Passo a passo completo de como montar uma loja de bolsas

Por: Tamires Barlette

Vitrine com várias bolsas mostrando como montar uma loja de bolsas

Ter o próprio negócio e fazer sua dinâmica de trabalho é o desejo de um grande número de brasileiros. Essa alternativa é a resposta para quem deseja empreender, ter uma renda extra ou mudar de carreira. Entre as várias opções, vale a pena entender como montar uma loja de bolsas e ganhar dinheiro na internet.

O Brasil é um país de destaque na América Latina quando o assunto é a produção de itens de couro, como bolsas e calçados. E, com o aumento do comércio online como uma resposta ao isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus, vender acessórios pela internet se tornou uma excelente oportunidade.

Quer entender como montar uma loja de bolsas e obter lucro no meio virtual e físico? Continue a leitura e comece já a empreender!

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Quais os primeiros passos de como montar uma loja de bolsas?

Antes de começar a vender suas bolsas, seja por meio de uma loja virtual de sucesso ou um comércio físico, é fundamental traçar uma série de estratégias para não pular etapas importantes e conseguir estruturar um negócio lucrativo. Isso quer dizer que a palavra da vez é planejamento.

Caso você escolha vender pela internet, por exemplo, há uma série de opções viáveis, como comercializar em marketplaces ou nas redes sociais.

💡Saiba mais: Como vender pelas redes sociais? [+vantagens]

No caso de lojas físicas, é preciso escolher a localização corretamente, pensar na disposição dos itens no espaço, tornar o ambiente atrativo para quem está passando, entre outras tantas tarefas.

Contudo, independentemente da forma como os itens serão vendidos, é fundamental formalizar sua empresa e cumprir alguns requisitos básicos para que seu negócio possa funcionar sem impedimentos.

Para ter o próprio negócio sem dores de cabeça, não deixe de conferir a lista gratuita que preparamos para você:

Confira a checklist: Empreender sem enlouquecer: checklist para se organizar

Veja, a seguir, os passos básicos de como montar uma loja de bolsas e ter uma empresa de sucesso! 📋

Identifique o tipo de atividade

O primeiro passo para montar uma loja de bolsas é, sem dúvidas, identificar qual é o tipo de atividade que sua empresa realizará. Existem três grupos:

  • Indústria — transforma a matéria-prima em produtos que serão comercializados posteriormente;
  • Comércio — vende os produtos feitos pelas indústrias;
  • Serviços — atua com a prestação de serviços para outras empresas ou para o consumidor final.

A designação que mais se enquadra no caso de uma loja de bolsas é a segunda, atividade comercial. Caso sua loja de bolsas seja voltada para o consumidor final, ela também pode ser classificada como comércio varejista.

💡Saiba mais: O futuro do varejo começa hoje

Determine o porte da sua empresa

Em seguida, defina o qual é o tipo de empresa, ou seja, o porte do negócio. Para entender a qual grupo sua loja de bolsas pertence, é preciso observar o faturamento bruto.

Empresas que faturam até R$ 81 mil por ano são classificadas como Microempreendedor Individual (MEI). Nessa modalidade, o empresário não pode ser titular ou sócio de outras empresas.

💡 Saiba mais: Como se cadastrar no MEI?

Caso você fature anualmente o teto de R$ 360 mil, seu negócio é considerado uma Microempresa (ME).

Em seguida, há as pequenas empresas, também conhecidas como Empresas de Pequeno Porte (EPP). Nessa modalidade, o faturamento anual deve partir de R$ 360 mil e chegar até R$ 4,8 milhões.

Por fim, os negócios que faturam mais de R$ 4,8 milhões anualmente podem ser classificados como médias e grandes empresas.

Eleja a natureza jurídica

Ainda sobre a formalização da sua loja de bolsas, é preciso determinar qual é a natureza jurídica do empreendimento. Essa classificação ajuda a definir quais normas serão aplicadas ao seu negócio a depender do tipo societário.

Os tipos mais comuns são:

  • Empresário Individual (EI) — quando uma única pessoa é responsável pelo negócio. Nesse caso, o nome civil do dirigente deve ser a razão social da empresa, ou seja, o nome verdadeiro do empreendimento;
  • Sociedade Limitada (LTDA) — acontece quando dois ou mais sócios se reúnem e investem na empresa de forma proporcional, tendo como base um contrato social referente às cotas da empresa. Desse modo, a participação dos sócios fica restrita à quantidade de cotas pertencente a cada um deles;
  • Sociedade Simples (SS) — nesse caso, os sócios da empresa não desenvolvem atividades comerciais, mas atuam em serviços ligados à sua área de formação, nas áreas de contabilidade, direito, administração etc.;
  • Sociedade Anônima (SA) — ocorre quando o capital social da empresa não é atribuído a um sócio específico, mas dividido em ações que podem ser compradas e vendidas livremente;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) — por fim, essa forma jurídica corresponde a negócios formados por apenas uma pessoa. Nesse caso, o capital pertence unicamente ao titular, não podendo ser inferior a cem vezes o salário mínimo vigente.

💡Saiba mais: Como abrir uma empresa: o passo a passo definitivo

Entenda o mercado de bolsas

Agora que você já sabe os primeiros passos para formalizar sua empresa e montar uma loja de bolsas, é chegado o momento de estudar o mercado no qual você deseja entrar. O setor está em queda? Em ascensão? Quais são as perspectivas para os próximos anos?

As informações sobre o mercado de bolsas podem ser obtidas por meio de pesquisas, como as elaboradas pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Fazer essas perguntas e investigar o cenário é fundamental para que você consiga estruturar um plano de negócios coerente, visando ao sucesso da sua loja.

💡 Saiba mais: Como fazer bolsas para vender?

Faça um plano de negócios

O plano de negócio é um documento imprescindível para iniciar um empreendimento com maior probabilidade de sucesso. O plano deve conter dados e informações importantes sobre sua empresa, tais como o planejamento financeiro, composição da diretoria e sócios, ramo de atuação, capital inicial etc.

O intuito do plano de negócios é garantir organização e coesão no planejamento da sua marca. Criando esse documento, você tem mais chances de que suas ideias se concretizem de forma acertada.

Em resumo, o plano de negócios vai te ajudar a entender onde o seu negócio está, qual caminho deve seguir e aonde ele pode chegar. Além disso, é um documento extremamente importante na busca por investidores.

Para criar o planejamento adequadamente, tenha atenção aos seguintes pontos:

  • Faça uma descrição geral da empresa, com sua história, localização, composição do time de gerenciamento, o que faz, aonde pretende chegar, declaração de missão e valores e a sua estrutura legal;
  • Defina o ramo de atividade com base na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE);
  • Descreva minuciosamente os produtos e serviços oferecidos por sua loja de bolsas;
  • Estabeleça quem é o seu consumidor — seja ele B2B (Business-to-Business, ou “empresa para empresa”, em português) ou B2C (Business-to-Consumer, ou “empresa para consumidor”, em livre tradução para o português);
  • Escolha os fornecedores que disponibilizarão os insumos necessários para o funcionamento da sua loja de bolsas;
  • Faça uma análise estratégica para pontuar as forças e fraquezas do seu negócio, além de ajudar a identificar onde estão suas principais oportunidades e ameaças — a chamada análise SWOT;
  • Elabore o planejamento financeiro contendo um balanço de todos os valores relacionados às atividades da sua empresa. Isso inclui o faturamento, gastos, investimentos, relação de crescimento etc.;
  • Planeje as estratégias de marketing e vendas;
  • Analise a concorrência.

💡Saiba mais: O que é plano de negócios e como fazer o seu?

📘Confira o e-book: Modelo de Análise SWOT para e-commerce

Mapeie seus concorrentes

Mencionamos que analisar a concorrência é algo que deve estar descrito no plano de negócios da sua loja de bolsas, mas conhecer as empresas que vendem o mesmo que você é uma tarefa fundamental, por isso dedicamos um tópico apenas para esse assunto.

É muito importante saber o que os concorrentes estão oferecendo e o que deixa seus clientes satisfeitos. Faça uma visita a outras lojas, analise o atendimento e tudo mais o que estiver ao seu redor. Há, inclusive, ferramentas para monitorar a concorrência na internet.

Fazer a análise SWOT dos concorrentes pode ajudar — e muito — a entender quais são os pontos de melhoria das demais empresas e o que o seu negócio tem a oferecer para suprir as necessidades dos clientes.

💡Saiba mais: O que é análise da concorrência e como fazer para se destacar?

Como montar uma loja de bolsas física?

Muitas pessoas se perguntam se vale mais a pena abrir uma loja física ou virtual, principalmente quando o produto vendido é comumente visto no mundo físico. No entanto, é possível integrar as duas modalidades e oferecer uma experiência completa para os clientes.

Para ter uma loja virtual integrada com a física, antes de mais nada, é preciso estruturar ambas. Veja, a seguir, os passos básicos para montar uma loja física:

Tenha em mãos a documentação exigida

Ao entender como montar uma loja de bolsas, você percebeu que é preciso providenciar uma série de documentos que formalizam o seu negócio, certo? Essa papelada tem prazo de validade, por isso é necessário ficar de olho para se manter sempre regularizado.

Veja, a seguir, os documentos necessários para montar uma loja de bolsas física:

  • Cópia autenticada do seu RG e CPF;
  • CNPJ;
  • Folha espelho do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF);
  • Cópia do contrato de locação ou compra e venda do imóvel;
  • IPTU do imóvel;
  • Alvará de funcionamento;
  • Demais documentos específicos de cada cidade.

Como abrir o CNPJ?

Para abrir o CNPJ da sua empresa de bolsas, você precisa comparecer na Junta Comercial da sua cidade e fazer o registro da empresa.

Em seguida, você receberá o Número de Identificação do Registro de Empresa, conhecido como NIRE. Ele será solicitado no momento em que você acessar o site da Receita Federal para abrir o CNPJ.

Por fim, é necessário fazer o download do Documento Básico de Entrada ou Protocolo de Transmissão (DBE), preenchê-lo e enviá-lo à Receita pela internet, utilizando o portal Redesim.

Como providenciar o alvará de funcionamento?

O alvará de funcionamento serve para comprovar que sua loja de bolsas está autorizada a realizar as atividades no local escolhido. É um documento expedido pela prefeitura da sua cidade ou algum órgão municipal e pode ser solicitado gratuitamente na maioria dos estados.

Hoje, as empresas que exercem atividades de baixo risco, como é o caso da loja de bolsas, estão dispensadas da emissão de alvará de funcionamento. Essa regra passou a valer a partir da Lei da Liberdade Econômica, vigente desde setembro de 2019.

Escolha o melhor local para montar sua loja de bolsas

E, por falar em alvará de funcionamento, é necessário ter bastante atenção no momento de escolher o local onde será instalada a sua loja. Isso porque a escolha do local e do espaço físico é uma decisão muito importante para o sucesso do empreendimento.

O ideal é escolher um local onde existam outras lojas similares, sejam elas concorrentes ou complementares. Uma loja de bolsas, por exemplo, costuma ser vizinha de lojas de roupas e outros acessórios do vestuário.

Apenas por estarem juntas, elas atrairão um maior fluxo de clientes em potencial para a região. A partir daí, cada uma poderá atuar conforme suas próprias estratégias para se destacar e vender mais.

Além de escolher o melhor ponto comercial, é necessário organizar o espaço para que os produtos sejam expostos da melhor maneira possível, despertando o interesse dos possíveis compradores.

Ao montar uma loja de bolsas, pense na identidade visual da sua marca e como ela pode se comunicar com o espaço físico. Leve em conta, ainda, os espaços de circulação, de atendimento ao cliente e de estoque.

💡Saiba mais: Qual a importância da gestão de estoque e como fazê-la?

Por fim, pense também na comodidade oferecida para seus clientes, como estacionamento e proximidade a pontos de ônibus e outros meios de transporte público. Esses são pontos positivos na escolha da localização, pois ajudam a loja a se destacar no mercado.

Estruture sua loja

Ao entender como montar uma loja de bolsas, é preciso definir alguns direcionamentos para que o negócio caminhe rumo ao sucesso. Um deles é escolher qual será o tipo de loja, ou seja, com qual modelo de negócio você pretende atuar.

Os mais comuns são:

  • Franquia — quando os produtos vendidos são exclusivos do franqueador;
  • Multimarcas — a loja trabalha com bolsas de diversas marcas;
  • Loja da fábrica — oferece apenas produtos de fabricação própria, ou seja, quando o lojista é o dono da marca dos produtos comercializados na loja.

Depois de pensar nesses pontos, é necessário investir na estrutura da sua loja de bolsas. Isso inclui reformar o espaço caso seja necessário, adquirir móveis e equipamentos de informática, contratar pessoas etc.

Divulgue o negócio

Divulgar sua loja de bolsas é um importante instrumento para tornar a empresa e os seus produtos conhecidos pelos potenciais clientes. O objetivo da propaganda é, portanto, construir uma imagem positiva da marca e atrair o consumidor.

A divulgação da loja pode ser feita utilizando os mais variados meios de comunicação e em diferentes peças, como:

  • E-mail marketing;
  • Panfletos e folders;
  • Campanhas nas redes sociais;
  • Entre outros.

Escolher a mídia mais adequada vai depender do público-alvo que você deseja alcançar e se a ação se enquadra no orçamento da empresa.

Além disso, é muito importante que os profissionais da empresa que atuam diretamente com o público, como é o caso do setor de comércio, saibam lidar bem com os clientes — sendo simpáticos e agradáveis — para garantir a sua fidelidade e ganhar sua confiança.

Observando seus concorrentes e conhecendo bem o gosto de seus clientes, o empreendedor conseguirá desenvolver o diferencial da sua loja de bolsas. Isso ajuda a atrair clientes e fidelizá-los.

Por isso, é necessário estudar bem a estratégia de mercado para, então, desenvolver sensibilidade e flexibilidade para uma rápida adaptação às necessidades dos clientes, promovendo seu encantamento.

💡Saiba mais: Como encantar clientes na sua empresa?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como montar uma loja de bolsas online?

Já mencionamos quais são os passos comuns para quem está aprendendo como montar uma loja de bolsas, seja ela física ou virtual. Agora, contudo, vamos nos ater às etapas imprescindíveis para quem deseja ter um negócio online.

Continue a leitura e veja quais são os nove estágios para abrir seu e-commerce de bolsas!👛

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

1. Escolha a melhor plataforma de e-commerce

Eleger a melhor plataforma de e-commerce para vender suas bolsas online é, sem dúvidas, a principal etapa do processo. Uma escolha errada pode comprometer a experiência do cliente na loja e, consequentemente, impactar as vendas.

Por isso, priorize uma solução que ofereça:

  • Suporte técnico;
  • Otimização para SEO — otimização do sistema para que seu site seja encontrado pelos buscadores, como o Google;
  • Tempo de carregamento dos sites que usam a plataforma;
  • Responsividade do site para dispositivos móveis;
  • Facilidade de uso.

Com a solução da Nuvemshop, por exemplo, você pode montar sua loja virtual sem a necessidade de conhecimentos técnicos e por um custo mais baixo do que o de contratar um profissional para desenvolvê-la.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

2. Eleja os fornecedores

Antes mesmo de montar uma loja de bolsas, é necessário determinar quais serão os produtos vendidos. Por isso, encontrar os fornecedores certos é fundamental.

Pesquise e compare preços, prazos de entrega e qualidade das peças. Dessa forma, você garante que os artigos que oferece aos seus clientes são realmente bons.

Está tendo dificuldades para gerenciar os fornecedores da sua loja de bolsas? Então, não deixe de conferir nosso material gratuito e nossa ferramenta com uma lista completa de fornecedores para o seu negócio.

📘Confira o e-book: Gestão de fornecedores: manual de boas práticas

👉 Ferramenta grátis: Lista de fornecedores

3. Defina o layout da sua loja virtual

Depois de definir a melhor plataforma para montar uma loja de bolsas online, é preciso dar uma cara para a sua loja. Para isso, você deve escolher o seu layout que combine com a identidade visual escolhida.

Lembre-se de inserir o logotipo da sua marca e de escolher as cores e fontes que melhor se associam à imagem que você definiu para a sua empresa. Aproveite e use nossa ferramenta gratuita para escolher uma paleta de cores perfeita para representar seu negócio:

Banner com botão clicável direcionando para o gerador de paleta de cores grátis

Certifique-se também de que as peças fiquem expostas de maneira atrativa para os clientes. Caso a sua escolha de plataforma tenha sido a Nuvemshop, você pode conferir a nossa loja de layouts, que conta com várias opções gratuitas e personalizáveis.

4. Cadastre os produtos

Chegou o momento de, finalmente, cadastrar os produtos no seu e-commerce. Essa etapa pode ser um pouco mais demorada, mas é importante realizá-la com muita atenção e cautela. Afinal, em uma loja virtual, o cliente não tem a opção de sentir e nem experimentar as roupas — embora, atualmente, exista o provador virtual para suprir essa necessidade.

Por esse motivo, tenha cuidado para que, por meio das descrições e das fotos, o visitante possa conhecer bem os detalhes das peças. Isso vai deixá-lo mais seguro para comprar o seu produto, o que aumenta as chances de conversão.

5. Adicione fotos e descrições dos produtos

Ao adicionar as fotos, é importante se atentar à edição para garantir que o produto esteja sendo exibido com a clareza necessária.

Uma boa ideia é colocar imagens em still — ou seja, em fundo branco, com as peças em destaque — e também de modelos usando as bolsas. Isso vai ajudar o potencial cliente a ver a peça e entender se é realmente aquilo que deseja adquirir.

Para te ajudar a garantir a receptividade da sua marca por meio das imagens, criamos este guia sobre como tirar fotos de produtos:

📘Confira o e-book: Como tirar fotos de produtos: 8 dicas para loja virtual

Para as descrições dos produtos, não se limite a copiar as informações enviadas pelos fornecedores. Escreva também quais são os tecidos, as texturas, o tamanho e os acessórios de cada bolsa.

6. Escolha os meios de pagamento

O passo seguinte é a escolha dos meios de pagamento em seu e-commerce. Lembre-se de oferecer diferentes opções ao seu cliente. No Brasil, o cartão de crédito é o preferido dos consumidores, seguido pelo boleto bancário.

Além dessas duas, a modalidade do Pix também vem ganhando muito espaço nas compras online. Nesse caso, uma opção interessante e que facilita a vida do consumidor é a exibição de um QR code, que, ao ser escaneado pelo celular, direciona o cliente direto para a página de pagamento dentro do aplicativo do banco que ele usa.

Gerador de QR Code da Nuvemshop

Para não ter dúvidas sobre quais os melhores meios de pagamento e qual é o melhor para o seu negócio, confira a lista que preparamos:

Confira a checklist: Como escolher meios de pagamento: checklist completa

7. Defina os meios de envio

Para garantir que as compras cheguem até o consumidor, é importante definir os meios de envio. Aqui, também é considerável oferecer mais de uma opção. Normalmente, a mais barata terá um prazo maior, enquanto a mais cara será mais rápida.

Uma alternativa que facilita a integração entre a sua loja e as transportadoras ou Correios é o uso de gateways de frete. Como, na maioria das vezes, é o consumidor quem arca com o custo do envio das mercadorias, você deve deixar que ele escolha a forma que achar melhor. Isso porque o frete costuma ser um ponto sensível na experiência de compra online.

Uma opção interessante para atrair clientes é oferecer o frete grátis como um benefício em algumas situações específicas, como as compras acima de determinado valor ou em datas especiais, como na Black Friday. Lembre-se apenas de planejar os custos dessa estratégia para não sair no prejuízo!

Para entender os principais serviços de envio e escolher a melhor parceria para o seu empreendimento, veja os tópicos abordados neste e-book gratuito:

📘Confira o e-book: Correios e outros meios de envio para lojas virtuais

8. Informe os canais de atendimento

É fundamental escolher seus canais de atendimento ao cliente. Por meio deles, você poderá tirar dúvidas e solucionar problemas do público. Então, lembre-se de informar em seu site quais são esses meios para entrar em contato com a sua empresa.

Atualmente, um dos canais preferidos dos consumidores online é o chat. Uma opção gratuita desse tipo de serviço é o JivoChat. Por meio dele, é possível atender os visitantes do seu site em tempo real.

👉 Saiba mais: Como instalar o JivoChat na sua loja Nuvemshop?

O atendimento ao cliente é mais importante do que você imagina. Por isso, preparamos este e-book com tudo o que você precisa saber para caprichar no suporte da sua loja virtual:

📘Confira o e-book: Atendimento ao cliente: guia para lojas virtuais

9. Elabore um plano de marketing

Por fim, é necessário saber como atrair visitantes para seu site. Para isso, existem algumas estratégias de divulgação online, mas todas dependem de um bom planejamento.

O plano de marketing é o documento responsável por registrar diversos aspectos das ações de divulgação que você planeja para sua marca.

Uma boa ideia para começar pode ser focar em campanhas voltadas para os produtos-estrela, ou seja, aqueles que costumam chamar mais a atenção do público. Dessa forma, você consegue capturar essa audiência para que ela navegue por sua página e conheça mais da sua loja virtual por meio das peças que fazem mais sucesso.

O planejamento também deve incluir as redes sociais que o seu consumidor ideal costuma acessar. Quando falamos em loja de bolsas, duas plataformas que têm forte apelo visual são o Instagram e o Pinterest.

Está pensando em planejar o marketing da sua loja de bolsas? Então, este material foi feito para você! Baixe o e-book gratuito:

📘Confira o e-book: Plano de marketing pronto: material para montar o seu

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Resumo

Como você pôde observar ao longo do conteúdo, entender como montar uma loja de bolsas envolve muito mais do que apenas escolher a mercadoria. O segredo para ter uma loja de sucesso é prestar atenção em todas as etapas do processo, desde a formalização do negócio até a montagem da loja — seja ela física ou virtual.

Confira, a seguir, o resumo que preparamos para você e comece já a montar sua loja de bolsas!

Quais os primeiros passos de como montar uma loja de bolsas?

  1. Identifique o tipo de atividade
  2. Determine o porte da sua empresa
  3. Eleja a natureza jurídica
  4. Entenda o mercado de bolsas
  5. Faça um plano de negócios
  6. Mapeie seus concorrentes

Como montar uma loja de bolsas física?

  1. Tenha em mãos a documentação exigida
  2. Escolha o melhor local para montar sua loja de bolsas
  3. Estruture sua loja
  4. Divulgue o negócio

Como montar uma loja de bolsas online?

  1. Escolha a melhor plataforma de e-commerce
  2. Eleja os fornecedores
  3. Defina o layout da sua loja virtual
  4. Cadastre os produtos
  5. Adicione fotos e descrições dos produtos
  6. Escolha os meios de pagamento
  7. Defina os meios de envio
  8. Informe os canais de atendimento
  9. Elabore um plano de marketing

Está pensando em montar uma loja de bolsas e quer aliar o físico ao virtual? Não perca tempo, teste agora a plataforma Nuvemshop por 30 dias grátis. Você já pode começar a vender de forma rápida, simples e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies