O que é e como fazer uma newsletter?

Por: Victoria Salemi

Mulher mexe em computador em café, como quem lê uma newsletter

Newsletter é uma mensagem de e-mail enviada com frequência pré-determinada aos assinantes daquela lista. Em tradução, newsletter significa “boletim informativo” e esse tipo de comunicação, composta por ofertas ou conteúdos, é capaz de criar uma relação próxima entre empresas e público.


Você já pensou em criar uma newsletter da sua empresa?

Se nunca considerou essa possibilidade, saiba que esta é uma ótima oportunidade de fortalecer o vínculo com o público e, consequentemente, tornar sua marca a escolha óbvia para as pessoas quando elas decidirem comprar o tipo de produto que você oferece.

Essa estratégia de e-mail marketing pode ser decisiva para cativar o público. De acordo com dados da empresa Greentech Media, um visitante que chega a um site por meio de uma newsletter passa 80% mais tempo por lá do que os vindos de outros canais.

Já imaginou quantas possibilidades de conversão essas pessoas navegando por seu e-commerce podem gerar?

Se você ficou animado com essa estratégia, siga a leitura deste conteúdo. A seguir, você confere dicas, exemplos e ferramentas para criar a newsletter da sua empresa. Então, vamos começar? 📧

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é newsletter?

Newsletter é um tipo de e-mail enviado com uma frequência pré-determinada às pessoas que optam por receber essas mensagens. O significado da palavra “newsletter”, quando traduzida do inglês, é de “boletim informativo”.

Esse formato faz parte da estratégia de e-mail marketing das empresas e é responsável por manter contato com o público, sem que a audiência se canse por receber apenas mensagens estimulando a compra dos produtos.

Existem diferentes tipos e formatos de newsletters e cada empresa acaba encontrando a melhor forma de criar a sua. Portanto, o primeiro passo antes de fazer uma newsletter é se cadastrar em algumas delas, inclusive nas dos seus concorrentes, e observar como são feitas.

Como parte da sua pesquisa, te convidamos a assinar a newsletter da Nuvemshop no formulário abaixo. Além de poder ver, na prática, como são essas mensagens, você ainda fica por dentro de tudo o que há de relevante no universo do e-commerce e do marketing!

Como criar uma newsletter?

Depois de se cadastrar e observar algumas newsletters, é chegada a hora de colocar a mão na massa e criar a do seu negócio. Por isso, confira 10 dicas de como fazer uma newsletter a seguir:

1. Defina objetivos e metas

Assim como em qualquer estratégia de marketing digital, o primeiro passo para começar uma newsletter é definir seu objetivo principal. Você quer atrair mais visitantes para o seu site? Aumentar as vendas?

Esse primeiro passo é importante para estabelecer como será sua newsletter. Além disso, será possível definir metas mais específicas, como a respeito da taxa de abertura e de cliques nos links enviados, por exemplo.

Se você não sabe muito bem de que se tratam essas taxas, não se preocupe. Na dica 9, falaremos sobre o acompanhamento de resultados e nos aprofundaremos nesses indicadores.

2. Escolha a frequência de envio das mensagens

O passo seguinte será definir com que frequência as mensagens da sua newsletter serão enviadas. Infelizmente, não existe uma fórmula mágica que funcione para todos os segmentos e públicos.

Por isso, você deve ter atenção a dois pontos principais. O primeiro é estabelecer uma frequência que seja suficiente para que o público não esqueça da existência da sua newsletter, mas que também não seja tão intensa a ponto de cansar a audiência.

O segundo aspecto a se levar em conta é que você pode fazer testes. É possível, por exemplo, começar com uma newsletter semanal, observar os resultados, e depois testar, por exemplo, duas vezes por semana.

Na dica 10, vamos falar sobre testes que você pode fazer quando trabalha com e-mail marketing para melhorar seus resultados. Então, continue a leitura!

3. Determine o tipo de newsletter

Antes de começar a fazer uma newsletter, também é importante definir de que tipo ela será. Os dois principais para empresas são as de conteúdos e de promoções. Vamos conhecer algumas ideias para cada tipo:

Newsletter de conteúdo

Como o próprio nome diz, esse tipo de boletim informativo visa a trabalhar em conjunto com a sua estratégia de marketing de conteúdo. A ideia é enviar materiais interessantes para o público, de modo a se tornar uma referência no seu segmento de atuação e levar visitantes para seu site.

Alguns exemplos de conteúdos que sua newsletter pode ter são:

  • Artigos de blog, com um resumo sobre eles e um link direcionando para o texto na íntegra;
  • Respostas a perguntas frequentes (FAQ) a respeito do seu segmento;
  • Estudos de caso;
  • Curadorias de conteúdo, ou seja, mesmo que não produza seus próprios materiais, você pode enviar artigos de outros sites que considere interessantes para a sua audiência.

Newsletter de promoção

As newsletters de promoção têm o objetivo de levar informações sobre seus produtos para as pessoas. A ideia é mantê-las informadas, mas a respeito das novidades da sua marca.

Nesse contexto, esse tipo de mensagem pode abordar:

  • Lançamentos de novas coleções e produtos;
  • Ofertas e benefícios que estão entrando no ar por tempo determinado;
  • Dicas personalizadas de presentes.

É claro que, tanto para as newsletters de conteúdo quanto para as de promoção, essas não são as únicas possibilidades. Então, identifique o que funciona melhor para a sua empresa e para o seu público-alvo.

4. Escolha sua ferramenta de e-mail marketing

Se você chegou até aqui e está pensando “ok, o conteúdo eu consigo fazer, mas como vou deixar minha newsletter com cara de profissional?”, não precisa se preocupar.

Atualmente, existem diversas ferramentas de e-mail marketing que permitem que se crie mensagens elaboradas sem a necessidade de conhecimentos técnicos. Além disso, usar esse tipo de recurso possibilita que você personalize campos (como o nome de cada destinatário no início do e-mail) e ajuda a evitar que suas mensagens sejam consideradas SPAM.

💡 Saiba mais: 15 ferramentas de e-mail marketing totalmente grátis

5. Faça o layout da sua newsletter

Depois de escolher sua ferramenta, é hora de criar o layout — ou seja, o visual — da sua newsletter. Nessa etapa, é importante ficar atento a algumas boas práticas:

  • Evite criar o e-mail todo como uma grande imagem: isso torna seu conteúdo inacessível para pessoas com deficiência e pode fazer com que algumas caixas de entrada o identifiquem como suspeito;
  • Inclua CTAs (chamadas para a ação): tanto por meio da linguagem quanto de botões, estimule seu público a clicar nos links enviados em sua newsletter;
  • Não escreva e-mails longos: poucas pessoas têm tempo e paciência para ficar lendo textões, então vá direto ao ponto;
  • Inclua um botão para descadastro no fim do e-mail: isso evita que pessoas que não querem mais receber seus conteúdos denunciem suas mensagens como SPAM.

Mais adiante neste conteúdo, você vai conferir dois exemplos de newsletter nos quais se inspirar. Então, continue conosco!

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

6. Informe o público sobre a possibilidade de cadastro em sua newsletter

Para começar sua newsletter, é importante que você tenha assinantes — que serão leads (isto é, contatos de potenciais clientes) valiosos. Por isso, divulgue o lançamento do seu boletim informativo nas suas redes sociais e por meio de banners no seu site, informando como as pessoas podem fazer para se cadastrar.

Depois que criar sua newsletter, deixe formulários de cadastro em locais visíveis do seu site. Desse modo, todos os interessados poderão começar a receber sem dificuldades.

7. Teste os envios

Antes de cada envio para os inscritos, é importante fazer testes para:

  • Verificar se não passou nenhum erro no layout quando a mensagem é aberta pelo destinatário;
  • Identificar se o e-mail está sendo entregue normalmente;
  • Checar se o layout funciona em diferentes tipos de dispositivo (especialmente mobile e desktop).

Para isso, tente enviar o e-mail de teste para diferentes servidores. Por exemplo, você pode mandar um para seu e-mail corporativo ou de algum colega da empresa e outro, para o seu pessoal. Abra essa mensagem no computador e no celular e verifique se está tudo funcionando antes de disparar a newsletter para sua base de contatos.

8. Dê atenção e respeite seus assinantes

Não pense que seu trabalho acaba depois que você envia cada e-mail da newsletter. Para conquistar o respeito e a admiração das pessoas, responda as mensagens de quem entrar em contato com você.

Além disso, sempre que alguém solicitar para ter seu e-mail removido daquela lista, respeite essa vontade e aproveite para pedir um feedback sobre o motivo para isso. Acatar esse pedido não apenas vai evitar que sua empresa tenha uma imagem negativa entre o público, como também ajuda a te deixar em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados.

💡 Saiba mais: Entenda tudo sobre a LGPD: Lei Geral de Proteção de Dados

9. Meça os resultados

Acompanhar as métricas de e-mail marketing da sua newsletter é importante para identificar pontos de melhoria e o que já está funcionando bem.

Alguns dos principais indicadores a serem acompanhados são:

  • Taxa de entrega: porcentagem dos e-mails enviados está, de fato, sendo entregue aos destinatários;
  • Taxa de abertura: percentual de mensagens abertas pelos usuários entre todas as entregues;
  • Taxa de cliques: porcentagem de cliques nos links contidos na mensagem entre todas as que foram abertas;
  • Descadastros: quantas pessoas pediram para deixar de receber os e-mails da sua newsletter.

A maioria das ferramentas de e-mail marketing oferece relatórios que contêm essas métricas. A partir daí, cabe a você analisar e avaliar o que pode ser melhorado na estratégia.

💡 Saiba mais: KPIs: 7 métricas que todo e-commerce deve acompanhar e como medi-las

10. Faça testes e melhorias

Por fim, com os resultados em mãos, mesmo que não tenha tanta clareza sobre se algo funciona bem ou não, você poderá fazer testes para identificar o que é melhor.

O teste A/B é muito utilizado no mundo do e-mail marketing com esse fim. Basicamente, esse teste consiste em dividir a base de contatos em dois e enviar e-mails com uma característica diferente para cada. A partir daí, observa-se qual das mensagens teve a melhor performance.

Alguns dos aspectos que podem ser testados são:

  • Assunto do e-mail;
  • CTAs;
  • Cores e posicionamento de botões.

Fique atento para fazer apenas uma modificação por teste. Caso faça mais de uma mudança, não será possível identificar ao certo qual foi a responsável pela melhora dos resultados, ok?

💡 Saiba mais: Como criar um teste A/B no e-mail marketing

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Exemplos de newsletter

Além de seguir as dicas para criar sua newsletter, uma boa dose de inspiração não faz mal a ninguém. Então, na sequência, vamos conhecer dois exemplos de newsletter: de conteúdo e de promoção.

Newsletter de conteúdo

O primeiro exemplo que trazemos é o da newsletter de conteúdo. Por meio dela, a ideia é levar conteúdos relevantes para o público assinante, de modo a ajudá-lo. De quebra, sua empresa ainda passa a ser vista como uma autoridade naquele nicho, o que aumenta a confiabilidade para que a pessoa compre de você no futuro.

Abaixo, você confere um exemplo da newsletter de conteúdo da Nuvemshop, chamada Café com E-commerce:

Exemplo da newsletter de conteúdo da Nuvemshop

Caso queira receber essa newsletter como forma de inspiração, basta preencher o formulário abaixo:

Newsletter de promoção

Outro tipo de newsletter é a de promoções. Como o próprio nome diz, o intuito desse formato é levar ofertas e novidades que interessem ao público cadastrado para receber essas mensagens.

Como e-mails desse tipo podem ser percebidos como mais invasivos, caso opte por esse tipo de newsletter, fique atento à frequência de envio preferida pelo público no momento do cadastro e a quem realmente optou por receber aquelas mensagens. Desse modo, você não cansa — e espanta, ao invés de atrair — aquela audiência.

Abaixo, você confere um exemplo de newsletter de promoção do e-commerce de camisetas Lolja:

Exemplo newsletter de promoção da Lolja

Resumo

Esperamos que este conteúdo sobre newsletter tenha te ajudado a entender melhor esse formato do e-mail marketing. Como vimos, não existe uma fórmula específica a ser seguida, mas várias ideias que você pode aplicar quando for criar a newsletter da sua marca!

Antes de terminarmos, confira um resumo sobre o artigo:

O que é newsletter?

Newsletter é uma mensagem de e-mail enviada com frequência pré-determinada aos assinantes daquela lista. Em tradução, significa “boletim informativo” e esse tipo de comunicação, composta por ofertas ou conteúdos, é capaz de criar uma relação próxima entre empresas e público.

Como criar uma newsletter?

  1. Defina objetivos e metas
  2. Escolha a frequência de envio das mensagens
  3. Determine o tipo de newsletter
  4. Escolha sua ferramenta de e-mail marketing
  5. Faça o layout da sua newsletter
  6. Informe o público sobre a possibilidade de cadastro em sua newsletter
  7. Teste os envios
  8. Dê atenção e respeite seus assinantes
  9. Meça os resultados
  10. Faça testes e melhorias

Se você está pensando em vender pela internet, crie sua loja virtual hoje mesmo. Teste a plataforma da Nuvemshop por 30 dias grátis e descubra como podemos ajudar o seu negócio a decolar. É fácil, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Pesquisando sobre newsletter para vender pela internet?

Crie sua loja virtual com a plataforma da Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies