Como encontrar fornecedor para vender produtos importados

Conseguir um fornecedor confiável pode tomar um certo tempo, mas é indispensável para o sucesso do seu negócio. Nesta aula, vamos te dar algumas dicas de como buscar e encontrar um fornecedor internacional para a sua loja online dependendo do volume que você irá importar.

Onde encontrar um fornecedor para importar pequenas quantidades?

Se este é o seu caso, é mais simples procurar por fornecedores já presentes em grandes sites de compras, como AliExpress ou eBay, pois eles já estão acostumados a fazer pequenos envios para cada localidade.

Você precisará pesquisar os produtos que você quer vender e quais os principais fornecedores que podem exportar essa mercadoria ao Brasil. Depois, entre em contato com eles (você pode encontrar os dados de contato desses fornecedores nos próprios sites mencionados acima) e explique sobre sua loja online, aproveitando para fazer uma proposta de negócio.

O ideal é mostrar como o fornecedor iria se beneficiar ao aceitar sua oferta. Fazendo um planejamento prévio, você deve mostrar a estimativa de quanto o seu negócio poderá crescer nos próximos meses, a parcela do mercado que irá alcançar e o lucro estimado que ele teria ao aceitar a proposta.

Se for do seu interesse, informe que você poderá se comprometer em disponibilizar na sua loja apenas produtos fabricados por ele. Em contrapartida, aproveite para tentar negociar o valor dos produtos, assim você pode conseguir valores reduzidos se comparado com o que é oferecido nos sites de compras internacionais. Isso te dará vantagem frente aos seus concorrentes e permitirá que você ofereça preços mais competitivos sem afetar seus lucros.

Onde encontrar um fornecedor para importar grandes quantidades?

Se você quer iniciar seu negócio online já importando regularmente uma grande quantidade, a melhor forma de encontrar e negociar com fornecedores é buscando em portais ou fóruns online. É bem comum, com uma simples busca na internet, encontrar listas de empresas fornecedoras, sendo mais frequentes as da China e EUA.

Basta você filtrar a busca para o tipo de mercado especifico que você está procurando, como eletrônicos, vestuário, autopeças, etc.

Se você preferir, defina de qual país você quer importar e vá até a câmara de comércio correspondente, por exemplo a AMCHAM (Câmara Americana de Comércio Brasil – Estados Unidos). Lá eles terão uma lista de empresas que querem fazer negócios com empreendedores brasileiros e você poderá contar com a ajuda dos especialistas da câmara para intermediar as negociações.

Uma outra opção válida é participar de feiras internacionais, onde o objetivo é promover o encontro entre fornecedores e vendedores. Nesses eventos, muitas vezes os próprios fabricantes buscam compradores para a mercadoria e, se você estiver preparado com as informações necessárias da sua empresa, poderá sair da feira já com um acordo firmado.

Importe produtos originais

Durante a negociação, lembre-se de solicitar os detalhes sobre a procedência da mercadoria. Nunca aceite importar produtos que se dizem réplicas, pois isso pode ser caracterizado como pirataria, o que é crime no Brasil e pode comprometer seu negócio.

Tenha em mente também que algumas marcas exigem uma autorização especial para poderem ser comercializadas; exemplo disso são as marcas Dudalina e Ray-Ban. Se a sua intenção é vender itens conhecidos, pesquise antes para ter certeza de que não é necessária uma autorização para tal.

Entendido?

Se você quer montar um e-commerce para vender seus produtos importados, encontrar um bom fornecedor é muito importante para fazer o negócio decolar. Algo que é imprescindível também é encontrar a plataforma de e-commerce perfeita para a sua loja online; aproveite para testar a Nuvem Shop e todas as nossas ferramentas por 15 dias grátis.


O que você achou desse conteúdo?


Renata Estevo

Renata é formada em relações internacionais e trabalha como consultora de e-commerce na Nuvem Shop. Adora colecionar cartões postais, não perde um jogo do seu time do coração, o Chelsea FC, e também não passa um dia sem usar o Pinterest.


    como-encontrar-fornecedor-para-vender-produtos-importados