Qual a importância da gestão de estoque e como fazê-la?

Por: Fernanda Belo

Na imagem, funcionário verifica o bom funcionamento logístico da empresa para trabalhar um bom gerenciamento de estoque

Gestão de estoque é uma abordagem de sistemas para obter, armazenar e vender — tanto de matérias-primas (componentes) quanto de produtos finais. Em termos técnicos, o gerenciamento de estoque representa que itens, níveis, localização e custos estejam otimizados.


Os produtos de uma empresa representam o capital investido no negócio. Nesse sentido, a gestão de estoque é um aspecto fundamental para sua empresa.

Com um bom gerenciamento de estoque das suas mercadorias, é possível atender às demandas com mais agilidade e qualidade. Como resultado, estes benefícios reduzem significativamente os custos no processo, desde a compra das mercadorias até o envio ao consumidor.

📹 Veja também: Como fazer a gestão de estoque do seu e-commerce?

Portanto, ao longo deste artigo, vamos descobrir o que é gestão de estoque, quais benefícios essa prática pode trazer para seu negócio e algumas dicas para realizá-la de forma eficiente.

Pronto para começar? Então, pegue o bloquinho e anote tudo! 📝

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é gestão de estoque?

Gestão de estoque é a organização da área de armazenamento em que ficam os produtos antes da venda. Ela diz respeito ao gerenciamento desses artigos que estão guardados, esperando para serem vendidos.

Em linhas gerais, o gerenciamento de estoque envolve mais do que o espaço propriamente dito. É por meio dela que se tem conhecimento da quantidade a ser encomendada, que se faz a programação de novas compras, de datas de entrega e do agendamento com fornecedores, por exemplo.

Dessa forma, vemos o quão essencial é o monitoramento diário de entrada e saída de produtos para evitar futuras complicações.

Qual é o objetivo da gestão de estoque?

O gerenciamento de estoque tem o objetivo de organizar a logística e pode trazer benefícios importantes para uma empresa. Vamos conhecê-los em detalhe:

1. Satisfação do cliente

Ao gerenciar seu estoque, você pode impactar até mesmo o atendimento ao cliente final. Isso porque você terá mais agilidade para tirar eventuais dúvidas e para levar informações ao público.

Independentemente de qual seja o segmento da sua empresa, o objetivo sempre será o de satisfazer o cliente. Por isso, mantenha as informações sobre o estoque em dia para garantir que sua operação seja eficiente e que o seu consumidor seja fidelizado.

💡 Saiba mais: Por que investir na fidelização do cliente?

2. Ordem de produção e entregas

Como consequência da boa gestão de estoque, é possível saber os produtos que você ainda tem e planejar o próximo pedido aos fornecedores. Além disso, essa organização garante maior efetividade das entregas, pois, se há o controle sobre o estoque, há também pontualidade nos pedidos.

3. Relatórios

Produzir relatórios a respeito do seu estoque pode te ajudar a planejar ações, analisar dados e suavizar o impacto de eventuais problemas. Dessa forma, todas as necessidades e obrigações ficam claras para o responsável por cada área do negócio.

Além disso, ter acesso aos relatórios é uma oportunidade de o seu gerenciamento de estoque se tornar mais organizado.

Quais são os principais métodos de gerenciamento de estoque?

Agora que você já sabe o que é gerenciamento de estoque, vamos partir para os principais métodos de gestão. Confira:

Curva ABC

Essa é uma técnica de gerenciamento de estoque que determina o valor dos itens de estoque com base em sua importância para o negócio. A Curva ABC classifica itens sob demanda, dados de custo e risco. Por exemplo, isso se refere ao quanto as pessoas compram, o custo das mercadorias e a possibilidade de vendas. Isso ajuda os gestores do negócios a entender quais produtos são mais importantes para o sucesso financeiro do seu negócio.

Com base no volume de vendas ou na lucratividade, os itens da “Classe A” são os mais importantes, em segundo lugar está a “Classe B” e, por último, está a “Classe C”.

Os benefícios da Curva ABC para o gerenciamento de estoque são muitos, mas o principal se refere ao aumento do conhecimento sobre o giro de estoque e otimização das operações.

Just in Time

Basicamente, esta é uma forma de gerenciamento de estoque que requer um trabalho próximo aos fornecedores. A intenção é que as matérias-primas cheguem quando a produção está programada para começar, e não antes disso. O objetivo, portanto, é ter o mínimo de estoque disponível para atender a demanda.

Este modelo, por outro lado, é recomendado para o gerenciamento de um estoque menor. Além disso, é indicado para empresas que estão em busca de reduzir os custos de armazenagem.

Custo Médio

Nesta opção, soma-se o valor dos produtos em estoque com as novas mercadorias e divide-se pelo total de itens. O resultado representa o custo médio do produto e se refere ao valor usado para calcular a tributação da empresa.

Resumidamente, o método de custo médio atribui um custo médio ponderado a um grande volume de unidades semelhantes, em vez de usar seus custos unitários individuais.

Os benefícios de se utilizar esse modelo se concentram na resolução dos seguintes problemas:

  • Grandes volumes de itens com preços semelhantes passando pelo estoque;
  • Unidades idênticas ou quase indistinguíveis;
  • Unidades difíceis e demoradas para rastrear;
  • Custos flutuantes de materiais ou custos de produção imprevisíveis.

PEPS

No método PEPS (sigla para “Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair”), os produtos que chegam antes no estoque são os primeiros a sair. Esse é um dos modelos mais utilizados e busca retirar a mercadoria de acordo com a ordem cronológica.

Um benefício desta opção é que ela auxilia na redução de desperdícios, uma vez que, obrigatoriamente, todos os produtos devem ter saída.

UEPS

Sendo o contrário do PEPS, nesta opção de gerenciamento de estoque o último a entrar é o primeiro a sair. É uma boa tática para vender os produtos mais caros primeiro, uma vez que os itens que já estão no armazém tendem a ter um custo menor.

Como é feita a gestão de estoque?

Agora que já entendemos o que é e quais as vantagens de fazer a gestão de estoque, confira algumas dicas sobre como gerenciar seus produtos com eficiência:

1. Liste e organize todos os produtos

A primeira coisa a ser feita é conferir se todos os itens estão cadastrados em uma planilha ou software automatizado.

Para facilitar a visualização e movimentação do estoque, separe os produtos por categorias e subcategorias de acordo com suas características. E não se esqueça de inserir a data de validade de cada um dos artigos!

2. Controle rígido

Não deixe de registrar todas as entradas e saídas de produtos. Assim, você minimiza a possibilidade de erros futuros.

Por exemplo, imagine que você não acompanhou quais produtos foram vendidos em sua loja virtual. Seu registro não estava em dia e, portanto, ainda constava em seu e-commerce que havia mais duas unidades de determinado item. Agora, imagine que um cliente comprou, pagou e, só então, você notou que não havia mais daquela mercadoria para vender.

Uma situação desagradável como essa para seu cliente, de a compra atrasar ou ter que ser cancelada, pode ser evitada se você tiver controle rígido sobre seu estoque.

3. Analise o histórico de vendas

A partir dos produtos que têm mais saída ou daqueles que ficam parados no estoque, você vai se programar para não perder vendas por falta de mercadorias ou para não ficar com mais artigos ainda parados. Atente-se também ao caso de produtos sazonais, ou seja, aqueles que vendem muito mais em determinada época do ano.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

4. Atenção aos fornecedores

Atenção à disponibilidade e cumprimento de prazos de entrega por parte dos fornecedores. Assim, você evita a falta de mercadorias no seu e-commerce.

Se a entrega do fornecedor atrasar, influenciará também a entrega ao cliente, e sua empresa pode ser prejudicada por isso.

💡 Saiba mais: Como escolher fornecedores de produtos para revenda?

5. Planejamento

Na hora de definir o local onde seus produtos serão armazenados, escolha um ambiente de fácil acesso e boa visualização. Assim, fica mais simples organizá-los.

Para conhecer os principais métodos de controle de estoque, confira nosso artigo completo sobre o tema:

💡 Saiba mais: O que é controle de estoque e como fazê-lo?

Vale a pena fazer uso de softwares para gerenciamento de estoque?

Tradicionalmente, o gerenciamento de estoque costuma ser uma das tarefas mais demoradas e frustrantes realizadas por lojas virtuais. Isso porque ela pode ser extremamente repetitiva e desvia recursos de algumas áreas. Como resultado, isso pode impedir, por exemplo, o crescimento da marca e a melhora da eficiência do negócio.

Então, afinal, os softwares para gerenciamento de estoque realmente valem a pena?

Fazer a mudança para um software de gestão pode beneficiar sua empresa de várias maneiras importantes. Algumas das vantagens são:

  • Atualizações instantâneas no número de itens disponíveis;
  • Redução de erros e custos;
  • Eficiência aprimorada;
  • Segurança de dados.

Com um software de gestão de estoque, você pode reduzir as demoradas tarefas envolvidas neste processo. Se você tem uma empresa, por exemplo, isso pode permitir que você volte a outras funções e coloque o seu negócio em outro patamar.

E, se você tem uma loja Nuvemshop, saiba que existe o benefício de integração diretamente ao sistema de gestão de estoque da TagPlus, um aplicativo voltado a lojistas que desejam realizar um controle rápido e fácil de suas vendas, pedidos, cadastro de clientes e controle de estoque.

Agora, se você ainda não faz parte da comunidade Nuvemshop e quer aproveitar as vantagens de um bom gerenciamento de estoque, monte já o seu e-commerce:

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Quais são os riscos de não fazer uma boa gestão de estoque?

O principal objetivo de manter o estoque organizado é fornecer aos seus clientes os produtos que eles desejam, quando e como eles os esperam. Não fazer uma boa gestão de estoque, no entanto, acarreta vários riscos que podem impactar negativamente as operações, a satisfação dos clientes e a lucratividade.

Confira algumas das possíveis consequências:

  • Falta de estoque: uma vez que não se sabe, com exatidão, a quantidade de produtos presente no estoque;
  • Gastos desnecessários: por exemplo, pode-se adquirir produtos que já estavam presentes no estoque;
  • Falta de acompanhamento das informações: visto que não há um controle do estoque, as informações não são acompanhadas e isso pode resultar em problemas ainda maiores;
  • Aumento dos prazos de entrega: isso pode acontecer devido à falta de organização do estoque, que prejudica prazos e a qualidade dos serviços prestados;
  • Tomadas de decisões ineficazes: uma vez que não existe um controle rígido do estoque e não há uma análise das informações, as tomadas de decisão não são pautadas em métricas reais, o que pode prejudicar os resultados futuros.

Resumo

Com a gestão de estoque, uma empresa pode se planejar melhor. Além disso, você pode organizar seu estoque manualmente, por meio de planilhas, mas também existem ferramentas para automatizar a gestão dos seus produtos, além de serviços como a geração de notas fiscais e de suporte.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você entender os principais aspectos que envolvem um bom gerenciamento de estoque.

Agora, antes de ir, leia um breve resumo do conteúdo:

O que é gestão de estoque?

Gestão de estoque é o processo de gerenciamento dos bens que uma empresa planeja vender. 🤑 Isso envolve adquirir, armazenar, organizar e rastrear esses produtos.

Quais as vantagens de fazer a gestão de estoque?

  • Satisfação dos clientes
  • Melhora na ordem de produção e entregas
  • Relatórios otimizados

Quais são os principais métodos de gerenciamento de estoque?

  • Curva ABC
  • Just in Time
  • Custo Médio
  • PEPS
  • UEPS

Dicas para a gestão de estoque

  • Organize todos os produtos
  • Registre todas as entradas e saídas
  • Analise o histórico de vendas
  • Tenha atenção aos fornecedores
  • Faça um bom planejamento

Vale a pena usar softwares nesse processo?

Softwares de gestão de estoque são vantajosos porque podem reduzir e otimizar as tarefas envolvidas neste processo.

Quais são os riscos de não ter um bom gerenciamento de estoque?

  • Pouco estoque
  • Altos gastos
  • Falta de controle das informações
  • Pouca produtividade da equipe
  • Prazos de entrega muito longos
  • Dificuldade na tomada de decisão

Esperamos que tenha gostado do conteúdo e tenha esclarecido suas dúvidas sobre gerenciamento de estoque. E, se você quer melhorar seus processos logísticos e usar uma boa plataforma de e-commerce, teste a Nuvemshop por 30 dias grátis e descubra formas de te ajudar a crescer o seu negócio! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies