O que é Pix, como funciona e como fazer transações?

Imagem mostrando um homem no metrô usando um celular, representando uma transferência bancária através do Pix.
Pontos principais do artigo:
  • O Pix é 0 sistema de pagamento instantâneo no Brasil e funciona 24/7, permitindo transferências imediatas entre bancos e instituições financeiras;
  • Para fazer um Pix, é necessário ter uma conta bancária e cadastrar uma chave, como CPF, e-mail ou número de telefone;
  • As transações Pix podem ser feitas para pagamento de contas, transferências pessoais ou compras usando QR Codes ou informações de chave cadastrada.

Desde que foi lançado para o público, em novembro de 2020, o Pix se tornou um dos principais meios de pagamento usados no Brasil, principalmente em razão da sua facilidade e agilidade. No entanto, ainda hoje, há pessoas que não sabem o que é o Pix, nem como ele funciona de fato.

O Pix veio para revolucionar o sistema financeiro ao permitir transações instantâneas 24 horas por dia, sete dias por semana — tudo pela internet. Segundo dados do Banco Central, o meio de pagamento já conta com mais de 138 milhões de usuários e 523,2 milhões de chaves cadastradas.

Neste artigo, vamos entender o que é Pix e como funciona esse sistema de transferências bancárias. Além disso, queremos mostrar de que forma a adoção desse meio de pagamento instantâneo pode ajudar a alavancar o seu negócio. Vamos lá? 🤑

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é Pix?

Pix é a tecnologia brasileira de pagamentos instantâneos criada pelo BACEN (Banco Central do Brasil). Sua proposta é permitir transferências bancárias em tempo real e 24/7, ou seja, 24 horas por dia e sete dias por semana, incluindo fins de semana e feriados.

O Pix revolucionou o mercado financeiro trazendo uma série de facilidades para pessoas e empresas. Isso porque, por meio dele, é possível pagar por uma compra, enviar e receber dinheiro para pessoa física e jurídica, liquidar dívidas e muito mais. Tudo isso em, no máximo, dez segundos.

Para quem busca meios de pagamento mais fáceis, esse sistema oferece uma experiência bastante prática e dinâmica. É por isso que ele ganhou o coração dos usuários de serviços bancários.

Além disso, o protocolo de segurança do Pix garante que todas as transações sejam monitoradas 24 horas por dia por meio de uma base de dados gerenciada pelo Banco Central. Dessa forma, além de vantajoso, o meio de pagamento também é muito seguro.

💡 Saiba mais: O que é Drex? Conheça a primeira moeda digital brasileira

Quanto custa fazer um Pix?

O Pix é gratuito para pessoa física, microempreendedores individuais (MEI) e empreendedores individuais (EI). Isso quer dizer que essas pessoas podem enviar e receber dinheiro, além de pagar faturas, gratuitamente.

No caso de pessoas jurídicas, ou seja, no Pix para empresas, o recebedor está sujeitos à cobrança de tarifas. Mas, nesse caso, a taxa vai depender da instituição financeira, já que elas são livres para estabelecer o valor cobrado pelas transações.

💡 Saiba mais: Pix pessoa jurídica: como funciona?

Como funciona o Pix?

O Pix está disponível para todos os usuários que tenham uma conta-corrente, poupança ou conta pré-paga em alguma das 734 instituições financeiras aprovadas pelo Banco Central, incluindo bancos e fintechs. Desse modo, qualquer brasileiro pode fazer um Pix, seja ele pessoa física ou jurídica (empresa).

Para isso, basta acessar o app ou internet banking da instituição e seguir os passos mostrados na tela. Será necessário, ainda, cadastrar uma chave Pix, ou seja, uma espécie de “apelido” dado à sua conta bancária para que ela seja encontrada dentro do sistema Pix.

Como fazer transações por chave Pix?

A chave Pix, como já adiantamos, é uma forma de facilitar o processo de transferência. Em vez de preenchermos uma lista de dados pessoais a cada operação, é possível criar um código de usuário, igual aos que usamos nas redes sociais, por exemplo.

Para criar as chaves, o usuário poderá utilizar as seguintes informações:

  • E-mail;
  • Número de telefone;
  • CPF;
  • Senha numérica aleatória.

Dessa forma, sempre que você fizer ou receber uma transferência, é necessário confirmar somente a chave que você escolheu. Bem prático, não é?

💡Saiba mais: O que é Pix Garantido e como funciona?

Como fazer Pix por QR Code?

Os usuários também podem fazer pagamentos via QR Code — aquele quadradinho que lembra um código de barras —, que já existem em aplicativos de finanças hoje. Basta apontar a câmera do celular para o código e fazer o pagamento.

Entretanto, você pode gerar o QR Code Pix de duas formas: os dinâmicos, que são atualizados a cada operação, e os estáticos, que podem ser usados em várias transações, permitindo também que seja adicionado um valor fixo ao código.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como fazer Pix com a opção “copia e colar”?

Outra opção que o Pix oferece é o pagamento por “Pix Copia e Cola”, que consiste em colar o código da transação no seu internet banking ou app bancário. Basta copiar e colar a sequência alfanumérica para pagar uma conta ou fazer uma transferência.

Nesse caso, a cada nova transação, será gerado um código único e exclusivo para garantir a segurança da transferência. Essa é uma alternativa viável para situações em que não é possível fazer a leitura do QR Code Pix, por exemplo.

Como fazer Pix por NFC?

O NFC (Near Field Communication ou “comunicação por campo de proximidade”), popularmente conhecido como pagamento por aproximação, é uma tecnologia já presente no Brasil. Alguns dispositivos como smartphones, smartwatches e cartões com tecnologia contactless — ou seja, sem contato — já permitem o pagamento por aproximação.

A novidade é que, em breve, o Banco Central deve criar o Pix Aproximação, que permitirá efetuar pagamentos via Pix aproximando o celular da maquininha de cartão nos estabelecimentos.

Como se cadastrar no Pix?

Para começar a usar o Pix, consulte o seu banco ou serviço de pagamento digital para realizar o cadastro e criar as chaves de segurança. Feito isso, após algumas confirmações de segurança, o serviço será liberado de acordo com a validação de dados de cada ferramenta.

Após a confirmação, você poderá transferir, receber e realizar pagamentos utilizando o Pix com todos os seus benefícios.

💡 Saiba mais: Pix no varejo: como funciona?

O que é Pix Cobrança?

O Pix Cobrança é uma funcionalidade que permite o pagamento de valores mediante o agendamento de uma data futura. O serviço está disponível para lojistas, fornecedores, prestadores de serviços e usuários pessoas físicas.

A ideia é funcionar como um tipo de boleto bancário, possibilitando a geração de cobranças com datas de vencimento definidas pelo cobrador. Se você tem um negócio, por exemplo, é possível emitir um código QR e definir a data limite para que seus clientes faça o pagamento do valor.

Para o consumidor, essa será mais uma forma para facilitar o pagamento de contas, boletos e compras no geral.

💡 Saiba mais: Como receber pelo Pix?

Quais as principais vantagens em utilizar o Pix?

Agora que já sabemos o que é o Pix e no que ele se diferencia dos outros serviços, vamos conhecer as principais vantagens que esse sistema proporciona. Confira abaixo:

1. Velocidade

Como já mencionamos, o que atrai as pessoas é a velocidade com que as transações são realizadas. Em até dez segundos, qualquer um consegue pagar uma conta, transferir determinado valor a um amigo, prestador de serviço ou comerciante.

E, por ser um modelo de pagamento eletrônico, o Pix pode ser usado não apenas em lojas físicas, mas também para compras no e-commerce.

2. Segurança

O Pix é seguro, ao contrário do que alguns pensam. Para fazer um pagamento, é necessária a autenticação do usuário — seja por meio de senha numérica, reconhecimento facial, biométrico ou mesmo pelo uso de token.

Além disso, todas as operações do Pix são criptografadas na Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN). Essa é uma rede na qual acontecem todas as transações do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB). Por esse motivo, é possível rastrear as transações e identificar contas que recebem valores provenientes de golpes, fraudes e outros crimes.

💡 Saiba mais: Como identificar um Pix falso para não cair em golpes?

3. Comodidade

O Pix está disponível para bancos, instituições financeiras, serviços de pagamento, fintechs etc., oferecendo mais liberdade aos usuários. Desse modo, não é necessário criar uma nova conta bancária para usufruir dos seus benefícios.

Além disso, as instituições financeiras prezam pela experiência do usuário, por isso projetaram aplicativos e sistemas web fáceis de navegar, simples e intuitivos.

4. Disponibilidade

Como já dissemos, as pessoas conseguem realizar transferências e pagamentos a qualquer dia e horário, sem ter que aguardar prazos longos de compensação bancária — como acontece com os boletos.

Atualmente, há limitação quanto aos valores que podem ser enviados depois de determinado horário, mas essa é uma medida para evitar fraudes e golpes.

5. Flexibilidade

Por fim, o Pix para empresas permite operações de qualquer valor entre pessoas ou instituições financeiras, pagamentos em estabelecimentos físicos e virtuais e recolhimentos de impostos. Lembrando que é preciso checar os limites de valores com cada banco.

💡 Saiba mais: Vantagens do Pix: quais são e como aproveitar?

Como usar o Pix no e-commerce?

O Pix é um excelente meio de pagamento para o e-commerce, pois oferece rapidez e flexibilidade aos consumidores. Além disso, o lojista consegue receber o dinheiro na hora e ainda paga taxas menores do que as praticadas por operadoras de cartões.

Com o Nuvem Pago, a solução de pagamentos online da Nuvemshop, você consegue oferecer o Pix como meio de pagamento e atrair mais clientes para sua loja virtual.

Além disso, os lojistas da Nuvemshop têm a opção de configurar pagamentos personalizados. Dessa forma, eles podem receber por depósito em conta, transferência bancária ou a combinar. Para ainda mais flexibilidade, o lojista pode configurar múltiplos meios de pagamento.

👉 Confira: Como configurar o meio de pagamento personalizado na Nuvemshop?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Entendeu o que é Pix e como funciona?

Com tantos benefícios, certamente, o Pix tem tudo para se tornar o meio de pagamento preferido dos brasileiros. Portanto, vale a pena oferecer essa opção na sua loja virtual e usar o sistema no seu dia a dia.

E se você ainda não vende na internet e está pensando em investir nesse mercado, o que acha de criar sua loja virtual grátis na plataforma da Nuvemshop? Conte conosco para potencializar sua história de sucesso. 💙

Referências:

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes sobre o Pix

Pix é um sistema de pagamento instantâneo disponível a qualquer dia e horário (incluindo feriados), que permite fazer transferências rápidas entre instituições e plataformas financeiras por meio de chave Pix, que pode ser um número de telefone, CPF ou CNPJ, por exemplo, ou realizar pagamentos via QR code impressos ou virtuais em lojas físicas ou virtuais.

É possível fazer e receber Pix de quatro formas distintas: por chaves Pix, QR Code, "copiar e colar" e NFC.

O Pix Cobrança é uma funcionalidade que permite o pagamento de valores mediante o agendamento de uma data futura.

O Pix permite fazer transações com maior velocidade, segurança, comodidade e flexibilidade. Isso tudo sem nenhum custo ou taxa.

Você precisa ter uma conta corrente ou poupança para cadastrar uma chave Pix, que poderá ser o CPF ou CNPJ, e-mail, número de celular ou uma chave aleatória. O importante é que seja um código único, que identifique o caminho exato para a sua conta, permitindo fazer e receber transferências financeiras.

Faça como milhares de negócios e crie a sua loja

Criar loja grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies