O que é fluxo logístico e quais são os tipos existentes?

Por: Nuvemshop

Gestor cuida do fluxo logístico com uma prancheta em um armazém

Fluxo logístico é uma sequência de processos essenciais para garantir que os produtos e serviços cheguem até os consumidores de forma ágil e eficiente. Nas empresas, existem diferentes tipos como fluxos de informações, fluxos de materiais, logística reversa e fluxos econômicos.


O fluxo logístico faz parte de todos os ciclos que acontecem dentro de uma empresa, desde a origem do produto até a sua entrega ao consumidor. Ele compõe essa área que chamamos de logística, que tem como propósito coordenar a movimentação de todos os produtos e serviços dentro de uma empresa.

Em um cenário altamente competitivo no qual o consumidor está cada vez mais exigente e conectado com as empresas, a agilidade e bom atendimento ao cliente são requisitos prioritários. E claro que isso passa pela gestão logística da empresa.

Para quem vende pela internet, o objetivo é entregar a mercadoria de forma rápida e garantir a satisfação do cliente. Para atingir esse objetivo, todos os processos são feitos de forma online, com o auxílio de softwares que otimizam as etapas de cada fluxo.

Se você quer entender melhor a importância do fluxo logístico para os resultados do seu negócio, precisa conferir este artigo completo que preparamos.

Siga a leitura e veja como agilizar seus processos! 🚀

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é fluxo logístico?

Fluxo logístico é um conjunto de etapas que tem como principal objetivo aperfeiçoar processos na empresa. Com uma sequência adequada e movimentações ágeis de informações e mercadorias, é possível garantir uma experiência de qualidade para os clientes na venda, entrega e pós-venda.

Basicamente, esses fluxos são importantes porque possibilitam que os produtos comercializados pela empresa cheguem ao seu destino final o mais rápido possível. Para isso, eles são elaborados com base na rota de entrega, meios de transporte utilizados e locais de armazenamento.

Um exemplo de fluxo logístico é o processo que começa na venda de um produto em um ecommerce, passa pelas etapas de armazenamento, separação, embalo e envio, e termina na entrega do produto ao consumidor.

Desde a Revolução Industrial, em que o capitalismo se desenvolveu e o comércio mundial se expandiu, a logística teve que acompanhar o ritmo de crescimento do mercado. Afinal, as empresas precisam aumentar a circulação de seus produtos e buscar meios de expansão através do transporte terrestre, marítimo ou aéreo.

Nesse contexto, os fluxos precisam ser muito bem planejados para melhorar a eficiência operacional e atender à alta demanda do mercado.

Quais são os tipos de fluxo logístico?

Os processos de fluxo logístico servem para ajudar um negócio a atingir seus objetivos com foco total em qualidade e otimização de espaço de tempo — o que, consequentemente, diminui os custos e desperdícios.

Mas eles não são todos iguais. Confira os principais tipos que existem nas empresas:

Fluxo de materiais

O principal objetivo do fluxo de materiais é transportar insumos e produtos que foram comprados ou vendidos, de forma que a chegada e saída de materiais do armazém esteja sempre organizada.

Essa é uma das etapas mais importantes para garantir a entrega do produto dentro do prazo estabelecido.

A complexidade do fluxo de materiais depende das atividades da empresa. Por exemplo, um negócio que trabalha com centros de distribuição em todo o território nacional precisa coordenar diversas movimentações de produtos, mas pode utilizar somente o modal rodoviário.

Quando a logística envolve importações e exportações, a operação precisa ser ainda mais robusta. Nesse caso, a modalidade marítima é mais utilizada, já que possui uma capacidade de carga maior e um frete mais competitivo em relação a outros meios de transporte.

Porém, é importante saber que o fluxo logístico internacional tem regras diferentes, pois envolve não apenas o tempo da viagem, mas também algumas questões fiscais como taxas e impostos.

💡 Saiba mais: Como funcionam os impostos sobre produtos importados?

Fluxo de informações

Esse fluxo lida com todas as informações durante e após o processo de aquisição de produtos. Dessa forma, ele se torna importante para auxiliar no controle da gestão, isso porque, com a utilização das ferramentas certas é possível tomar decisões muito mais assertivas.

Com o fluxo de informações em pleno funcionamento, todos os dados sobre o pedido são disponibilizados e é possível conferir o rastreamento da mercadoria durante todo percurso de entrega. Desse modo, o consumidor consegue ter uma previsão de chegada do pedido, e o vendedor mais controle e planejamento.

Fluxo financeiro

O fluxo financeiro envolve todos os valores movimentados nas transações de uma empresa, seja para compras ou vendas. Logo, ele é essencial para o funcionamento dos demais fluxos e permite a gestão financeira adequada do negócio.

Fluxo reverso

Por último, o fluxo reverso, também chamado de logística reversa, trata de todo o processo de reaproveitamento de produtos ou destinação de resíduos da empresa. Na realidade do e-commerce, ele se refere ainda à troca ou devolução de produtos.

Esse fluxo serve para reciclar e reparar todos os produtos na etapa pós-consumo e também para garantir o recebimento de itens devolvidos e envio de novos produtos, quando for o caso.

Além de representar uma redução de custos para a empresa, a logística reversa focada em reciclagem também contribui para a preservação do meio ambiente. Do lado da devolução é troca, é um processo necessário para atender às solicitações dos consumidores e respeitar o direito de arrependimento.

📹 Veja também: Como fazer logística reversa

Etapas do fluxo logístico

A pontualidade de entrega e a qualidade são pontos importantes para o consumidor e para as empresas, por isso, seguir as etapas do fluxo logístico é fundamental. Veja quais são elas e como funcionam.

1. Recebimento de mercadorias

A primeira etapa do fluxo logístico começa quando o produto chega até o armazém ou fábrica e passa por um processo de conferência e identificação antes de chegar ao estoque.

Muitos problemas podem ser evitados se a sua empresa tiver um processo rigoroso nesse início e manter uma boa comunicação entre as áreas.

Por exemplo, se um e-commerce trabalha com crossdocking — modelo de distribuição que reduz etapas no fluxo logístico — , é preciso ter um controle minucioso dos produtos que chegam ao centro de distribuição e são despachados para o consumidor.

💡 Saiba mais: Qual é a diferença entre cross docking e dropshipping?

2. Armazenamento

Na etapa de armazenamento, o controle de estoque entra em cena para garantir que as mercadorias sejam guardadas da forma correta até o envio.

Todos os produtos devem ser mantidos em um ambiente seguro e organizados conforme suas características, levando em conta a sazonalidade das vendas, nível de rotatividade de cada item, projeção de vendas, entre outros aspectos.

Você pode usar estratégias como a gestão por circulação de produtos, que considera que, quanto maior o número de vendas de um item, mais acessível ele deve estar. Assim, o tempo é otimizado e a movimentação fica muito mais fácil.

👉 Planilha gratuita: Modelo de controle de estoque

3. Separação de pedidos (picking)

Conhecida como picking, a etapa de separação de pedidos consiste em reservar quais são os itens que serão entregues de acordo com sua prioridade.

Quanto mais organizada essa etapa for, menor a possibilidade de erros e pedidos de troca e devolução.

Nesse caso, a melhor solução é apostar em um sistema de gestão para operações e logística para automatizar as tarefas de picking e evitar a perda de tempo com o trabalho manual.

💡 Saiba mais: 7 boas práticas de operações e logísticas para o seu negócio

4. Embalo (packing)

O packing é o processo de acomodação de um item antes do envio. sabe quando cuidamos da embalagem e organização de um produto e conferimos se está tudo correto para envio?

É disso que estamos falando! Se você cumprir essa etapa corretamente, a probabilidade de um artigo sair da loja com avarias é quase zero.

Um bom packing deve reduzir o tempo de processamento das vendas e deixar os envios mais ágeis. Assim, os consumidores irão receber seus produtos intactos e dentro do prazo — o que transmite uma ótima imagem da empresa.

5. Envio da mercadoria

Quando o fluxo logístico é eficiente, o envio da mercadoria é feito dentro do prazo, com o produto bem embalado e o pedido devidamente revisado. Assim, o consumidor fica satisfeito e o lojista lucra cada vez mais com suas vendas.

De modo geral, o processo de envio é de responsabilidade de uma empresa de transporte, que deve traçar toda a rota que será percorrida e fazer a atualização constante do sistema para garantir o rastreamento do produto.

No e-commerce, as modalidades de envio mais comuns são pelos Correios e por transportadoras.

💡 Saiba mais: Como enviar produtos pelos Correios do seu e-commerce?

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Resumo

Agora você sabe o que é fluxo logístico e por que ele é uma peça-chave nas operações da sua empresa. Então, já pode começar a investir na otimização de cada etapa!

Mas antes, vamos conferir um resumo do artigo.

O que é fluxo logístico?

Fluxo logístico é uma sequência de processos essenciais para garantir que os produtos e serviços cheguem até os consumidores de forma ágil e eficiente. Nas empresas, existem diferentes tipos como fluxos de informações, fluxos de materiais, logística reversa e fluxos econômicos.

Quais são os tipos de fluxo logístico?

  • Fluxo de materiais;
  • Fluxo de informações;
  • Fluxo financeiro;
  • Fluxo reverso.

Etapas do fluxo logístico

  1. Recebimento de mercadorias: chegada do produto até a fábrica ou centro de distribuição para conferência e checagem;
  2. Armazenamento: conjunto de técnicas de conservação e controle dos itens em estoque que posteriormente serão enviados aos consumidores;
  3. Separação de pedidos (picking): organização dos produtos e descrição de prioridades;
  4. Embalo (packing): escolha da embalagem e preparo dos produtos antes de serem enviados aos clientes;
  5. Envio da mercadoria: transporte do produto até o cliente.

Ficou claro o que é o fluxo logístico e por que ele é importante para a sua empresa?

Agora aproveite seu aprendizado para agilizar suas vendas online com uma plataforma de e-commerce completa. Teste a Nuvemshop por 30 dias grátis, é rápido, fácil e não exige conhecimentos técnicos! 👍

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies