Como criar estratégias de branding para e-commerce?

Por: Alejandro Vázquez

Peixes de papel vermelhos e um único peixe amarelo ao meio, representando o branding para ecommerce

Se você quer tornar sua loja virtual mais reconhecida, é fundamental trabalhar com estratégias de branding para o seu e-commerce. Isso porque, com um planejamento correto e um posicionamento de marca coerente com seus princípios e valores, você consegue criar um diferencial competitivo para o seu negócio. Como resultado, mais clientes serão impactados pelas suas ações e o seu faturamento poderá crescer.

Então, se você quer aprender a destacar sua loja online em um cenário digital cada vez mais concorrido, siga a leitura deste conteúdo! 📝

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Por que o branding no e-commerce é tão importante?

Apesar do que você possa pensar, o e-commerce não é apenas sobre vendas. Na verdade, trata-se de projetar sua marca para o mercado digital.

Hoje, tudo o que conhecemos e amamos nos produtos que usamos é devido à marca, afinal, ela é o elo que conecta empresas e clientes. Nesse sentido, o branding é fundamental para todas as empresas que querem ser reconhecidas online.

Ele é uma grande oportunidade para mostrar aos clientes quem você é e o que você representa. Basicamente, é uma excelente chance para ser honesto e aberto sobre a imagem que a sua marca quer passar para o mundo.

Além disso, os consumidores se apaixonam por ótimos produtos, no entanto, mais importante do que isso, apaixonam-se por ótimas marcas. Desse modo, se o seu produto/serviço não for representado por uma marca forte e relacionável, seus clientes terão dificuldades para se conectar com o seu negócio.

Como fazer branding para a minha loja virtual?

Agora que você sabe o que significa branding e qual a sua importância para um e-commerce, confira, abaixo, algumas dicas para você criar uma estratégia eficiente para o seu negócio. Veja:

1. Conheça seu público-alvo

Para começar, é fundamental saber quem é o seu cliente. Afinal, todos os elementos de sua marca giram em torno das pessoas que estão comprando seus produtos. Além disso, seus consumidores servem como a base de qualquer estratégia de branding de sucesso.

Faça uma análise de mercado e descubra os gostos do seu público-alvo, como também as necessidades do seu nicho. Com esse conhecimento, você pode antecipar as necessidades dos compradores e criar mensagens que falem diretamente com eles, alcançando-os nas plataformas certas com a solução que eles precisam.

2. Escolha o nome da sua marca

Lembre-se: marca é o que as pessoas falam sobre o seu negócio, e também o que o diferencia dos concorrentes. Trata-se, portanto, de um elemento muito importante do branding que precisa ser elaborado com cuidado. Sendo assim, ao escolher o nome da sua marca, certifique-se de que ele seja:

  • Curto;
  • Fácil de memorizar;
  • Fácil de pronunciar e escrever;
  • Relacionado ao seu produto ou serviço.

Não há necessidade de colocar a palavra “roupa” caso você atue no segmento de moda, por exemplo, mas procure refletir a sua proposta de alguma maneira. Isso ajudará as pessoas a entenderem o que você tem a oferecer e procurarem mais informações a respeito.

Como você também precisará de um bom SEO para garantir os acessos à sua loja virtual, vale a pena conferir as palavras-chave mais buscadas e utilizar um domínio igualmente intuitivo.

3. Determine o posicionamento do seu negócio

Outro recurso poderoso para o branding do seu e-commerce é o Brand Statement ou, em tradução livre, posicionamento de marca. Em poucas palavras, trata-se de como a sua marca é apresentada para o mercado.

Definir esse elemento requer uma reflexão profunda, mas é necessário tanto para ajudar as pessoas a entenderem a sua marca quanto para identificar quais iniciativas de marketing são relevantes. Tente responder a essas perguntas:

  • Quem é a sua marca?
  • O que ela oferece?
  • Quais suas características mais marcantes?
  • O que a diferencia da concorrência?
  • Quem é o seu público?

Depois, tente reunir essas questões em algumas linhas e deixá-las em um local visível do seu escritório e da sua loja virtual. Essa ideia “macro” é essencial para orientar o negócio no dia a dia e reforçar o seu posicionamento diante do público.

💡 Saiba mais: Posicionamento de marca: como construir o seu?

4. Defina visão, missão e valores

Independentemente de contar ou não com um plano de marketing, o ideal é incorporar três de seus elementos já na hora de começar o branding do seu e-commerce: a visão, a missão e os valores que serão levados adiante.

A missão é, basicamente, o impacto que você deseja causar no mundo: para o que a sua empresa existe? Deve ser o seu objetivo maior, que será priorizado em relação a todas as metas e continuará o mesmo ainda que, no futuro, seus produtos ou serviços mudem.

A visão é um pouco mais prática e precisa ser atualizada no decorrer do tempo. Basicamente, refere-se a onde você quer chegar. Pode ser em um prazo de 5, 10 anos, não importa — desde que seja sempre acompanhada com os KPIs certos e usada para tomar as decisões de negócio.

Por fim, os valores são todos os princípios éticos e comportamentais a serem incorporados nos procedimentos e nas atitudes dos funcionários. Compõem a cultura da sua empresa e fazem toda a diferença no modo como ela será construída.

💡 Saiba mais: Como determinar a visão e a missão do seu negócio

5. Crie um diferencial competitivo

Após definir tudo o que está relacionado à composição da sua marca, é hora de entender o que fazer para manter-se diferente dos concorrentes e conquistar os clientes.

O que você pode fazer em seu produto ou serviço para torná-lo original? Quais adaptações permitiriam que seu e-commerce inovasse e, ao mesmo tempo, mantivesse a proposta do posicionamento de marca?

Analise as últimas mudanças e as próximas tendências do seu ramo de atuação e antecipe-se. Pergunte-se como levar a sua missão adiante e explore públicos diferenciados, saindo do óbvio. São detalhes como esses que tornarão sua marca a favorita dos consumidores.

💡 Saiba mais: Diferencial competitivo: dicas para destacar o seu negócio

6. Esteja focado em criar uma boa experiência para os clientes

As experiências dos seus clientes são definidas pelo o que eles veem, sentem e ouvem, então, seu foco deve estar 100% neles. Isso porque uma ótima experiência para o consumidor faz com que eles se sintam bem.

De modo geral, eles gostam de saber que são parte de algo maior do que eles mesmos. Então, faça isso e personalize seu atendimento por meio das informações coletadas no primeiro tópico.

💡 Saiba mais: Por que o Customer Experience é tão importante?

Resumo

Agora que você já sabe como começar a investir no branding, não tem desculpas para não promover a sua marca.

E, para refrescar a sua memória, confira um breve resumo sobre os principais pontos abordados no artigo:

Por que é importante trabalhar com branding no e-commerce?

O branding é importante para todas as empresas que querem ser reconhecidas online. Além disso, trata-se de uma grande oportunidade para mostrar aos clientes quem você é e o que você representa.

Como fazer branding para e-commerce?

  1. Conheça o seu público-alvo
  2. Escolha o nome da sua marca
  3. Determine o posicionamento da sua empresa
  4. Defina visão, missão e valores
  5. Crie um diferencial competitivo
  6. Esteja focado na experiência do cliente

E, se você quer tornar o seu negócio ainda mais reconhecido, que tal fazer um teste de 30 dias grátis com a Nuvemshop? Crie sua loja e comece a vender hoje mesmo, é prático, seguro e não precisa de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies