Tudo o que você precisa saber sobre landing pages

Por: Marcos Paiva

Mãos digitam em notebook, representando o que é landing page

Pontos principais do artigo:

  • Landing page, ou página de destino, é uma página criada para alcançar uma conversão específica, ou seja, uma ação realizada pelo cliente, como uma compra, um cadastro ou o download de um material;
  • Sua landing page deve conter um título chamativo, um texto persuasivo, imagens e vídeos de qualidade e depoimentos de clientes. Além disso, deve ter um formulário para capturar informações do usuário, quando esse for o objetivo;
  • Na Nuvemshop, você pode integrar sua loja virtual com o aplicativo Landing Page para criar suas páginas de alta conversão facilmente.

Se trabalha com vendas online, certamente, você já se perguntou o que é landing page. Mas você sabe a importância que esse tipo de página pode ter em seus resultados?

Se ainda não está familiarizado com o conceito de landing page, nem sabe como uma boa página desse tipo deve ser, não se preocupe. Ao longo deste artigo, você vai descobrir tudo o que precisa saber para aumentar as vendas da sua loja com suas landing pages.

Vamos lá?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é landing page?

Landing page é uma página criada com um objetivo de conversão. Este conceito diz respeito a uma ação que queremos que o visitante realize na página — um cadastro, o download de algum material ou a compra de um produto, por exemplo.

Ela é criada de modo a otimizar as conversões, por meio da inclusão de elementos que aumentem as chances de as pessoas realizarem a ação desejada.

O termo “landing page”, quando traduzido do inglês, significa “página de aterrissagem”. Outro nome pelo qual ela é mais conhecida em português é “página de destino”.

A origem desse termo está no fato de que essas páginas com foco em conversão costumam ser criadas para algum tipo de campanha de marketing digital, como anúncios no Google, nas redes sociais ou ações de e-mail marketing.

A ideia, nesse caso, é que essas páginas estejam em total concordância com o que foi apresentado no anúncio ou mensagem de e-mail. Desse modo, quando a pessoa clica no link, encontra uma landing page que, realmente, vai deixá-la com vontade de completar a conversão (compra, download ou cadastro).

💡 Saiba mais: Como criar uma landing page para dropshipping que converte?

Quais são os principais elementos de uma landing page?

Existem diversos elementos que compõem uma landing page efetiva. A seguir, vamos detalhar melhor cada um deles. Confira:

Título

O título é a primeira coisa que o visitante vê ao acessar a landing page. Portanto, é essencial que ele seja direto ao ponto e chame a atenção, de forma que a sua proposta de valor fique clara logo no primeiro momento.

Uma boa dica é usar palavras-chave que resumem o produto ou serviço oferecido. Além disso, também é importante fazer o uso de gatilhos mentais e palavras que facilitam a persuasão, como “grátis“, “exclusivo“, “limitado“, entre outras.

Texto (copy)

O texto é responsável por informar o visitante sobre o produto ou serviço oferecido, ressaltando suas principais características e vantagens.

É essencial destacar os benefícios que solucionam os principais problemas da sua persona. Para isso, explique como o produto pode ajudar o seu cliente, com uma resposta para cada anseio catalogado do seu público-alvo. Uma dica é utilizar bullet points para destacar as informações mais importantes.

Imagens e vídeos

Imagens e vídeos explicativos podem ajudar o visitante a entender melhor a sua proposta. Isso porque recursos audiovisuais costumam entregar informações de forma mais objetiva e descontraída.

Além disso, incluir imagens e vídeos no seu conteúdo é importante para tornar a landing page mais interativa. Para isso, crie infográficos e vídeos que expliquem o seu produto de forma clara e atrativa. Não esqueça também de tentar incluir a visão, missão e valores da sua marca. Dessa forma, você passa maior confiança e credibilidade para o público que deseja atingir.

Formulários

O formulário é o elemento da landing page responsável por capturar as informações do usuário. Portanto, ele deve ser simples e objetivo. Por ser a etapa final da captação, evite rodeios e vá direto ao ponto.

A melhor opção é solicitar apenas as informações necessárias, além de utilizar gatilhos mentais para incentivar o preenchimento, como “ganhe um desconto exclusivo ao se cadastrar” ou “teste por 30 dias grátis”.

Depoimentos de clientes

Outro elemento importante de uma landing page são os depoimentos de clientes, que representam o gatilho mental de prova social. Eles são importantes pois transmitem maior confiança e credibilidade no seu negócio.

É importante usar depoimentos reais que demonstrem  como o seu produto ou serviço pode ajudar o seu público-alvo. Além disso, é importante destacar o nome e a foto do cliente, para que seus visitantes não duvidem da veracidade do relato.

No próximo tópico, vamos conhecer as melhores práticas para aplicar a cada um desses elementos na hora de fazer uma landing page. Então, siga a leitura!

Como criar uma landing page?

Depois de conhecer o objetivo e os elementos de uma página de destino, você deve estar se perguntando sobre como fazer uma landing page. Então, sem mais delongas, vamos às dicas:

1. Escolha sua ferramenta para fazer a landing page

Engana-se quem pensa que é necessário saber programar para criar uma landing page. Hoje em dia, existem várias ferramentas que permitem que você crie a sua página mesmo sem ter conhecimentos técnicos.

Seus custos — algumas permitem que você crie, até mesmo, sua landing page grátis — e funcionalidades variam. No entanto, todas elas apresentam uma interface intuitiva e simplificada, além de possibilitarem a customização da página com as cores e elementos da identidade visual da sua marca.

As principais ferramentas para criação de landing pages do mercado são:

  • RD Station: com uma ferramenta de automação de marketing robusta, a RD Station é ideal para empresas que queiram atuar em outras frentes além da criação de landing pages;
  • Hubspot: o Hubspot também é uma solução robusta para a conquista e gestão de leads, que permite a criação e personalização de páginas para seu site;
  • Unbounce: com templates prontos, essa ferramenta (em inglês) auxilia empreendedores que não têm experiência na criação de landing pages;
  • Instapage: essa opção permite a criação, personalização e realização de testes nas landing pages;
  • Klickpages: promete simplificar a criação e o lançamento de páginas, que podem ser hospedadas no domínio do seu site ou no da própria empresa;
  • Mailchimp: conhecido pelo e-mail marketing, o Mailchimp também permite a criação de landing pages, inclusive em seu plano gratuito.

Se você tem uma loja virtual na Nuvemshop, pode instalar o aplicativo Landing Page para criar suas páginas de alta conversão facilmente. O app oferece templates incríveis para você personalizar arrastando e soltando elementos na tela, sem precisar de conhecimentos técnicos.

👉 Como instalar o Landing Page na minha loja?

Além disso, você ainda pode integrar sua loja virtual com grandes plataformas de automação de marketing como MailChimp e RD Station.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

2. Crie um título atraente

Na hora de criar uma landing page, o título é um elemento que deve ser pensado com cuidado. Isso porque, por seu destaque na página, ele será a primeira coisa com a qual o visitante vai se deparar. Muitas pessoas, inclusive, só leem o título e o subtítulo quando estão navegando pela internet.

Por isso, ele deve ser direto e claro. Isso significa que, apenas lendo o título, o visitante deve entender do que se trata aquela landing page. Além disso, se você conseguir ser persuasivo nesse ponto, ótimo.

Fique atento apenas para não exagerar em pontos de exclamação e evite usar tudo em letras maiúsculas. Lembre-se de que queremos convencer o visitante a converter, mas não devemos assustá-lo.

3. Escreva o conteúdo da landing page

Assim como o título e o subtítulo, o resto do texto da página é muito importante quando falamos de landing pages. Por meio desse conteúdo escrito, você conseguirá mostrar à audiência por que a sua solução é a mais indicada para ele.

No entanto, por mais que você queira dar todos os detalhes sobre seu produto, fique atento à quantidade de texto e seja objetivo. Afinal, se a página estiver toda escrita, poucas pessoas vão ler tudo e, dificilmente, você terá boas taxas de conversão.

4. Inclua imagens e vídeos

Imagens podem ser grandes aliadas na hora de fazer a sua landing page, pois, quando falamos sobre negócios online, ter elementos ajudando a pessoa a entender do que se trata aquele produto ou serviço é fundamental.

Vídeos também são uma ótima pedida, especialmente quando você apresenta uma solução diferente das já existentes no mercado. Desse modo, o visitante pode ver como ela funciona e se sentir mais convencido a converter.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

5. Capriche nos CTAs

CTAs (calls to action, ou “chamadas para a ação”) são frases usadas para levar o visitante a concluir a próxima etapa, ou seja, a converter. Normalmente uma frase no imperativo, esse elemento costuma vir associado a um botão ou formulário.

Para que tenha maior efetividade, seu CTA deve ser bem claro sobre qual ação o visitante deve tomar naquela página. Alguns exemplos de calls to action que você pode usar são:

  • Teste grátis;
  • Compre já;
  • Solicite uma demonstração;
  • Faça o download.

Lembre-se de adequar o seu CTA e deixá-lo específico para cada landing page que você criar. Desse modo, as pessoas não ficam confusas em sua página e as chances de conversão aumentam.

6. Elabore o formulário ou botão de compra

O formulário ou botão de compra devem ser muito bem pensados em sua landing page. Afinal, eles serão o último ponto antes da conversão de fato.

Para os formulários, certifique-se de que está pedindo apenas informações relevantes, mas que, ao mesmo tempo, te permitam conhecer seu potencial cliente. A partir dessas informações, você será capaz de fazer o lead scoring, ou seja, a classificação dos leads de acordo com a sua propensão a comprar seu produto.

No caso dos botões, observe seu posicionamento na página, sua cor e o CTA que ele traz. Esses são elementos importantes, que devem tornar o botão chamativo o suficiente para que o visitante clique nele.

Como não é fácil saber de primeira quais características geram mais conversões, existem alguns testes que podem ser feitos. Vamos entender um pouco melhor sobre esse assunto na dica 12 desta seção.

7. Seja objetivo

Como já vimos nas dicas sobre o título e sobre o texto, a objetividade é lei quando falamos de landing pages. Em todos os elementos que você incluir na página, o ideal é que o visitante entenda logo sobre o que você está falando.

O poder de síntese, ou seja, de transmitir suas ideias em poucas palavras, não é algo tão fácil assim. Mas não desanime, pois essa é uma habilidade que pode ser muito bem treinada!

8. Use espaços em branco na página

Você já entrou em uma página tão visualmente poluída que teve até dificuldade para entender o que estava acontecendo? Pois bem, esse tipo de landing page nos mostra a importância que os espaços em branco têm.

Em primeiro lugar, esses respiros ajudam o visitante a focar nos blocos de informação que realmente importam. Desse modo, sem precisar ficar usando várias cores, você consegue destacar as partes nas quais você quer que as pessoas prestem atenção.

9. Otimize a landing page para SEO

O SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para os mecanismos de busca) é uma estratégia poderosa quando falamos sobre landing pages. Quando as pessoas buscam por um termo na internet, é sinal de que já têm interesse pelo assunto. Imagine, então, se um dos primeiros resultados do Google for essa sua página otimizada para conversão e esse visitante for parar nela.

Por esse motivo, otimizar suas landing pages é fundamental. Para isso, use palavras-chave relacionadas ao produto que estiver oferecendo. Além disso, empregue esses termos no título SEO e à meta-descrição. Esses campos são os que aparecem na página de resultados do Google e todas as ferramentas para criação de landing pages permitem sua edição.

💡 Saiba mais: SEO para e-commerce: guia completo para otimizar sua loja virtual

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

10. Use gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são uma arma poderosa quando falamos sobre conversão. Esses estímulos conseguem influenciar a tomada de decisão das pessoas.

Alguns dos mais interessantes para usar em sua landing page são:

  • Prova social: depoimentos de clientes satisfeitos são aliados na hora de demonstrar que seus produtos ou serviços são bons;
  • Senso de urgência: saber que falta pouco tempo para aquela oportunidade terminar ou que restam poucas unidades no estoque podem levar a pessoa a converter logo;
  • Novidade: seres humanos adoram coisas novas e mostrar que seu produto é inovador ou um lançamento pode incentivar a conversão.

💡 Saiba mais: Gatilhos mentais: o que são e como utilizá-los para gerar vendas?

11. Acompanhe os resultados

Além de cuidar dos detalhes na hora de fazer uma landing page, acompanhar os resultados gerados por ela é fundamental para saber o que está funcionando bem e o que precisa ser melhorado.

A maioria das ferramentas para criação de landing pages apresentam relatórios com os resultados. Outra excelente opção — que é gratuita — é o Google Analytics. Por meio dele, você é capaz de acompanhar as principais métricas sobre seu site, como as listadas aqui.

💡 Saiba mais: Como usar os funis de conversão no Google Analytics para seu e-commerce?

12. Faça testes e melhorias

Apesar de todas as dicas apresentadas até aqui, infelizmente, não existe uma fórmula mágica para criar uma landing page que converta. Por isso, é importante fazer testes para identificar quais elementos funcionam melhor para o público da sua empresa.

Uma ótima ferramenta para isso é o teste A/B. Por meio desse tipo de experimento, duas versões de uma landing page são criadas, com a variação de apenas um elemento.

Em seguida, essas duas versões são exibidas ao público, de modo que uma parte das pessoas verá a versão A e outra, a versão B. Depois de um tempo pré-estabelecido, você compara os resultados e identifica qual das páginas trouxe os melhores resultados.

Tenha em mente que é fundamental aplicar somente uma variação de elemento por teste, pois, caso mude mais coisas, você não será capaz de identificar qual alteração foi a responsável pelo aumento das conversões.

Alguns dos elementos que podem ser testados são:

  • CTAs;
  • Cores e posição dos botões;
  • Posicionamento dos elementos na página;
  • Copy (texto) usado.

💡 Saiba mais: Teste A/B: o que é e como usar para aumentar a conversão

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como divulgar uma landing page?

Depois de criar sua landing page, para que ela possa obter resultados, você terá que divulgá-la de forma estratégica. Isso, claro, irá depender de como o seu público-alvo se comporta, mas, alguns canais tendem a ser bastante efetivos com a audiência online, em geral.

Vamos conhecê-los:

Blog

O blog é, sem dúvidas, um dos artifícios mais poderosos do marketing digital. Afinal, por meio dele é possível criar conteúdos que agreguem valor a sua marca e, com isso, atrair mais leads.

Com um bom plano de marketing de conteúdo, você pode usar postagens estratégicas para divulgar suas landing pages. Assim, você entrega a informação que o usuário busca e facilita o caminho dele pelo seu funil de vendas.

💡 Saiba mais: SEO para blog: veja 10 dicas para otimizar seus conteúdos

Redes sociais

Outro canal com grande potencial para a divulgação de landing pages são as redes sociais. Elas possuem um alcance mais qualificado, afinal, somente pessoas interessadas em seu negócio irão seguir o seu perfil.

Por isso, aproveite plataformas como Instagram, Facebook e TikTok para promover suas páginas de conversão. Agregando os links em conteúdos que chamem atenção dos seguidores, você tem mais chances de aumentar o tráfego das landing pages.

💡 Saiba mais: Marketing nas redes sociais: como fazer e vender mais em 2022?

E-mail marketing

Para quem já tem uma base de leads, o e-mail marketing é uma ferramenta poderosa para divulgar, produtos, serviços e landing pages. Uma vez que você está se comunicando com um público que já demonstrou interesse por sua marca, as chances de conversão com essa audiência aumentam.

O ideal é que você trabalhe com comunicações objetivas e que despertem o interesse do usuário em acessar a página. Normalmente, essa é uma ferramenta ideal para a divulgação de landing pages de captura de leads, já que você estará oferecendo algo de valor ao usuário.

💡 Saiba mais: 7 tipos de e-mail marketing para atrair clientes

Mídia paga

E, para aqueles que ainda não têm uma base sólida de clientes, as mídias pagas podem ajudar. Com um bom planejamento, trabalhar com anúncios pode dar muito certo.

Para isso, é preciso estudar palavras-chave que se conectam de alguma forma com a sua proposta e com os interesses do seu público. No entanto, se os termos tiverem grande concorrência, alcançar usuários fica um pouco mais difícil.

De qualquer forma, se você precisa de resultados a curto prazo, vale apostar no uso de mídias pagas como o Google Ads. Faça um teste com alguns termos estratégicos e meça os resultados, assim, você saberá se esse é um caminho que faz sentido para o seu modelo de negócio.

💡 Saiba mais: Campanhas no Google Ads: veja como otimizar seus anúncios

Quais são as métricas da landing page?

Falando em medir resultados, não podemos deixar de mencionar a importância dos indicadores, certo? As métricas de landing page são de grande importância para validar suas estratégias e medir o impacto das iniciativas. Por isso, separamos as principais logo abaixo:

Posição média

A posição média diz respeito ao posicionamento nas páginas de resultados dos mecanismos de busca (Google, Bing, etc.). Essa métrica está diretamente ligada ao trabalho de SEO feito em sua landing page.

Se a ideia é gerar tráfego orgânico para suas páginas, será preciso trabalhar muito bem as palavras-chave e a página na totalidade. Quanto melhor a sua posição na página de resultados, maior será a geração de tráfego e a taxa de conversão.

Visitantes únicos

Essa métrica mede a quantidade de usuários que acessaram a sua página — independentemente de quantas vezes eles tenham feito isso. Esse é um indicador muito relevante, pois revela qual é a média real de usuários que tiveram contato com o seu conteúdo.

É importante ter em mente que medir os cliques de uma página não irá dizer quantas pessoas exatamente acessaram o seu site. Por isso, acompanhar o número de visitantes irá ajudá-lo a ter uma noção mais clara do alcance das suas landing pages.

Tempo médio na página

Já o tempo médio na página irá ajudar a entender o engajamento do público com o conteúdo da landing page. Ou seja, por quanto tempo o usuário navegou pela página antes de fechá-la.

Essa é uma métrica delicada, pois ela varia de acordo com o conteúdo, tipo e objetivo da página. No entanto, quanto mais tempo o usuário permanecer na landing page, melhor. Então, fique de olho nesse indicador.

Taxa de rejeição

A taxa de rejeição — ou bounce rate — indica a média de usuários que acessaram a sua landing page e saíram sem realizar nenhuma ação. Por exemplo, um visitante que entra na sua página e não clica em nenhum link, não consome o conteúdo ou não preenche um formulário, automaticamente soma a sua taxa de rejeição.

Essa métrica é muito útil para medir a eficiência do conteúdo e da navegabilidade das landing pages. Afinal, se muitas pessoas chegam até a página e a deixam sem nenhuma interação, algo precisa ser ajustado. Portanto, vale — e muito — acompanhar esse indicador de perto.

Taxa de conversão

Por fim, mas definitivamente não menos importante, temos a taxa de conversão. Essa é a métrica que está sempre sob o olhar do empreendedor, afinal, ela diz quão efetiva é a sua estratégia de marketing e vendas.

Em termos práticos, a taxa de conversão indica a porcentagem de visitantes que passaram pelo seu funil de vendas e tornaram-se, de fato, clientes. Nessa métrica, são contabilizados somente consumidores que tiveram pedidos concluídos em sua loja virtual ou que contrataram seus serviços.

Exemplos de landing page

É sempre importante usar alguns modelos como fonte de inspiração. Apenas assim você conseguirá chegar à melhor fórmula para as landing pages da sua empresa.

💡 Saiba mais: Os 12 melhores exemplos de landing page para conversão

Por isso, confira alguns exemplos de landing page:

Weasy

O Weasy é um banheiro inteligente para animais de estimação. Por saberem que trata-se de um produto inovador e, portanto, diferente de tudo o que existe no mercado, a landing page do Weasy é focada na educação do público sobre como ele funciona.

iPhone

O iPhone é um produto que desperta o desejo nas pessoas por causa do seu visual elegante e minimalista. Sabendo disso, a Apple criou uma landing page para o iPhone 12 totalmente focada nesses elementos visuais:

Captura de tela da landing page do iPhone 12

Nuvemshop para dropshipping

Por fim, trazemos um exemplo da própria Nuvemshop por um motivo diferente dos dois anteriores. Nesse caso, podemos observar uma landing page criada especificamente para aqueles que querem criar uma loja de dropshipping.

Como foi criada com esse objetivo específico, essa landing page de dropshipping consegue ser muito mais certeira ao falar sobre o modelo de vendas do que se falasse apenas sobre como criar uma loja virtual em geral. Observe:

Captura tela da landing page para criação de loja de dropshipping na Nuvemshop

 

Gostou de saber tudo sobre landing page?

Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado a entender o que é landing page e como criar a sua. Lembre que o acompanhamento de resultados e os testes são fundamentais para chegar à melhor versão da sua página.

Quer colocar tudo isso em prática e vender pela internet? Crie sua loja virtual grátis na Nuvemshop! É simples, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos.

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes sobre landing pages

Landing page é uma página criada com o objetivo de converter visitantes em leads ou em clientes. Ela é criada com foco total na otimização dessas oportunidades, com textos, imagens, formulários e outros elementos criados especificamente com o intuito de vender ou de conquistar leads.

Uma landing page no e-commerce é capaz de conquistar de vez ou, então, espantar um cliente. O design e a experiência do usuário nessa página serão determinantes na sua taxa de conversão.

Antes de tudo, é importante escolher uma boa ferramenta para fazer sua landing page. O primeiro elemento importante é o título, que deve ser pensado de forma a prender a atenção do leitor. Então, crie um conteúdo persuasivo e objetivo, incluindo imagens e vídeos que demonstrem o seu produto. Capriche nos CTAs e certifique-se de ter um objetivo central para cada landing page. Além disso, é importante usar gatilhos mentais e otimizar sua página para SEO. Por fim, acompanhe os resultados e realize testes e melhorias.

Unbounce, RD Station, Hubspot, Instapage, Klickpages e Mailchimp.

Landing pages de eventos, de captura de leads, de vendas e thank you page.

De forma geral, busca-se medir em uma landing page a sua posição média, visitantes únicos, tempo médio na página, taxa de rejeição e taxa de conversão.

A landing page deve ser divulgada nos principais canais de comunicação da empresa, como blog, redes sociais, email marketing e mídia paga.

Faça como +100 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Criar loja grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies