Ter um e-commerce para dropshipping vale a pena?

Por: LabEcom

Consumidor abrindo seu pacote com caneca adquirida em um ecommerce dropshipping

Está pensando em ter um e-commerce para dropshipping ou quer saber mais sobre essa modalidade? Essa uma prática em alta no mercado, uma vez que permite que lojistas comercilizem produtos variados sem precisar de um estoque próprio.

Portanto, se você está pensando em vender por este modelo, neste artigo, explicamos o que é e como funciona o dropshipping, além das principais vantagens para que você abra o seu e-commerce nessa modalidade! Então, vamos lá?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é dropshipping e como funciona?

A modalidade de dropshipping consiste em terceirizar o estoque e a entrega de um produto. Ele funciona da seguinte maneira: o varejista faz a venda por meio de uma loja virtual ou marketplace e o fornecedor fica responsável pela embalagem, envio e pós-venda — e, em alguns casos, também pela troca e devolução da mercadoria.

Dessa forma, o cliente recebe os produtos com o nome da loja que trabalha com dropshipping nacional ou internacional, mas sem que o lojista tenha contato físico com o produto. Incrível, não é mesmo?

E o melhor: o valor recebido pela venda é contabilizado em sistema de comissão, que deve ser acordado em contrato.

💡 Saiba mais: Vale a pena fazer dropshipping?

Qual a diferença entre e-commerce e dropshipping?

A principal diferença entre e-commerce e dropshipping é a forma de entrega e venda dos itens. Vamos entender melhor cada um dos conceitos.

Em uma loja virtual tradional, o empreendedor fica responsável pela compra dos produtos de um fornecedor, divulgação de toda a mercadoria em um site de vendas, além de garantir toda logística e entrega de cada pedido.

💡 Saiba mais: Quais são os principais tipos de e-commerce?

Já no dropshipping, como já mencionamos, esse processo é dividido entre o lojista e o fornecedor do produto, sendo que o segundo fica responsável pelo envio das mercadorias. Dessa forma, esse modelo proporciona economia com planejamento e gestão de estoque.

A boa notícia é que o modelo de dropshipping pode ser adotado no seu e-commerce. Se você tem ou quer criar uma loja virtual com a plataforma da Nuvemshop, por exemplo, é possível fazer dropshipping com conexão direta aos produtos disponíveis no AliExpress.

💡 Saiba maisComo usar o AliExpress para fazer dropshipping?

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Vantagens do dropshipping

Agora que você sabe a diferença entre e-commerce tradicional e dropshipping, precisa entender o que leva tantos empreendedores a escolherem a segunda opção.

Confira as vantagens desse modelo de venda sem estoque:

Baixo custo de investimento

Quem está começando dificilmente tem muito dinheiro para investir em um estoque físico. Por isso, o baixo investimento do dropshipping é uma das vantagens desse modelo.

Como não é necessário pagar pelo planejamento e todo o custo que envolve o armazenamento, acaba sendo uma estratégia muito em conta.

💡 Saiba mais: Como começar a fazer dropshipping?

Negócio de baixo risco

É claro que empreender sempre tem seus riscos em um mercado ultracompetitivo. Mas abrir uma empresa de vendas online ainda é menos arriscado do que começar uma loja física — e se torna ainda mais seguro no modelo de dropshipping.

Como você não precisa comprar e armazenar os produtos para vender, não terá nenhum prejuízo com estoque parado. Ou seja, mesmo que você não atinja a meta dos primeiros meses, não precisa se preocupar por não ter taxas, aluguel ou produtos encalhados.

Grande variedade de produtos

Esse é outro ponto positivo da loja de dropshipping. Com uma infinidade de itens para escolher, você pode trabalhar com vários produtos e não precisa se limitar.

Porém, não se esqueça que, mesmo tendo várias opções, o ideal é que você atue em um nicho de mercado específico.

Início imediato

Se você não quer esperar toda a mercadoria chegar e ficar um bom tempo parado sem fazer vendas, o e-commerce de dropshipping pode ser a solução.

Com ele, você pode começar a vender pela internet em questão de dias: basta montar sua loja virtual com uma plataforma que faz integração com a modalidade.

Lojistas da plataforma da Nuvemshop, por exemplo, podem integrar o seu e-commerce com dropshipping utilizando o aplicativo DropNacional. Veja uma passo a passo para utilizá-lo:

👉 Confira como instalar o aplicativo DropNacional em sua loja Nuvemshop

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Não requer uma equipe grande

Quando você aprende como trabalhar com dropshipping, consegue tocar seu negócio direto da sua casa, em uma viagem ou de qualquer lugar que estiver. Como a operação é fácil e simplificada, não é necessário ter um espaço físico, muito menos uma equipe gigantesca.

O empreendedor consegue começar sozinho e, depois que estiver recebendo lucros, contratar uma equipe.

📹 Veja: Como começar a fazer dropshipping?

Pontos de atenção do dropshipping

Apesar de ser um ótimo negócio, o modelo de dropshipping também tem seus desafios.Confira os pontos de atenção desse modelo:

Margem de lucro baixa

Por não receber o valor completo do produto e sim uma comissão, a margem de lucro pode não ser alta já que o fornecedor acaba tendo que descontar valores como as despesas de envio e até mesmo o material usado para produção do item.

Então, saiba que com o dropshipping você não terá os mesmos lucros do e-commerce convencional. Mesmo assim, com uma boa gestão financeira, é possível ter ganhos consideráveis.

Responsabilidade maior com o consumidor

Apesar de a gestão logística ficar com o fornecedor, você é quem entra em contato com o cliente e faz a divulgação do produto. Logo, é a sua marca que está em jogo.

Ou seja, se você não tiver bons parceiros e acumular problemas durante o envio, seu e-commerce pode ficar com uma reputação ruim no mercado e receber muitas avaliações negativas.

Banner com botão clicável direcionando para a lista de fornecedores grátis

Dificuldade no controle do estoque

Esse é um ponto que pode ser negativo em alguns casos, porque, ao ter acesso ao estoque, é possível conferir todos os produtos que ainda estão disponíveis.

No dropshipping, você pode não ter acesso aos dados do fornecedor, correndo o risco de vender um item esgotado, por exemplo.

Vale a pena ter um e-commerce de dropshipping?

Assim como qualquer outro tipo de negócio, o e-commercede  dropshipping exige que você tenha uma boa organização e planejamento. Como vimos, existem vários pontos positivos e de atenção nesse modelo, e cabe a você determinar se é um bom caminho para começar a vender online.

Saiba que existem muitas lojas bem-sucedidas nesse segmento, seja vendendo produtos de fornecedores nacionais ou internacionais.

Muitos empreendedores optam por começar pelo dropshipping do Mercado Livre ou do modelo da Shopee, uma vez os marketplaces facilitam a adoção do modelo.

💡 Saiba mais: Quais são as diferenças entre marketplace e dropshipping?

Mas é claro que nada substitui a exclusividade de uma loja própria feita do zero. Como já mencionamos, na Nuvemshop você consegue criar sua loja virtual em poucos passos e integrá-la aos principais modelos de dropshipping do mercado.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Como montar um e-commerce de dropshipping?

Para saber como montar um ecommerce dropshipping, saiba que o principal ponto de atenção é a plataforma. Ter um site de qualidade vai fazer toda a diferença para a sua divulgação. O ideal é que ela seja intuitiva, fácil de mexer e que os clientes encontrem todos os produtos de forma rápida.

Além disso, siga nossa dicas para acertar no modelo:

1. Escolha os produtos para vender

Para começar, escolha as opções de produto que você tem interesse em fazer a divulgação. No começo pode ser mais complicado identificar quais são os itens que você tem mais afinidade para vender, mas é uma decisão importante para o futuro do seu negócio.

Prefira produtos de boa qualidade que já tenham outras avaliações positivas, uma vez que apostar em algo novo logo de cara pode ser muito arriscado.

O ideal é começar com poucas opções para sentir a demanda e ir ampliando seu catálogo online aos poucos.

Outra estratégia é selecionar todos os produtos de um único fornecedor. Essa escolha facilita a gestão dos itens e evita que você pague taxas diferentes para vários parceiros.

📹 Veja também: O que não vender com dropshipping?

2. Encontre bons fornecedores

Escolher fornecedores de dropshipping de confiança vai te ajudar a cumprir todos os prazos e manter apenas opções de qualidade em sua loja. Isso porque, mesmo que todos os processos burocráticos fiquem por conta do parceiro, o nome que o seu cliente está vendo é o da sua marca.

Na hora de escolher as empresas para terceirizar seu estoque, leve estes pontos em consideração:

  • Classificações na plataforma ou site;
  • Fotos e vídeos dos produtos;
  • Taxas cobradas, se houver;
  • Se existe a opção de frete grátis;
  • Prazo estimado para as entregas.

📹 Veja também: Fornecedores de dropshipping nacional: dicas para escolher os melhores

3. Selecione sua plataforma de e-commerce para dropshipping

Quando for escolher a plataforma de e-commerce para dropshipping, saiba que é fundamental priorizar um ambiente em que você possa expressar toda a identidade da sua marca, com recursos de personalização.Além disso, é melhor optar por sistemas que ofereçam vários aplicativos para integração, como a Nuvemshop.

Nossa plataforma é perfeita para dropshipping porque permite que você crie um e-commerce do zero, faça as customizações que quiser e adicione várias funcionalidades por meio de APIs (Application Programming Interfaces ou Interfaces de Programação de Aplicativos, em português).

Veja quais aplicativos você pode usar para fazer dropshipping com a Nuvemshop:

Dropi

Com o Dropi, você consegue gerenciar toda a sua loja com a sincronização automática. Esse recurso economiza tempo e faz com que você tenha acesso a todas as informações necessárias para manter a organização, como avaliações, status do pedido, preços e alertas e até mesmo acesso ao estoque.

Drop Nacional

Já com o Drop Nacional, você pode trabalhar com fornecedores do país que tenham gerenciamento próprio e podem realizar vários pedidos em uma única transação. E o melhor é que o custo, nesse caso, é mensal e possui apenas uma taxa em cada transação realizada.

Printful

Com a Printful, todos os produtos têm artes diferenciadas e contam com uma entrega agendada, e além de tudo, você consegue fazer integração para as principais plataformas de e-commerce dropshipping sem a necessidade de um pedido mínimo em cada transação.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

4. Tenha uma política de trocas e devoluções

Garantir um bom atendimento ao cliente ainda é um dos desafios das empresas, por isso, manter uma boa política de troca e devolução vai te ajudar com esse ponto. Se por um acaso o cliente não gostar de um item ou precisar trocar por causa de um defeito, essa situação não precisa ser um transtorno para nenhum lado, certo?

5. Informe os prazos de entrega

Os atrasos podem acontecer em caso de greve nos Correios ou problemas com a transportadora, mas de forma alguma por problemas no processo de envio do fornecedor. Por isso, tente manter um controle do rastreamento e informe todos os prazos de entrega ao seu cliente.

Faça com que ele se sinta seguro de que o pedido irá chegar, ainda mais se você estiver começando a sua loja. Lembre-se: é fundamental manter o cliente informado sobre cada passo da entrega do produto, principalmente se for um envio internacional.

💡 Saiba maisComo tranquilar os clientes sobre o prazo de entrega de dropshipping?

6. Envie os códigos de rastreio aos consumidores

Esse código serve para que o próprio consumidor possa consultar onde está o seu pedido em tempo real, por meio do site dos correios ou de qualquer outra transportadora responsável.

Como vimos, no dropshipping, tudo é feito por uma empresa parceira. Dessa forma, na hora de escolher seus fornecedores, certifique-se de que seus clientes receberão esse código para acompanhar o envio do produto.

Uma vantagem desse código é que, além do seu cliente saber onde está o pedido, a sua equipe também fica mais preparada para respondê-lo em caso de atraso na entrega.

Esse detalhe simples aumenta a satisfação com o atendimento, porque, apesar de haver um problema, a empresa se mostra interessada em solucioná-lo.

7. Preste um excelente atendimento ao cliente

Como citamos, o atendimento ao cliente é a garantia de satisfação e construção de uma marca confiável.

Então, trate todos os seus compradores de forma especial. Seja agradável em suas respostas, atenda às demandas imediatamente e acelere ao máximo seu tempo de resposta. Além disso, evite usar termos técnicos e procure expressões simples para se comunicar.

📘 Confira o e-book: Exemplos de respostas prontas para clientes

8. Faça a divulgação do seu e-commerce de dropshipping

Para conseguir alavancar as suas vendas, você precisa ter um público-alvo definido e mirar nele com suas estratégias. Por isso, é importante estudar sua buyer persona e entender quais são suas necessidades, dores e interesses.

Após essa análise, divulgue a sua marca no máximo de lugares que conseguir e use as redes sociais de forma massiva, mas com atenção à sua audiência.

O Facebook é uma das plataformas de divulgação em que você pode encontrar vários compradores para a sua loja e fazer anúncios para públicos segmentados. Você também pode usar o Instagram Shopping como vitrine para os produtos da sua loja online.

💡 Saiba mais: 9 maneiras de divulgar sua loja virtual

Resumo

Esperamos que você tenha entendido como funciona o ecommerce com dropshipping e tenha se inspirado para começar a vender sem estoque. Essa é uma ótima maneira de iniciar sua jornada no empreendedorismo digital e lucrar com as vendas online.

Antes de escolher seus fornecedores, confira o resumo do texto:

O que é dropshipping e como funciona?

A modalidade de dropshipping consiste em terceirizar o estoque e a entrega de um produto. Ele funciona da seguinte maneira: o varejista faz a venda por meio de uma loja virtual ou marketplace e o fornecedor fica responsável pela embalagem, envio e pós-venda — e, em alguns casos, também pela troca e devolução da mercadoria.

Vantagens do dropshipping

  • Baixo custo de investimento;
  • Negócio de baixo risco;
  • Variedade de produtos;
  • Início imediato do projeto;
  • Não precisa de local físico;
  • Não precisa de muitos colaboradores.

Pontos de atenção do dropshipping

  • Margem de lucro baixa;
  • Mais responsabilidade com o cliente;
  • Dificuldade no controle de estoque.

Vale a pena ter um e-commerce de dropshipping?

Sim, o e-commerce de dropshipping é uma opção de baixo investimento que terceiriza o envio dos produtos e permite que você foque apenas na divulgação e venda.

Como montar um e-commerce de dropshipping?

  1. Escolha os produtos para vender;
  2. Encontre bons fornecedores;
  3. Selecione sua plataforma de e-commerce para dropshipping;
  4. Tenha uma política de trocas e devoluções;
  5. Informe os prazos de entrega;
  6. Envie os códigos de rastreio aos consumidores;
  7. Preste um excelente atendimento ao cliente;
  8. Faça a divulgação do seu e-commerce dropshipping.

Entendeu o que é dropshipping e por que vale a pena apostar nessa ideia? Aproveite e escolha a melhor plataforma de e-commerce dropshipping, que já vem com todas as integrações que você precisa. Faça o teste: crie sua loja virtual na Nuvemshop por 30 dias grátis e veja como é simples, rápido e eficiente. 🤩

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies