Ativando e trabalhando com as redes sociais

5. Ampliando sua base com o Facebook

É de extrema importância saber se posicionar diante dos seus seguidores num canal aberto como o Facebook. Antes de abrir uma página e começar a receber novos “Curtir”, no entanto, vale a pena conhecer um pouquinho melhor sobre o funcionamento da plataforma e suas possibilidades. Veja esse guia completo de marketing para o Facebook antes de se aventurar.

6. Você sabe o que é Pinterest?

Nós enxergamos um bom futuro para essa rede social de compartilhamento de imagens. No geral, trata-se de um público com alto poder de compra e adepto do acesso por smartphones (o m-commerce). O Pinterest ainda é pouco conhecido no Brasil, mas já faz certo sucesso, sobretudo entre o público feminino. Criar uma conta no Pinterest é bem fácil; aproveite essa oportunidade de ouro! Em uma das palestras da nossa Universidade do E-commerce, Beto Bina, diretor de mídias sociais da R/GA, falou bastante sobre o crescimento do Pinterest no Brasil. Vale a pena assistir!

7. Comunicando com a sua marca em 140 caracteres

O bom e “velho” Twitter ainda é uma grande ferramenta para dialogar com os seus clientes ou potenciais clientes de maneira dinâmica. Sempre é tempo de montar uma estratégia profissional direcionada utilizando-se das ferramentas que o Twitter disponibiliza.

8. Ampliando os seus canais com o Google

A rede social do Google, o Google Plus (ou Google Mais), permite criar uma rede de contatos através de círculos, gerir palestras e conferências ao vivo e assegurar a expertise da sua estratégia de conteúdo online através da autoridade Google. Além disso, a plataforma permite ser integrada com outros diversos canais, como Youtube, Google Maps, etc. O Google + traz possibilidades muito interessantes para divulgar e estabelecer contatos para o seu negócio.

9. Como gerir a primeira crítica?

Essa é uma parte inevitável do processo de venda online. Eventualmente você poderá se deparar com críticas ou queixas por parte de um consumidor. Saber gestioná-las faz parte da etapa de crescimento de um negócio online. Veja essas dicas para ter um atendimento ao cliente incrível!

Utilizando as estratégias de anúncios pagos

10. Começando com o anúncios para o Facebook

Os anúncios do Facebook (ou Facebook Ads) podem aparecer no canto direito da sua linha do tempo ou diretamente no Feed de Notícias. Eles permitem anunciar um produto (que esteja na sua loja, por exemplo), postagens específicas feitas pela sua fanpage, sua própria página na rede social, etc. É uma estratégia válida e que você pode considerar assim que seu negócio for crescendo e houver disponibilidade para investimento em estratégias de marketing.

11. Google AdWords e sua primeira campanha

Ferramenta-chave para quem começa a anunciar na internet, o Google permite encontrar os potenciais clientes para a sua loja. Além da possibilidade de gerar as primeiras vendas, anunciar no Google AdWords demanda um conhecimento sobre o que você está vendendo e o mercado concorrente, o que com certeza fará você crescer como empreendedor no meio em que atua. O sistema é bem simples e consiste em criar anúncios para serem ativados na rede de busca do Google (acima e no canto direito da página) quando surgirem pesquisas relacionadas às palavras-chave que você escolher. Você só pagará pelos cliques feitos em seus anúncios!

12. Anunciar no Mercado Livre

Através do Mercado Ads você poderá publicar anúncios de seus produtos diretamente no Mercado Livre. O princípio de funcionamento é bastante semelhante ao Google AdWords. É possível publicar os produtos da sua loja online diretamente no Mercado Livre, escolhendo o tipo de anúncio desejado, através de uma API que conecta diretamente os dados sobre os seus produtos aos servidores do Mercado Livre. Se você tem uma loja na Nuvem Shop, esse API está prontinho para ser conectado. 😉

Criando conteúdo de qualidade e engajando pessoas

13. Você sabe o que é marketing de conteúdo?

Afinal, nem só de vendas se faz uma loja online de sucesso, certo? Saber entregar conteúdo de qualidade e identificado com seu público-alvo em blogs, vídeos e redes sociais faz parte de uma boa estratégia de posicionamento da marca e ajuda a criar consumidores realmente interessados no que você tem a dizer e vender.

14. Crie um blog para a sua marca

Você acredita que pode oferecer mais do que produtos? Se sim, crie um blog para o seu negócio e comece a espalhar conteúdo relevante. Isso, claro, vai muito além de publicar apenas ofertas e material comercial. O intuito aqui é construir artigos para contar sobre as novidades da marca, do mercado, oferecer dicas úteis e de interesse do público, etc. Ter um blog é uma ótima maneira de se comunicar com seus clientes de uma forma diferente e gastando relativamente pouco (ou nada).

15. Construa uma lista de e-mail marketing

Pesquisas afirmam que para cada dólar que você investe em e-mail marketing você recebe 40 dólares de volta. É um retorno sobre investimento (ROI) excelente. Tendo isso em vista, é fundamental desenhar uma boa estratégia de e-mail. Tudo começa ao se construir uma lista relevante de endereços. Tendo uma base de dados sólida, você poderá começar suas campanhas para divulgar produtos, ofertas e lançamentos.

16. Crie um blogpost ou vídeo ousado

A gente sabe o quanto um vídeo viral pode fazer por uma pequena marca. Vocês se lembram do vídeo em que desconhecidos se beijam pela primeira vez? Sucesso absoluto e viral na internet, o mesmo foi criado para divulgar uma pequena marca de roupas americanas. Uma boa dose de criatividade pode culminar em diversas possibilidades de ver o nome da sua loja explodir na internet. Pense nisso!

Estratégias tradicionais

17. Imprima flyers

Coloque o endereço da sua loja online em destaque e ofereça um desconto exclusivo durante determinado período; isso incentivará as pessoas a conhecerem esse canal de compras. Se você já possui uma loja física, pode disponibilizar esses flyers no seu próprio espaço ou em estabelecimentos parceiros, outros tipos de comércio, etc.

18. Busque anunciar em jornais da cidade ou guia de bairros

Essa é uma estratégia efetiva e relativamente barata, pois mídias alternativas têm um custo infinitamente menor do que os veículos tradicionais. Antes de tudo, no entanto, procure saber a tiragem desses guias e peça uma estimativa de quantas pessoas eles atingem em média. Só assim você poderá estimar o retorno sobre o investimento. Busque as mídias que possuam maior amplitude e menor custo e procure negociar fatores como lugar na página, tamanho e formato do anúncio, etc. Anúncios em mídia impressa te ajudam a ganhar clientes com o tempo, portanto, requerem um pouquinho mais de paciência.

19. Cupons de desconto funcionam!

Utilizar cupons de desconto é uma ótima maneira de atrair novos clientes e também de fidelizá-los. Crie oportunidades que estejam de acordo com o público que você quer alcançar e que, ao mesmo tempo, se alinhem aos objetivos do negócio: desconto por porcentagem, valor, frete grátis…

20. Patrocine um evento

Se há pouco dinheiro para investir, tente entrar como apoiador de eventos onde você acredita que poderá alcançar potenciais consumidores. Esteja bastante atento aos diferentes tipos de cotas e contrapartidas. Estarei estampado em camisetas? Poderei fazer um marketing no local diretamente? Para essa última alternativa, lembre-se de engajar as pessoas a curtirem as suas redes sociais, ofereça adesivos ou “pequenos mimos” gratuitamente para que elas possam se recordar da sua marca depois do evento.

Estratégias adicionais

21. Procure caprichar no material institucional

Ter uma história bem contada da sua empresa e seus objetivos principais prontos para serem distribuídos em uma oportunidade de evento ou feira pode ser um passo à frente para profissionalizar o seu negócio.

22. Escreva um release para a imprensa (press release)

Esse item é relevante para classificar o quanto a sua empresa é especial no meio em que atua. Procure valorizar o seu produto, a história da sua loja e seus objetivos. É interessante ter esse documento pronto para eventuais oportunidades de se apresentar a jornalistas, mídias online, etc.

Resumo

Te contamos um pouco sobre as diversas estratégias para gerar as suas primeiras vendas online. Você pode selecionar as que se encaixam melhor ao seu momento de acordo com a possibilidade de investimentos em marketing. É fundamental, como citamos antes, ter paciência para começar a colher os frutos. Uma loja online é um pouco semelhante a uma loja física e é preciso persistência para começar a atrair os primeiros clientes. Com as estratégias que te explicamos, seguramente essa tarefa será bem mais fácil. Boa Sorte!


O que você achou desse conteúdo?


Mariana Firmino

Mariana é engenheira de formação e escreve para o blog da Nuvem Shop eventualmente. Gosta muito de cinema, de tocar violão e de ler e viajar. Um dia terá um blog!


    22-estratgias-para-gerar-a-sua-primeira-venda-online