O que é empreendedorismo digital e como começar?

Por: Victoria Salemi
O que é empreendedorismo digital e como começar?

Aqui você encontra:

O avanço da internet permite cada vez mais possibilidades às pessoas. E, entre elas, está o empreendedorismo digital, afinal, trabalhar online também é uma dessas oportunidades que o mundo conectado nos trouxe.

Se você quer saber o que significa esse conceito e como empreender na internet, este artigo é para você! Ao longo do texto, vamos passar por dicas fundamentais para os empreendedores digitais de primeira viagem. Então, sem mais delongas, hora de começar!

O que é empreendedorismo digital?

Empreendedorismo digital é ato de criar um negócio cujo modelo se baseie na internet. Isso significa que a atividade principal daquela empresa que a pessoa está começando deve se desenvolver online.

Nesse cenário, o empreendedor digital é o indivíduo que decide iniciar esse tipo de negócio. Não muitos anos atrás, essas pessoas eram consideradas pioneiras. Entretanto, com a disseminação da conexão à internet, cada vez mais pessoas têm empreendido online — e obtido sucesso.

Quais são os principais benefícios do empreendedorismo digital?

Conhecido o conceito de empreendedorismo digital, hora de entender alguns dos principais benefícios de começar seu próprio negócio nesse modelo. Vamos a eles:

1. Baixo custo

Quando falamos sobre abrir uma empresa, a ideia que vem à mente costuma ser de algo muito custoso. Todavia, quando falamos de negócios digitais, os custos costumam ser mais baixos por não compreenderem estruturas físicas.

Como você poderá trabalhar de qualquer lugar, provavelmente com seu próprio computador e com a internet da sua casa, não haverá muitos gastos além daqueles diretamente relacionados ao seu empreendimento — como os produtos que você vai vender em uma loja virtual e os impostos relacionados ao negócio, por exemplo.

2. Flexibilidade de horários

Além de custos mais baixos, o empreendedorismo digital permite um estilo de vida com horários mais flexíveis. Esse é o ponto que costuma conquistar muita gente que sonha em ter seu próprio negócio.

Como você será seu próprio chefe, trabalhando de onde quiser, pode fazer seus próprios horários. Isso permite, inclusive, que você comece seu negócio enquanto ainda tem um emprego formal.

Fique atento apenas para que a falta de rotina não prejudique sua produtividade. Afinal, não é porque você terá sua empresa que não vai precisar de muito trabalho e dedicação para ter sucesso.

3. Escalabilidade

A ausência de estruturas físicas torna a escalabilidade do seu empreendimento online mais simples. Isso significa que, quando sua empresa começar a crescer, será menos complicado fazer as alterações necessárias.

Imagine que você tem uma loja física pequena e começa a receber muito mais clientes. Aumentar seu negócio poderia significar contratar mais vendedores, estoquistas, mudar para um espaço maior e aumentar o pedido dos produtos com os fornecedores.

Se comparássemos esse crescimento com o de uma loja virtual, o e-commerce poderia crescer aumentando o investimento na compra de mercadorias e com a contratação de um auxiliar para suas operações, por exemplo.

4. Ausência de barreiras geográficas

Quando falamos sobre negócios digitais, as barreiras geográficas costumam ter um impacto bem menor sobre a operação. Isso porque, como sua empresa estará estruturada online, seus clientes podem comprar seus produtos ou acessar seus serviços de qualquer lugar.

Suponhamos que você tenha decidido começar um blog. Nesse caso, sua audiência poderia estar em qualquer lugar do mundo, desde que compreendesse o idioma em que você faz suas publicações.

5. Qualidade de vida

Ao juntarmos todos os benefícios de empreender online citados anteriormente, fica fácil entender por que tanta gente enxerga na criação do próprio negócio uma melhora na qualidade de vida.

Além de todos os aspectos que já vimos, em geral, os empreendedores escolhem campos de atuação com os quais têm muita identificação. Desse modo, o trabalho se torna mais prazeroso.

Como empreender na internet: 4 ideias de negócio

Se você se interessou por esse modelo de empreendedorismo, confira a seguir algumas ideias sobre como empreender na internet:

1. E-commerce

Por meio do e-commerce, é possível vender produtos pela internet. Se souber fazer alguma coisa, você pode vender seu artesanato ou, então, também há a possibilidade de revender artigos. Como forma de inspiração, você pode conferir os cases de lojas como Balaio de Santo e Amica Mia — negócios criados para vender produtos confeccionados pelos empreendedores.

Como canais de vendas na internet, você pode optar por:

As duas últimas opções podem ser mais fáceis no início, porém uma loja virtual própria costuma dar mais controle do negócio ao empreendedor. Isso porque todas as decisões estratégicas vão depender apenas das suas diretrizes, não das de outras empresas. Alguns exemplos disso são as taxas cobradas pelos marketplaces e os algoritmos das redes sociais, que podem dificultar seu trabalho.

Ter seu próprio site de vendas também vai permitir que a identidade visual do seu negócio seja desenvolvida. Isso porque o layout, as cores e as tipografias serão as escolhidas por você. Dessa forma, seu cliente fica com a imagem da sua marca mais fresca na memória.

Para saber mais sobre essa opção, confira nosso e-book completo sobre como criar uma loja virtual:

2. Produtos digitais

O empreendedorismo digital também permite a comercialização de produtos digitais. Alguns exemplos de infoprodutos são:

  • E-books;
  • Cursos online;
  • Soluções tecnológicas para necessidades específicas, como uma plataforma que conecta profissionais de determinada área, por exemplo.

O bom desse modelo é que você pode optar por atuar na sua área de domínio. Desse modo, se já tiver trabalhado anteriormente, poderá utilizar seus conhecimentos específicos no seu empreendimento digital. Por exemplo, se você foi atleta de natação por muitos anos, falar sobre o esporte e sua prática pode ser uma ideia de blog.


Saiba mais...

3. Redes sociais

As redes sociais são encaradas por muitas pessoas apenas como hobby. Todavia, é possível usá-las para ganhar uma renda extra ou, até mesmo, como seu trabalho em tempo integral.

Hoje em dia, a carreira de influenciador digital é totalmente viável. Em plataformas como o YouTube, por exemplo, é possível até monetizar os vídeos, sem que haja a necessidade de fechar parcerias diretamente com marcas. Dessa forma, anúncios são exibidos antes de seus conteúdos e você recebe por isso à medida que seus vídeos conquistam mais visualizações.

4. Blog

Por fim, uma outra opção é a de criar um blog. À medida que mais pessoas começarem a visitar seus conteúdos, você será capaz de veicular anúncios no seu site e ganhar dinheiro com isso.

Para que esse modelo de negócios dê certo, você deve garantir que seus conteúdos sejam interessantes e diferentes da enorme oferta que existe na internet. Portanto, escolha um assunto do qual você realmente entenda e goste!

Como se tornar um empreendedor digital?

Se você chegou até aqui, deve estar pensando: “Até aqui muito legal, mas como faço para me tornar um empreendedor digital?” 🤔

É claro que boa parte das decisões vai depender do tipo de empreendimento que você escolheu. Porém algumas dicas são comuns a todos aqueles que pretendem investir em um negócio na internet. Portanto, vamos conferi-las:

1. Faça um planejamento financeiro

Em primeiro lugar, apesar de a ideia ser ganhar dinheiro com seu empreendimento, pode levar um tempo até que isso comece a acontecer. Por esse motivo, antes de dar o primeiro passo, faça seu planejamento financeiro.

Avalie se você tem alguma quantia guardada para se sustentar antes que seu negócio se torne lucrativo. Pense também na possibilidade de começar a estruturá-lo enquanto você ainda mantém seu emprego.

Além disso, examine quais investimentos seu empreendimento digital vai exigir. Pode ser que você precise de um computador melhor, de determinado software ou até mesmo de uma internet mais rápida. Então, leve esses elementos em consideração, certo?

2. Defina seu modelo de negócios

Antes de começar, também é importante estruturar seu modelo de negócios. Juntamente com o que, especificamente, você vai fazer, é necessário definir alguns elementos para que sua empresa comece de forma organizada:

  • Que problema você pretende resolver com seu negócio;
  • Qual será sua estrutura de custos;
  • Como você vai ganhar dinheiro com sua empresa.

Um modelo de documento que pode te ajudar a estruturar sua nova empresa é o do Lean Canvas. Por meio dele, você preencherá uma espécie de tabela que vai te ajudar a entender como seu negócio vai estar organizado. Saiba mais sobre o assunto no artigo:


Saiba mais...

3. Identifique um nicho de mercado

Além de estruturar o modelo de negócios, é importante encontrar um nicho de mercado no qual você vai atuar. Isso significa encontrar um segmento com necessidades específicas que não tenham sido atendidas ainda.

Isso vai ser fundamental porque, com a quantidade de empresas e conteúdos disponíveis na internet, fica mais difícil se destacar. Portanto, se você encontrar o espaço em que pode fazer a diferença, as chances de sucesso aumentam consideravelmente.


Saiba mais...

4. Defina seu público

Além do nicho de mercado, é importante saber exatamente o público que você busca atingir com seu novo negócio. Para isso, uma boa dica é a de determinar uma persona.

A persona é uma representação semifictícia do seu cliente ideal. É como se fosse um personagem mesmo: com nome, idade, profissão, gostos, hobbies, medos e aspirações. Ao definir essas informações, ficará muito mais fácil saber que decisões tomar em sua empresa de modo a atender às necessidades desse público.

Para compreender melhor o assunto, dê o play no NuvemCast #8 – Persona e JTBD:

5. Faça uma análise da concorrência

Como já vimos, a abundância de serviços, produtos e conteúdos é uma realidade. Portanto, é importante observar o que outras empresas que disputam o mesmo público que você têm feito.

Por meio da análise da concorrência, você será capaz de identificar o que você faz melhor e pior que seus competidores. Desse modo, vai ser possível aprimorar seu negócio e tornar-se superior aos concorrentes, de modo a conquistar a clientela.


Saiba mais...

6. Estruture seu negócio

Com a estratégia toda pensada, é hora de colocar a mão na massa e, realmente, começar seu negócio. Aqui, estamos falando sobre montar sua loja virtual, começar a escrever em seu blog ou publicar seus primeiros conteúdos na rede social em que você escolheu atuar.

Não tenha pressa e faça tudo com muito capricho. Afinal, de nada adianta ter tudo planejado e, na hora de colocar as coisas em prática, fazer um trabalho mais ou menos. Quando falamos de empreendedorismo, você deve enxergar sua empresa praticamente como uma filha.

7. Divulgue seu empreendimento

Por fim, chega a hora de divulgar sua marca. Novamente, a forma específica como você vai fazer isso vai depender do modelo de negócios que você escolheu. Porém, em geral, é possível fazer anúncios publicitários em diferentes plataformas, além publicações nas redes sociais e, no caso de lojas virtuais e de blogs, a otimização para os mecanismos de busca (SEO, ou Search Engine Optimization).

Para entender um pouco mais sobre as possibilidades do marketing digital, confira nosso conteúdo completo a respeito do assunto:


Saiba mais...

Tudo certo?

Como vimos, o empreendedorismo digital envolve diversas possibilidades de negócio. Depois deste conteúdo, cabe a você avaliar e pesquisar qual a melhor forma para seus planos.

Lembre que, para ter sucesso, você vai precisar se dedicar muito e trabalhar duro. Entretanto, os empreendimentos na internet são um campo fértil para todos aqueles que desejam atuar naquilo que gostam! 😁

Se entre as opções para empreender online, você gostou do e-commerce, crie sua loja teste com a Nuvemshop. São 30 dias grátis, é simples, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos!

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Sabemos que migrar sua loja não é uma decisão simples.

Descubra os benefícios e facilidades que a Nuvemshop oferece exclusivamente para migrações.

Saiba mais sobre a migração