Quais são as profissões do e-commerce?

Por: Alejandro Vázquez

Imagem mostrando um grupo de pessoas trabalhando, representando as profissões do e-commerce.

Nos últimos anos, o comércio eletrônico vem elevando seu impacto e receita, alcançando números cada vez maiores. Com isso, além de movimentar a economia global, surgem também novas oportunidades de trabalho, as chamadas profissões do e-commerce.

E, se tem um setor do mercado digital que está sempre em evidência é o e-commerce. Nesse sentido, apostar na área pode ser um caminho bastante promissor para novos profissionais e para aqueles que buscam se reinventar.

Por isso, neste artigo, você irá conhecer 20 profissões do e-commerce para ingressar no mercado digital. Sem mais delongas, vamos à leitura! 🧐

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

1. Gerente e-commerce

O gerente de e-commerce é o profissional a frente de todas as atividades da loja virtual. Desde o planejamento estratégico até a criação das metas de vendas, tudo passa pelas mãos do gestor.

Ele responde diretamente para o diretor — ou dono — do e-commerce e influi no trabalho de todas as áreas da empresa. Portanto, trata-se de um cargo de grande confiança, ideal para profissionais com um currículo extenso de experiências na área.

💡 Saiba mais: O que faz um gerente de e-commerce?

2. Analista de e-commerce

O analista de e-commerce atua abaixo, porém em conjunto, ao gerente de e-commerce. Cabe a ele transformar o planejamento feito pela gestão em acionáveis, isto é, colocar as estratégias em prática.

Esse é um cargo bastante dinâmico, já que o analista terá que estar em contato com diversas áreas da empresa. Trata-se de uma posição interessante para profissionais comunicativos e proativos.

3. Coordenador comercial

Partindo agora para os setores mais específicos, temos o coordenador comercial. Ele é o profissional que gerencia todo o método de prospecção e vendas da loja virtual.

Cabe a ele montar uma equipe de vendas, definir as metas junto ao gerente e garantir que os números projetados sejam alcançados. Esse é um cargo voltado para perfis que tenham facilidade com vendas e visão comercial. Além disso, é uma posição de muita responsabilidade, pois trata-se de um setor que impacta diretamente na receita da empresa.

💡 Saiba mais: Treinamento de vendas: saiba como montar um

4. Vendedor e-commerce

O vendedor de e-commerce é aquele que trabalha em busca das metas estipuladas pelo coordenador. As atividades desse profissional variam de acordo com o modelo de negócio, no entanto, a dinâmica de trabalho não muda muito.

Na prática, o vendedor utiliza os canais definidos pela empresa para encontrar, atrair e converter clientes. Espera-se desse profissional um perfil articulado, persuasivo e focado, pois cabe a ele garantir que os resultados esperados sejam alcançados.

💡 Saiba mais: Como ser um bom vendedor?

5. Coordenador de atendimento

Vamos agora para uma das áreas mais importantes de qualquer negócio: o atendimento ao cliente. Esse é o setor que faz a ligação entre o consumidor e a sua marca de forma direta, logo, tem grande peso no posicionamento e reputação da empresa.

Nesse contexto, o coordenador de atendimento é o responsável por definir todas as estratégias da área. O objetivo é garantir o melhor atendimento possível em todos os termos: tempo de resposta, satisfação do cliente, avaliação dos atendimentos, etc.

6. Atendente de e-commerce

O atendente de e-commerce é o profissional que estará em contato direto com os clientes, seja via telefone, e-mail, chat online, etc. Cabe a ele tirar as dúvidas, esclarecer questões a respeito de produtos e serviços, registrar reclamações e feedbacks, entre outras atividades.

A rotina de atendimento varia muito de acordo com a empresa, já que existem diversos perfis de consumidor. No entanto, para ter sucesso na área, é preciso ser bastante comunicativo, atencioso, empático e ágil.

💡 Saiba mais: 12 dicas para um bom atendimento ao cliente

7. Desenvolvedor de e-commerce

Chegamos a um setor muito técnico, o desenvolvimento — ou development, como chamam algumas empresas. Nele, atua o desenvolvedor de e-commerce, o profissional responsável por toda a infraestrutura do site de vendas.

Ocasionalmente, ele também é encarregado de criar a página junto ao dono da loja virtual. Em um e-commerce, cabe ao desenvolvedor garantir a estabilidade do site e o funcionamento de todas as alavancas necessárias para as atividades da página.

Por tratar-se de uma posição bastante técnica, é indispensável ter conhecimentos avançados em programação e web design.

8. Web designer

Falando em design, o e-commerce também é um mercado com grandes oportunidades para web designers. Normalmente, esse profissional trabalha em conjunto com o desenvolvedor, a diferença é que ele atua no que diz respeito ao layout da loja virtual.

Ou seja, tudo o que vemos em uma página — cores, banners, botões, fotos, animações etc. — foi criado pelo web designer. O seu trabalho é de extrema importância para as estratégias de uma loja virtual, já que os elementos visuais são os principais responsáveis por atrair e converter visitantes em clientes.

9. Analista de suporte técnico

Considerando que nem todos os funcionários de um e-commerce terão conhecimento técnico sobre programação e web design, é preciso ter alguém para intermediar o contato entre as áreas e auxiliar com questões mais técnicas da loja virtual. Essa pessoa é o analista de suporte técnico.

O seu papel é atender demandas internas, ou seja, questões que impactam diretamente na rotina de trabalho de outras áreas ou problemas técnicos reportados pelo time de atendimento.

10. Digital branding

O digital branding é o profissional que atua na criação de toda a identidade da marca. Isso inclui sua paleta de cores, a linguagem adotada pela companhia, o logotipo, o nome da loja virtual e muito mais.

Em resumo, o digital branding trabalha em conjunto com o desenvolvedor e o time de marketing para criar e manter o posicionamento da marca. Desse modo, tudo o que chega até o público — anúncios, e-mails, posts em redes sociais, etc. — precisa ser alinhado e aprovado pelo time de branding.

💡 Saiba mais: Como começar a estratégia de branding do seu e-commerce

11. Gerente de marketing digital

Um e-commerce de sucesso precisa de uma boa estratégia, certo? É aí que entra o gerente de marketing digital.

No comércio eletrônico, o marketing tem grande peso no alcance de uma loja virtual. Nesse sentido, o papel do gerente é identificar onde estão as oportunidades de captação de leads — potenciais clientes — e quais são os melhores caminhos para chegar até eles.

💡 Saiba mais: Saiba a importância de investir em marketing digital

12. Analista de marketing digital

O analista de marketing digital é aquele que irá colocar em prática as estratégias desenhadas pelo gerente de marketing. Isso inclui criar o funil de vendas, definir os acionáveis de outbound e inbound marketing, ativar as campanhas de anúncios, etc.

Para atuar nessa área, além de ser qualificado para as tarefas, é preciso estar sempre muito bem informado sobre o universo digital. Isso porque estamos falando de um setor que vive em constante transformação. Nesse sentido, as estratégias podem mudar no meio do caminho e será preciso estar preparado para assumir os novos desafios.

💡 Saiba mais: 10 exemplos de marketing digital em 2022

13. Analista de SEO técnico

SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca, no português) talvez seja a estratégia mais relevante do mercado digital. É por meio dessas técnicas que os sites podem conquistar bons posicionamentos nos resultados de pesquisa de buscadores como o Google e o Bing.

Nesse contexto, o analista de SEO técnico é o profissional que irá criar e executar as estratégias de SEO para e-commerce. São essas ações que irão ajudar os seu produto/ serviço aparecer em destaque sempre que um usuário pesquisar por termos relacionados ao seu negócio.

14. Analista de redes sociais

Não é novidade que para gerar volume de vendas online você precisa estar nas redes sociais. Esses canais são grandes aliados do e-commerce, tanto no que diz respeito a vendas quanto a visibilidade da loja virtual.

O analista de redes sociais, portanto, é o responsável por liderar todas as estratégias de vendas e captação de leads nas redes sociais. Cabe a ele também entender quais canais de venda fazem sentido de acordo com o público-alvo da marca e investir nas redes com maior potencial de conversão.

💡 Saiba mais: Como vender nas redes sociais?

15. Analista de conteúdo

Outra estratégia muito comum — e eficaz — é o marketing de conteúdo. Ele consiste na criação de materiais diversos, como: blog posts, infográficos, e-books, vídeos etc., com o intuito de gerar consciência sobre a sua marca no mercado.

O analista de conteúdo será responsável por criar, por exemplo, um artigo sobre as fragrâncias mais populares em 2022 — no caso de uma loja de perfumes. Com isso, um leitor interessado no assunto, além de se informar em seu blog, irá conhecer a sua marca. A partir daí, você terá um potencial cliente, basta guiá-lo pelo funil de vendas até concluir, de fato, a venda.

💡 Saiba mais: 9 estratégias de marketing de conteúdo para e-commerce

16. Analista de nutrição de leads

O analista de nutrição, basicamente, dá continuidade ao trabalho feito pelo analista de conteúdo. Quando um usuário acessa o seu blog e se inscreve em sua newsletter ou se cadastra em seu site, você tem em mãos os dados de contato desse consumidor. A partir daí, o analista de nutrição pode criar campanhas de e-mail marketing para manter o cliente por perto até que ele compre em sua loja.

O mesmo se aplica para clientes que já compraram de você. Por meio da nutrição de leads, esse consumidor terá contato frequente com a sua marca, sempre sabendo das novidades, promoções etc. Desse modo, fica mais fácil fidelizar o cliente e fazer com que ele volte a comprar na sua loja.

💡 Saiba mais: Guia completo sobre e-mail marketing

17. Analista de BI

BI — ou Business Intelligence — é um processo que guia as ações de uma empresa a partir da coleta e análise de dados brutos. Por meio desse trabalho, todas as áreas da companhia podem tomar decisões mais assertivas e investir em estratégias que tragam resultados mais positivos.

Pensando nisso, o analista de BI é responsável por coletar, analisar e disponibilizar os dados que são relevantes para o crescimento da loja virtual. Esse profissional deve ser bastante analítico e altamente capacitado para a coleta de dados e criação de dashboards didáticos (painéis, planilhas, etc.) para toda a empresa.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

18. Analista de segurança

Sabemos que vender pela internet é uma ótima oportunidade para ganhar dinheiro, certo? No entanto, é de conhecimento geral que o ambiente virtual oferece alguns riscos, como fraudes e roubo de dados.

O analista de segurança é o profissional que irá se encarregar de proteger a sua loja virtual. Seja por meio de certificados SSL ou monitoramento de transações suspeitas, tudo o que envolve a segurança da sua loja e de seus clientes será operado por ele.

💡 Saiba mais: Como vender pela internet com segurança?

19. Gerente de logística

Chegamos então à área logística, peça crucial para a operação de qualquer e-commerce. É por meio do fluxo logístico que os clientes irão receber seus produtos em casa com a maior comodidade possível e é aí que o gerente de logística se mostra necessário.

Gerenciar o estoque e a esteira de envio de uma loja virtual é bastante trabalhoso. Nesse sentido, o gerente de logística irá agir no planejamento logístico para que a empresa tenha facilidade no armazenamento, empacotamento e envio de todas as mercadorias.

💡 Saiba mais: O que é e como otimizar a logística para e-commerce?

20. Assistente de expedição

Por fim, mas não menos importante, está o assistente de expedição, que atua junto ao gerente de logística, colocando em prática as ações definidas no planejamento logístico. É esse profissional que recebe mercadorias, organiza o estoque e despacha os produtos para envio.

O trabalho do assistente de expedição é um dos mais importantes do e-commerce. Afinal, ele é o responsável por embalar os produtos com cuidado e garantir que eles cheguem até o cliente final.

Vantagens de investir na carreira no e-commerce

Agora que você já conhece as principais profissões do e-commerce, confira algumas das vantagens de atuar nesse mercado:

Setor em constante expansão

Com o desenvolvimento tecnológico acelerado, lojas online são cada vez mais comuns, o que abre espaço para novos modelos de negócio.

Crescimento profissional

Por tratar-se de um setor em crescimento, os profissionais da área também encontram grandes oportunidades para escalar suas carreiras.

Empresas modernas

Empresas de e-commerce — em sua maioria — dispensam processos arcaicos e ultrapassados, o foco é usar a tecnologia a favor do negócio.

Faltam profissionais no mercado

Como estamos falando de um mercado em expansão, ainda não há tantos profissionais qualificados para atuar na área, isso abre muitas oportunidades.

💡Saiba mais: O que é consultoria para e-commerce e como funciona?

Salários competitivos

Justamente pela falta de profissionais no mercado, os salários tendem a ser mais competitivos a fim de incentivar as pessoas a se qualificarem para atuar na área.

Crie a sua loja virtual e venda pela internet
Testar 30 dias grátis

Resumo

Chegamos ao fim desta grande lista de profissões do e-commerce. Se você está pensando em ingressar nesse mercado, saiba que ele tem grande potencial de crescimento, de acordo com o eMarketer, em 2021 o e-commerce global cresceu 16,8% em receita, em comparação com 2020. Isso representa aproximadamente US$ 4,9 trilhões movimentados ao longo do ano.

Já dá para ter uma ideia das oportunidades que esse mercado pode oferecer, não é?

Antes de ir embora, confira um breve resumo sobre o que vimos por aqui:

Quais são as profissões do e-commerce?

  1. Gerente e-commerce
  2. Analista de e-commerce
  3. Coordenador comercial
  4. Vendedor e-commerce
  5. Coordenador de atendimento
  6. Atendente de e-commerce
  7. Desenvolvedor de e-commerce
  8. Web designer
  9. Analista de suporte técnico
  10. Digital branding
  11. Gerente de marketing digital
  12. Analista de marketing digital
  13. Analista de SEO técnico
  14. Analista de redes sociais
  15. Analista de conteúdo
  16. Analista de nutrição de leads
  17. Analista de BI
  18. Analista de segurança
  19. Gerente de logística
  20. Assistente de expedição

Vantagens de investir na carreira no e-commerce

  • Setor em constante expansão
  • Crescimento profissional
  • Empresas modernas
  • Faltam profissionais no mercado
  • Salários competitivos

E, se você ainda não vende online, crie a sua loja virtual na Nuvemshop e comece hoje mesmo. Faça um teste grátis por 30 dias e conte com uma plataforma completa, prática e segura para ganhar dinheiro na internet. 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies