O que é loja virtual e como funciona?

Crie sua loja virtual e comece a vender hoje

Criar loja grátis
Blog da Nuvemshop

Muito se fala sobre o universo das vendas online, mas você sabe o que é uma loja virtual? Se não tem certeza, não se preocupe. Em meio a tantos termos e canais de venda pela internet, é perfeitamente normal não saber diferenciar os conceitos.

Especialmente em um contexto de penetração do e-commerce entre as vendas do varejo, conhecer todos os detalhes sobre o comércio eletrônico é importante para quem quer empreender nessa área.

É por isso que, ao longo deste conteúdo, vamos nos aprofundar para entender o que é loja virtual, como ela funciona e o que é preciso para ter uma. Então, vamos começar?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é loja virtual?

Loja virtual é um site próprio criado exclusivamente para as vendas online. Nele, o vendedor expõe seus produtos e/ou serviços com fotos e descrições detalhadas. Além disso, o layout pode ser ajustado de acordo com a paleta de cores da marca.

Outro ponto importante que diferencia uma loja online dos outros tipos de site é que, nela, há integração com meios de pagamento e de envio. Desse modo, o cliente que compra por esse e-commerce pode pagar facilmente pela internet e, ao digitar seu CEP, já sabe qual será o custo do frete para receber a encomenda.

Existem muitos outros canais de venda pela internet, como os marketplaces e as redes sociais. No entanto, a loja virtual tem essa característica de ser um site que pertence totalmente ao lojista, de modo que ele mesmo pode alterar o que quiser, desde a identidade visual até as formas de pagamento aceitas, por exemplo.

💡Saiba mais: Qual a diferença entre loja virtual e loja online?

Como funciona uma loja virtual?

Uma loja virtual funciona como uma loja física, porém no ambiente virtual. Dessa forma, o cliente entra no site, escolhe seus produtos, coloca os itens no carrinho de compras, informa o endereço para entrega, paga e espera para receber a encomenda.

Do lado do lojista, a partir do momento em que o pagamento é confirmado, ele deve separar ou produzir os itens comprados, embalá-los e postar em uma agência dos Correios ou transportadora para o endereço informado pelo comprador.

Observe a imagem com o funcionamento completo:

Infográfico mostra como funciona uma loja virtual

Já quando falamos sobre a criação do site de vendas, o processo é o seguinte:

  1. A loja virtual é montada com a ajuda de um desenvolvedor ou com a tecnologia de uma plataforma de e-commerce;
  2. O layout é escolhido e os produtos, cadastrados, com fotos e descrições;
  3. Os meios de pagamento para o e-commerce são escolhidos e as formas de entrega são definidas.

💡 Saiba mais: Quais são os 10 principais tipos de e-commerce e qual escolher?

O que é preciso para criar uma loja virtual?

Agora que você sabe o que é loja virtual e quais são os prós e contras desse tipo de negócio, confira o que é necessário para ter sua loja online:

  • Um nome, uma marca e um domínio próprios;
  • Uma plataforma de e-commerce para construir seu site de vendas que ofereça recursos como meios de pagamento, soluções de frete, layouts profissionais, controle de vendas e integrações com aplicativos;
  • Capital inicial para investir no estoque, na plataforma e na identidade visual;
  • Funcionários para a separação e envio de pedidos e atendimento ao cliente, se achar necessário;
  • Fornecedores de produtos;
  • Um computador, notebook ou smartphone para gerenciar a loja virtual;
  • Espaço para armazenamento do estoque de produtos (se houver);
  • Um bom plano de internet.

💡 Saiba mais: O que é melhor, abrir uma loja física ou virtual?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como montar uma loja virtual do zero?

Agora que você já conhece a definição e os prós e contras da loja online, deve estar se perguntando como abrir uma loja virtual. Por isso, a seguir, você confere alguns dos passos principais para começar a empreender nesse ramo:

1. Escolha quais produtos vender

Em primeiro lugar, se você quer vender por meio de uma loja virtual, precisa definir o quê. Muita gente se deixa levar pela escolha do que promete render mais dinheiro, mas esse não é o único fator a ser levado em conta.

É importante escolher produtos com os quais você tenha alguma familiaridade e de que goste. Desse modo, fica muito mais fácil trabalhar com esse segmento no seu dia a dia para criar campanhas de marketing e lidar com fornecedores, por exemplo.

💡 Saiba mais: O que vender em uma loja online?

2. Estude seu público

Além de saber o que vender, é essencial saber para quem. Definir o público-alvo vai ser importante para praticamente tudo o que você for definir em sua estratégia, desde o layout da sua loja virtual até as redes sociais em que sua marca terá perfis.

Uma dica importante é dar um passo além e definir a persona. Esse é um personagem semifictício que representa seu consumidor ideal, com gostos, hábitos, medos e aspirações. No início, esse perfil será criado com base em suposições, mas, à medida que você for conquistando clientes, poderá validar essas hipóteses por meio de enquetes e entrevistas e atualizar a persona.

💡Saiba mais: Como promover a acessibilidade no e-commerce?

3. Crie um plano de negócios

O plano de negócios é um documento que vai te ajudar a estruturar o seu novo empreendimento. Nele, serão definidas informações super-relevantes para toda nova empresa, como:

  • Descrição geral da empresa;
  • Produtos e serviços;
  • Mercado consumidor;
  • Fornecedores;
  • Plano financeiro;
  • Plano de marketing;
  • E outras análises de mercado importantes para quem começa uma nova empresa.

Por mais que seja trabalhoso, fazer o plano de negócios vai te ajudar a pensar em aspectos da loja virtual que talvez você nem soubesse que existiam. Desse modo, você garante que toda a estratégia estará ajustada e aumenta as chances de sucesso da sua marca.

💡Saiba mais: O que é como fazer um plano de negócios?

4. Escolha um nome para sua loja virtual

Apesar de parecer um detalhe, o nome da loja virtual é muito importante. Afinal, é por meio dele que as pessoas vão conhecer sua marca.

Nesse contexto, é interessante escolher um nome original e que remeta ao seu nicho de atuação. Além disso, procure algo que seja simples e fácil de escrever, assim o nome fica guardado com mais facilidade na mente do público.

💡Saiba mais: Como escolher um nome de loja para começar?

👉 Ferramenta grátis: Gerador de nomes

5. Defina uma identidade visual

Assim como o nome, a identidade visual também vai auxiliar o público a criar uma identificação com a sua marca. Por isso, é importante se dedicar para definir:

  • A paleta de cores da marca;
  • O logotipo;
  • As fontes usadas;
  • A identidade das fotos tiradas para o site e para as redes sociais.

Além de criar laços com os consumidores, uma identidade visual bem pensada é capaz de transmitir profissionalismo à sua audiência, diminuindo, assim, a desconfiança de quem compra online.

👉 Ferramenta grátis: Criador de logo

6. Encontre fornecedores

A não ser que você mesmo vá produzir os artigos que colocará à venda, precisará de fornecedores confiáveis.

Essa etapa até encontrar os melhores parceiros exige muita pesquisa online e, se possível, em lojas de fábrica, distribuidoras e polos de produção dos itens que você vai vender (como é o bairro do Brás, em São Paulo, para as lojas de roupas, por exemplo).

Depois de escolhidas as primeiras opções de fornecedores de roupas e acessórios, converse para entender as condições de negociação, bem como prazos de entrega. Por fim, faça uma compra teste do lote mínimo para testar a qualidade dos produtos antes de encomendar grandes quantidades para seu estoque.

7. Escolha uma plataforma de e-commerce

Caso não opte por um desenvolvedor de sites, você deve escolher uma plataforma de e-commerce para montar sua loja virtual. Esse tipo de solução permite que o empreendedor crie uma loja online mesmo que não tenha conhecimentos técnicos.

Desse modo, o lojista pode montar um site profissional com facilidade e não precisa se preocupar com atualizações no código ou com a hospedagem do site.

Além disso, as plataformas de e-commerce permitem integrações facilitadas com meios de pagamento, para que você possa receber por suas vendas, e de envio, para calcular o frete e facilitar o processo de postagem das encomendas.

Isso significa que, em poucos cliques, você será capaz de cobrar por suas vendas na loja virtual e informar o custo do frete aos clientes instantaneamente. Simples, não é mesmo?

Caso queira ver na prática como funciona uma plataforma desse tipo, você pode testar a Nuvemshop por 30 dias grátis. Veja no vídeo como o processo é simples:

 

8. Capriche no SEO

As técnicas de SEO (Search Engine Optimization) são aquelas que otimizam um site para que ele apareça entre os principais resultados dos buscadores (como o Google) quando alguém pesquisar por um produto que sua loja oferece.

Apesar de mostrar os primeiros efeitos a médio prazo, esse tipo de trabalho é importante para que as visitas da sua loja virtual não dependam apenas de anúncios pagos. Eles também são muito efetivos, mas, por meio do SEO, é possível construir uma audiência sólida com investimentos bem menores.

💡Saiba mais: SEO para e-commerce: guia completo para otimizar sua loja virtual

9. Divulgue seu site

A divulgação da loja virtual também é muito importante para conquistar clientes. Ela pode ser feita por meio de estratégias de marketing nas redes sociais e de anúncios por esses canais e pelo Google Ads.

Inicialmente, os anúncios podem ajudar a tornar seu novo e-commerce mais conhecido e a gerar suas primeiras vendas. Então, pense em reservar uma parte do seu investimento para começar essa estratégia.

💡Saiba mais: 9 maneiras para divulgar minha loja virtual

10. Ofereça um excelente atendimento ao cliente

Por fim, mas não menos importante, o atendimento ao cliente deve ser uma prioridade de qualquer um que venda pela internet. Como o cliente não pode ver e tocar os produtos, é normal que dúvidas e inseguranças surjam durante o processo de compra.

Nesse contexto, responder rapidamente aos chamados e buscar sempre solucionar os problemas com educação pode fazer toda a diferença na hora de conquistar o consumidor.

Também é uma boa prática informar quais são os seus canais de atendimento, os horários e prazos de resposta em seu site. Desse modo, o público sabe o que esperar ao entrar em contato com seu suporte.

📘 Confira o e-book: Atendimento ao cliente: guia para lojas virtuais

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Vantagens da loja virtual

Que vender pela internet é vantajoso, isso já ficou claro. Afinal, há anos, o e-commerce vem aumentando seu faturamento. No entanto, a seguir, vamos conhecer os principais benefícios de criar uma loja virtual:

Alcance

Atualmente, conforme um estudo do IDC encomendado pela Infobip, 88% dos brasileiros compram online. Aliás, mais da metade prefere comprar pela internet, segundo dados da Opinion Box.

Além disso, ao vender por uma loja online, é possível vencer barreiras geográficas e comercializar produtos não apenas para a sua região, mas para todo o Brasil e, por que não, o mundo.

Custo

Quando comparamos o custo de abrir uma loja física, a versão virtual acaba saindo bem mais em conta. Com um estabelecimento em algum ponto comercial, seria necessário pagar aluguel, todas as contas da loja e, pelo menos, uma pessoa como funcionária.

Já com uma loja virtual, é possível começar com um negócio em casa. Desse modo, o investimento necessário seria na plataforma de e-commerce (cerca de R$ 50 mensais), na formalização do negócio e no estoque inicial — sendo que estes dois últimos também existiriam em uma loja física.

💡Saiba mais: Quanto custa abrir uma loja virtual?

Vendas 24 horas por dia

Quando as vendas acontecem pela internet, não é necessário ficar com uma loja aberta e um vendedor trabalhando o tempo todo. Desse modo, as pessoas podem acessar a loja virtual e comprar a qualquer hora do dia (ou da noite), todos os dias da semana.

Acompanhamento de indicadores

Outra vantagem de ter uma loja virtual é a possibilidade de acompanhar dados demográficos e de navegação dos clientes. Por meio de ferramentas como o Google Analytics, é possível observar essas métricas, criar relatórios e pensar em estratégias certeiras para conquistar mais clientes.

Controle sobre o negócio

Muitas das vantagens que citamos até aqui podem ser aplicadas tanto a lojas online quanto a outros canais virtuais. No entanto, ao ter a sua própria loja virtual, você tem controle total sobre o negócio.

Isso significa que você não vai depender das diretrizes de outras empresas, como marketplaces ou redes sociais, para que seu negócio sobreviva. Quer um exemplo prático?

Imagine uma pessoa que só vende pelo Instagram e mais nenhum outro canal. Um dia, ela acorda e percebe que a conta dela foi bloqueada por causa da quebra de algumas diretrizes sem nenhum tipo de advertência. Como ficaria o negócio desse empreendedor?

Desvantagens da loja virtual

Como, para começar a empreender, é necessário estar preparado para tudo o que está por vir, separamos também algumas das desvantagens da loja virtual. Confira:

Tempo para construir a audiência

Ao contrário de grandes marketplaces, como o Mercado Livre, que recebem milhões de visitas mensalmente, quando você cria um site do zero, precisa de tempo para construir sua audiência.

Isso pode ser feito por meio de anúncios no Google e nas redes sociais, por exemplo. Esse tipo de divulgação costuma trazer resultados mais rápidos, mas exige investimento.

Outra opção, que pode e deve ser combinada com os anúncios, é investir em SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para os mecanismos de busca). A ideia por trás dessas técnicas é fazer com que as páginas de um site fiquem bem classificadas entre os resultados do Google, de modo a aumentar o tráfego orgânico.

O investimento em SEO leva mais tempo — cerca de alguns meses até mostrar os primeiros resultados —, mas não custa nada além de trabalho e dedicação.

Insegurança de alguns clientes

Apesar da popularização do e-commerce, alguns clientes ainda se sentem inseguros na hora de comprar pela internet, especialmente por sites menos conhecidos.

No entanto, algumas medidas podem ser tomadas para conquistar a confiança do consumidor:

  • Caprichar nas descrições e fotos de apresentação dos produtos;
  • Criar uma página “Sobre nós” para apresentar a empresa e um FAQ para responder às dúvidas frequentes;
  • Deixar claro quais são os canais de atendimento ao cliente.

Frete

Por fim, o frete costuma ser uma das principais causas de abandono de carrinho nas lojas virtuais. Seja pelo custo ou pelos prazos, muitas pessoas se sentem desconfortáveis com esse fator.

Para contornar esse problema, é possível usar soluções como gateways de frete, que fazem cotações simultâneas em diversos serviços de entrega para encontrar a melhor opção. Além disso, outra possibilidade é disponibilizar um ponto de retirada para os clientes que prefiram buscar suas compras.

Tire suas dúvidas sobre loja online

Apesar de já termos conhecido bastante sobre o universo da loja virtual, algumas dúvidas são bastante comuns quando começamos a pesquisar sobre o assunto. Então, a seguir, você confere as principais respostas:

Preciso saber programar para criar uma loja virtual?

Não é necessário saber programar para criar uma loja virtual. Hoje em dia, existem diversas soluções de plataformas de e-commerce que permitem a criação do site de vendas mesmo que o lojista não tenha nenhuma experiência.

E isso não significa que a loja tenha que ser engessada ou com uma cara padrão. Na plataforma da Nuvemshop, por exemplo, é possível ter acesso a mais de 50 temas personalizáveis, que podem ser alterados com poucos cliques.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Qual é a melhor plataforma de e-commerce?

Modéstia à parte, acreditamos que a Nuvemshop é a melhor plataforma de e-commerce.

Atualmente, existem diversas opções no mercado, com diferentes propostas. Tudo vai depender dos objetivos do seu negócio. No entanto, para escolher, é preciso levar em consideração fatores como:

  • Facilidade de uso para criação e manutenção da loja;
  • Estabilidade da plataforma (para que o site não fique fora do ar);
  • Canais de suporte oferecidos ao lojista;
  • Escalabilidade.

Caso queira se aprofundar no universo das plataformas de e-commerce, leia nosso guia completo sobre o assunto:

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

É preciso ter CNPJ para vender pela internet?

Não é necessário ter um CNPJ para começar a vender pela internet. Entretanto, esse é um passo recomendado para a formalização do negócio, o que vai ajudar a ganhar credibilidade à medida que a empresa for crescendo.

O único caso em que a emissão de notas fiscais e, consequentemente, ter um CNPJ é obrigatório é para negócios que já começam vendendo para outras empresas.

💡Saiba mais: Como abrir uma empresa de e-commerce?

Entendeu o que é loja virtual e como abrir a sua?

Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado a entender, de uma vez por todas, o que é loja virtual e como ela funciona. Se você pensa em vender pela internet, essa é uma ótima maneira, seja por meio da comercialização de itens de estoque próprio ou via dropshipping — quando o fornecedor envia os produtos diretamente ao cliente final.

E, se você quer aumentar as suas vendas, o que acha de criar uma loja virtual grátis na Nuvemshop? Comece a ganhar dinheiro online de forma prática e segura! 💙

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes sobre o que é loja virtual

Loja virtual é um site criado com o intuito de vender produtos e/ou serviços pela internet. Nele, os itens são expostos com fotos e descrições e há integrações com meios de pagamento e de envio dos produtos.

A loja online também é chamada de loja virtual, e-commerce, site de vendas, negócio online, entre outros sinônimos.

De modo resumido, depois que o empreendedor cria a loja virtual: o cliente acessa o site, escolhe os produtos e os coloca no carrinho, vai para a página de checkout e efetua o pagamento, o lojista separa o produto e embala, o lojista posta a encomenda nos Correios ou na transportadora, o cliente recebe o pedido.

Escolha os produtos para vender, estude seu público, crie um plano de negócios, escolha um nome para sua loja virtual, defina uma identidade visual, encontre fornecedores, escolha uma plataforma de e-commerce, capriche no SEO, divulgue seu site e ofereça um excelente atendimento ao cliente.

Faça como milhares de negócios e crie a sua loja

Criar loja grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies