O que é calendário editorial e como criar um para o seu negócio?

Por: Kawan Lopes

Imagem mostrando um celular sobre um bloco de notas e um laptop, representando a elaboração de um calendário editorial.

Calendário editorial é um cronograma de todas as tarefas relacionadas a sua estratégia de conteúdo. Para criar o seu, é necessário definir os objetivos e as ações realizadas a cada dia para alcançar os resultados desejados.


Apostar em conteúdos como parte da estratégia de marketing é bastante efetivo. No entanto, para garantir um planejamento assertivo, é importante organizar a forma como os materiais são produzidos e publicados. É exatamente aí que o calendário editorial se faz necessário.

Quer aprender o que é um calendário editorial e como criar um para a sua empresa? Continue a leitura, pois, no decorrer deste artigo, vamos descobrir o passo a passo para começar a criar o seu. 😉

O que é um calendário editorial?

Calendário editorial é um documento que reúne todas as informações importantes sobre a sua estratégia de marketing de conteúdo. A função dele é ajudar na organização e programação de todos os materiais que são publicados por meio dos canais da sua empresa, como blog e redes sociais, por exemplo.

Entre as principais informações que devem ser adicionadas ao calendário editorial, podemos destacar:

  • Prazos para produção do conteúdo;
  • Datas das publicações no blog;
  • Datas das divulgações nas redes sociais;
  • Datas e formatos das divulgações via e-mail marketing;
  • Temas e formatos de cada conteúdo;
  • Palavras-chave utilizadas nos conteúdos;
  • Público-alvo de cada conteúdo;
  • Foco de cada material (para qual etapa da jornada do cliente e do funil de vendas ele foi pensado);
  • E o que mais fizer sentido para as suas ações.

Em resumo, a ideia central do calendário editorial é garantir que sua estratégia de conteúdo seja organizada e efetiva.

💡 Saiba mais: Marketing de conteúdo: o que é e como começar?

Quais são as vantagens de um calendário editorial?

O calendário editorial pode, definitivamente, trazer uma série de benefícios para o seu negócio. Desde a organização até a geração de novos conteúdos, ele funciona como um guia de toda a sua estratégia.

Separamos, neste bloco, as dez principais vantagens de criar um calendário editorial. Confira-as logo abaixo:

1. Melhora a organização da estratégia de conteúdo

O principal objetivo do calendário editorial é, sem dúvidas, permitir a organização da sua estratégia. Por meio dele, você terá visibilidade de tudo o que precisa para garantir que todas as ações sejam realizadas corretamente.

Com suas iniciativas devidamente alinhadas ao cronograma da empresa, as chances de obter resultados positivos são maiores.

2. Permite maior controle sobre a estratégia de conteúdo

Com um cronograma organizado, você tem uma visão e um controle maior sobre toda a sua estratégia de conteúdo. O calendário editorial irá permitir que você acompanhe cada ação e saiba exatamente quando faz sentido aplicar cada uma delas.

Com ampla visibilidade e controle, sua estratégia pode levar a sua marca cada vez mais longe. 🚀

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

3. Ajuda a evitar a repetição de temas

Com o tempo, pode ser comum você perceber o surgimento de temas semelhantes ou repetidos para os conteúdos. Nestas situações, o calendário editorial funciona como um histórico de tudo o que você já fez em seu blog ou nos perfis das suas redes sociais.

Isso porque, nele, você encontrará todos os temas e palavras-chave para as quais você já criou materiais.

Assim, você evita a repetição de pautas, podendo investir em novos temas e na otimização dos conteúdos antigos.

4. Auxilia na diversificação de conteúdos

Outra vantagem do calendário editorial é a possibilidade de identificar oportunidades para diversificar o formato dos conteúdos. Em alguns momentos, pode ser interessante para o seu negócio investir em vídeo marketing, podcasts ou materiais ricos, como e-books.

Por meio do seu calendário, é possível encontrar conteúdos que tenham potencial para ser explorados em outros formatos. Assim, você consegue desenhar esses projetos de forma mais eficiente.

5. Contribui para geração de novas ideias

Pode acontecer — e provavelmente acontecerá — de, em algum momento, você se ver sem ideias para novos conteúdos. Nessas situações, o calendário editorial pode ajudar a clarear a sua mente, dando espaço para que você pense em novas ideias.

Isso porque, nele, você poderá consultar todos os temas que já abordou. Com isso, é possível encontrar oportunidades. Por exemplo: suponhamos que você veja que já escreveu sobre Instagram e como vender na rede social. Mas, você tem um artigo específico sobre como usar os stories do Instagram? Ou sobre a bio do Instagram?

É aí que podem aparecer novas oportunidades de conteúdo para os seus canais.

6. Possibilita avaliar resultados com clareza

É muito importante para qualquer negócio ter visibilidade sobre os resultados das estratégias, sejam elas de marketing, vendas, logística etc. No caso do calendário editorial, ele será extremamente útil para que você acompanhe os resultados das suas ações de conteúdo.

Como tudo é mapeado no cronograma, você poderá enxergar como cada material está funcionando. Assim, fica mais fácil entender os resultados de todas as suas iniciativas de conteúdo.

7. Permite melhor entendimento da estratégia de marketing

Esta vantagem está conectada ao tópico anterior. Isso porque, quanto mais você acompanha e mede os resultados das suas estratégias, mais você entende sobre elas.

Assim como em qualquer outra área, no marketing, quanto mais você pratica, mais você aprende. Portanto, com o tempo, você terá mais propriedade sobre o que faz, permitindo que você seja mais intuitivo sobre quais práticas adotar ou não em sua estratégia de marketing.

Com um melhor entendimento sobre o que faz sentido ou não para o seu negócio, seus resultados tendem a ser cada vez mais positivos.

8. Ajuda a equilibrar a produção dos conteúdos

É importante para qualquer estratégia de conteúdo que exista um equilíbrio na postagem de materiais. O calendário editorial irá atuar diretamente nisso.

Será por meio dele que você poderá organizar o fluxo ideal de publicações dos seus canais de comunicação, como blog, YouTube e redes sociais. Dessa forma, você garante que a sua audiência esteja frequentemente recebendo os conteúdos de forma equilibrada, isto é: nem muito pouco, nem em excesso.

9. Reduz atrasos e erros nas postagens

Outro ponto de atenção em uma estratégia de conteúdo são os prazos e datas para entrega e publicação dos materiais. Com todo o cronograma organizado no calendário editorial, fica mais fácil para você ou para o seu time de marketing visualizar quando cada conteúdo precisa estar pronto.

Dessa forma, é possível seguir à risca o planejamento da estratégia, o que garante maior efetividade para suas ações.

10. Permite documentar todos os passos

Por fim, o calendário editorial irá permitir que você tenha documentado tudo o que já foi feito e testado em sua estratégia de conteúdo. Isso pode ser útil em momentos de planejamento, reformulação de processos, benchmarkings etc.

Por tratar-se de um material que é armazenado — de acordo com cada ferramenta —, é possível consultar o seu calendário editorial sempre que desejar.

Como elaborar um calendário editorial?

Montar um calendário editorial é bem menos complicado do que você imagina. Com uma estratégia bem desenhada e a ferramenta certa, é possível organizar e otimizar todo o seu planejamento de conteúdos.

Para te ajudar a montar um calendário de primeira linha, separamos dez passos importantes a serem seguidos. Confira-os abaixo:

1. Conheça bem o seu público

Antes de mais nada, é imprescindível que você saiba exatamente qual é o seu público-alvo. Isso porque os conteúdos precisam chegar até sua audiência e, para isso, você precisa saber:

  • Onde seu público consome informações? (blogs, redes sociais, YouTube etc);
  • Quais são os formatos preferidos? (texto, vídeo, áudio etc);
  • Com qual frequência eles consomem informações? (diariamente, semanalmente ou quinzenalmente);
  • E o mais importante: o que eles costumam procurar?

A partir do momento que você compreende o comportamento do seu público, fica mais fácil produzir materiais que entreguem exatamente o que eles estão procurando.

Entendendo quais são as palavras-chave que possuem alto volume de busca e usando as técnicas certas de SEO, você pode posicionar seus conteúdos na primeira página dos mecanismos de busca, como o Google. Isso irá aumentar a visibilidade dos seus materiais e, consequentemente, da sua marca.

💡 Saiba mais: Como conhecer o seu público-alvo?

2. Defina seu objetivo com as publicações

Depois de entender para quem você vai criar conteúdos, é importante definir o objetivo que você busca alcançar. Aqui, é necessário pensar sobre qual etapa da jornada do cliente e do seu funil de vendas você quer abordar por meio dos materiais.

É possível criar conteúdos com fins de:

  • Atrair usuários;
  • Divulgar a marca;
  • Promover produtos específicos;
  • Converter clientes;
  • Entre outros.

Você pode incluir todos aqueles que fizerem sentido para o momento do seu negócio, contanto que você organize isso no seu calendário editorial. Considere que um conteúdo com a finalidade de divulgar sua marca não terá a mesma abordagem de um material focado em conversão, por exemplo.

Pensando nisso, organize os conteúdos de acordo com os seus objetivos para garantir que uma estratégia não cruze com outra. Assim, você consegue mediar os materiais e acompanhar seus resultados de forma mais clara e eficiente.

3. Desenvolva sua estratégia de conteúdo

Agora, você já sabe para quem e para que vai criar conteúdos. Chegou a hora de desenhar a estratégia de criação e publicação dos materiais.

Este é o momento de definir quais serão os canais que vão compor a sua estratégia de conteúdo. O blog é, sem dúvidas, o pilar desta metodologia, porém é importante saber onde você irá divulgar os materiais.

Conhecerem quais redes sociais o seu público-alvo marca presença é importante nesta etapa. Assim, você pode incluir no calendário em quais canais será necessário publicar e quando fazer isso.

Além do mais, é neste momento que você irá definir sua equipe (caso haja uma) e delegar as tarefas. Para garantir uma estratégia de conteúdo efetiva é preciso:

  • Mapear pautas que sejam relevantes para sua audiência;
  • Definir o foco de cada conteúdo;
  • Investir na produção de materiais de qualidade;
  • Otimizar os materiais para os mecanismos de busca;
  • Acompanhar as métricas;
  • Entre outras.

.

Com essas informações devidamente organizadas, será muito mais fácil aplicar as estratégias com êxito.

4. Escolha uma ferramenta

Depois de ter definido as questões mais importantes da sua estratégia, é hora de escolher uma ferramenta que atenda às suas expectativas. O ideal é optar por um aplicativo que te dê visibilidade clara sobre todas as informações e que você tenha facilidade para usá-lo.

É possível utilizar desde planilhas até programas criados especificamente para calendários editoriais. O importante é entender qual opção faz mais sentido para a rotina de trabalho da sua empresa.

No decorrer do artigo iremos conhecer algumas opções de aplicativos para isso. Então, continue por aqui. 😊

5. Defina uma frequência de publicação

É muito importante saber a frequência ideal para publicar conteúdos, principalmente no blog da sua empresa. É preciso encontrar um equilíbrio entre a escassez e a saturação do canal, isto é, definir uma frequência que não seja nem muito baixa e nem muito alta.

Não existe um número certo quando falamos sobre frequência, já que a ideia é sempre manter o público alimentado e isso pode variar de acordo com a audiência. Contudo, é possível traçar uma média com base em dados do mercado.

Uma pesquisa feita em 2021 pela Hubspot mostrou que empresas que publicam pelo menos 15 postagens novas por mês recebem cinco vezes mais visitas do que aquelas que não possuem um blog. Além disso, 82% dos negócios que publicam materiais diariamente conquistam, em média, um novo cliente por mês usando o blog.

6. Escolha os canais de divulgação

Além das práticas de SEO, a divulgação é uma frente importante para aumentar a visibilidade dos seus conteúdos. Portanto, na hora de definir os canais para divulgar os materiais, leve em consideração o comportamento do seu público-alvo.

Ou seja, pense em quais redes sociais eles costumam acessar com mais frequência e desenhe materiais de divulgação especiais para esses canais. Utilizar redes como o Instagram e o Facebook para divulgar seus conteúdos tende a ser bastante efetivo.

Outra opção que você deve explorar é o e-mail marketing. Por meio dele, você pode disparar diversas mensagens periodicamente para a sua base de contatos.

Um dos principais pontos positivos dessa estratégia é que você enviará conteúdos para pessoas que optarem por manter contato com a sua marca. Isso porque, para que o usuário receba essas mensagens de forma adequada e legal — de acordo com a LGPD —, ele precisa dar consentimento sobre seu recebimento.

💡 Saiba mais: Como fazer email marketing?

7. Siga o cronograma

Com tudo devidamente organizado no calendário editorial, tenha certeza de que você esteja seguindo-o adequadamente. Afinal, de nada adianta investir tempo na construção de um cronograma se você não o usar, não é?

Além do mais, é importante que você siga o planejamento, pois, dessa forma, você terá uma visão mais clara sobre como a sua estratégia está fluindo. Assim, fica mais fácil identificar pontos de melhoria e práticas que geram mais resultados.

8. Garanta que todo o time esteja alinhado

Para que sua estratégia de conteúdo funcione bem, é importante que todas as pessoas envolvidas com o marketing da sua empresa estejam na mesma página. Portanto, o calendário editorial deve estar disponível para que toda a equipe possa acompanhar o cronograma dos materiais.

Dessa forma, você conseguirá manter uma rotina de produção, publicação e acompanhamento dos conteúdos mais organizada.

9. Meça os resultados

O calendário editorial pode servir como uma ótima lupa para enxergar o que está dando certo ou não em sua estratégia de conteúdo. Uma vez que você possui todas as suas ações mapeadas, é mais fácil observar como cada uma delas está performando.

Pensando nisso, não deixe de mapear KPIs (indicadores-chaves) importantes para o seu negócio e medir, constantemente, os resultados da sua estratégia. É desta forma que você será capaz de identificar oportunidades e aprimorar cada vez mais os seus processos.

10. Mantenha o calendário atualizado

Por fim, lembre-se de sempre atualizar o seu calendário editorial de acordo com as mudanças do seu negócio. Vez ou outra, será comum algumas mudanças de direção, seja no formato dos conteúdos, na frequência de publicação etc.

Independentemente de qual seja a alteração, garanta que o seu cronograma esteja alinhado com cada iniciativa do seu time de marketing. Desta forma, você mantém o time alinhado e garante maior assertividade em suas ações de marketing de conteúdo.

6 ferramentas para criar um calendário editorial

Agora que você já sabe o que é um calendário editorial e quais são suas vantagens, é hora de conferir algumas opções de ferramentas para começar a criar o seu. Selecionamos, na lista abaixo, os seis principais aplicativos utilizados no mercado. Conheça-os a seguir

1. Planilhas

As planilhas, embora sejam ferramentas antigas, são, até hoje, as preferidas de muitos profissionais. Com um formato já bastante popular e uma infinidade de funções, esta pode ser uma ótima opção para hospedar o seu calendário editorial.

Em uma planilha, você pode organizar todas as informações de sua estratégia de conteúdo em tabelas. Uma dica importante é dar preferência para aplicativos em nuvem, como o Google Sheets. Isso irá garantir que você e sua equipe possam acessar a versão atualizada do seu cronograma por meio de diversos dispositivos, caso seja necessário.

O Google Sheets é gratuito. Já se você optar pelo Excel, será necessário consultar o preço da licença de uso da Microsoft — caso você não tenha uma ativa.

2. Google Calendar

O Google Calendar — ou Agenda — é outra ferramenta bastante popular entre os profissionais do marketing. Por funcionar basicamente como uma agenda, ele pode ser uma ótima opção para o seu calendário editorial.

O aplicativo possui um layout bastante intuitivo e permite que você crie eventos e tarefas para dias e horários específicos. Também é possível criar lembretes e adicionar convidados para que eles sejam notificados quando for o momento de dar início a alguma atividade.

Assim como Google Sheets, o Calendar também é gratuito e pode ser acessado simultaneamente por vários dispositivos.

3. Trello

O Trello é uma ferramenta focada em otimizar a organização das tarefas de uma equipe ou empresa. Dessa forma, ele pode ser bastante útil para o seu calendário editorial.

Um pouco parecido com o Google Calendar, o Trello também possui uma interface semelhante a um calendário, permitindo que você crie diversos eventos e atribua tarefas às pessoas do time.

Algumas diferenças, entretanto, são as etiquetas que permitem identificar melhor cada tarefa, por exemplo: se trata-se de postagem do blog, disparo de e-mail marketing, publicação nas redes sociais etc. Além disso, ele permite também o acompanhamento do status de cada tarefa (se já foi iniciada, concluída etc).

O Trello possui um plano completamente gratuito e opções pagas que custam a partir de US$ 12,50 ao mês. Vale entender quais são as necessidades do seu negócio e escolher o plano que faça mais sentido para o seu momento atual.

4. Asana

A Asana é bastante semelhante ao Trello. Com uma interface desenhada aos moldes de um calendário, ela oferece ampla visibilidade de todas as tarefas e o uso de etiquetas para identificá-las.

Um diferencial da Asana é a possibilidade de criar grupos e filas específicas para cada frente da sua estratégia de conteúdo. Por exemplo, você pode criar um espaço específico para tarefas do blog e outro para o seu canal do YouTube.

Além disso, é possível criar filas específicas de acordo com o status de cada tarefa, como: solicitação pendente, tarefa em andamento, atividade concluída etc.

A Asana possui um plano gratuito e opções pagas a partir de US$ 13,49 ao mês. Assim como no caso do Trello, aqui, vale analisar qual plano é o ideal para você no momento.

5. Calendário mLabs

O Calendário mLabs é um aplicativo com foco maior em calendários editoriais para redes sociais. Ele permite uma automação mais eficiente de todas as tarefas que envolvem sua estratégia de conteúdo.

Por meio dele, você pode importar ou exportar seu calendário corporativo e pessoal, registrar ideias para novos posts, filtrar a visualização conforme a necessidade, entre outras.

Ademais, o Calendário mLabs também permite que você acompanhe o status de cada atividade, além de possibilitar um fluxo mais automatizado entre seu calendário e suas redes sociais.

A ferramenta oferece um período de sete dias para teste grátis e possui planos pagos a partir de R$ 5,90 ao mês.

6.Plugin Editorial Calendar CMS

O Plugin Editorial Calendar CMS é exclusivo para usuários do WordPress. Então, se você é um deles, esta pode ser uma opção válida.

O Plugin CMS permite que você gerencie os rascunhos dos conteúdos antes de publicar, programe as datas de postagens e acompanhe o status de cada etapa da produção. O ponto de destaque é o fato de a ferramenta estar diretamente integrada ao WordPress. Dessa forma, você tem acesso a todas as informações em uma única interface.

O plugin é gratuito, mas é necessário verificar se ele está incluso no seu plano do WordPress.

Resumo

Não restam dúvidas de que o calendário editorial pode trazer aquele toque de organização e profissionalismo para a sua empresa. E, com tantos benefícios, ele definitivamente pode ajudar, e muito, nos resultados da sua estratégia de conteúdo.

Portanto, aproveite as dicas deste artigo e comece a montar o seu!

Antes de ir embora, reveja alguns dos pontos mais importantes que vimos por aqui:

O que é calendário editorial?

Calendário editorial é um cronograma de todas as tarefas relacionadas a sua estratégia de conteúdo.

O que deve conter em um calendário editorial?

  • Prazos para produção do conteúdo
  • Datas das publicações no blog
  • Datas das divulgações nas redes sociais
  • Datas e formatos das divulgações via e-mail marketing
  • Temas e formatos de cada conteúdo
  • Palavras-chave utilizadas nos conteúdos
  • Público-alvo de cada conteúdo
  • Foco de cada material (para qual etapa da jornada do cliente e funil de vendas ele foi pensado)
  • Entre outras

Quais são os benefícios de um calendário editorial?

  • Melhora a organização
  • Permite maior controle sobre a estratégia de conteúdo
  • Ajuda a evitar a repetição de temas
  • Auxilia a diversificar os tipos de conteúdo
  • Ajuda a gerar novas ideias
  • Possibilita avaliar resultados com clareza
  • Permite melhor entendimento da estratégia de marketing
  • Ajuda a equilibrar a produção dos conteúdos
  • Reduz atrasos e erros nas postagens
  • Permite documentar todos os passos

Como montar um calendário editorial?

  1. Conheça bem o seu público
  2. Defina seu objetivo com as publicações
  3. Desenvolva sua estratégia de conteúdo
  4. Escolha uma ferramenta
  5. Defina uma frequência de publicação
  6. Escolha os canais de divulgação
  7. Siga o cronograma
  8. Garanta que todo o time esteja alinhado
  9. Meça os resultados
  10. Mantenha o calendário atualizado

Ferramentas para criar um calendário editorial

  • Planilhas
  • Google Calendar
  • Trello
  • Asana
  • Calendário mLabs
  • Plugin Editorial Calendar CMS

E, se você sente que está na hora de potencializar o seu negócio, o que acha de migrar a sua loja para a Nuvemshop?. Faça um teste grátis por 30 dias e tenha acesso a uma plataforma prática e segura. 🚀

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Procurando por uma plataforma de e-commerce completa? Veio ao lugar certo!

Traga seu negócio para a Nuvemshop e conte com uma plataforma de e-commerce prática e segura!

Saiba mais

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies