Quais são e como funcionam os meios de pagamento para e-commerce?

Por: Victoria Salemi

Mulher em balcão de loja, pagando junto com atendente, representando os meios de pagamento para e-commerce

Aqui você encontra:

Os principais meios de pagamento para e-commerce são:

  • Cartão de crédito;
  • Boleto bancário;
  • Débito online;
  • Transferência bancária.

Quer saber como escolher os melhores para sua loja virtual? Siga neste conteúdo, pois ele está repleto de dicas!

Não tem tempo para ler sobre os meios de pagamento online? Sem problemas! Temos o texto em versão áudio para você escutar onde estiver. É só apertar o play. 🎧

Com certeza você tem ou já teve alguma dúvida referente aos meios de pagamento para e-commerce. Com tantas formas e alternativas no mercado, fica mesmo difícil escolher qual é a melhor.

Por esse motivo, neste artigo, vamos te ajudar a esclarecer suas dúvidas sobre esse importante ponto do e-commerce. Ao longo do conteúdo, você vai entender quais os principais meios de pagamento oferecidos aos clientes e as diferentes formas para integrá-los à sua loja virtual.

Quais os principais meios de pagamento para e-commerce?

Em primeiro lugar, é importante conhecer os meios de pagamento do e-commerce preferidos pelos consumidores. São eles:

  1. Cartão de crédito
  2. Boleto bancário
  3. Débito online
  4. Transferência bancária

Além de saber o que o público em geral prefere ao fazer as compras, é fundamental que você conheça o perfil dos seus consumidores. Para tanto, defina a persona do seu negócio, ou seja, um personagem semifictício para representar seu cliente ideal. Que formas de pagamento essa pessoa gostaria que seu e-commerce oferecesse?

Com isso em mente, é chegada a hora de conhecer os principais meios de pagamento online e como eles funcionam.

1. Cartão de crédito

Esta modalidade é a mais utilizada pelos consumidores brasileiros. Trata-se do primeiro meio de pagamento aceito por todas as lojas virtuais. Além disso, ele permite que, muitas vezes, os consumidores parcelem as compras.

Por meio do cartão, basta que a pessoa insira os dados, como número do cartão e CPF, na hora de fazer o checkout em seu site e termine a transação. Normalmente, a confirmação de pagamento é feita poucos minutos após a finalização da compra.

Portanto, para que os consumidores se sintam seguros em seu site de compras, é necessário estar em dia com alguns indicadores, como o certificado SSL e os selos de segurança. Desse modo, você diminui os riscos de que suas informações sejam roubadas e o cartão do cliente clonado, por exemplo.

Mais adiante, conheceremos as diferentes formas para que você possa oferecer o cartão de crédito como uma opção de pagamento aos clientes do seu e-commerce.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

2. Boleto bancário

O boleto bancário é o segundo método de pagamento mais usado no e-commerce. Esta é uma alternativa escolhida por pessoas que têm um baixo limite no cartão ou nem sequer possuem um. Ele também é utilizado por aqueles compradores mais desconfiados.

Ao contrário do cartão de crédito, há uma demora entre 2 a 10 dias úteis para que um título seja compensado. Além disso, como o boleto é gerado e o consumidor não necessariamente realiza o pagamento no mesmo instante, é necessário estar atento para lembrá-lo quando a data de vencimento estiver se aproximando.

O processo para contratar essa modalidade varia um pouco de banco para banco, mas, em geral, segue estes passos:

  • Você precisa ter uma conta aberta no banco em que pretende receber;
  • Você deverá entrar em contato com o gerente da sua conta e solicitar a carteira sem registro do banco;
  • O gerente vai te liberar essa carteira e também alguns dados que você deverá inserir na sua loja;
  • Para saber quais títulos você recebeu, você deverá acessar diariamente o seu internet banking (ou gerenciador, dependendo do banco), baixar o arquivo de retorno de pagamentos e utilizar o sistema do seu banco que lê estes arquivos.

Praticamente todos os bancos oferecem boleto sem registro, porém, na maioria deles, apenas contas de pessoa jurídica podem emitir boletos. Na Nuvemshop você poderá utilizar os seguintes bancos:

  • Itaú;
  • Bradesco;
  • Santander;
  • Banco do Brasil;
  • Caixa
  • E Sicredi.

Também é possível oferecer o boleto como meio de pagamento se você utilizar um intermediador de pagamento. Na próxima seção deste artigo, vamos entender como fazer esse tipo de integração em seu site.

3. Débito online

O débito online cresceu consideravelmente nos últimos anos. Ele veio para substituir o uso do boleto bancário, pois o que acontece na verdade é uma transferência entre contas, o que faz com que o dinheiro seja liberado no mesmo instante para a conta da sua loja.

Veja os bancos que oferecem esse meio de pagamento:

  • Itaú;
  • Banco do Brasil;
  • Bradesco;
  • HSBC;
  • Banrisul;
  • Santander;
  • E Caixa.

Para contratar esse serviço basta você entrar em contato com o gerente do seu banco. Em geral, é cobrada da empresa apenas uma tarifa quando o volume é baixo. Essa tarifa varia de R$ 0,30 a R$ 0,50 por negócio concluído.

Se sua loja estiver na plataforma de e-commerce da Nuvemshop, você poderá ter o débito online por meio de alguns intermediadores de pagamentos que oferecem essa opção.

4. Transferência bancária

Por fim, a transferência bancária também é um meio de pagamento oferecido por muitos e-commerces. Todavia, vale ressaltar que, como o processo não é automatizado, quando as vendas começam a escalar, é mais difícil manter o controle sobre essa forma de pagamento.

Isso acontece porque, com ela, você deve fornecer os dados da sua conta bancária ao cliente, esperar que ele faça o depósito e pedir o comprovante.

Se você vende com a Nuvemshop, é possível oferecer esse tipo de pagamento por meio dos pagamentos personalizados.

Como integrar as formas de pagamento para loja virtual ao seu site?

Agora que já conhecemos os meios de pagamento, vamos entender como oferecê-los em sua loja virtual.

Intermediadores

Os intermediadores oferecem vários meios de pagamento através de uma única integração, ou seja, pelo mesmo sistema de gerenciamento. Existem diversas opções no mercado e em todas elas o cadastro é bem simples.

A facilidade do intermediador é que você pode abrir uma conta e receber seus pagamentos sem a necessidade de ter um CNPJ. Você também recebe o dinheiro em uma única vez, mesmo que o cliente tenha parcelado a compra, e já conta com um serviço antifraude incluso.

Para ativar um intermediador de pagamentos na sua loja, basta que você:

  • Efetue o cadastro no intermediador que você preferir;
  • Valide a sua conta junto ao intermediador. Na maioria dos casos, é necessário enviar comprovante de residência e documentos pessoais;
  • Configure o intermediador na sua loja;
  • Faça uma compra teste para verificar o fluxo de como você é avisado sobre o pagamento daquele pedido;
  • O pagamento do pedido é liberado para você dentro da sua conta virtual do intermediador entre 1 e 30 dias após a compra (quanto maior o prazo, menor a taxa);
  • Quando o dinheiro estiver disponível, basta que você solicite o saque para a sua conta bancária (na maioria dos casos precisa ser conta corrente);
  • Dentro de 3 a 7 dias, após solicitado, o dinheiro ficará disponível para você.

Na Nuvemshop, os intermediadores com os quais há integração direta são PagSeguro, Mercado Pago, Wirecard, PagHiper (para boletos) e PayPal. Caso queira saber como usar cada um deles, confira nosso tutorial sobre meios de pagamento.

No vídeo abaixo, você confere como ativar os meios de pagamento online que quiser em sua loja virtual Nuvemshop:

Crie sua loja Nuvemshop
Testar 30 dias grátis

Adquirentes

Os adquirentes são empresas como a Cielo e a Rede. Elas realizam a comunicação entre a loja e a bandeira do cartão (Visa, Mastercard etc) no momento da transação.

Para utilizar a conexão direta com os adquirentes, o varejista deve fazer um credenciamento junto ao adquirente e seguir algumas normas de cadastro de empresa. Esse processo costuma ser mais rígido do que apenas um simples cadastro.

O processo de funcionamento costuma ser o seguinte:

  • Você precisará ter um CNPJ para se credenciar; caso contrário, recomendo que dê uma olhada no Portal do Empreendedor, que é uma forma de você ter a sua empresa legal e sem gastar muito mensalmente;
  • Depois disso, você precisará se credenciar junto à operadora. Hoje, a Nuvemshop possibilita que você integre a sua loja com a Cielo;
  • Após este credenciamento, virá até você uma pessoa que faz o recolhimento dos documentos (em alguns casos você terá que enviar via Correios);
  • Após cerca de sete dias, você receberá um e-mail informando seu código de credenciamento junto à operadora;
  • Depois da venda, você receberá o dinheiro automaticamente em sua conta corrente após 30 dias.

Se seu cliente parcelou a compra, você receberá da mesma forma. Um exemplo: um consumidor fez uma compra no dia 01/06 no valor de R$ 1.000,00 e parcelou em cinco vezes. Se a sua taxa para pagamento parcelado nesta quantidade for de 5%, você terá um desconto de R$ 50 que será automaticamente feito na primeira parcela. Nas outras, o valor integral será depositado.

Você também deverá assumir o risco de possíveis fraudes nas compras, o que faz com que muitas lojas online acabem optando apenas por intermediadores. Porém, a Nuvemshop tem parceria com a ClearSale, que é um sistema de gerenciamento de risco. Entenda como configurar ClearSale para seus pedidos.

Gateways

O gateway de pagamento é a plataforma que faz o vínculo entre as bandeiras de cartão e os adquirentes, que acabamos de conhecer, para que uma transação possa ser realizada online.

Essa tecnologia é mais utilizada por médias e grandes empresas devido à maior necessidade de controle sobre o pagamento. Em geral, os gateways exigem contratos diretos com eles, ao invés de apenas a criação de uma conta para usufruir do serviço.

Os gateways também prestam serviços como o da compra por um clique, o de pagamento com dois cartões e o estorno de valores.

A desvantagem é, novamente, a falta de controle de fraudes e a necessidade de ter convênios com as operadoras de cartões e bancos. Em alguns casos, assim como acontece com os adquirentes, o vendedor recebe o pagamento de forma parcelada. Alguns exemplos de empresas que prestam esse tipo de serviço são a Mundipagg e a Pagar.me.

👉 Saiba mais: O que é gateway de pagamento e como ele funciona?

Tudo certo sobre os meios de pagamento online?

Esperamos que com essas dicas você tenha entendido melhor o fluxo de como funcionam os meios de pagamento para e-commerce. Lembre-se de que não basta escolher os mais populares, mas aqueles que se encaixem às necessidades do seu negócio e do seu público.

Gostou? Quer testar todo esse conhecimento na prática? Experimente a Nuvemshop por 30 dias grátis e comece a vender online! É simples, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos!

Faça como +80mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Na Nuvemshop você tem acesso a todos eles!

Teste a Nuvemshop por 30 dias grátis e integre sua loja com os melhores serviços de pagamento.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies