O que é mobile marketing, como aplicar e exemplos para se inspirar

Por: Luiz Piovesana

Consumidora com sacolas nas mãos recebe e-mail de campanha de mobile marketing

Mobile marketing (marketing móvel, em tradução livre) é uma estratégia de divulgação de produtos, serviços e marcas focada em dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Ela abrange ações realizadas por meio de redes sociais, aplicativos, e-mail marketing, SMS, QR Codes, entre outros canais que alcançam o consumidor a qualquer hora e lugar.


Já ficou claro que as empresas precisam estar na internet para captar clientes. Mas não basta pensar só nos usuários que estão no computador, porque é muito provável que seu potencial cliente esteja com um smartphone ou um tablet — e é aí que entra o mobile marketing.

Essa expressão pode ser traduzida para marketing móvel e abrange todas as ações de marketing direcionadas a dispositivos móveis.

Ou seja: estratégias adaptadas a smartphones, tablets, notebooks, smartwatches (relógios inteligentes), fitbands (pulseiras inteligentes), GPS e qualquer outro aparelho que o consumidor possa carregar consigo.

Quando você trabalha o marketing digital para esses dispositivos, consegue alcançar seu potencial cliente a qualquer hora e lugar. E, cada vez mais, as pessoas querem a praticidade de comprar em poucos toques na tela.

Bateu a vontade de saber mais sobre o mobile marketing e como usar essa estratégia no seu negócio? Então, continue com a gente para entender como funciona, quais as vantagens e como aplicar o marketing móvel na sua empresa! Vamos lá? 📱

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é mobile marketing?

Mobile marketing (marketing móvel, em tradução livre) é toda estratégia de divulgação de produtos, serviços e marcas focada em dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Basicamente, os anúncios, ofertas, promoções e outras ações chegam até o consumidor por meio desses aparelhos, em vez de passarem por um computador ou TV.

Hoje, é praticamente impossível pensar em sair de casa sem um celular, um tablet, um smartwatch (relógio inteligente), um notebook e outros aparelhos móveis que nos mantêm conectados.

Então, é claro que as empresas precisam estar presentes nesses dispositivos, se quiserem alcançar os consumidores.

É aí que entra o mobile marketing com estratégias como envio de e-mails, envio de SMS, download de aplicativos, anúncios em redes sociais e várias outras formas de divulgação para aparelhos móveis. Ele também é um braço do marketing digital, já que toda a comunicação acontece online.

Se você quer atingir seus clientes e potenciais clientes a qualquer hora e lugar, precisa adotar as táticas de mobile marketing que vamos apresentar ao longo do artigo. Então, continue a leitura!

Como surgiu o mobile marketing

O mobile marketing nasceu junto com a invenção do tradicional SMS (Short Message Service ou Serviço de Mensagens Curtas, em português). A primeira mensagem de texto foi enviada em 1992, no Reino Unido, pelo programador Neil Papworth.

Mas a primeira vez em que um SMS foi usado para fins de publicidade foi na Finlândia, em 1997, conforme a pesquisa realizada pela plataforma Gimba (disponível somente em inglês). Na época, um jornal resolveu utilizar a tecnologia para enviar suas manchetes via SMS para os celulares dos leitores.

Três anos depois, em 2000, foi realizada a primeira conferência de mobile marketing do mundo, organizada pela Wireless Marketing Association — Associação de Marketing Sem Fio, em tradução livre, hoje chamada de Associação de Mobile Marketing.

Então, o SMS se consolidou como uma mídia de massa no novo milênio com a rede móvel 2G. Com o passar dos anos, o 3G e o 4G expandiram ainda mais as possibilidades do mobile marketing — e agora caminhamos para a revolução do 5G.

Principais características do mobile marketing

O mobile marketing tem algumas características que o diferenciam do marketing digital tradicional, voltado aos desktops (aparelhos de mesa). São elas:

  • A experiência do usuário vem em primeiro lugar, ou seja, o conteúdo deve ser fácil de acessar, visualizar e interagir por meio de aparelhos móveis;
  • Os layouts de sites e páginas devem ser responsivos, ou seja, perfeitamente adaptáveis a qualquer tipo e tamanho de tela;
  • As mensagens devem ser mais diretas e concisas, já que o usuário tem pouco tempo de leitura em dispositivos móveis;
  • Os formulários precisam ser mais curtos e objetivos;
  • Os conteúdos devem ser leves e apresentar um carregamento rápido;
  • As mensagens só podem ser enviadas com a permissão do usuário, uma vez que o envio de conteúdos não solicitados a dispositivos móveis pode ser intrusivo e desrespeita as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Banner com botão clicável direcionando para o gerador de política de privacidade grátis

Vantagens do mobile marketing

O mobile marketing é vantajoso para empresas de todos os portes e segmentos, podendo ser adaptado a qualquer orçamento.

Acompanhe os principais benefícios dessa estratégia:

O brasileiro é campeão de uso do celular

O Brasil é o país com a maior média de tempo gasto em apps, conforme um levantamento feito pela agência de análise de mercado App Annie. Ao todo, os brasileiros ficam 5,4 horas por dia no celular, seguidos pelos indonésios (5,3 horas) e pelos indianos (4,9 horas).

Outra pesquisa, feita pela Newzoo, mostra que o país tem mais de 109 milhões de usuários de smartphones e está em 5º lugar no ranking mundial dos países com maior número de celulares em relação à população.

As compras por smartphone não param de crescer

Segundo a pesquisa Panorama Mobile Time da Opinion Box, 99% dos brasileiros com smartphone já compram via apps. Isso significa que os consumidores estão abertos a fechar negócio em seus dispositivos móveis — uma ótima notícia para a sua taxa de conversão.

Os aplicativos estão em alta

O uso de aplicativos explodiu durante a pandemia do novo coronavírus e os consolidou como canais de marketing e vendas. Em 2020, a receita gerada pelos apps aumentou 145% no país, segundo a pesquisa The State of App Marketing Brazil (Panorama do App Marketing no Brasil) da AppsFlyer.

Além disso, as instalações motivadas por anúncios, chamadas de instalações não orgânicas (NOI), cresceram 178% no mesmo período.

A comunicação é mais eficiente

Uma mensagem recebida no smartphone ou tablet tem muito mais chances de ser lida imediatamente do que no computador. Afinal, quem não passa o dia de olho nas notificações e atualizações do celular?

Por isso, o mobile marketing é mais ágil e, consequentemente, mais eficiente na comunicação com o consumidor.

Os anúncios são segmentados por localização

Outra vantagem exclusiva do mobile marketing é poder segmentar o público-alvo dos seus anúncios pela localização. Isso é especialmente importante para negócios que miram em regiões específicas e lojas físicas que buscam clientes nas proximidades.

Além de criar anúncios que serão exibidos somente para usuários localizados em determinada região, você também pode explorar os benefícios do SEO local. Trata-se de uma estratégia de Search Engine Optimization (Otimização para Mecanismos de Busca) que posiciona suas páginas no topo dos resultados de locais próximos toda vez que um usuário buscar por palavras-chave relacionadas ao seu negócio.

💡 Saiba mais: SEO para e-commerce: guia para otimizar sua loja virtual

Como aplicar o mobile marketing

Para aplicar o mobile marketing, você deverá seguir os mesmos passos necessários para implementar qualquer estratégia de divulgação. São eles:

  1. Identificar o público-alvo (ou utilizar as personas, que são personagens semifictícios que representam seu cliente ideal);
  2. Definir um objetivo de marketing (aumentar as vendas, melhorar o reconhecimento de marca, captar potenciais clientes, gerar downloads para um app, etc.);
  3. Decidir qual oferta, promoção ou novidade será divulgada ao consumidor;
  4. Definir quando as mensagens serão veiculadas e com qual frequência;
  5. Selecionar os meios que serão utilizados (notificações de app, SMS, e-mail, redes sociais, apps de mensagens etc.);
  6. Criar a peça de comunicação (landing page, texto para SMS, layout de e-mail, vídeo, e-book, anúncio para dispositivos móveis etc.);
  7. Definir o orçamento da campanha ou ação;
  8. Lançar a campanha ou ação e acompanhar as métricas de desempenho.

No caso, o que muda no mobile marketing é que os conteúdos são planejados e otimizados para dispositivos móveis. O objetivo é garantir que os usuários sempre tenham a melhor experiência possível ao receber os anúncios da empresa — daí a importância de fazer um plano de marketing.

11 estratégias de mobile marketing para usar no seu negócio

São várias as estratégias de mobile marketing que você pode usar para chegar até seus potenciais clientes pelo celular ou tablet.

Confira as mais populares:

1. Site responsivo

A estratégia elementar do mobile marketing é construir um site responsivo, ou seja, usar um layout que se adapte à tela de qualquer dispositivo. Isso garante a melhor experiência do usuário para seus clientes, que poderão navegar pelas suas páginas sem perder nenhuma informação e com um carregamento rápido.

Afinal, nada pior do que acessar um site pelo smartphone e se deparar com conteúdos cortados, links quebrados e imagens distorcidas, concorda? Para que o site seja exibido perfeitamente em telas de diferentes tamanhos, você precisa investir no design responsivo.

Inclusive, você pode adotar uma estratégia mobile first, que coloca a adaptação do site aos dispositivos móveis em primeiro lugar — e só depois parte para os computadores. Essa é uma boa tática para tornar seu site mais ágil e melhorar seu ranqueamento no Google.

📹 Veja também: Dicas para melhorar o layout da sua loja

2. SMS marketing

O SMS é um clássico do mobile marketing que não deve acabar tão cedo. A vantagem dessa mídia é que a taxa de entrega é alta e a conexão com o consumidor é bastante próxima e pontual.

No entanto, é preciso tomar cuidado com a frequência e o horário de envio das mensagens, uma vez que os SMS podem se tornar invasivos. A dica é enviar somente conteúdos relevantes e usar um CTA (Call to Action ou Chamada à Ação, em português) objetivo como “Responda SIM”, “Compre agora”, “Aproveite já”.

Além disso, não pode faltar um opt-out (opção de descadastro) na mensagem, em respeito à privacidade do consumidor.

3. E-mail marketing

O e-mail marketing é outra estratégia consagrada que funciona tanto para desktops quanto para dispositivos móveis. No mobile marketing, a dica é criar o assunto mais curto possível (o indicado são 30 caracteres) e criar layouts leves e dinâmicos.

Para ter um fluxo constante de mensagens, você pode usar ferramentas de automação de e-mails. Assim, os envios são feitos automaticamente e você consegue segmentar promoções e ofertas para diferentes públicos.

📘 Confira o e-book: Como fazer e-mail marketing do zero

4. App marketing

O marketing de aplicativos não para de crescer e traz muitas oportunidades promissoras. Não à toa, as lojas virtuais têm desenvolvido seus próprios aplicativos para incentivar o consumidor a comprar por dispositivos móveis.

Uma vez que o app é baixado, as possibilidades são inúmeras:

  • Enviar ofertas e promoções por meio de notificações push (aquelas que pulam na tela principal do aparelho);
  • Permitir compras in-app (dentro do app);
  • Transmitir eventos in-app, como lives, vídeos, competições etc.

5. QR Code marketing

O QR Code é, basicamente, um código de barras 2D que pode ser escaneado com a câmera do smartphone para acessar um conteúdo digital. Ele se tornou uma das estratégias mais usadas pelas empresas no mobile marketing, já que permite conectar o mundo offline com o mundo online facilmente.

Em uma loja física, por exemplo, você pode usar um QR Code em materiais impressos para direcionar o consumidor para uma landing page (página de captura de potenciais clientes). O código pode ser inserido em banners, cartões de visitas, flyers, embalagens, etiquetas de produtos, vitrines e onde mais você quiser.

Crie seu QR Code agora com a nossa ferramenta exclusiva:

Captura de tela do Gerador de QR Code da Nuvemshop e da Resultados Digitais

6. Chatbots

Os chatbots são robôs de conversação que interagem com os usuários do seu site, app de mensagens ou rede social de forma automatizada. Eles agilizam o atendimento ao cliente e são poderosas ferramentas de mobile marketing para divulgar seus produtos e serviços.

Hoje, é comum usar chatbots para atender consumidores no WhatsApp, chat integrado ao site ou Facebook Messenger, por exemplo.

7. Wearables marketing

Wearables (vestíveis, em português) são dispositivos inteligentes que carregamos conosco como smartwatches, fitbands e fones de ouvido truly wireless (totalmente sem fio).

Esses produtos estão cada vez mais populares e já estão sendo usados como canais de divulgação. Nesse caso, as mensagens ainda são muito simples, considerando que a tela dos aparelhos é pequena e sem muitos recursos gráficos.

8. Redes sociais

É claro que as redes sociais não poderiam faltar em uma estratégia de mobile marketing. Afinal, quem não tem os apps do Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e de outras plataformas no celular?

Nas ferramentas de anúncios dessas redes sociais, você encontra opções para promover conteúdos especificamente para dispositivos móveis.

No Facebook Ads, por exemplo, é possível criar uma campanha para promover seu aplicativo, enquanto o Instagram já é originalmente para dispositivos móveis e tem todos os recursos para anunciar em smartphones.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

9. Vídeo marketing

O vídeo marketing é autoexplicativo: uma estratégia de marketing que utiliza recursos audiovisuais para conquistar clientes. Cada vez mais, as pessoas preferem assistir a vídeos em seus dispositivos móveis — e essa é uma grande oportunidade para as empresas.

Você pode criar vídeos de dicas práticas, tutoriais, unboxings (desembalo e resenha de produtos), treinamentos, teasers, propagandas e vários outros tipos. Os canais preferidos para divulgação atualmente são o YouTube e o Tik Tok.

📹 Veja também: Por que (e como) gravar vídeos de seus produtos

10. WhatsApp marketing

O WhatsApp é mais um canal essencial para o marketing móvel. Você pode usar o app de mensagens mais famoso do país para atender clientes, vender, receber pagamentos com o WhatsApp Pay, divulgar produtos, serviços e promoções e muito mais.

Lembrando que é recomendado que empresas usem o WhatsApp Business, que oferece todos os recursos para se conectar com os consumidores.

Se você ainda não tem um link personalizado para o WhatsApp do seu negócio, crie agora:

👉 Ferramenta grátis: Gerador de link para WhatsApp

11. M-commerce

Para fechar, o m-commerce ou mobile commerce (comércio eletrônico móvel) é uma tendência que veio para ficar. Não é exatamente uma estratégia de mobile marketing, mas sim um canal de venda que não pode faltar para os empreendedores digitais.

Com o crescimento das compras por dispositivos móveis, é obrigatório ter uma loja virtual responsiva ou um app do seu negócio para aumentar as vendas.

Na plataforma de e-commerce da Nuvemshop, por exemplo, você garante a melhor experiência de compra para seus clientes com layouts responsivos e adaptáveis a qualquer aparelho móvel.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Bônus: 5 exemplos de ações mobile marketing

Agora que você está por dentro do mobile marketing, que tal conferir alguns exemplos de ações para se inspirar?

Veja nossa seleção de cases:

1. Notificações push do iFood

O app de delivery iFood ficou famoso pelas notificações push com mensagens criativas. A empresa usa microtextos com abordagem humanizada e assuntos do momento para distribuir cupons de desconto aos usuários ao longo do dia.

Veja alguns exemplos de notificações enviadas pelo aplicativo:

Print de notificações de mobile marketing do iFood

2. Camisetas com realidade aumentada da Renner

Em outubro de 2021, a rede de moda Renner inovou no mobile marketing ao lançar camisetas da franquia de jogos League of Legends com o recurso de Realidade Aumentada (RA). Cada peça acompanha um QR Code que, quando escaneado com o celular, libera filtros para o Instagram.

Os filtros são relacionados às personagens e aos cenários retratados nas estampas das camisetas. Esse é um ótimo exemplo de marketing omnichannel: uma estratégia que une os canais online e offline da marca para oferecer uma experiência única aos consumidores.

Imagem de camiseta promocional da Renner em ação de mobile marketing

Fonte: Divulgação Renner

3. Pizza por WhatsApp da Domino’s

Em março de 2021, a rede de pizzarias Domino’s lançou um novo sistema de vendas via WhatsApp com uma característica única: a possibilidade de pedir pizza com emojis. Os clientes só precisam enviar o emoji de fatia de pizza 🍕 para o número da empresa para interagir com o assistente virtual DOM.

Assim, o pedido é feito pelo WhatsApp em poucas mensagens e de forma muito mais dinâmica para o cliente.

4. Prêmios pelo aplicativo da Shell

Em outubro de 2021, a rede de postos Shell lançou a promoção “Junte e Troque no Seu Ritmo”, que premia os clientes que compram pelo aplicativo Shell Box. É só usar o app para comprar nos postos Shell e nas lojas Shell Select para acumular pontos chamados “conchas virtuais”.

Depois, esses pontos podem ser trocados por prêmios como copos exclusivos, mochilas e caixas de som. Um bom exemplo de como usar uma promoção para alavancar o uso do aplicativo da marca.

Imagem de ação de mobile marketing da Shell

Fonte: Divulgação Shell

5. Campanha mobile da Heineken TV

Em 2020, a cervejaria Heineken lançou uma campanha 100% mobile para promover sua plataforma de streaming esportivo Heineken TV — um canal exclusivo para assistir aos jogos da UEFA Champions League.

A ideia é mostrar aos consumidores que eles podem acessar os melhores lances do campeonato a qualquer hora e lugar com seus smartphones.

Além dos webfilmes transmitidos nas redes sociais, a marca criou um chatbot exclusivo chamado Mauro Bot, que replica as falas do jornalista esportivo Mauro Beting e interage com os fãs no Facebook Messenger.

Resumo

Esperamos que você tenha terminado a leitura com muitas ideias para aproveitar o mobile marketing na sua empresa. Como vimos, são várias as possibilidades de atingir seu público-alvo por meio de ações para dispositivos móveis.

Então, que tal rever os principais pontos do artigo antes de colocar tudo isso em prática?

O que é mobile marketing?

Mobile marketing (marketing móvel, em tradução livre) é uma estratégia de divulgação de produtos, serviços e marcas focada em dispositivos móveis, como smartphones, tablets e notebooks.

Vantagens do mobile marketing

  • O brasileiro é campeão de uso do celular
  • As compras por smartphone não param de crescer
  • Os aplicativos estão em alta
  • A comunicação é mais eficiente
  • Os anúncios são segmentados por localização

Estratégias de mobile marketing para usar no seu negócio

  • Site responsivo
  • SMS marketing
  • E-mail marketing
  • App marketing
  • QR code marketing
  • Chatbots
  • Wearables marketing
  • Redes sociais
  • Vídeo marketing
  • WhatsApp Marketing
  • M-commerce

Gostou de conhecer as estratégias de mobile marketing?

Para garantir uma experiência memorável na sua loja virtual, você precisa de uma plataforma de e-commerce adaptável a qualquer dispositivo. Então, não perca tempo: crie sua loja virtual por 30 dias grátis com a Nuvemshop! Você vai adorar os recursos e nem precisa de conhecimentos técnicos para começar. 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies