27/11/2014

Assistente de e-commerce: como contratar o profissional ideal para o seu negócio

Perfil de assistente de ecommerce

Com o crescimento contínuo de empreendedores objetivando a abertura ou alargamento de um empreendimento virtual, novas vagas na área têm sido divulgadas diariamente nos principais bancos de currículos virtuais, blogs que possuem classificados e grupos em redes sociais (seja nos grupos do Facebook ou no recurso nativo do LinkedIn).

Operações de todos os portes vêm buscando um profissional ímpar para a colocação de Assistente de E-Commerce – um dos cargos mais divulgados ultimamente. Porém, será que estas empresas realmente sabem qual a função do tal? E os candidatos estão devidamente qualificados para assumir?

Para um nítido entendimento, vamos ao princípio do que se intitula. O assistente de e-commerce é um profissional que está no degrau operacional de uma escala colaborativa. Suas funções são diretamente ligadas à excelência do funcionamento das interfaces que atua.

Os pontos-chave que devem ser minados em um profissional destes começa pela pró-atividade e dinamismo de trabalho. Em micro e pequenas empresas, o assistente de e-commerce normalmente zelará por um ótimo atendimento ao cliente, seja no SAC ou no televendas, bem como em outros canais. Uma ótima comunicação, sem vícios de linguagem, também se encaixa perfeitamente. Ainda quanto ao dinamismo e o exercício multitarefa, é imprescindível que o profissional seja resiliente. Aqui cabe, por exemplo, o cadastramento de novos produtos no site enquanto está realizando processos de logística reversa em caso de trocas.

Domínio em ferramentas que são requisitos fundamentais para o trabalho, como Photoshop, CorelDRAW, Microsoft Office, possíveis plataformas de e-mail marketing e operação de canais de comunicação voIP são fundamentais, tendo como diferencial o domínio em ferramentas Google (Ads, Analytics, Webdevelopers, etc), noções avançadas de SEO e SEM e conhecimento do funcionamento pleno de sistemas de marketplace, por exemplo.

Grandes operações possuem job descriptions avançadas, colocando estes profissionais em subáreas delimitadas por uma questão estratégica de aproveitar melhor a capacidade do colaborador e a estrutura da departamentalização. Assistentes de atendimento backoffice (SAC), assistentes de cadastramento, assistentes fiscais (e-commerce) e assistentes de logística (e-commerce) são algumas das vagas delimitadas por estas.

Como posso me qualificar para me tornar um excelente assistente de e-commerce?

Para se tornar um colaborador qualificado você deve compreender a descrição das tarefas que normalmente as empresas procuraram para o profissional nesta vaga.

Eis algumas das principais (lembrando que pode variar dependendo no tamanho, estrutura e divisão das operações):

  • Atendimento ao consumidor final – tanto em canais diretos quanto no que se diz às tarefas via backoffice;
  • Cadastro de produtos na loja virtual;
  • Dar baixar no sistema da plataforma conforme realiza picking e packing;
  • Editar banners e tratar imagens;
  • Manter contato com fornecedores;
  • Acompanhar e zelar pelo bom funcionamento da operação;
  • Acompanhar e zelar pelas redes sociais, atualizando-as de acordo;
  • Prestar relatórios de desempenho aos superiores quando informado.

Tendo estas tarefas em vista, o colaborador pode aperfeiçoar seu conhecimento em cursos profissionalizantes mestrados por tutores extremamente qualificados com vivência no mercado.

Recomendo os módulos da Universidade do E-Commerce, projeto desenvolvido pela Nuvem Shop para capacitar e aprimorar o conhecimento de profissionais na área. Dividido em cursos, as aulas são extremamente ricas em conteúdo para que aplique na prática em sua rotina.

Como está o mercado para a vaga de assistente de e-commerce?

Diariamente, novas oportunidades vêm surgindo com a alta demanda, principalmente de pequenas e médias empresas. Grandes operações também realizam contratações, mas estas geralmente trabalham com indicações internas antes de divulgar tais postos.

Sobre os processos seletivos, as micro e pequenas empresas, como normalmente são pontos físicos estabelecidos há anos, têm como entrevistador o dono do comércio ou algum gerente direto. Existem alguns cenários nos quais estes profissionais não tem o know-how necessário para certificar-se de conhecimentos específicos, então cabe a você identificar no momento da entrevista as necessidades da operação e demonstrar o quão sua capacidade pode ajudá-los a expandir.

Para médias e grandes empresas, duas situações podem ocorrer: ser primeiramente convocado para uma entrevista com RH terceirizado ou por um dos analistas de RH da empresa. Normalmente, essas empresas dividem seus processos seletivos em duas ou mais etapas, então sempre enfatize seus diferenciais e feitos extraordinários.

A ascensão está nas SUAS mãos

Diferente de muitos outros cargos operacionais, onde após um período de extrema dedicação existe a tendência de subir de cargo, a ascensão profissional e salarial não está apenas em tempo de casa ou dedicação extrema, mas em quanto você faz a operação crescer dentro de um determinado período.

Caso esteja dentro de uma microempresa e seja o único responsável pelo comércio digital, dê seu melhor e faça valer seu conhecimento através da prática. Sua realização de conversões não deve vir apenas da consequência de seu desempenho, e sim da capacidade de ter insights, pensar fora da caixa e zelar pela operação.

Em empresas de médio e grande porte, por sua vez, você trabalhará em equipe com colaboradores de diferentes culturas e prismas para lidar com os cenários, portanto, é necessário ser altamente sinérgico e empático, além de dividir suas experiências pertinentes às necessidades de acordo com o decorrer da rotina.

Gostou do artigo? Está pronto para colocar seus conhecimentos em prática? Que tal testar os 15 dias gratuitos da plataforma da Nuvem Shop? É simples, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos!

Data da última atualização: 16/03/2018


O que você achou desse conteúdo?


Ricardo Caramico

Ricardo é consultor em e-commerce certificado pela Unibuscapé Company. Colabora periodicamente dividindo insights e experiências adquiridas ao longo de sua jornada no comércio eletrônico.


    assistente-de-e-commerce-como-contratar-o-profissional-ideal-para-o-seu-negcio