Como ser uma mãe empreendedora de sucesso?

Mulher em frente ao computador e ao lado de uma criança, representando o que é ser mãe empreendedora.

Pontos principais do artigo:

  • Ser mãe empreendedora é equilibrar a jornada desafiadora da maternidade com a busca pela realização profissional por meio da gestão de um negócio próprio, que permita flexibilidade na rotina;
  • Os principais desafios da mãe empreendedora incluem conciliar família e empresa, encontrar o apoio adequado e superar os estereótipos de gênero no mundo corporativo;
  • Para ter sucesso no empreendedorismo materno é preciso estabelecer uma rotina equilibrada, buscar apoio de outras mães empreendedoras, destacar a maternidade como parte de sua marca e manter a flexibilidade, a criatividade e a determinação na gestão do negócio.

Para muitas mulheres, a chegada de um filho representa também a oportunidade de se aventurar em outra jornada igualmente incrível e desafiadora: o empreendedorismo materno.

Entre os diversos motivos que levam as mães a começarem um negócio, o principal deles é a vontade de passar mais tempo com a família. Assim, elas conseguem acompanhar de perto o crescimento saudável dos filhos e da empresa.

Neste artigo, vamos explorar o mundo das mães empreendedoras, que, mesmo diante dos desafios únicos que a maternidade impõe, decidem criar e conduzir seus próprios negócios. Veja como equilibrar com maestria a criação dos filhos e a gestão de seus empreendimentos!

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é ser uma mãe empreendedora?

Ser uma mãe empreendedora é abraçar a jornada desafiadora de equilibrar a maternidade com a busca por realização profissional. É uma escolha que surge da necessidade de conciliar as responsabilidades familiares com a busca por independência financeira e a realização de sonhos individuais.

Mães empreendedoras são mulheres corajosas que, muitas vezes, encontram no empreendedorismo a resposta para desafios como a falta de flexibilidade no mercado de trabalho tradicional e o preconceito relacionado à maternidade.

Essas mulheres buscam uma jornada de trabalho mais maleável e a liberdade de criar seu próprio caminho profissional, permitindo-lhes estar mais presentes na vida de seus filhos enquanto trabalham.

Portanto, podemos dizer que o empreendedorismo materno é uma oportunidade de se tornar a capitã de seu próprio navio, tomando decisões que afetam não apenas o crescimento de seus negócios, mas também a qualidade de vida de sua família.

No entanto, ser uma mãe empreendedora não é isento de desafios. É uma jornada que requer determinação, apoio, organização e criatividade para superar obstáculos e conquistar o sucesso nos negócios, enquanto mantém o amor e a dedicação à maternidade.

💡 Saiba mais: O que é empreendedorismo feminino e como começar um negócio?

Quais são os desafios enfrentados pelas mães no mercado de trabalho?

Escolher o caminho do empreendedorismo acaba se tornando uma solução frente aos diversos problemas que as mães enfrentam no mercado de trabalho tradicional. No entanto, engana-se quem pensa que montar um negócio do zero as isenta desses e de outros desafios.

Essas mulheres precisam equilibrar as demandas da maternidade com o compromisso de administrar e desenvolver seus próprios negócios — um acúmulo de funções que por vezes pode desmotivar, mas, com uma boa gestão, pode trazer bons frutos.

Aqui estão alguns dos principais desafios que as mães enfrentam no mercado de trabalho:

Falta de flexibilidade

A falta de flexibilidade nos horários de trabalho é um dos principais desafios para as mães que buscam equilibrar suas responsabilidades familiares e profissionais.

Muitos empregos tradicionais têm horários fixos que não permitem ajustes para acomodar as necessidades da família. Isso pode ser especialmente problemático quando se trata de levar e buscar os filhos na escola, comparecer a consultas médicas ou lidar com emergências, como viroses e resfriados.

A inflexibilidade pode forçar as mães a fazer escolhas difíceis entre suas carreiras e o bem-estar de suas famílias, afastando-as de uma vida profissional bem-sucedida.

Preconceito e discriminação

Infelizmente, muitas mães enfrentam preconceito e discriminação no local de trabalho devido às suas responsabilidades familiares.

Elas podem ser vistas como menos comprometidas ou improdutivas, mesmo que isso não seja verdade — muitas vezes, novas habilidades surgem e se aprimoram depois que a mulher se torna mãe. Esse estigma pode afetar negativamente as oportunidades de promoção e o tratamento que elas recebem no ambiente de trabalho, seja das lideranças ou dos próprios colegas.

A discriminação de gênero também é uma questão importante, com mulheres frequentemente ganhando menos e enfrentando barreiras em suas carreiras devido à maternidade.

💡 Saiba mais: Guia sobre empreendedorismo LGBTQIAPN+

Custos relativos a creche ou babá

Para as mães que trabalham fora, além da preocupação sobre por quem os filhos serão cuidados, uma das principais questões é o alto custo dos serviços de creche ou babá. Essas despesas podem ser significativas e representar uma grande parte do salário, reduzindo assim o rendimento líquido das mães.

Em muitos casos, os custos de creche superam os benefícios financeiros de trabalhar fora, levando algumas mães a considerar alternativas como o empreendedorismo para evitar esses custos.

Acúmulo de tarefas

O estresse e o cansaço são desafios comuns enfrentados por mães que trabalham fora e também cuidam da casa e dos filhos. A jornada tripla de trabalho pode ser extremamente desgastante, levando ao esgotamento físico e emocional.

Manter um equilíbrio entre carreira, casa e vida familiar pode ser um desafio constante, e o estresse resultante pode afetar negativamente a saúde mental e física das mães.

Falta de tempo para a família

Muitas mães que trabalham fora sentem que perdem momentos importantes na vida de seus filhos devido às longas horas de trabalho e ao tempo gasto no deslocamento.

A falta de tempo de qualidade com a família pode ser angustiante, uma vez que as mães desejam estar presentes e envolvidas na vida de seus filhos. Ao mesmo tempo, elas também têm anseios profissionais e querem trilhar uma carreira.

Essa falta de equilíbrio entre trabalho e família pode levar a sentimentos de culpa e frustração.

Estagnação da carreira

Após a licença-maternidade, algumas mulheres enfrentam dificuldades em retomar e avançar em suas carreiras devido à interrupção para cuidar dos filhos. É comum, inclusive, que muitas empresas demitam as mulheres após alguns meses de trabalho. Segundo um estudo, cerca de 56% delas são atingidas pelo desligamento ao retornar da licença.

Além disso, as oportunidades de promoção podem ser limitadas, e a falta de progresso na carreira pode ser frustrante para as mães que desejam alcançar objetivos profissionais mais altos.

Essa limitação no crescimento profissional pode ser uma das razões pelas quais muitas mães consideram o empreendedorismo como uma alternativa viável.

Dependência dos patrões

Quando você trabalha para outra pessoa, está sujeita a decisões e políticas de sua empresa. Isso pode ser limitante em termos de autonomia e controle sobre sua carreira.

Muitas mães optam pelo empreendedorismo porque valorizam a capacidade de tomar suas próprias decisões e de criar um ambiente de trabalho que atenda às suas necessidades pessoais e profissionais.

Embora o empreendedorismo também apresente seus próprios desafios, como incerteza financeira e demandas oscilantes, muitas mães encontram nele uma alternativa valiosa para conciliar suas responsabilidades familiares com suas aspirações profissionais. Isso porque ele oferece um senso de autonomia, flexibilidade e realização que pode ser difícil de alcançar no mercado de trabalho tradicional.

Quais as vantagens do empreendedorismo materno?

O empreendedorismo materno oferece um caminho para o empoderamento financeiro, a igualdade de gênero e o crescimento econômico. Ele capacita as mulheres a terem mais controle sobre suas vidas, contribui para a diversidade e inovação nos negócios e fortalece as economias locais e globais.

Ao reconhecer e apoiar mães empreendedoras, sociedades e governos podem colher os benefícios dessa prática. Confira, abaixo, quais são eles:

Empoderamento econômico

Uma das maiores vantagens do empreendedorismo materno é o empoderamento econômico das mulheres.

Ele oferece a elas a oportunidade de ter uma renda independente, aumentando a autonomia financeira das mulheres mães e reduzindo sua dependência econômica de terceiros, como cônjuges ou familiares.

Isso não apenas melhora a qualidade de vida das empreendedoras e de seus filhos, mas também contribui para a diminuição da desigualdade de gênero.

💡 Saiba mais: Como ter uma renda extra?

Flexibilidade e conciliação

O empreendedorismo permite que as mulheres tenham mais controle sobre seu tempo e horários de trabalho. Isso é particularmente valioso para mães que desejam conciliar suas responsabilidades familiares com suas carreiras.

A flexibilidade do empreendedorismo possibilita que as mulheres ajustem seus horários de trabalho de acordo com suas necessidades pessoais, tornando mais fácil atender às demandas familiares.

💡 Saiba mais: Como criar um site?

Diversificação da renda

O empreendedorismo oferece a oportunidade de criar múltiplas fontes de renda. Muitas mulheres empreendedoras têm negócios paralelos ou várias fontes de renda, o que pode ser uma estratégia eficaz para a gestão financeira da família.

Isso não apenas proporciona maior segurança econômica, mas também pode se tornar uma fonte de lucro.

Maior representatividade

O empreendedorismo materno contribui para uma maior representação das mulheres nos negócios e nos cargos de liderança. Isso é fundamental para desafiar estereótipos de gênero e promover a igualdade de oportunidades.

À medida que mais mães empreendedoras assumem papéis de liderança em seus próprios negócios, elas se tornam modelos e mentoras para outras mulheres, encorajando-as a investir em seus próprios empreendimentos.

Inovação e criatividade

A diversidade de perspectivas é um catalisador para a inovação. O empreendedorismo materno traz novas ideias, vieses, abordagens e soluções para o mercado.

As experiências únicas das mães, suas habilidades e seus insights contribuem para a diversidade de pensamento, promovendo a criatividade e impulsionando o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores.

💡 Saiba mais: Como ser um empreendedor de sucesso?

Fortalecimento da economia

As mães empreendedoras desempenham um papel fundamental no crescimento econômico. Essas mulheres criam empregos, impulsionam o comércio e contribuem para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de uma nação.

Para você ter uma ideia, segundo uma pesquisa, o empreendedorismo feminino representa 45% dos negócios brasileiros em 2023. Esse impacto positivo na economia é amplamente reconhecido por governos e instituições financeiras.

💡 Saiba mais: Como empreender em tempos de crise e ter sucesso?

Resiliência e empoderamento pessoal

O empreendedorismo exige resiliência e habilidades de resolução de problemas. À medida que as mulheres enfrentam e superam os desafios da maternidade e do empreendedorismo, elas desenvolvem maior autoconfiança e autonomia.

Isso não apenas beneficia suas carreiras, mas também suas vidas pessoais, capacitando-as a superar obstáculos e alcançar seus objetivos.

Quais as melhores ideias de negócio para mães empreendedoras?

Para as mães empreendedoras, encontrar ideias de negócio criativas e flexíveis é fundamental para equilibrar a maternidade e a carreira.

Caso você tenha medo de empreender ou ainda não tenha encontrado uma boa oportunidade para mergulhar de cabeça, elaboramos uma lista que pode te ajudar. Veja algumas dicas e ideias de empreendedorismo materno:

1. Abrir um e-commerce

Abrir um e-commerce é uma escolha inteligente para mães empreendedoras, pois oferece a flexibilidade tão necessária para equilibrar a maternidade com a carreira.

A capacidade de definir seus próprios horários de trabalho no empreendedorismo digital, permite que elas estejam presentes nos momentos cruciais da vida de seus filhos, enquanto ainda gerenciam um negócio lucrativo.

Outra vantagem é a variedade de produtos e nichos disponíveis para explorar. As mães empreendedoras podem escolher um setor que lhes interesse pessoalmente, o que não apenas torna o trabalho mais gratificante, mas também aumenta a probabilidade de sucesso, já que elas estarão mais envolvidas e motivadas.

Com um baixo custo inicial e a capacidade de escalar conforme necessário, um e-commerce oferece oportunidades significativas de crescimento e permite que as mães empreendedoras alcancem um público global, expandindo seus horizontes e aumentando seu potencial de lucro.

Para ter uma ideia de loja gerenciada por uma mãe empreendedora, pode conhecer o exemplo da Printme.

🚀 Conheça o case de sucesso: Printme: loja de decoração infantil inova com multi CD

Se você gostou dessa ideia, conheça a plataforma de e-commerce da Nuvemshop e crie sua loja virtual grátis:

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

2. Criar uma loja de produtos infantis

É natural que a maternidade desperte o interesse das mães por itens voltados para o público infantil. Afinal, quem melhor do que elas para entender quais são os produtos indispensáveis no dia a dia dos filhos, não é mesmo?

Partindo dessa ideia, montar uma loja de roupas infantil é uma excelente oportunidade de empreendimento materno. Isso permite que as mães escolham produtos de acordo com seu próprio conhecimento e usem sua experiência para atrair clientes — ou seja, outras mães.

É possível apostar em roupas de bebê, brinquedos, fraldas descartáveis e itens afins, entre outros produtos que fazem parte do universo infantil.

Para ter um exemplo de como essa ideia funciona, veja o caso de uma loja Nuvemshop que comercializa roupas infantis no atacado e varejo:

🚀 Conheça o case de sucesso: Grupo Paraíso dobrou as vendas de roupas infantis em seis meses

3. Dar consultoria de maternidade

Dar consultoria de maternidade é uma excelente ideia de negócio para mães empreendedoras. Isso porque elas podem aproveitar que têm uma compreensão única das necessidades e preocupações das outras mães, o que as torna especialistas confiáveis.

Oferecer consultoria de maternidade permite que essas empreendedoras compartilhem seus insights, fornecendo orientação personalizada e prática para outras mães que buscam apoio durante essa fase crucial da vida.

Além disso, a consultoria pode ser flexível em termos de horários, permitindo que as gestoras conciliem suas responsabilidades familiares com o trabalho de forma eficaz.

Alguns exemplos de serviços são:

  • Consultoria de amamentação;
  • Cuidados com recém-nascidos;
  • Planejamento da rotina familiar;
  • Aconselhamento sobre educação dos filhos;
  • Entre outros.

Para começar a atuar nessas áreas é necessário investir em estudos e especializações, já que são áreas que, em certos casos, exigem alguma formação específica.

4. Vender roupas e acessórios para mães

Muitas mulheres desejam se sentir confortáveis, elegantes e confiantes enquanto estão grávidas e depois, quando cuidam de suas famílias, e oferecer uma variedade de roupas e acessórios que atendam a essas necessidades pode ser altamente lucrativo.

Aqui, novamente, as empreendedoras podem aproveitar sua compreensão sobre as necessidades de outras mães para selecionar as mercadorias mais atrativas ao público-alvo. Confira um exemplo da loja Se Cuida Mamãe:

Captura de tela da loja Se Cuida Mãe, representando empreendedorismo materno.

Essa oportunidade de negócio permite flexibilidade em termos de operações, por meio da venda online, o que é especialmente vantajoso para aquelas que desejam trabalhar de casa e equilibrar suas responsabilidades familiares.

💡 Saiba mais: Como montar uma loja virtual de roupas?

5. Vender cursos online

Muitas mães têm habilidades e conhecimentos valiosos em uma variedade de áreas, desde culinária e educação infantil até finanças e desenvolvimento pessoal. Ao criar e vender cursos online, elas podem compartilhar sua experiência e paixão com um público maior, gerando uma fonte de renda significativa.

Além disso, a natureza digital desses cursos permite que as mães empreendedoras definam seus próprios horários e trabalhem em casa, eliminando a necessidade de deslocamento e oferecendo mais tempo para se dedicar à família.

Com as plataformas de ensino online disponíveis, começar nesse ramo é mais acessível do que nunca, tornando-se uma opção atraente para mães que desejam prosperar profissionalmente enquanto cuidam de seus filhos.

💡 Saiba mais: Como ganhar dinheiro na internet?

6. Trabalhar com artesanato e produtos personalizados

Fazer artesanato para vender é uma excelente ideia de negócio para mães empreendedoras, pois combina criatividade, paixão e flexibilidade. Muitas mulheres têm habilidades artísticas e talento para criar itens únicos, como joias, roupas, artes e produtos personalizados.

Essa área permite que elas transformem sua criatividade em uma fonte de renda, ao mesmo tempo em que têm controle sobre seu tempo e agenda. Para lucrar nesse ramo, é preciso calcular o preço do artesanato corretamente, criar embalagens atrativas e divulgar o negócio nas redes sociais.

💡 Saiba mais: O que fazer de artesanato para vender?

7. Vender alimentos saudáveis

De uns tempos para cá, cada vez mais pessoas estão preocupadas em oferecer opções de alimentos saudáveis para suas famílias, o que cria uma demanda crescente por itens naturais, orgânicos e nutritivos.

Além disso, a flexibilidade desse tipo de negócio permite que as mães empreendedoras preparem e vendam esses alimentos a partir de suas próprias cozinhas, minimizando custos operacionais e oferecendo uma variedade de produtos, como lanches, refeições prontas, sucos naturais e muito mais.

Com a crescente conscientização sobre a importância da alimentação saudável, vender comida pela internet é uma oportunidade promissora para mães empreendedoras contribuírem para o bem-estar de outras famílias, ao mesmo tempo em que geram renda.

8. Atuar com saúde e bem-estar

O nicho de saúde e bem-estar abrange uma ampla gama de produtos, desde suplementos nutricionais, produtos de cuidados com a pele até equipamentos de ginástica e exercícios físicos de modo geral.

Muitas mães têm uma compreensão profunda das necessidades de suas famílias, tornando-as aptas a selecionar e vender produtos que promovam o bem-estar geral, delas e dos filhos.

Oferecer programas de treinamento online focados em mães que desejam se manter saudáveis e ativas também pode ser uma ótima ideia caso você seja profissional da área. Isso permite que as mulheres treinem em casa, economizando tempo e dinheiro.

💡 Saiba mais: Como importar suplementos?

9. Comercializar produtos naturais

Criar sua própria linha de produtos ecológicos e comercializá-los como uma alternativa saudável aos produtos convencionais é uma ótima opção de empreendimento materno.

Essa saída oferece a oportunidade de promover um estilo de vida saudável e sustentável, alinhando-se muitas vezes com os valores e preocupações das mães em relação à saúde de suas famílias.

Muitas mães estão em busca de alternativas mais saudáveis e ecologicamente conscientes para suas vidas, o que cria uma demanda crescente por produtos naturais, orgânicos e sustentáveis.

Isso inclui não apenas alimentos orgânicos, mas também produtos de limpeza ecológicos e itens de cuidados pessoais livres de ingredientes químicos nocivos — como sabonetes artesanais, shampoos em barra, cremes hidratantes etc.

💡 Saiba mais: Como montar uma loja de cosméticos?

10. Investir em fotografia

Se a mãe tem habilidades fotográficas, pode se especializar em sessões de fotos de famílias, maternidade, ensaios de bebês e outros serviços relacionados. Fotografar momentos especiais pode ser uma maneira gratificante de ganhar a vida.

Primeiramente, a fotografia oferece flexibilidade de horário, permitindo que as empreendedoras organizem seu trabalho de acordo com suas responsabilidades familiares.

Além disso, esse campo está em constante crescimento, com oportunidades de atuação em diversos nichos, como eventos, retratos, produtos e até mesmo fotografia digital para mídias sociais.

Portanto, para mães empreendedoras que desejam unir sua paixão pela fotografia com a flexibilidade de administrar seu próprio negócio, investir nessa área pode ser uma escolha altamente satisfatória.

💡 Saiba mais: Guia completo para vender fotos pela internet

11. Oferecer serviços de organização de eventos

Planejar e organizar festas de aniversário e comemorações infantis pode ser uma escolha ideal para mães criativas que desejam trabalhar com eventos e decoração. Sua vivência promovendo festas para seus próprios filhos é uma ferramenta poderosa para encontrar lacunas no mercado que precisam ser preenchidas ou aprimoradas.

As mães empreendedoras podem começar aos poucos, em eventos locais, e expandindo gradualmente seus serviços à medida que ganham experiência e reputação, abusando de suas habilidades criativas para inovar e oferecer serviços únicos e diferenciados.

No entanto, o empreendedorismo feminino não está relacionado apenas a eventos infantis. Festas de fim de ano, bodas, reuniões corporativas e demais comemorações podem fazer parte do seu portfólio de serviços.

12. Ser organizadora pessoal

Ser personal organizer (ou organizadora pessoal, em português) é uma excelente ideia de negócio para mães empreendedoras, pois capitaliza as habilidades inatas de gestão do tempo e organização que muitas mães desenvolvem ao equilibrar as demandas familiares e profissionais.

Oferecer serviços de organização pessoal envolve ajudar os clientes a criar sistemas eficazes para gerenciar suas vidas e espaços, o que pode ser especialmente valioso para pessoas ocupadas, como outras mães.

Além disso, esse tipo de negócio pode ser adaptado para funcionar de forma flexível, permitindo que as mães trabalhem em horários convenientes para elas e até mesmo ofereçam serviços de consultoria online.

Com a crescente ênfase na busca por uma vida mais organizada e eficiente, as mães empreendedoras podem aproveitar essa demanda crescente enquanto aplicam suas habilidades de organização para ajudar os outros e alcançar sucesso profissional e pessoal.

13. Revender produtos

Revender produtos é uma ótima ideia de negócio para mães empreendedoras, pois oferece flexibilidade, baixo investimento inicial e a capacidade de trabalhar no conforto da sua casa.

Muitas empresas oferecem programas de revenda que permitem que as mães escolham produtos que se alinhem com seus interesses e público-alvo, tornando mais fácil para elas se identificarem com o que estão vendendo.

Além disso, revender produtos pode ser uma maneira eficaz de gerar renda adicional enquanto cuidam de suas famílias. Com a crescente popularidade das vendas online e das redes sociais, as mães empreendedoras podem alcançar um público amplo e diversificado, o que torna essa opção de negócio ainda mais atraente.

É possível revender produtos importados, roupas, cosméticos, eletrônicos e muito mais.

💡 Saiba mais: Quais são os melhores produtos para revender?

14. Trabalhar com confeitaria

Atuar com culinária e confeitaria é uma boa ideia de negócio para mães empreendedoras, já que permite que elas combinem sua paixão pela cozinha com a oportunidade de gerar renda.

A flexibilidade desse tipo de empreendimento é um grande trunfo, pois as mães podem ajustar seus horários de acordo com as demandas familiares e os pedidos dos clientes. Além disso, a confeitaria oferece uma variedade de opções, como a venda de:

Com a crescente tendência de pessoas procurando alimentos caseiros e personalizados, as mães empreendedoras têm a chance de conquistar um mercado fiel e crescente.

15. Abrir um brechó online

Comprar e vender roupas usadas, além de brinquedos e acessórios em boas condições, é uma opção sustentável e econômica para as mães empreendedoras.

Um brechó online oferece a oportunidade de dar novos donos para roupas e acessórios usados, promovendo a sustentabilidade e a conscientização ambiental, o que pode ser uma causa nobre para se associar.

Com a crescente discussão sobre moda sustentável, muitas pessoas estão buscando opções econômicas e ecológicas para se vestir bem, tornando o mercado de brechós online promissor.

As mães podem começar escolhendo peças do próprio guarda-roupa — delas e dos filhos, à medida que eles crescem — e anunciando-as em algum site para vender produtos usados. Gradualmente, é possível expandir seu estoque, vendendo também móveis, itens de cama e banho, carrinhos de bebê, cadeiras para carro e muito mais.

💡 Saiba mais: Venda de produtos usados: vale a pena investir?

E se você precisa de uma ajuda para começar a colocar alguma dessas ideias em prática, crie sua loja virtual grátis na Nuvemshop e comece a vender agora mesmo!

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como ser uma mãe empreendedora?

Tornar-se uma mãe empreendedora requer planejamento, determinação e paixão pelo que você faz. Lembre-se de que essa jornada requer paciência e compromisso — seu e das pessoas que estão à sua volta, te ajudando a percorrer esse caminho.

Com planejamento adequado e comprometimento, você pode se tornar uma mãe empreendedora de sucesso e aproveitar os benefícios do equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

Aqui estão alguns passos para se tornar uma mãe empreendedora de sucesso:

Faça uma autoavaliação

Primeiro, avalie suas habilidades, seus interesses e suas paixões. Pergunte a si mesma quais são suas competências e no que você é realmente boa. Considere seus interesses pessoais, pois é mais provável que você tenha sucesso em um negócio que ame.

Identifique sua ideia de negócio

Com base na sua autoavaliação, identifique uma ideia de negócio que se alinhe com suas habilidades e interesses. Considere o mercado e a demanda pelo produto ou serviço que você planeja oferecer. Pense em como sua ideia pode resolver um problema ou atender a uma necessidade no mercado.

💡 Saiba mais: Ideias de negócios inovadores

Analise o mercado

Realize uma análise de mercado para entender melhor seu público-alvo, a concorrência e as tendências do setor que você escolheu. Isso ajudará a refinar sua ideia de negócio e a criar uma estratégia eficaz para atender às necessidades dos futuros clientes.

Crie um plano de negócios

Desenvolva um plano de negócios detalhado que inclua visão, missão e valores da empresa. Além disso, descreva os objetivos, as estratégias de marketing, crie uma análise financeira e elabore um plano de operações.

Ter um plano de negócios sólido servirá como guia para o crescimento saudável da sua empresa.

📘 Confira o e-book: Modelo de plano de negócios

Busque financiamento

Determine como você financiará seu empreendimento. Isso pode incluir economias pessoais, empréstimos, investidores ou programas de apoio ao empreendedorismo. Esteja preparada para orçamentar e gerenciar suas finanças de forma eficaz.

💡 Saiba mais: Como conseguir um empréstimo para abrir uma empresa?

Legalize e registre a empresa

Registre legalmente sua empresa de acordo com as leis da sua região. Isso pode incluir abrir um CNPJ, obter licenças para o funcionamento do negócio, registrar a marca e escolher o regime tributário mais adequado. Em caso de dúvidas, consulte um advogado ou contador para fornecer maiores orientações.

💡 Saiba mais: Como criar um MEI para e-commerce?

Defina metas

Estabeleça metas claras para o seu negócio, tanto de curto prazo quanto de médio e longo prazo. Isso ajudará a manter o foco e a medir o progresso à medida que sua empresa cresce.

Construa uma rede de apoio

Procure grupos locais ou online de mães empreendedoras e crie uma rede de apoio com pessoas nas quais você confia. Você verá que compartilhar experiências e conselhos com outras empreendedoras tem um valor inestimável, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional.

Além disso, comunique-se com sua família e compartilhe suas metas e desafios. Ter o apoio do grupo é fundamental para equilibrar as demandas do empreendedorismo e da maternidade.

Muitas vezes, as mães empreendedoras precisam contar com uma rede de apoio paga, pois, infelizmente, nem todas têm familiares ou amigos disponíveis para ajudar.

No entanto, o empreendedorismo oferece a vantagem da flexibilidade, o que pode, de certa forma, reduzir os custos associados a essa assistência, uma vez que elas não necessariamente precisam de ajuda em tempo integral.

Isso possibilita um equilíbrio mais acessível entre a gestão do negócio e o cuidado da família.

💡 Saiba mais: 12 empreendedores de sucesso que você precisa conhecer

Gerencie seu tempo com sabedoria

A gestão do tempo é fundamental para as mães, especialmente para as empreendedoras. Crie uma programação que permita equilibrar o trabalho e a vida familiar. Aproveite a flexibilidade do empreendedorismo para ajustar seu horário conforme necessário.

Promova seu negócio

Desenvolva uma estratégia de marketing eficaz para promover seu negócio. Isso pode incluir marketing nas redes sociais, publicidade online, marketing de conteúdo e parcerias estratégicas.

💡 Saiba mais: O que é plano de marketing e como elaborar um planejamento eficaz?

Seja persistente

Antecipe os desafios e esteja preparada para enfrentá-los com resiliência e determinação. O empreendedorismo pode ser desafiador, mas a perseverança e o apoio da sua rede são a chave para ter um negócio de sucesso.

Aprimoramento contínuo

Esteja disposta a aprender e se adaptar diante dos desafios. O empreendedorismo envolve aprendizado constante e aprimoramento de habilidades. Por isso, além das trocas enriquecedoras com outras mães, faça cursos, participe de palestras e tente se manter sempre atualizada.

Se você deseja enriquecer o seu repertório e aprender dicas que podem revolucionar o seu negócio, conheça as Trilhas de Conhecimento Nuvemshop.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Tudo certo sobre como ser uma mãe empreendedora?

Ser uma mãe empreendedora é uma jornada desafiadora, mas repleta de recompensas. Ao aproveitar suas habilidades, paixões e a flexibilidade do empreendedorismo, as mulheres podem criar negócios bem-sucedidos que lhes permitem equilibrar a maternidade e a realização profissional.

E quando se trata de iniciar um negócio online, poder contar com uma plataforma de e-commerce é fundamental. Escolher a ferramenta certa permite a utilização de recursos poderosos e suporte dedicado, dando às mães empreendedoras tudo que elas precisam para construir e expandir suas lojas online.

Junte-se à comunidade de mães empreendedoras que transformam suas paixões em negócios online de sucesso com a Nuvemshop. Crie sua loja virtual grátis e dê um salto na sua carreira! 💙

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes sobre empreendedorismo feminino

Empreendedorismo materno é conciliar a maternidade com a criação e gerenciamento de um negócio próprio, enfrentando desafios e buscando o sucesso profissional, ao mesmo tempo em que se dedica à família e inspira seus filhos a perseguirem seus sonhos.

Uma mãe pode empreender iniciando seu próprio negócio com base em suas habilidades, paixões e conhecimentos, equilibrando as responsabilidades maternas com as demandas do empreendimento. Isso envolve planejamento, pesquisa, estabelecimento de metas e busca de apoio para ter sucesso no mundo dos negócios.

Os desafios do empreendedorismo feminino incluem a desigualdade de gênero, o equilíbrio entre vida pessoal e profissional e a falta de acesso a recursos e oportunidades iguais. Isso exige resiliência, networking e busca por apoio para superar obstáculos e prosperar nos negócios.

As melhores ideias de negócio para mães empreendedoras incluem e-commerce, consultoria de maternidade, venda de roupas e acessórios, cursos online, artesanato personalizado, alimentos saudáveis, produtos naturais, fotografia, brechó online, organização de eventos, serviços de organização pessoal e revenda de produtos.

Faça como milhares de negócios e crie a sua loja

Criar loja grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies