O que é intermediador de pagamento e como usar na loja virtual?

Pessoa fazendo compras online com um cartão de crédito na mão, representando o que é intermediador de pagamento.

Pontos principais do artigo:

  • Intermediador de pagamento é uma solução tecnológica que conecta vendedores e compradores em transações financeiras online, oferecendo segurança e eficiência no processo;
  • Ele permite aos lojistas aceitar diferentes formas de pagamento, como cartões de crédito, débito, boletos e Pix, com integração em uma única plataforma, evitando negociações individuais com instituições financeiras;
  • Com sistemas antifraude, garante a segurança nas transações, protegendo vendedores e compradores de possíveis golpes e erros;
  • Se você quer utilizar o melhor intermediador de pagamentos do mercado, crie uma loja virtual grátis na Nuvemshop e experimente o Nuvem Pago.

Para você que busca elevar seu e-commerce a novos patamares, cuidar dos recebimentos é algo fundamental. Para isso, o intermediador de pagamento é um aliado indispensável.

Sabemos que gerir um negócio virtual demanda muito esforço e dedicação, e lidar com pagamentos pode ser uma tarefa complexa e demorada. Mas não se preocupe, porque vamos mostrar uma solução especializada pode descomplicar suas operações financeiras e potencializar a sua taxa de conversão.

O intermediador de pagamento é a chave para oferecer aos seus clientes uma experiência de compra segura, rápida e dinâmica. Despertamos o seu interesse? Então, continue lendo e descubra como ele pode revolucionar seu e-commerce! Vamos lá?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é um intermediador de pagamento?

Intermediador de pagamento é uma solução tecnológica que atua como uma ponte entre vendedores e compradores, facilitando as transações financeiras em ambientes online.

Sua principal função é garantir a segurança e a eficiência das operações de pagamento, conectando os sistemas das lojas virtuais aos bancos e adquirentes responsáveis por processar as transações com cartões de crédito e débito.

Esse intermediário desempenha um papel essencial para empresas que oferecem diversos meios de pagamento aos seus clientes, já que permite a integração de diferentes bandeiras de cartão, boletos bancários, Pix e outras formas de pagamento em uma única plataforma.

Com isso, os lojistas não precisam negociar individualmente com cada instituição financeira, o que simplifica a gestão financeira do negócio.

Além disso, o intermediador de pagamento é responsável por implementar medidas de segurança para proteger tanto os vendedores quanto os compradores. Ele emprega um sistema antifraude para identificar e evitar transações suspeitas, garantindo que as operações sejam realizadas com mais confiança.

Ainda, a ferramenta oferece recursos como o checkout transparente, que visa manter o consumidor no site da loja durante todo o processo de compra e torna a experiência mais ágil e intuitiva, aumentando as chances de conversão e fidelização.

Com tantos benefícios, não é surpresa que o uso de um intermediador de pagamento se torne uma prática essencial para empresas que buscam impulsionar suas vendas e se destacar no mercado competitivo das vendas online.

💡 Saiba mais: O que é checkout no e-commerce e como otimizar essa etapa?

Quais as diferenças entre intermediador de pagamento e gateway de pagamento?

As principais diferenças entre intermediador de pagamento e gateway de pagamento estão relacionadas ao papel que cada um desempenha no processo de transações financeiras online.

Um intermediador de pagamento atua como um intermediário entre a loja virtual e o consumidor, oferecendo uma solução completa que conecta os dois lados da transação. Ele é responsável por receber os dados do comprador, verificar a disponibilidade de saldo, autorizar a compra e repassar o valor para o vendedor.

Por outro lado, um gateway de pagamento atua como uma ponte entre a loja virtual e a instituição financeira responsável pelo processamento das transações. Ele coleta os dados do comprador e os encaminha diretamente para a instituição financeira para a operação ser autorizada e processada.

Diferentemente do intermediador, o gateway não lida com a verificação de saldo ou com o repasse do valor para o vendedor. Ele é uma solução mais personalizável, que exige uma equipe de programação para sua configuração, mas também oferece mais controle sobre o processo de pagamento.

Portanto, enquanto o intermediador oferece uma solução completa e integrada para receber pagamentos, o gateway oferece uma solução mais personalizável e direta, conectando a loja virtual diretamente à instituição financeira.

💡 Saiba mais: Qual é o gateway de pagamento mais barato em 2023?

Como funciona um intermediador de pagamento?

Quando o cliente realiza uma compra em uma loja virtual que utiliza um intermediador de pagamento, o fluxo de funcionamento é o seguinte:

1. Início do processo de pagamento

Depois de navegar pelo site e adicionar ao carrinho os produtos que deseja comprar, o cliente é direcionado para a página de pagamento.

Lá, ele vai inserir os dados necessários para concluir a compra, como informações do cartão de crédito ou dados para pagamento via boleto bancário.

💡 Saiba mais: 7 meios de pagamento para sua loja virtual

2. Envio dos dados para o intermediador

Quando o cliente insere os dados do cartão, o intermediador de pagamento entra em ação. Ele recebe essas informações de forma criptografada, garantindo a segurança tanto do consumidor quanto da loja virtual.

💡 Saiba mais: Como vender pela internet com segurança?

3. Verificação de segurança

O intermediador de pagamento realiza uma série de verificações de segurança para garantir que a transação seja legítima e invulnerável.

Isso inclui análise de padrões de compra, verificação de endereço IP, checagem de possíveis fraudes, entre outras ações.

4. Autorização da transação

Após as verificações de segurança, o intermediador de pagamento entra em contato com a instituição financeira do cliente — o banco emissor do cartão de crédito, por exemplo — para solicitar a autorização da transação. Se tudo estiver certo, a transação é aprovada.

5. Repasse do pagamento ao vendedor

Por fim, com a transação aprovada, o intermediador realiza o repasse do valor da compra para o lojista. Esse repasse pode ocorrer de forma imediata ou em um prazo preestabelecido, dependendo das políticas do intermediador e do vendedor.

Muitas pessoas têm dúvida sobre quais os melhores meios de pagamento para lojas virtuais, seus prós e contras e como adotá-los. Caso esse também seja um questionamento seu, não deixe de baixar o nosso material gratuito sobre o assunto:

📘 Confira o e-book: Meios de pagamento online: o que são e quais os mais usados?

Quais as vantagens dos intermediadores de pagamento?

Os intermediadores de pagamento oferecem uma série de vantagens que tornam o processo de recebimento mais eficiente e seguro para os negócios online.

Ao optar por essa solução, as empresas podem desfrutar de diversos benefícios que vão desde a facilidade na integração de diferentes meios de pagamento até a redução de riscos relacionados a fraudes.

A seguir, vamos explorar em detalhes as principais vantagens que os intermediadores de pagamento proporcionam aos lojistas, destacando como essas ferramentas podem impulsionar os negócios e aprimorar a experiência dos clientes. Confira:

Integração

A integração com plataformas de e-commerce é uma vantagem significativa dos intermediadores de pagamento, pois simplifica e agiliza todo o processo de vendas online.

Os intermediadores são projetados para se integrarem perfeitamente às principais plataformas de e-commerce, permitindo que os lojistas configurem facilmente as opções de pagamento e recebam pelas vendas de forma segura e eficiente.

Essa integração proporciona uma experiência de compra mais fluida, uma vez que os clientes podem finalizar sua aquisição sem sair do ambiente da loja virtual, aumentando as taxas de conversão e reduzindo os carrinhos abandonados.

Além disso, a integração com plataformas de e-commerce, como a Nuvemshop, também oferece benefícios operacionais para os lojistas. Ela automatiza tarefas como a atualização de estoque e o registro de vendas, proporcionando uma gestão mais eficiente dos processos de venda e pagamento.

Com a integração, os lojistas podem concentrar seus esforços no crescimento do negócio, enquanto o intermediador cuida da parte técnica e burocrática dos pagamentos.

Ficou com vontade de desfrutar desses benefícios? Então, crie sua loja grátis na Nuvemshop agora mesmo:

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Implementação

Os intermediadores de pagamento tornam os processos de integração e implementação rápidos e acessíveis para os negócios.

Ao optar por um intermediador, os lojistas não precisam se preocupar com complexas integrações técnicas, já que a maioria dessas soluções oferece plugins e APIs de pagamento fáceis de usar, que podem ser incorporados à plataforma de vendas existente.

Isso economiza tempo da equipe e recursos da empresa, permitindo que a loja virtual comece a aceitar pagamentos online de forma ágil.

Além disso, a facilidade de implementação também contribui para a agilidade na expansão dos negócios. Os intermediadores geralmente suportam diversos meios de pagamento, incluindo cartões de crédito, débito, boletos bancários e até mesmo Pix.

Isso proporciona maior flexibilidade para atender às preferências dos consumidores. A simplicidade na integração, combinada com a variedade de opções oferecidas, permite que os lojistas se concentrem em outros aspectos do negócio, como marketing e atendimento ao cliente, impulsionando o crescimento da empresa de forma eficiente.

💡 Saiba mais: Como receber pagamentos online na minha loja virtual?

Segurança

A segurança é uma vantagem fundamental dos intermediadores de pagamento, garantindo a proteção tanto para o consumidor quanto para o lojista.

Ao utilizar um intermediador, as transações são realizadas em ambientes altamente protegidos, com a implementação de tecnologias avançadas de criptografia e prevenção contra fraudes. Isso reduz significativamente o risco de dados sensíveis dos clientes serem comprometidos durante o processo de pagamento.

Além disso, como já mencionamos, os intermediadores de pagamento têm sistemas antifraude que monitoram continuamente as transações em busca de atividades suspeitas.

Isso inclui a análise de padrões de compra, histórico do consumidor e verificação de dados do cartão. Caso uma transação seja potencialmente fraudulenta, o intermediador pode bloqueá-la ou solicitar uma verificação adicional.

Essas medidas adicionais de segurança proporcionam tranquilidade aos consumidores e reforçam a confiança nas compras online, estimulando o aumento das vendas e ajudando a fidelizar os clientes.

Variedade

A variação nas opções de recebimento é uma das principais vantagens oferecidas pelos intermediadores de pagamento, pois permite que os lojistas atendam a uma ampla gama de clientes com diferentes preferências.

Com um intermediador, é possível aceitar diversos meios de pagamento, como cartões de crédito, débito, boletos bancários, transferências eletrônicas e até mesmo pagamentos via carteiras digitais (uma versão digital de uma carteira física) e Pix. Isso significa que os consumidores têm a liberdade de escolher a forma de pagamento mais conveniente para eles, o que aumenta a satisfação e a probabilidade de conclusão da compra.

💡 Saiba mais: A TED demora quanto tempo para cair e como funciona?

Além disso, a diversidade nas opções de pagamento oferecidas também contribui para a expansão dos negócios. Ao aceitar uma ampla variedade de meios de pagamento, os lojistas podem alcançar mais clientes, inclusive aqueles que não têm cartões de crédito ou preferem usar outros métodos.

A possibilidade de oferecer meios de pagamento diversos, de forma segura e conveniente, posiciona o negócio como uma opção mais atrativa para os clientes e ajuda a impulsionar as vendas e o crescimento da empresa.

Caso você ainda não saiba quais opções oferecer no seu e-commerce, baixe nossa checklist gratuita e veja em quais detalhes você precisa ter atenção:

Confira a checklist: Como escolher meios de pagamento?

Suporte

Oferecer um suporte especializado garante que o lojista tenha assistência e orientação sempre que surgirem dúvidas, problemas técnicos ou questões relacionadas a pagamentos.

Uma equipe de suporte dedicada e especializada está pronta para ajudar em todas as etapas do processo, desde a configuração inicial do sistema até a solução de problemas pontuais.

Isso proporciona tranquilidade aos empreendedores, permitindo que eles foquem em suas atividades principais, sabendo que podem contar com apoio profissional em caso de necessidade.

Além disso, o suporte também é fundamental para garantir uma boa experiência para os clientes. Com o auxílio de uma equipe capacitada, os lojistas podem resolver rapidamente qualquer problema que os compradores possam enfrentar durante o processo de pagamento, evitando frustrações e desistências.

Nesse caso, um atendimento eficiente ajuda a construir confiança na marca e no processo de pagamento, aumentando a probabilidade de fidelização e recomendação a outras pessoas.

Portanto, um bom suporte vai além do auxílio técnico, sendo uma peça-chave para o sucesso do negócio, tanto no atendimento aos lojistas quanto na satisfação dos clientes.

💡 Saiba mais: Qual a importância do atendimento ao cliente e como dar um bom suporte?

📘 Confira o e-book: Guia para atendimento ao cliente para lojas virtuais

Checkout

O checkout transparente é uma vantagem significativa dos intermediadores de pagamento, uma vez que oferece uma experiência de compra mais rápida, simples e confiável para os clientes.

Com ele, todo o processo ocorre dentro do ambiente do e-commerce, sem a necessidade de redirecionar o cliente para outra página. Isso elimina a quebra de fluxo na jornada de compra, reduzindo as chances de abandono de carrinho e aumentando as taxas de conversão.

Além disso, o checkout transparente permite que o lojista mantenha a identidade visual da sua loja durante todo o processo de pagamento, o que transmite uma sensação de segurança e profissionalismo aos clientes.

Outra vantagem do checkout transparente é a facilidade de uso e a comodidade para os clientes. Com menos etapas e campos de preenchimento, o processo de pagamento se torna mais simples e rápido, o que agrada aos consumidores e os incentiva a concluir a compra.

Ademais, muitos intermediadores oferecem o pagamento pré-cadastrado ou com um único clique, o que agiliza ainda mais o processo de compra para clientes que retornam à loja.

Nesse sentido, os lojistas da Nuvemshop podem contar com uma solução completa de pagamento, o Nuvem Pago. Ele é o único meio de pagamento com tarifa de venda grátis para lojistas Nuvemshop, além de oferecer um sistema antifraude eficiente, taxas competitivas e flexibilidade para receber via cartão de crédito e débito, Pix, boleto e link de pagamento.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como escolher o melhor intermediador de pagamento?

Agora que você já sabe o que é um intermediador de pagamento e quais as suas vantagens, deve estar se perguntando qual solução adotar, certo? Por isso, saiba que essa resposta vai depender das necessidades do seu negócio e dos benefícios oferecidos pelas ferramentas.

Contudo, elaboramos uma lista com os principais requisitos que um intermediador de pagamento online deve apresentar, confira:

1. Avalie as necessidades do seu negócio

Antes de escolher um intermediador de pagamento, é fundamental avaliar as necessidades específicas do seu negócio.

Considere o volume de transações que sua empresa realiza, os tipos de produtos ou serviços que oferece e os diferentes canais de venda utilizados. Além disso, analise quais formas de pagamento são mais populares entre os seus clientes.

Essas informações ajudarão a identificar quais funcionalidades e serviços são essenciais para o sucesso das suas operações de pagamento. Ao entender claramente as necessidades da sua loja virtual, será mais fácil encontrar um intermediador que atenda a essas demandas de forma eficiente.

2. Verifique a segurança e conformidade

A segurança é uma das maiores preocupações no mundo dos pagamentos online. Ao escolher um intermediador, é crucial que a empresa adote medidas rigorosas de proteção de dados e esteja em conformidade com os padrões de segurança do setor.

Um desses requerimentos é o PCI-DSS, sigla para Payment Card Industry Data Security Standard, ou seja, o Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Pagamento com Cartão, em português

Para isso, verifique se o intermediador utiliza tecnologias de criptografia para proteger as informações sensíveis dos clientes e se realiza auditorias de segurança regularmente.

Além disso, certifique-se de que a empresa tenha políticas claras de reembolso e resolução de disputas, para oferecer tranquilidade tanto para os clientes quanto para o seu negócio.

💡 Saiba mais: Entenda tudo sobre a LGPD: Lei Geral de Proteção de Dados

3. Considere as taxas e os custos

As taxas e os custos associados ao uso de um intermediador de pagamento podem impactar diretamente a sua lucratividade. Por isso, é fundamental analisar cuidadosamente a estrutura de preços de cada empresa.

Verifique as taxas de transação, as taxas de saque para transferência de fundos para a sua conta bancária e quaisquer outras tarifas adicionais. Além disso, fique atento a possíveis custos ocultos que possam surgir ao longo do tempo e impactar o seu planejamento financeiro.

Procure por um intermediador que ofereça transparência nas informações sobre os custos e que apresente uma estrutura de preços que se alinhe ao volume de vendas e às necessidades do seu negócio.

💡 Saiba mais: Como fazer o controle financeiro empresarial do negócio?

4. Verifique a facilidade de integração

Uma integração suave entre o intermediador de pagamento e a sua plataforma de e-commerce é essencial para uma experiência de compra positiva. Para isso, verifique se o intermediador oferece plugins ou APIs de fácil utilização que possibilitem uma integração rápida e eficiente.

Além disso, considere a compatibilidade com outras ferramentas e sistemas que você utiliza em seu negócio, como sistemas de gestão de estoque e CRM (Customer Relationship Management ou Gestão do Relacionamento com o Cliente).

💡Saiba mais: Quais os benefícios do CRM para ecommerce?

Uma integração bem-sucedida permitirá que o processo de pagamento seja simples e fluido, evitando problemas técnicos e reduzindo o abandono de carrinho.

5. Analise o atendimento ao cliente

O suporte é um fator crucial na escolha do intermediador de pagamento. Certifique-se de que a empresa oferece um canal de atendimento acessível e eficiente, que esteja disponível para ajudar em caso de dúvidas ou problemas.

Verifique o tempo médio de resposta do suporte, a qualidade do atendimento e a disponibilidade de assistência em diferentes horários. Um suporte ágil e eficiente pode fazer toda a diferença em momentos de dificuldade e garantir uma experiência positiva para seus clientes.

6. Avalie a experiência do usuário:

A experiência do usuário é fundamental para o sucesso das suas vendas online. Certifique-se de que o intermediador de pagamento oferece um processo de checkout intuitivo e de fácil compreensão para os seus clientes.

Um checkout confuso ou com muitos passos pode levar ao abandono do carrinho. Além disso, verifique se o intermediador oferece uma página de pagamento personalizável, para que ela esteja alinhada à identidade visual da sua loja e transmita confiança aos clientes.

7. Verifique a abrangência de meios de pagamento

Diferentes clientes têm preferências distintas quanto às formas de pagamento. Portanto, é importante escolher um intermediador que ofereça uma ampla gama de opções, como cartão de crédito, boleto, transferência bancária, carteiras digitais, entre outras.

Quanto mais opções você disponibilizar, maiores serão as chances de atender às preferências dos seus clientes e, consequentemente, aumentar as conversões.

💡 Saiba mais: 21 formas de pagamento para usar na sua Nuvemshop

8. Pesquise a reputação da empresa

Antes de tomar uma decisão, pesquise a reputação do intermediador de pagamento. Procure por avaliações de outros lojistas que já utilizam o serviço e veja quais são os pontos positivos e negativos apontados por eles.

Além disso, verifique se a empresa possui parcerias sólidas com instituições financeiras e se tem uma boa reputação no mercado. A escolha de um intermediador confiável garantirá mais segurança e tranquilidade para o seu negócio e seus clientes.

💡 Saiba mais: O que é prova social, vantagens e como utilizá-la?

9. Considere a escalabilidade

À medida que o seu negócio cresce, suas necessidades de pagamento também podem evoluir. Por isso, é importante escolher um intermediador que seja escalável e capaz de acompanhar o crescimento do seu negócio.

Nesse caso, verifique se a empresa oferece uma política de planos e preços com diferentes níveis de recursos e capacidades, para que você possa facilmente atualizar suas necessidades à medida que elas mudam.

10. Teste o serviço antes de tomar uma decisão

Antes de fechar contrato com um intermediador de pagamento, é uma boa prática testar o serviço. Muitas empresas oferecem períodos de teste gratuitos ou com custo reduzido, o que permite que você experimente a plataforma e avalie se ela atende às suas expectativas.

Aproveite esse período para verificar a usabilidade, o desempenho, a eficiência do suporte ao cliente e se o intermediador oferece todas as funcionalidades necessárias para o seu negócio. Essa etapa de testes ajudará a garantir uma escolha bem informada e alinhada às necessidades da sua empresa.

A Nuvemshop, por exemplo, permite que os empreendedores criem uma loja virtual grátis e experimentem a plataforma e suas funcionalidades. Caso gostem da ferramenta, eles podem facilmente migrar para planos mais robustos, com um número maior de recursos.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Já escolheu seu intermediador de pagamento online?

Esperamos que nossas dicas tenham ajudado a entender o que é um intermediador de pagamento, qual a sua importância e como fazer uma escolha certeira. O sucesso das suas vendas depende diretamente dessa decisão, por isso é importante fazê-la com consciência e depois de muitos testes.

Além de contar com sua própria solução de pagamento, o Nuvem Pago, a Nuvemshop também permite aos lojistas integrar seu e-commerce a diferentes intermediadores. Crie sua loja grátis e conheça todos os nossos recursos. Esperamos por você! 💙

Referências

Aqui você encontra:
Perguntas frequentes sobre intermediadores de pagamento

Intermediador de pagamento é uma solução que conecta vendedores, consumidores e instituições financeiras, facilitando transações comerciais online. Ele permite que os clientes façam pagamentos de forma segura e conveniente, oferecendo diversas opções, como cartão de crédito, boleto e transferência bancária. O intermediador também assume a responsabilidade pela segurança das transações, ajudando a evitar fraudes e garantindo uma experiência positiva para todas as partes envolvidas.

Alguns dos principais nomes são Nuvem Pago, PagSeguro, Cielo, Vindi, Pagar.me, Mercado Pago e PayPal.

Eles oferecem segurança nas transações, protegendo tanto os consumidores quanto os vendedores contra fraudes. Além disso, facilitam a implementação em lojas online, permitindo uma integração rápida e simplificada. Os intermediadores também oferecem diversas opções de pagamento, o que aumenta a conveniência para os clientes e pode resultar em mais vendas. Eles assumem os riscos das transações e fornecem suporte, tornando o processo de pagamentos mais seguro e eficiente para os negócios.

Avalie a segurança oferecida pelo serviço, verificando se ele tem sistema antifraude. Considere também a facilidade de integração com sua plataforma de e-commerce e a diversidade de opções de pagamento disponíveis. Verifique as tarifas e custos envolvidos, buscando uma solução que se alinhe ao seu orçamento. Além disso, analise a reputação do intermediador, pesquisando avaliações de outros clientes e sua experiência no mercado.

Faça como +100 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Criar loja grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies