6 dicas de como vender artesanato pela internet

Por: Manoella Curi

6 dicas de como vender artesanato pela internet

Já pensou em transformar um hobby em profissão e ainda ganhar dinheiro com isso? Pois saiba que essa é uma realidade para muitas pessoas no Brasil e a tecnologia veio para democratizar ainda mais esse tipo de trabalho. Mas como vender artesanato pela internet?

É sobre isso que falaremos neste artigo! Continue a leitura e conheça seis dicas para impulsionar o seu negócio de artesanato, além de seis sites e plataformas pelos quais você pode vender os seus produtos.

Vamos começar? 🎨

1. Defina o canal de venda por onde seus produtos serão ofertados

O primeiro passo para começar a vender artesanato online é escolher o canal de venda que melhor atende às suas necessidades. Existem marketplaces e sites para vender artesanato especializados nesse tipo de comércio, mas ter a sua própria loja virtual ou utilizar as redes sociais também são ótimas opções.

Abaixo, vamos nos aprofundar melhor em cada um deles. Confira!

Loja virtual própria

Em qualquer nicho de mercado do varejo, ter a sua própria loja virtual garante uma postura profissional ao seu negócio, transmitindo mais confiança para o cliente na hora de realizar suas compras. Por isso, buscar uma boa plataforma de e-commerce é a primeira opção da nossa lista.

A grande vantagem é a possibilidade de ter o seu endereço próprio na internet — algo como: www.nomedasualoja.com.br —, além de poder personalizar o seu site, deixando-o com a identidade visual da sua marca.

Mockup da loja virtual Arte de Maria para representar como vender artesanato pela internet.

Utilizando plataformas como a Nuvemshop, por exemplo, você mesmo pode criar a sua loja virtual de forma simples e intuitiva, sem a necessidade de conhecimentos técnicos e com a possibilidade de começar a vender no mesmo dia. Além disso, por menos de R$ 50 por mês, você já tem acesso aos principais meios de pagamento e envio de um e-commerce.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Por ser mais profissional, essa é a opção adequada para crescer e fortalecer a sua marca. Mas, para que isso de fato aconteça, é preciso ter dedicação na hora divulgar seu site, investindo, por exemplo, em técnicas de SEO e marketing digital.

Elo7

Além de ter seu próprio e-commerce para vender artesanatos, fazer a integração com um marketplace especializado no segmento pode te ajudar a escalar o negócio. Nesse sentido, uma opção bastante interessante é o site Elo7.

Por já ser conhecido por divulgar produtos feitos à mão ou sob encomenda, pessoas que se interessam por esses tipos de mercadoria costumam fazer buscas diretamente pela plataforma de venda de artesanato. Dessa maneira, a chance de ser encontrado por clientes mais propensos à conversão também cresce.

Mockup do site Elo7 para representar como vender artesanato pela internet.

Por lá, é possível criar o seu perfil de vendedor e cadastrar os produtos que você deseja ofertar. Para isso, as tarifas cobradas do artesão variam de acordo com a exposição escolhida, sendo 12% para a modalidade clássica e 18% para a plus, que garante prioridade nas buscas e no marketing do Elo7.

Mercado Livre

Outra opção de marketplace — desta vez, não tão nichado — é o Mercado Livre. Considerado como um dos maiores shoppings online da América Latina, a empresa viu seu faturamento crescer 185% com a pandemia do coronavírus. Isso representa uma oportunidade de ouro para divulgar seus artesanatos.

Como a concorrência nessa plataforma também pode ser grande, é importante que você ofereça diferenciais para convencer o cliente a comprar da sua loja. Algumas dicas são apostar em um preço competitivo e ofertar produtos únicos e diferenciados.

Mockup do site Mercado Livre para representar como vender artesanato pela internet.

Assim como a opção anterior, as tarifas também variam de acordo com o produto anunciado e o grau de exposição. Mas, para os pedidos abaixo de R$ 79, existe uma taxa fixa de R$ 5.

Se quiser conferir outras dicas para entender se vale a pena vender no Mercado Livre, confira o vídeo abaixo:

Marketplace do Facebook

Entrando no universo das redes sociais, o marketplace do Facebook também se torna um excelente canal de vendas para os seus trabalhos artesanais. As vantagens são muitas, a começar pela isenção de qualquer custo ou taxa na hora de cadastrar os itens que você vai vender.

Outros benefícios são a possibilidade de integrar a página no Facebook com a sua loja virtual e a criação anúncios e publicações patrocinadas dentro da própria rede social, aumentando, assim, a exposição dos seus produtos.

Já a principal desvantagem de utilizar o marketplace do Facebook está no fato de a plataforma não ser integrada a nenhum meio de envio e pagamento. Ou seja, a entrega e a cobrança dos artesanatos devem ser combinadas entre o vendedor e o comprador.

Mockup do Marketplace do Facebook representar como vender artesanato pela internet.

💡 Saiba mais: Como vender pelo Facebook?

Instagram

O Instagram é uma das redes sociais que mais cresce no Brasil e no mundo e, por isso, torna-se também uma excelente vitrine para divulgar os trabalhos artesanais que você produz.

Além de ser uma plataforma totalmente visual — na qual você pode explorar diferentes ângulos e conteúdos sobre os seus produtos —, assim como no Facebook, também é possível criar anúncios pelo Instagram Ads.

Mockup do perfil do Instagram da loja de vela artesanais Me.Mo representar como vender artesanato pela internet.Mockup do perfil do Instagram da loja de vela artesanais Me.Mo representar como vender artesanato pela internet.

Se você não tem uma loja virtual, toda a negociação de envio e entrega dos produtos terá que ser feita pelo próprio direct do aplicativo. Mas, se você já tem um e-commerce, poderá utilizar o Instagram Shopping integrado com o seu site. Assim, o usuário tem acesso ao seu catálogo de produtos por ali e, na hora de comprar, é direcionado para a sua loja.

Para saber mais sobre como vender pelo Instagram, assista ao vídeo abaixo:

Pinterest

Da mesma forma que o Instagram, o Pinterest também é uma maneira de vender artesanato pela internet grátis. A rede social é totalmente focada no visual e te dá a oportunidade de explorar o uso das fotos dos seus produtos, em diversos ângulos e cenários. Por ser uma plataforma na qual as pessoas navegam buscando por inspirações, é uma ótima pedida para divulgar trabalhos manuais e artesanais.

Além disso, a novidade é que, com o Pinterest Ads, também é possível criar anúncios, alcançar mais usuários e conquistar vendas dentro do aplicativo.

Mockup de Pinterest para representar como vender artesanato pela internet.

Para se aprofundar no assunto, baixe o e-book sobre como vender pelo Pinterest:

👉 Saiba mais: Como vender no Pinterest: guia de marketing para começar

2. Tenha um planejamento de marketing digital

Seja qual for a ferramenta escolhida para vender artesanato na internet, é essencial ter uma estratégia de marketing digital bem consolidada. Isso vai garantir que você esteja explorando os melhores canais para divulgar a sua marca e os seus produtos.

Nossa dica é apostar no marketing de conteúdo, utilizando técnicas de SEO para ganhar posicionamento nos mecanismos de busca, como o Google. Além disso, ter um gerenciamento efetivo das suas redes sociais, garante que você esteja mais próximo do seu público, aumentando o alcance e o engajamento das suas publicações.

O planejamento de posts patrocinados — em plataformas como Facebook, Instagram e Pinterest, por exemplo — também faz parte de uma estratégia de marketing digital.

3. Tire fotos atrativas dos seus produtos

Com certeza você já ouviu dizer que “uma imagem vale mais do que mil palavras”, certo? Mas a verdade é que uma boa imagem pode valer muito mais do que qualquer outro argumento de venda. Então, invista na produção de fotos dos seus artesanatos.

E isso não quer dizer que você precise contratar um fotógrafo profissional. Com o seu próprio smartphone é possível tirar fotos incríveis. Nossa dica, então, é se atentar à iluminação, aos ângulos clicados e à edição das imagens.

Quer saber mais sobre como tirar fotos dos seus trabalhos para vendê-los pela internet? Então baixe agora nosso e-book:

4. Crie descrições detalhadas

Pelo fato de não poder tocar ou ver o produto fisicamente, comprar pela internet ainda gera desconfiança em muitas pessoas. Pensando nisso, caprichar na descrição — seja vendendo produtos pela loja virtual própria ou pelas redes sociais — transmite mais confiança ao seu cliente.

No caso de artesanatos, busque dar detalhes, como diferenciais, cores e todas as dimensões de cada peça. Lembre-se de também adaptar a linguagem ao público-alvo que você pretende atingir.

Outra dica é aproveitar o espaço destinado à descrição para listar os principais benefícios do produto, agregando mais valor a ele.

💡 Saiba mais: Como fazer uma boa descrição de produtos no e-commerce?

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

5. Ofereça diferentes métodos de pagamento e envio

Como qualquer venda feita pela internet, oferecer diferentes métodos de pagamento e envio é uma boa opção para que o cliente sinta que tem o poder de escolha ao comprar determinado item.

Cartão de crédito, boleto bancário, transferência e Pix são modalidades de pagamento com diferentes características. Vale analisar cada uma delas e buscar o equilíbrio para disponibilizar opções que também sejam boas para você como lojista.

Quanto aos métodos de envio, o ideal é oferecer, pelo menos, duas opções: uma mais rápida — e, consequentemente, mais cara — e outra um pouco mais demorada — que tenha o valor em conta.

💡 Saiba mais: Correios ou transportadora: saiba quando e como utilizá-los no e-commerce

6. Invista em embalagens personalizadas

Ao receber uma encomenda comprada pela internet, é bem provável que a expectativa do seu cliente esteja lá no alto. Imagine, então, a felicidade dele se você puder surpreendê-lo já com a embalagem?

Produtos artesanais costumam transmitir uma sensação de cuidado e personalidade. Por isso, caprichar na embalagem pode deixar o seu consumidor ainda mais satisfeito com a compra que ele fez.

Tenha em mente que, nesse caso, os detalhes fazem toda a diferença. Você pode, por exemplo, imprimir um carimbo personalizado com o logo da sua marca. Ou, então, enviar um cartãozinho com uma mensagem carinhosa ao cliente. Esse é o momento de abusar da sua criatividade!

💡 Saiba mais: Embalagem para artesanato: 5 ideias simples e criativas

Resumo

E aí, gostou deste conteúdo? Esperamos que você saia daqui sabendo como vender artesanato pela internet e pronto para começar!

Antes de finalizar, que tal um resumo rápido com as principais dicas do nosso artigo?

6 dicas de como vender artesanato pela internet

  1. Defina o canal de venda onde seus produtos serão ofertados (Loja virtual própria, Elo7, Mercado Livre, Marketplace do Facebook, Instagram ou Pinterest)
  2. Tenha um planejamento de marketing digital
  3. Tire fotos atrativas dos seus produtos
  4. Crie descrições detalhadas
  5. Ofereça diferentes métodos de pagamento e envio
  6. Invista em embalagens personalizadas

E, se você está convencido a criar a sua própria loja virtual para vender seus artesanatos pela internet, te convido a fazer um teste de 30 dias grátis na plataforma da Nuvemshop. Por lá, você cadastra todos os seus produtos e pode começar suas vendas hoje mesmo! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer vender artesanato pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies