14 dicas de como criar um bom layout para loja virtual

Por: Kawan Lopes

14 dicas de como criar um bom layout para loja virtual

O layout de uma loja virtual é responsável por boa parte da experiência de navegação do usuário. Isso porque é através dele que a sua marca se comunica visualmente com o seu público-alvo — por meio de imagens, banners, cores etc.

Ainda mais importante do que a estética, o layout de uma loja virtual deve ser direto ao ponto e fazer com que o consumidor passe pelas etapas da jornada de compra rapidamente.

Para te ajudar a ter um e-commerce que encante seus consumidores, separamos algumas dicas que podem te auxiliar na hora de montar (ou redesenhar) o layout da sua página de vendas. Confira na sequência. 😊

1. Deixe a barra de busca sempre em destaque

Essa dica é simples e extremamente valiosa. Quando um cliente entra na sua loja inclinado a comprar determinado produto, o caminho óbvio dele será fazer uma pesquisa na barra de busca. Por isso, ela deve estar sempre em destaque na página principal.

Uma barra de busca visível e atraente também será útil para manter aqueles usuários que entraram no site sem necessariamente ter um produto específico como foco de compra navegando por mais tempo em suas páginas. Portanto, pense nisso na hora de montar seu layout online.

2. Deixe os consumidores filtrarem a busca

Você entrou em um site qualquer de vestuário, viu uma camiseta incrível e decidiu comprá-la. Na hora de colocar o produto no carrinho, no entanto, você descobre que aquela camiseta não está disponível no seu tamanho. Frustrante, não é? Pois é, isso acontece bastante. Para evitar esse problema, é importante permitir que o cliente consiga filtrar seus resultados.

À medida que você disponibiliza essa alternativa de filtragem, é essencial também que o consumidor consiga fazer o caminho inverso. Por exemplo: você selecionou filtrar por camisetas da Adidas da cor azul e tamanho G. No entanto, se você mudar de ideia e quiser escolher outra cor, a barra de resultados deve permitir que você troque o azul pela nova cor desejada.

3. Sinalize itens que estão fora de estoque

Igualmente frustrante é se animar com determinado produto e só depois na hora de efetuar a compra descobrir que aquela mercadoria estava fora de estoque. Nessas horas, é importante se colocar na pele do consumidor, já que ninguém gosta de se animar com a possibilidade de adquirir um novo bem e depois perceber que aquele item nunca esteve disponível.

Pensando nisso, coloque na sua loja o aviso de produto esgotado caso algum item esteja realmente fora de estoque.

💡 Saiba mais: Como fazer a gestão de estoque?

4. Seja claro quanto ao frete, formas de pagamento e envio

Outra experiência frustrante é colocar o produto no carrinho, fazer todos os passos do checkout e descobrir só no final que aquela mercadoria possui valor de frete. Aqui, o problema nem é o valor extra da entrega, mas sim que o cliente está esperando pagar por um preço X e acaba sendo surpreendido no final.

Para evitar esse tipo de surpresa desagradável, é recomendado ser claro quanto ao frete (se existe e de quanto vai ser) desde o início do processo de compra.

Primeiro de tudo: se você oferece frete grátis (em qualquer compra ou acima de um determinado valor), informe isso logo na página inicial do site. Na sequência, disponibilize a alternativa de calcular o frete no carrinho de compras.

Por fim, é interessante ser específico quanto aos meios de pagamento e opções de frete. Vale lembrar que quanto mais alternativas você oferece na sua loja, maiores as chances de converter um possível comprador.

💡 Saiba mais: Frete no e-commerce: como descomplicá-lo no Brasil?

5. Adote boas práticas de checkout

Como falamos lá no começo do texto, um bom checkout vai direto ao ponto e faz com que o cliente perca pouco tempo para fechar uma compra. Existem muitas coisas a se falar sobre essa importante parte de um e-commerce.

A primeira é permitir que seu cliente compre algo sem a necessidade de se registrar no site. Isso porque o processo de ter que se cadastrar obrigatoriamente na página antes de concretizar o negócio é tedioso para alguns consumidores. Ofereça essa alternativa depois que a compra for concluída, por exemplo.

É recomendado também que o checkout tenha no máximo três passos. Comprar online é comprar com comodidade e evitar burocracias. Portanto, pense que um checkout burocrático pode afastar os clientes da sua loja.

No mais, o processo final da compra deve ser clean, ou seja, feito de uma maneira que nenhum elemento possa distrair o consumidor. Quanto menos conteúdo tiver a página de checkout, maior será sua taxa de conversão.

💡 Saiba mais: Checkout transparente: o que é e como usar no e-commerce?

6. Adote boas práticas também no carrinho de compras

É fundamental no e-commerce agradar a gregos e troianos. Como assim? Bem, ao pensar no layout de uma loja virtual, você deve considerar os novatos no mundo online e também aqueles compradores que já têm certa experiência. Esses usuários mais experientes provavelmente carregam consigo um nível de exigência bem maior, principalmente quando o assunto é o carrinho de compras.

Pensando nisso, uma dica legal é permitir que o cliente inclua um item à cesta sem que ele seja, necessariamente, direcionado ao checkout. O truque é deixar o carrinho de compras sempre às vistas e em todas as páginas do site para que ele possa ser acessado a qualquer momento.

É recomendado também que o botão de “adicionar ao carrinho” seja vistoso e atraente (lembre que ele vai ser a ponte final entre o processo de escolha do produto e a compra em si).

Por fim, o interior do carrinho também merece um cuidado especial. Detalhes básicos, como exibir as miniaturas dos produtos, podem dar mais vida à página e facilitar a leitura do cliente.

💡 Saiba mais7 causas de carrinho abandonado e como solucioná-las

7. Invista em bons menus

Essa dica vai para você que oferece uma quantidade considerável de produtos na sua loja. Grandes e-commerces, geralmente, possuem centenas de itens disponíveis para venda, mas como organizar todos eles no pequeno espaço de uma loja virtual?

A alternativa é criar menus personalizados (aqueles que saltam de determinada categoria quando você passa o mouse sobre ela). Gosto bastante do caso prático da Ponto, veja na imagem abaixo:

Captura de tela da loja Ponto.

8. Invista em fotos de qualidade

Enquanto, na loja física, você tem a oportunidade de ver e sentir o produto que vai comprar, na loja virtual isso é impossível. Isso gera um distanciamento quase natural entre cliente e produto, o que deve ser superado de alguma maneira.

Por isso, é primordial que as fotos do seu site sejam de qualidade, algo que encurtará, ainda que de forma superficial, aquela distância de que falávamos há pouco.

💡 Saiba mais: Como tirar boas fotos dos produtos?.

9. Faça a sua loja online como se fosse a loja física

Boas fotos, como falamos acima, podem encurtar a distância sensorial entre produto e cliente. Lembre-se, contudo, que uma loja virtual nunca vai ser uma loja física, por isso é necessário reduzir ainda mais esse distanciamento. Quanto mais específico você puder ser sobre os produtos ofertados, maiores as chances de convencer o cliente de que aquele é o item certo para adquirir.

Pego a Netshoes como exemplo. Veja como eles descrevem a chuteira com o máximo de detalhes possível, apresentam várias fotos do produto, as cores disponíveis e até os tamanhos em estoque. De quebra, o usuário ainda consegue dar zoom para ver o material do tênis com um nível de detalhamento ainda maior. Incrível, né?

Captura de tela da loja Netshoes.

10. Leve o SEO em conta

SEO (Search Engine Optimization, em inglês) é o que vai deixar a sua loja melhor posicionada em buscadores como o Google. Sem uma estratégia adequada de SEO, dificilmente seu site receberá visitas orgânicas (provenientes de buscadores), apenas pagas. E o que é preciso para otimizar minha loja online?

Estratégias como escolher um bom domínio, evitar conteúdo duplicado, obter links de terceiros, nomear produtos de acordo com as buscas dos usuários e escrever títulos e metatags únicos para cada página com certeza devem te ajudar. E como eu faço tudo isso? Fique tranquilo, a Nuvemshop preparou o conteúdo específico para ajudar com esse assunto:

💡 Saiba mais: Dicas de SEO para e-commerce

11. Integre redes sociais à sua loja

Incorporar as redes sociais à sua loja online é uma escolha sábia. Elas ajudam bastante no aumento do tráfego ao permitirem que cada item seja compartilhado e, por consequência, direcionam mais links para seu e-commerce.

No entanto, há um problema quando o assunto é social media. As redes sociais devem ganhar um destaque na sua página, sem dúvidas, mas sem que isso atrapalhe o foco principal, que é o produto.

Portanto, a dica aqui é incluir os banners das redes sociais nas landing pages de cada item e dar o devido destaque a eles, mas sem ofuscar a estrela principal (produto, sempre!).

💡 Saiba mais: Como escolher as redes sociais certas para a sua empresa?

12. Incentive o cliente a se inscrever para receber novidades, ofertas etc

À medida que sua loja for dando os primeiros passos, você precisará construir uma base de dados para divulgar os seus produtos via e-mail marketing e newsletter.

Uma estratégia para capturar o endereço eletrônico dos seus possíveis clientes é criar um banner e fazer com que ele se abra no site antes que o usuário comece a navegar. Quem faz isso muito bem é a Americanas, observe:

Captura de tela da loja Americanas.

13. Inclua depoimentos dos seus clientes

De acordo com uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 97% dos brasileiros pesquisam na internet antes de realizarem uma compra.

Esse dado é extremamente relevante e mostra a importância de exibir o feedback dos clientes na sua loja. A maioria dos e-commerces coloca esse depoimento direto na landing page de cada produto, o que nós também recomendamos para você.

14. Disponibilize informações de contato

A confiança é uma das barreiras com mais chances de afastar o consumidor das lojas virtuais menos conhecidas. Diminuir essa falta de credibilidade é uma tarefa árdua, mas, ao mesmo tempo, possível.

Uma estratégia é exibir na sua página formas variadas para que o cliente possa entrar em contato com você. Como e-mail, telefone e redes sociais. Nada como falar com alguém real para ter a certeza de que aquele e-commerce é, de fato, confiável, correto?

💡 Saiba mais: Como ter um loja online mais segura e confiável?

5 exemplos de layouts para loja virtual

Agora que você já sabe o que é preciso para ter um bom layout em sua loja virtual, vamos conhecer alguns exemplos? Confira na sequência 5 e-commerces da Nuvemshop que mandam muito bem no quesito layout online:

1. Lolja

A Lolja trabalha com uma proposta de moda personalizada, trazendo peças superdiferentes e trabalhando muito bem com seu público-alvo. A marca é um sucesso e o seu layout é um exemplo de que um bom trabalho visual faz toda a diferença.

Captura de tela da loja Lolja.

2. Trend Boys

A loja Trend Boys possui um layout moderno e que é a cara da marca, que vende acessórios de moda masculina. O destaque vai para a paleta de cores superelegante e muito bem utilizada nos elementos da página.

Captura de tela da loja Trend Boys.

👉 Ferramenta grátis: Gerador de Paleta de Cores Online

3. LBA

A LBA é uma loja de óculos que criou um layout online encantador. Com um bom uso dos banners, logo na página inicial nos deparamos com uma vitrine virtual incrível.

Captura de tela da loja LBA.

4. Planner Estelar

Com um trabalho visual impecável, a Planner Estelar trouxe para o design da sua loja uma série de ilustrações lindas. Além de oferecer uma boa experiência visual, as imagens ajudam a divulgar o trabalho artístico feito pela marca.

Captura de tela da loja Planner Estelar.

5. Brutal Kill

Para finalizar, você precisa conferir o layout da loja Brutal Kill. O e-commerce possui uma identidade visual bem forte e isso é muito bem aproveitado no layout online. Veja:

Captura de tela da loja Brutal Kill.

Aposto que essas lojas te inspiraram, acertei? Pois saiba que todas elas foram criadas na Nuvemshop. A plataforma oferece mais de 30 de modelos de layouts pré-definidos para criar uma loja do jeito que você sempre sonhou.

”Crie
Testar 30 dias grátis

Resumo

Espero que as dicas e exemplos que vimos por aqui hoje te ajudem a criar um layout incrível para a sua loja virtual. Use toda sua criatividade e dê vida àquele projeto que você ainda não tirou do papel.

Antes de finalizar, que tal conferir um rápido resumo sobre este conteúdo?

14 dicas para criar um layout para sua loja virtual

  1. Deixe a barra de busca sempre em destaque
  2. Deixe os consumidores filtrarem a busca
  3. Sinalize itens que estão fora de estoque
  4. Seja claro quanto ao frete, formas de pagamento e envio
  5. Adote boas práticas de checkout
  6. Adote boas práticas também no carrinho de compras
  7. Invista em bons menus
  8. Invista em fotos de qualidade
  9. Faça a sua loja online como se fosse a loja física
  10. Leve o SEO em conta
  11. Integre redes sociais à sua loja
  12. Incentive o cliente a se inscrever para receber novidades, ofertas, etc
  13. Inclua depoimentos dos seus clientes
  14. Disponibilize informações de contato

Quer colocar tudo isso em prática? Crie sua loja e teste a Nuvemshop por 30 dias grátis. Comece agora mesmo a vender online, é simples, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer criar sua loja virtual?

Crie sua loja na Nuvemshop e teste a plataforma gratuitamente por 30 dias. São mais de 30 modelos de layout para você dar vida ao seu pojeto hoje mesmo!

Osmoze - www.osmozestore.com.br
Morango Brasil - morangobrasil.com.br
Osram - loja.osram.com.br
Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies