11 dicas de como trabalhar em casa

Por: Kawan Lopes

Imagem mostrando uma pessoa usando um notebook simbolizando como trabalhar em casa é possível.

Aqui você encontra:

O mundo corporativo está mudando e, cada vez mais, o home office ganha espaço no mercado de trabalho. Para quem quer empreender, saber como trabalhar em casa é crucial para obter sucesso.

Além de conhecer as oportunidades de trabalho remoto, você precisa saber quais são os passos para trabalhar em casa de forma saudável e eficiente. Com todas as informações importantes em mente, sua jornada no empreendedorismo será mais promissora.

Portanto, separe o bloco de notas e venha comigo conhecer dicas de como trabalhar em casa. Vamos lá? 😉

11 ideias para trabalhar em casa

No mercado digital, são inúmeras as formas de empreender e ganhar dinheiro na internet. Com isso, você pode identificar oportunidades que combinem com você e, acima de tudo, que possam trazer lucro e sucesso.

Agora, caso você esteja com dúvidas sobre como trabalhar em casa pela internet, separei uma lista que irá te ajudar a escolher o negócio ideal para você. Confira na sequência:

1. Crie uma loja virtual

O e-commerce está crescendo cada vez mais em faturamento e vender através desses canais pode ser muito lucrativo. A principal vantagem desse modelo é que uma loja virtual centraliza tudo o que você precisa para publicar, vender, enviar e receber por seus produtos.

Ao criar uma loja virtual, você tem a oportunidade de se conectar com sua audiência de forma muito mais pessoal. Isso porque além de publicar seus produtos, você pode oferecer diversos meios de pagamento e envio, personalizando a experiência de compra.

Além disso, com sua loja virtual, você pode criar sua própria identidade visual. Isso é importante tanto na atração de novos clientes quanto na fidelização daqueles que já compram de você.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

2. Venda em marketplaces

Vender em marketplaces é uma das soluções mais práticas do e-commerce. Estes canais fornecem toda a estrutura necessária para que você venda e receba sem dificuldades. Além disso, publicar seus produtos em canais populares como o Mercado Livre pode impactar diretamente no seu ticket médio.

Os marketplaces, diferentemente de um e-commerce próprio, são espaços onde diversos vendedores publicam seus produtos. Nesses canais, a competitividade pode ser maior de acordo com o que você vende.

Ainda assim, devido ao grande número de visitas que os marketplaces recebem, publicar seus produtos nesses canais vale muito a pena. Inclusive, se você já possui uma loja virtual, vender em marketplaces pode ser uma boa estratégia para expandir suas vendas.

💡 Saiba mais: Como vender em marketplace: 7 dicas para lucrar no canal

Veja também um vídeo com os principais benefícios do Mercado Livre e dicas para ganhar dinheiro nesse canal de vendas:

3. Venda produtos caseiros

Se você produz itens artesanais, vendê-los na internet pode ser um negócio lucrativo. Em canais como lojas virtuais, marketplaces e redes sociais, é possível encontrar clientes e vender sem precisar sair de casa.

Para este tipo de negócio, é importante ter em mente se você irá encontrar, na internet, pessoas que possam se interessar por seus produtos. Feito isso, você deverá identificar onde essa audiência está concentrada, em quais redes sociais fica mais fácil encontrá-la etc.

Com um público-alvo bem definido e estratégias de divulgação bem alinhadas, fica mais fácil ganhar clientes para seus itens caseiros no ambiente virtual.

💡 Saiba mais: Empresa de artesanato: transformando um hobby em negócio

4. Revenda produtos online

Revender produtos na internet através de lojas virtuais ou marketplaces tende a ser muito promissor. Encontrando bons fornecedores, você pode construir um negócio bastante lucrativo.

Essa é uma grande tendência do comércio tradicional que migrou muito bem para o virtual. Alguns lojistas buscam comprar produtos por atacado e revendê-los no varejo. Assim, os lucros podem superar facilmente o valor investido. Já que, a aquisição de itens por atacado tende a ser mais barata.

Portanto, para investir neste modelo é importante, antes de tudo, entender que tipo de produto você poderia comprar em grandes quantidades (roupas, cosméticos, acessórios etc). Feito isso, você precisa encontrar fornecedores de confiança e definir os canais de vendas mais adequados de acordo com o seu público.

💡 Saiba mais: Tudo o que você precisa saber sobre produtos para revenda

5. Venda itens seminovos

Os brechós online são muito populares. Então, se você possui itens em bom estado e que não são mais úteis no seu dia a dia, por que não ganhar dinheiro com eles? É possível publicá-los em redes sociais, marketplaces e lojas virtuais e encontrar pessoas que estejam interessadas.

Para este tipo de negócio, é importante pensar em formas de se destacar em meios aos diversos vendedores. Lembre-se de sempre garantir que os itens estejam em bom estado, limpos e utilizáveis.

Além disso, seja muito transparente quanto à descrição dos produtos. Caso algum item apresente defeitos, marcas de uso etc, deixe isso bem claro.

6. Venda produtos importados

A demanda de produtos importados na internet é gigante. Com isso, encontrando bons fornecedores e os canais certos para vender, é possível obter bastante lucro.

Lojas Nuvemshop, por exemplo, possuem integração com o gigante AliExpress através do aplicativo Dropi. Assim, os lojistas podem vender produtos do AliExpress por meio de dropshipping, sem se preocuparem com a logística das vendas. Isso porque, nesse modelo, os itens são enviados pelo fornecedor diretamente ao cliente final.

Lembre-se de se ater às leis, normas e taxas que envolvem processo de importação no Brasil. Ademais, como a demanda por produtos importados é grande e recorrente, você pode testar qual fluxo funciona melhor para o seu negócio.

💡 Saiba mais: Dropshipping no AliExpress: guia completo para começar

7. Venda serviços online

Se você é prestador de serviços, é possível encontrar sua audiência online sem sair de casa. Investir em um perfil profissional nas redes sociais irá te ajudar a conquistar a confiança do seu público e a divulgar seus serviços.

Uma prática bastante eficiente para prestadores de serviços que buscam sua audiência na internet é criar e publicar conteúdos relevantes. Seja através de um blog ou em redes sociais como o LinkedIn, oferecer materiais de qualidade ajuda as pessoas a conhecerem o seu trabalho e a confiarem em você como profissional.

Com isso, você ganha autoridade sobre o seu nicho de atuação. Em consequência, mais potenciais clientes chegarão até você.

💡 Saiba mais: Como vender serviços pela internet?

8. Impressão sob demanda

Para este tipo de negócio, é necessário ter acesso a equipamentos específicos. No entanto, ele pode trazer um bom retorno financeiro. É possível usar a internet para encontrar seus clientes e fazer os orçamentos sem que seja necessário encontrá-los pessoalmente.

A demanda de impressões na internet é bem animadora. Isso porque, muitas vezes, os clientes não estão dispostos a ir até um estabelecimento físico. Seja por falta de tempo ou por não ter opções disponíveis nas proximidades.

Com isso, oferecer um serviço completo e eficiente de impressão que receba a solicitação do cliente e entregue os itens em sua casa é uma grande oportunidade para ganhar dinheiro.

💡 Saiba mais: Máquina de estampar camisetas: qual tipo escolher?

9. Franquias online

As franquias online funcionam através de um modelo de concessão. Você pode comprar o direito de replicar um modelo de negócio que já existe, assim como franquias tradicionais — como a Havaianas, por exemplo.

Neste modelo, você tem o direito de vender os produtos e serviços da marca franqueadora.
Além disso, é possível contar com o suporte legal e estrutural da empresa. Assim, você tem mais chances de fazer a sua franquia crescer.

No entanto, para abrir uma franquia online você precisa investir uma quantia determinada pela empresa que escolher. Portanto, faça uma pesquisa de mercado antes de investir neste modelo para garantir que o seu retorno sobre o investimento seja positivo.

💡 Saiba mais: Franquia online: o que é e quais são suas vantagens?

10. Produção de conteúdo

Blogs, podcasts, vídeos e outros conteúdos podem se tornar grandes negócios online. Investir na produção de conteúdo online é um caminho promissor para ganhar dinheiro na internet.

Na internet você encontra público para os mais variados tipos de conteúdo. Com isso, antes de dar início a produção, é importante entender em quais canais você encontrará sua audiência e quais formatos fazem mais sentido para eles.

Assim, você pode criar uma estratégia mais assertiva de produção e alcançar visitantes com mais eficiência.

💡 Saiba mais: Conteúdo interativo: gerando engajamento com o público

11. Hospede animais

Gosta de animais? Já pensou em ganhar dinheiro hospedando pets na sua casa? Pois é, esta novidade tem ganhado cada vez mais espaço. Você pode cuidar de animais de estimação e receber por isso sem precisar sair da sua casa, como propõe a empresa Dog Hero, por exemplo.

Neste modelo, você se põe à disposição para receber animais domésticos em sua casa por um tempo determinado. O preço da estadia é definido por você e o cliente poderá compará-lo com outros anfitriões disponíveis.

Assim como no Airbnb, os usuários podem trocar avaliações que vão construindo a reputação dos hosts. Portanto, é importante oferecer um bom serviço de estadia e tratar os animais com bastante carinho, isso irá ajudá-lo a conquistar mais clientes.

Quer conhecer mais ideias de negócios online para trabalhar em casa? Confira o artigo completo sobre o assunto logo abaixo:

💡 Saiba mais: 20 ideias para começar um negócio online

Como trabalhar em casa?

Trabalhar em casa não envolve somente encontrar o negócio ideal para você. É importante também garantir que você possa criar uma rotina de trabalho que funcione bem, tanto para o seu negócio quanto para você mesmo.

Com isso em vista, separei algumas práticas importantes para a rotina de trabalho em home office. Confira-as a seguir.

1. Organize suas finanças

Antes de começar a trabalhar em casa, é importante organizar muito bem seus gastos. Pense que suas despesas com energia elétrica, água e internet serão maiores. Portanto, é importante se preparar para poder arcar com esses custos essenciais.

Além do mais, dependendo do seu modelo de negócio, investimentos poderão ser necessários. Então, separar suas finanças pessoais das profissionais é essencial para evitar que você se complique e acabe fazendo dívidas.

2. Crie uma rotina de trabalho

O home office, certamente, traz benefícios e facilidades para o nosso dia a dia do. No entanto, alguns cuidados são indispensáveis para garantir uma rotina de trabalho saudável e produtiva.

Organizar seus horários será crucial para garantir que você possa exercer suas atividades profissionais com foco e eficiência.

3. Separe um espaço exclusivo para trabalhar

Pensar em um espaço exclusivo para trabalhar é tão importante quanto cuidar da sua rotina. É comum pessoas que trabalham em casa realizarem tarefas no sofá, cama e outros ambientes inadequados. Isso pode atrapalhar não apenas o seu rendimento, mas também, a sua saúde.

É importante se ater à ergonomia no trabalho e dispor de um ambiente confortável, silencioso, bem iluminado e que garanta seu bem estar. Afinal, quem trabalha confortavelmente tende a ser mais produtivo.

4. Separe suas tarefas profissionais e pessoais

Por fim, sempre opte por separar suas tarefas pessoais das profissionais. Misturar atividades pode comprometer sua produtividade no trabalho e atrapalhar sua rotina de cuidados pessoais.

O ideal é que, assim como em uma rotina de trabalho fora de casa, você defina horários específicos para cada tarefa, desde o seu café da manhã até a hora que você parar de trabalhar. Assim, fica mais fácil ter um dia a dia saudável e produtivo ao mesmo tempo.

Resumo

Para quem sonha em empreender, começar um negócio em casa pode ser o primeiro passo para uma carreira de sucesso. Ademais, essa é uma ótima forma de ganhar dinheiro sem precisar se preocupar com o deslocamento até um escritório ou passar horas no trânsito, não é?

Poder unir trabalho e bem-estar é, certamente, uma grande vantagem. Portanto, aproveite as dicas deste conteúdo e comece a trabalhar em casa.

Antes de ir embora, confira um resumo sobre o que vimos por aqui:

11 ideias para trabalhar em casa

  1. Crie uma loja virtual
  2. Vender em marketplaces
  3. Venda produtos caseiros
  4. Revenda produtos online
  5. Venda itens semi-novos
  6. Venda de produtos importados
  7. Venda de serviços online
  8. Impressão sob demanda
  9. Franquias online
  10. Produção de conteúdo
  11. Hospede animais

Como trabalhar em casa?

  1. Organize suas finanças
  2. Crie uma rotina de trabalho
  3. Separe um espaço exclusivo para trabalhar
  4. Separe suas tarefas profissionais e pessoais

E, se o seu sonho é vender online sem sair de casa, o que acha de fazer um teste grátis com a Nuvemshop por 30 dias? Comece a vender hoje mesmo de forma prática e segura!💙

Faça como +80mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies