Como criar uma página de vendas e aumentar sua taxa de conversão

Por: Kawan Lopes

Imagem mostrando um homem usando um notebook, representando a navegação em uma página de vendas.

Páginas de vendas são landing pages criadas com foco direto na conversão de visitantes. Diferente dos modelos tradicionais de landing pages — que visam a divulgar produtos ou serviços de forma mais informativa — , uma página de vendas é pensada para levar o usuário a finalizar uma compra.


Ganhar dinheiro na internet é o objetivo central de qualquer negócio que busca crescimento no mercado digital. Desse modo, são incontáveis as formas, meios, ferramentas e estratégias existentes para aplicar no dia a dia de uma empresa. Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre uma prática que pode alavancar sua taxa de conversão: a página de vendas.

Adicionando essa estratégia ao dia a dia da sua empresa, seus resultados podem crescer consideravelmente. Afinal, o foco de um empreendedor deve estar em técnicas de vendas que sejam eficientes na geração de lucro, não é mesmo?

Então, sem mais delongas, vamos ao conteúdo. 😉

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é uma página de vendas?

Páginas de vendas são landing pages criadas com foco direto na conversão de visitantes. Diferente dos modelos tradicionais de landing pages — que visam a divulgar produtos ou serviços de forma mais informativa — , uma página de vendas é pensada para levar o usuário direto para a etapa final da jornada: a compra.

Essa estratégia funciona muito bem quando unida a canais de vendas online como lojas virtuais e marketplaces. Além disso, essas páginas podem influenciar diretamente sua taxa de conversão.

💡 Saiba mais: O que vender na internet?

Interessante, não é? Aproveite e veja, no vídeo abaixo, algumas outras estratégias para aplicar à sua página e aumentar as vendas:

Quer se aprofundar? Siga comigo, pois veremos, na sequência, como funciona essa estratégia e como criar uma página de vendas que converta bem.

Qual a importância de uma página de vendas?

Agora que você já sabe exatamente o que é uma página de vendas, nada mais justo do que descobrir porque vale a pena investir em uma, certo? Confira as três principais vantagens dessa estratégia.

1. Ajuda a divulgar seus produtos

Uma página de vendas pode te ajudar a aumentar o alcance dos seus produtos. Como os links são facilmente compartilháveis, você pode distribuí-los nas suas redes sociais e em outros canais de comunicação.

Além disso, você pode otimizar suas páginas de venda para os mecanismos de busca com o uso de técnicas de SEO. Assim, elas podem ganhar destaque em buscadores como o Google, o que dará mais visibilidade para seus produtos.

2. Aumenta o tráfego da sua loja virtual

Inserindo links de saída da sua página de vendas para sua loja virtual, você faz com que mais pessoas naveguem pelo seu e-commerce. Isso irá, consequentemente, aumentar o tráfego de visitas do seu site.

Com isso, além de encontrar os produtos que eles já buscavam, os visitantes têm a oportunidade de conhecer seu site, bem como os outros itens que você vende. Assim, você aumenta também a popularidade da sua marca.

3. Aumenta sua taxa de conversão

É claro que não poderíamos deixar de falar sobre o impacto de uma página de vendas na sua taxa de conversão, certo? Afinal, este é o ponto principal dessa estratégia.

Com o uso dos recursos que listamos anteriormente, uma página de vendas pode fornecer todas as informações importantes sobre o produto e encantar o usuário. Dessa forma, ela influencia diretamente a conversão dos visitantes em clientes.

Quais são as diferenças entre loja virtual, página de vendas e marketplace?

Se você chegou até aqui se perguntando sobre a diferença entre uma página de vendas, uma loja virtual e um marketplace, não se preocupe! Vou explicar a seguir uma por uma para que não fique nenhuma dúvida.

Loja virtual

Uma loja virtual é um site que garante a você toda a estrutura necessária para publicar, vender e enviar os seus produtos. Nesse modelo de negócio, você pode também criar vitrines virtuais para exibir seus itens, além de customizar o site de acordo com a identidade visual da sua marca.

Além disso, em uma loja virtual, são vendidos somente os produtos que você desejar incluir. Você também é responsável por definir quais serão os meios de pagamento e envio disponíveis. Em resumo: é o seu negócio online do jeitinho que você projetou.

Caso esteja pesquisando sobre o assunto, te convido a conhecer a Nuvemshop para criar sua loja online.

Com a plataforma de e-commerce, você pode criar páginas personalizadas para vender produtos ou serviços: isso tudo sem conhecimentos técnicos!

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Página de vendas

Já uma página de vendas, como já comentamos, é uma landing page criada com o intuito de gerar vendas. Diferente da loja virtual, ela foca em apresentar e divulgar um produto ou serviço de forma visualmente atrativa.

Em uma página de vendas, o cliente deve encontrar tudo o que ele precisa para decidir comprar de você. Após isso, o consumidor deve ser direcionado, por meio de links de saída, até sua loja virtual para concluir a compra e efetuar o pagamento.

💡 Saiba mais: Como criar site de vendas?

Marketplace

Por fim, o marketplace é um canal de vendas que reúne diversos vendedores em um só lugar. Nesses sites, você pode publicar seus produtos para os milhões de clientes que os visitam periodicamente.

Os marketplaces também dispõem da estrutura necessária para que você faça suas vendas e receba por elas. A diferença é que, nesses canais, você divide espaço com outros milhares de vendedores que, muitas vezes, poderão estar vendendo o mesmo produto que você.

💡 Saiba mais: Como vender em marketplace?

Quais elementos que não podem faltar em uma página de vendas?

Não existe uma fórmula correta para fazer uma página de vendas de sucesso. Para saber qual é o melhor tipo para o seu negócio e público só existe um caminho: testar.

No entanto, existem alguns elementos que não podem faltar na sua página de vendas. Confira a seguir:

1. Capriche no título da sua página

Assim como em um artigo ou notícia, sua página de vendas deve contar com um título que seja claro, direto e chamativo.

Por ocupar uma parte da tela que ganha bastante destaque no primeiro momento, essa pequena frase tem uma das missões mais importantes na página de vendas: convencer o visitante a não ir embora.

Tendo isso em vista, pense em títulos eficientes, atrativos e que resumam o que o usuário irá encontrar na página. Se preferir, use o nome do produto com uma chamada ou slogan, assim como mostra o exemplo da Apple visto anteriormente.

Banner do gerador de slogan da Nuvemshop.

Aqui, é importante usar sua criatividade para que o título da sua página seja chamativo, porém sutil. Lembre-se de jamais escrever em caixa alta, pois essa prática pega muito mal na internet e pode espantar os usuários logo no primeiro momento da visita.

2. Forneça uma boa descrição do produto ou serviço

Se tem algo que não pode faltar em uma página de vendas é a descrição do item que está sendo divulgado. Quanto mais informações o visitante tiver sobre o produto/serviço, maiores serão as chances de conversão.

Por isso, deixe à mostra tudo o que o cliente precisa saber para a decisão de compra. Desde dados básicos como tamanhos disponíveis, fabricação etc, até formas de usar, precauções e atributos.

Este é um ponto muito importante, já que no ambiente virtual basta uma pergunta sem resposta para que o cliente desista de comprar. Portanto, não deixe que isso aconteça pela ausência de informações.

💡 Saiba mais: Como fazer uma boa descrição de produtos no e-commerce?

3. Destaque os benefícios do seu produto/serviço

Além de fornecer uma boa descrição do seu produto, a página de vendas é um ótimo espaço para dar destaque às suas vantagens. Para isso, entenda qual atributo dentre todos os oferecidos pelo item pode ser mais chamativo.

Todo produto tem o seu diferencial e a página de vendas é o local onde você pode explorar isso a seu favor.

4. Crie vídeos de seus produtos

Outra tática interessante e que pode ser efetiva na conversão é o uso de vídeos. Materiais neste formato que ofereçam informações relevantes sobre o produto tendem a agradar o público.

Muitos consumidores, inclusive, optam por assistir vídeos de reviews — ou resenhas — de produtos antes de comprar. Este tipo de conteúdo é muito bom em termos de conversão, já que seu formato consiste em pessoas reais experimentando o produto e contando suas impressões.

No e-commerce, sem a oportunidade de provar os produtos, este tipo de vídeo pode ser aquele empurrão de que o cliente precisa para a decisão de compra.

💡 Saiba mais: Como fazer vídeos de qualidade para os seus produtos

5. Exiba depoimentos reais

Exibir depoimentos de clientes que já compraram de você também pode ser bastante positivo em uma página de vendas. Esses relatos têm o efeito semelhante ao vídeo de review, já que traz as palavras de um consumidor real.

Para esses depoimentos você pode explorar alguns formatos como o texto e o vídeo. O ideal é garantir que você colete o relato de clientes que ficaram satisfeitos com a compra e que tenham coisas boas a dizer sobre sua empresa.

Além de ajudar na conversão, essa é uma oportunidade de fornecer aos visitantes uma visão mais ampla de como o seu produto funciona do ponto de vista do consumidor. Na página da Nuvemshop, por exemplo, você encontra uma sessão chamada Histórias de clientes. Nela, reunimos os relatos de algumas das lojas que fazem parte da plataforma.

Cada história é contada em um vídeo pelos próprios lojistas, que comentam sobre o início de suas marcas e sobre como a Nuvemshop os ajudou a potencializar suas histórias de sucesso. Dessa maneira, os visitantes, além de conhecerem histórias incríveis, podem ter uma ideia de como a Nuvemshop ajuda a impulsionar negócios na prática.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

6. Crie uma breve biografia do negócio

Muitos clientes gostam de se sentir conectados com as empresas das quais eles compram. Assim, fornecer informações para que eles possam conhecê-lo um pouco mais pode ajudar tanto na conversão quanto na fidelização.

Não precisa dedicar muito espaço para este item. Alguns parágrafos que contem sobre como a empresa surgiu, qual é o seu propósito, missão, visão e valores já são suficientes.

O ideal é que, em poucas palavras, você consiga transmitir um pouco da essência da sua empresa. Isso irá te ajudar a criar relacionamento com seus clientes, o que influi diretamente em suas vendas.

7. Crie um campo de FAQ

O FAQ (Frequently Asked Question) — em tradução livre, perguntas feitas recentemente — é um item que não pode faltar em sua página de vendas. É necessário dar bastante atenção para a criação dela para garantir que você insira as informações que são relevantes para o seu público.

Neste campo da página, é importante reunir todas as perguntas e respostas que envolvam desde as características dos produtos até os fluxos de pagamento e envio. Assim, caso o visitante tenha alguma dúvida ou insegurança, ele pode encontrar as respostas de que ele precisa para a decisão de compra.

8. Insira informações sobre a garantia

Informações sobre a garantia podem ser inseridas na descrição dos produtos ou na FAQ da sua página. No entanto, por se tratar de algo importante para boa parte dos consumidores, pode valer a pena destacar este item.

Aqui, vale entender se destacar a garantia faz sentido para o tipo de produto que você vende. A compra de roupas online, por exemplo, tende a causar inseguranças nos clientes. Tendo isso em vista, destacar quantos dias o cliente tem para solicitar a troca é um ponto superpositivo.

9. Crie uma política de privacidade e termos de uso

Se sua marca ainda não tem uma política de privacidade e termos de uso definidos, você está um passo atrás da sua concorrência. No comércio eletrônico, assim como em qualquer outro, é importante dispor de informações que deixem clara a relação entre a sua marca e seus clientes.

Principalmente com a chegada da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), a política de privacidade e os termos de uso podem ajudar a alinhar informações importantes com seus visitantes. Além do mais, dispor dessas informações passa mais segurança e profissionalismo, o que impacta na imagem que seu público terá do seu negócio.

Banner com botão clicável direcionando para o gerador de política de privacidade grátis

10. Mostre o preço e as formas de pagamento

Muitas empresas optam por exibir os valores e meios de pagamento somente em suas lojas virtuais, deixando a página de vendas responsável apenas por mostrar o produto. Esse pode não ser o melhor caminho, já que muitos clientes preferem encontrar tudo o que eles gostariam de saber em um só lugar.

Tenha em mente que, quanto mais obstáculos existirem no caminho do seu cliente até a finalização da compra, menores serão as chances da venda acontecer. Por isso, forneça tudo o que ele precisa saber, incluindo o preço e como pagar.

11. Forneça dados de contato

Alguns clientes se sentem mais seguros tirando suas dúvidas diretamente com o suporte da empresa antes de fazer uma compra. Por isso, fornecer os dados de contato em sua página de vendas irá facilitar o seu fluxo de atendimento, além de passar mais segurança para os consumidores mais desconfiados.

No e-commerce, o atendimento ao cliente é uma das principais tendências entre negócios que buscam ter sucesso. Portanto, faça com que seja fácil entrar em contato com sua empresa e ofereça o melhor suporte possível. Isso irá te ajudar na captação e fidelização de clientes.

Uma das principais estratégias adotadas por negócios online é o uso do WhatsApp como canal de atendimento. A dinâmica das mensagens por meio dessa ferramenta permite que o contato entre cliente e empresa seja mais eficiente.

Utilizando a versão do app para negócios, ou seja, o WhatsApp Business, você pode organizar um fluxo de atendimento que funcione para você e seu público.

12. Ofereça diversas formas de envio

Uma das questões que mais influenciam na decisão de compra é o frete. Oferecer boas condições de envio tende a dar aquele empurrão na hora de o cliente concluir a compra.

Mesmo que o consumidor precise ir até sua loja virtual para concluir a compra — falaremos sobre isso no decorrer do artigo — , é importante que ele tenha visibilidade de todas opções de envio disponíveis. Uma boa estratégia é destacar as condições de frete promocionais, como por exemplo: “Frete grátis para toda a grande São Paulo”.

💡 Saiba mais: Como melhorar o problema de frete caro e aumentar vendas?

13. Adicione um contador regressivo

Conectada a dica anterior, a estratégia de usar um contador regressivo pode ajudar suas vendas justamente por despertar a sensação de urgência. Essa ferramenta consiste, basicamente, em um cronômetro que é exibido na página de acordo com sua programação.

É possível ajustar o contador para sinalizar o encerramento de uma promoção ou uma data especial, para o lançamento de algum produto etc. Essa prática tende a funcionar muito bem, principalmente se você estiver oferecendo condições promocionais para a compra.

Com o uso de ferramentas como o Infogram, por exemplo, você pode criar cronômetros personalizados para a sua página de vendas. Caso você encontre dificuldades na instalação do contador, o ideal é buscar a ajuda do seu programador, ok?

💡 Saiba mais: Como usar gatilhos mentais para gerar vendas?

A CTA (Call To Action) — no português, chamada para ação — é uma prática muito utilizada no marketing digital para auxiliar no alcance de diversos objetivos. Ela consiste em chamadas que incentivam o usuário a tomar determinadas ações. Por exemplo: “Compre agora”, “Cadastre-se”, “Clique aqui e saiba mais”, etc.

Já os links de saída são aqueles que levarão o usuário para alguma página que você quer que ele visite, como uma loja virtual, por exemplo. Em uma página de venda, o uso dos links de saída é primordial para a conclusão de uma compra, já que, na maioria das vezes, ela será feita em um e-commerce e não na própria landing page.

Então, investir em CTAs que direcionem os visitantes para sua loja virtual é a cartada final para que ele efetue a compra. O ideal, nestes casos, é inserir, nas CTAs, links de saída que levem o cliente diretamente para a página de pagamento.

💡 Saiba mais: O que é CTA ?

Como criar um site de vendas?

Depois de escolher a ferramenta ideal para criar sua página, é importante ter em mente tudo o que você precisa fazer para atingir as metas estabelecidas. Para isso, separei 20 dicas sobre como criar uma página de vendas que irá converter seus visitantes em clientes.

Portanto, separe o bloco de notas e venha comigo. 📝

1. Conheça o seu público-alvo

Conhecer o seu público-alvo já é uma etapa indispensável para o início de qualquer negócio. Para uma página de vendas, portanto, este trabalho não deve ser diferente.

É preciso entender onde sua audiência está concentrada na internet e como fazer para levá-la até sua landing page. Links em redes sociais tendem a ser bastante efetivos, mas, para isso, você precisa saber em quais canais você irá encontrar o seu público focal.

Além disso, conhecer bem a sua audiência irá te ajudar a construir uma página mais alinhada com os valores e expectativas do seu público. Oferecer uma experiência de navegação positiva irá influenciar diretamente sua taxa de conversão.

💡 Saiba mais: O que é persona e como definir a do seu negócio?

2. Trabalhe com um layout responsivo

O layout responsivo é uma tecnologia que garante que uma página seja acessada com a mesma qualidade de qualquer dispositivo — desktop, smartphone, tablet etc. Então, contar com este atributo é essencial para atingir suas metas de conversão.

Pense que, cada vez mais, os dispositivos móveis estão dominando os acessos à internet. Com isso, garantir que seu público possa acessar sua página de qualquer dispositivo é crucial para que a estratégia traga resultados.

Portanto, tenha isso em vista no momento de escolher a ferramenta para criar sua página de vendas.

A Nuvemshop, por exemplo, já oferece o layout responsivo para toda e qualquer página criada pela plataforma. Isso já risca da sua lista um dos fatores mais importantes.

💡 Saiba mais: O que é design responsivo e qual sua importância?

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

3. Conte com a ajuda de um profissional

Se você não tem conhecimentos avançados sobre programação, contar com a ajuda de um profissional pode te ajudar a criar sua página do jeito que você a imaginou. Programadores e web designers podem dar vida aos seus projetos de uma forma muito mais eficiente, mesmo que você opte por utilizar plataformas fáceis de usar.

Além disso, com a ajuda de um profissional você pode se preocupar apenas com a parte conceitual da sua página. Isso porque a criação e a manutenção da landing page ficará por conta do programador.

Assim, você pode focar mais nas estratégias de conversão para a página e em mensurar os resultados.

Se você é lojista na Nuvemshop, é possível conferir uma lista de profissionais selecionados que podem te ajudar com o seu projeto na página Especialistas Nuvem.

4. Use recursos visuais

O uso de recursos visuais no e-commerce é crucial para a taxa de conversão. Nesse mercado, o cliente só pode visualizar os itens por meio da tela, por isso, é importante caprichar em seu catálogo online.

Na página de vendas, utilize as melhores imagens do seu produto para garantir que os visitantes tenham uma boa visualização do que você está oferecendo. Além disso, usar as cores da sua marca e fontes chamativas pode proporcionar uma experiência visual mais agradável.

A Fiat, por exemplo, criou uma página de vendas exclusiva para divulgar o automóvel Fiat Argo. No site, podemos ver o uso de uma paleta de cores alegre e chamativa. Além disso, foram usadas diversas imagens do veículo em vários ângulos. Veja logo abaixo:

Captura de tela da página de vendas da Fiat.

👉 Ferramenta grátis: Gerador de Paleta de Cores Online

5. Use gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são mecanismos cerebrais que podem definir nossas escolhas por meio de frases, imagens etc. O uso deles no marketing é muito comum e tende a ser bastante efetivo.

Por meio de mensagens sutis, é possível transmitir ideias como: segurança, autoridade, confiança, qualidade, emergência etc. Desse modo, pensar no conteúdo da sua página de vendas por essa perspectiva pode ser bastante útil para aumentar suas conversões.

Um bom exemplo é o uso de mensagens que sugiram emergência para a compra, como: “últimos dias para comprar”, “últimas peças em estoque”, “promoção válida apenas hoje” etc.

6. Dê um bônus para os visitantes da página

Por fim, mas não menos importante, vamos falar sobre o uso de promoções especiais para sua página de vendas. Essa prática, de todas as listadas anteriormente, provavelmente, é a mais efetiva.

Clientes amam descontos. Portanto, criar cupons exclusivos para clientes que visitaram sua página de vendas é certamente uma ótima técnica de venda. Assim, você aumenta o engajamento da sua página e sua taxa de conversão.

A única precaução, neste caso, é se atentar ao valor do desconto que será oferecido. Lembre-se de que esse tipo de condição promocional precisa ser atrativa para o consumidor e rentável para o seu negócio ao mesmo tempo.

💡 Saiba mais: Como oferecer cupons de desconto?

Ferramentas para criar uma página de vendas

O primeiro passo para criar uma página de vendas é encontrar uma plataforma que ofereça os atributos necessários para:

  • Criar e hospedar sua página online;
  • Oferecer um layout adaptável e customizável;
  • Manter sua página no ar e disponível para todos os usuários.

Estes são três pontos cruciais que você deve levar em consideração ao escolher uma plataforma para criar sua página online. Para te ajudar com isso, separei algumas dicas de serviços que podem ser úteis para criar e colocar sua página de vendas no ar.

1. Nuvemshop

A Nuvemshop busca oferecer uma experiência completa em vendas online. Pensando nisso, a plataforma dispõe de uma ferramenta exclusiva para a criação de páginas.

Além de poder criar uma loja virtual completa com meios de pagamento e envio integrados, é possível criar páginas de venda e conteúdo para divulgar sua marca. Dessa forma, você pode centralizar e unir suas estratégias de venda em uma só interface.

Por padrão, a plataforma possui opções pré-definidas para a criação de páginas para:

  • Quem somos;
  • Como comprar;
  • Trocas e devoluções;
  • Perguntas frequentes.

Entretanto, é possível criar uma página em branco para inserir o conteúdo que você quiser. E, pensando em recursos visuais, você pode editar sua página de vendas através do HTML para deixá-la com a cara que você deseja.

Logo abaixo você encontra um tutorial completo sobre como criar uma página na Nuvemshop:

👉 Como criar páginas de conteúdo?

Crie a sua loja virtual e venda pela internet
Testar 30 dias grátis

2. WordPress

O WordPress é um dos serviços mais utilizados no mercado digital. A plataforma é a queridinha de empresas que trabalham com estratégias de marketing de conteúdo.

No entanto, não é somente para blogs que o WordPress pode ser útil. Com uma série de atributos e uma interface bastante intuitiva, é possível criar uma página de vendas com a ferramenta.

Uma das grandes vantagens desse recurso é a possibilidade de integrá-las com diversos serviços. Assim, você consegue criar um fluxo dinâmico e prático de criação e acompanhamento das páginas de venda.

3. InstaPage

O InstaPage é o serviço ideal para aqueles que não têm conhecimentos avançados em programação. Com uma interface intuitiva, é possível criar e editar sua landing page sem grandes dificuldades.

O software oferece mais de 70 modelos de landing pages customizáveis para que você possa criar páginas para diversos fins (divulgação, captação de leads, vendas etc). Além disso, ele pode ser integrado ao Google Analytics, que irá te ajudar a medir a eficiência da sua página de vendas.

O InstaPage é gratuito para as páginas que recebem até 100 visitantes mensais. Após isso, você ganha um período de testes gratuito por 30 dias. Ao fim do teste, o custo para usar o serviço é de US$29 ao mês.

4. LeadPages

O LeadPages é uma das opções mais completas do mercado. O serviço conta com diversas vantagens bastantes competitivas, como o layout responsivo — que garante compatibilidade para o acesso através de dispositivos móveis e desktop.

Além disso, o serviço permite a criação de pop-ups na landing page e a inclusão de links dentro do texto. Esses atributos tendem a influir diretamente no alcance dos objetivos definidos para a landing page.

A ferramenta é paga e os planos podem custar de R$25 a R$199, sem limitação por número de visitantes.

💡 Saiba mais: Boas práticas para uma landing page de sucesso

Como funciona uma página de vendas?

Em resumo, uma página de vendas deve ser uma 1vitrine virtual para o seu produto/serviço. No entanto, não é só isso. Uma página de vendas deve empenhar o papel de encantar o cliente de forma que ele sinta que precisa comprar aquele produto.

É preciso levar em consideração que, no e-commerce, o consumidor não tem a oportunidade de provar ou tocar no produto. Portanto, é importante fornecer, no ambiente virtual, a melhor experiência visual possível.

💡 Saiba mais: Como usar a psicologia do consumo para gerar vendas

Resumo

Foram muitas dicas e ideias, não é mesmo? Espero que elas sejam úteis para que você crie uma página de vendas que te ajude a levar sua taxa de conversão às alturas. Afinal, quanto mais alta for essa taxa, maior será o seu lucro. 🤑

Antes de finalizar a leitura, que tal fazermos um resumo dos pontos mais importantes sobre a página de vendas?

O que é uma página de vendas?

Páginas de vendas são landing pages criadas com foco direto na conversão de visitantes. Diferente dos modelos tradicionais de landing pages — que visam a divulgar produtos ou serviços de forma mais informativa — , uma página de vendas é pensada para levar o usuário a finalizar uma compra.

Qual a importância de uma página de vendas?

  1. Ajuda a divulgar seus produtos
  2. Aumenta o tráfego da sua loja virtual
  3. Aumenta sua taxa de conversão

Quais elementos que não podem faltar em uma página de vendas?

  1. Capriche no título da sua página
  2. Forneça uma boa descrição do produto ou serviço
  3. Destaque os benefícios do seu produto/serviço
  4. Crie vídeos de seus produtos
  5. Exiba depoimentos reais
  6. Crie uma breve biografia do negócio
  7. Crie um campo de FAQ
  8. Insira informações sobre a garantia
  9. Crie uma política de privacidade e termos de uso
  10. Mostre o preço e as formas de pagamento
  11. Forneça dados de contato
  12. Ofereça diversas formas de envio
  13. Adicione um contador regressivo
  14. Insira CTAs e links da saída

Como criar site de vendas?

  1. Conheça o seu público-alvo
  2. Trabalhe com um layout responsivo
  3. Conte com uma ajuda profissional
  4. Use recursos visuais
  5. Use gatilhos mentais
  6. Dê um bônus para os visitantes da página

Ferramentas para criar uma página de vendas

  • Nuvemshop
  • WordPress
  • InstaPage
  • LeadPages

E, se você ainda não vende na internet, o que acha de fazer um teste gratuito por 30 dias com a Nuvemshop? Crie sua própria loja virtual e sua página de vendas e conquiste o seu lugar no e-commerce hoje mesmo! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Crie sua página de vendas e comece a ganhar dinheiro na internet com a Nuvemshop

Com a Nuvemshop você pode criar sua própria loja virtual e páginas de venda para potencializar o alcance da sua marca. Faça um teste grátis por 30 dias!

Osmoze - www.osmozestore.com.br
Morango Brasil - morangobrasil.com.br
Osram - loja.osram.com.br
Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies