Como receber pagamento online de forma segura?

Por: Victoria Salemi

Mão segura cartão de crédito em frente a computador, representando como receber pagamentos online

O comércio eletrônico revolucionou o mercado. A cada dia, ganha mais adeptos interessados em comprar no conforto do lar, com a facilidade de sites e plataformas intuitivos. Uma única questão, contudo, ainda gera certa insegurança nas pessoas: como receber pagamentos online?

Afinal, como cada ferramenta funciona? Como administrador de um negócio online, você precisa estar por dentro desse tema e oferecer a opção mais segura e prática ao cliente e ao seu caixa.

Por isso, neste artigo, trazemos algumas informações para que você entenda melhor os serviços e faça sua escolha com mais tranquilidade. Vamos lá? 🤑

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como funciona o pagamento online?

Um pagamento online é um mecanismo de cobrança utilizado em transações virtuais, de modo que o valor seja transferido do cliente para a empresa sem que seja necessário haver algum tipo de contato, como ao entregar as cédulas ou ao passar o cartão na maquininha.

Para que o pagamento online possa ser realizado, são necessários dois mecanismos: os meios e as formas de pagamento.

Meios de pagamento

Os meios de pagamento são as empresas que fornecem a tecnologia necessária para que as transações possam acontecer pela internet. Existem três tipos delas:

  • Adquirentes: são mediadores ligados às bandeiras de cartão (Visa e Mastercard, por exemplo). Alguns exemplos são a Stone, a Rede e a Cielo;
  • Intermediadores (ou subadquirentes): essas extensões dos adquirentes possuem serviço de antifraude incluso. Alguns intermediadores famosos são Moip, Mercado Pago e PagSeguro;
  • Gateways de pagamento: essas são plataformas que vinculam bandeiras e adquirentes, como Mundipagg e Pagar.me.

Formas de pagamento

As formas de pagamento são aquelas que o cliente escolhe na hora de concluir uma compra. As mais populares no Brasil são:

  • Cartão de crédito;
  • Boleto bancário;
  • Cartão de débito;
  • Pix;
  • Carteira digital.

No próximo tópico, vamos conhecer os detalhes de cada um deles. Então, siga a leitura para poder selecionar a melhor forma para receber pagamentos online.

Como receber pagamentos online? 9 principais formas

Atualmente, existem diversas formas para receber pagamentos online. A seguir, você conhece as principais, para poder avaliar o que faz mais sentido para o seu público e para o seu negócio online. Veja a seguir:

1. Cartão de crédito

O cartão de crédito é a forma de pagamento mais popular entre os brasileiros. Conforme dados do Banco Central, no fim de 2019, havia 123 milhões de cartões desse tipo em uso no Brasil.

Por esse motivo, quando falamos sobre como receber pagamentos online, o cartão de crédito aparece no topo da lista. Se puder oferecer parcelamento sem juros — o que muitos adquirentes e intermediadores de pagamento permitem —, melhor ainda para conquistar o consumidor brasileiro.

Se você já tem ou vai montar um e-commerce, é possível oferecer essa forma de pagamento por meio de intermediadores de pagamento — que conheceremos a fundo na dica 9 desta lista — ou de adquirentes, como é o caso da Cielo.

Todavia, se você ainda não possui uma loja online, é possível receber pagamentos realizados com cartão de crédito via carteiras digitais — sobre as quais entenderemos na dica 7 — e links de pagamento. Esse tipo de link pode ser gerado quando você usa o serviço de algum intermediador.

2. Boleto bancário

Logo após o cartão de crédito, o boleto bancário também tem lugar garantido no coração dos brasileiros. Afinal, por mais que os cartões sejam populares, ainda há uma parte da população que não os utiliza.

Atualmente, existem ferramentas online que permitem a emissão de boletos de forma gratuita ou com pequenas taxas por documento gerado. Alguns exemplos de plataformas do tipo são o PagHiper e a Cora. Além disso, alguns intermediadores de pagamento também permitem a geração de boletos.

Todavia, quando falamos sobre receber pagamentos online por meio de boletos, tenha em mente que, por causa do prazo para vencimento, muitos clientes acabam se esquecendo de pagar ou desistem da compra. Por isso, pode ser uma boa ideia enviar um lembrete para eles próximo da data de vencimento.

3. Cartão de débito

Assim como o cartão de crédito, muitos brasileiros são adeptos do de débito. E oferecer essa forma de pagamento pode ser benéfico para o vendedor porque os valores são repassados na hora, ao contrário dos prazos para recebimento de pagamentos no crédito.

Meios de pagamento para e-commerce permitem que se ofereça o débito como uma opção, pois fazem a conexão com as instituições bancárias. Além disso, muitos desses serviços contam com uma análise antifraude, de modo a certificar a segurança na hora do pagamento, tanto para o lojista quanto para o cliente.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

4. Débito em conta

O débito em conta funciona de forma muito parecida com o cartão de débito. A diferença aqui é que, em vez de inserir as informações do cartão para concluir o pagamento, a pessoa vai preencher dados sobre sua conta.

Para receber um pagamento online dessa forma, é necessário utilizar algum meio de pagamento em sua loja virtual. Por causa do contato direto com as instituições bancárias, é preciso usar esse tipo de serviço para garantir a segurança da transação.

5. Pix

Apesar de essa não ser uma forma automatizada, o Pix pode ser muito eficiente quando se trata de receber pagamentos online. Isso porque a facilidade de fazer a transferência sem taxas e ao digitar apenas um número simplifica muito a transação.

No entanto, essa forma de pagamento exige alguns cuidados. O primeiro é sempre pedir que o cliente envie o comprovante do Pix e conferir se o valor enviado está correto.

O segundo ponto de atenção é o de enviar a mercadoria apenas depois que o pagamento for efetuado. Dessa forma, você evita sair no prejuízo e pode ter o Pix como um aliado.

💡 Saiba mais: O que é Pix e como funciona este meio de pagamento?

6. Transferência bancária

A transferência bancária funciona de forma muito parecida com o Pix e exige os mesmos cuidados. Todavia, existem algumas diferenças.

A primeira delas está nos dados que precisam ser informados ao cliente para que ele transfira o valor. São eles:

  • Seu CPF ou o CNPJ da empresa;
  • Número da instituição bancária (cada banco tem um código para facilitar sua identificação);
  • Agência e número da conta.

Além disso, na maior parte das vezes, quando a transferência não é realizada para o mesmo banco, existem valores cobrados sobre a transação, o que pode espantar alguns consumidores.

Por esse motivo, se for trabalhar com a transferência para receber pagamentos online, pode ser uma boa ideia disponibilizar contas em mais de um banco para que a pessoa escolha a que preferir.

7. Carteira digital

Ganhando cada vez mais popularidade, as carteiras digitais são formas muito práticas para receber pagamentos. Isso porque os valores podem ser transferidos informando apenas o nome do usuário a quem se quer enviar o dinheiro ou, até mesmo, por meio de um QR Code para o qual o cliente aponta o celular.

Atualmente, existem diversos serviços, como PicPay e Ame, que permitem que os usuários façam pagamentos por meio de um saldo que já tenham na carteira digital ou, então, por um cartão de crédito cadastrado em suas contas.

8. Intermediadores de pagamento

Os intermediadores de pagamento são serviços bastante completos. Muitos deles permitem que se ofereça cartão de crédito, débito e boleto bancário como formas de pagamento. Alguns, inclusive, também funcionam como carteiras digitais.

Quase todos eles oferecem serviços antifraude. Essa é uma vantagem quando falamos sobre pagamentos online, pois esse tipo de proteção resguarda o lojista em casos de chargeback — quando há o cancelamento de uma venda junto ao cartão de crédito e o e-commerce não recebe o valor.

Conheça os principais intermediadores de pagamento do mercado:

Mercado Pago

Mercado Pago é o intermediador de pagamentos do Mercado Livre. Permite oferecer cartões de crédito e débito, boleto e tem o serviço de carteira digital. No e-commerce, oferece a solução de checkout transparente — aquela em que a compra é finalizada no próprio ambiente da loja virtual, sem que o cliente seja redirecionado a outra página para pagar.

PagSeguro

PagSeguro é um sistema que permite receber pagamentos online por meio de cartão de crédito, débito, boleto bancário, Pix e QR Code, também no modelo de checkout transparente em lojas virtuais.

Além dos serviços para e-commerce, também tem maquininhas de cartão para aqueles que também têm lojas físicas.

Moip

O Moip (antigo Wirecard) é um intermediador de pagamento voltado para lojas virtuais e marketplaces. Permite receber valores pagos por meio de cartões, débito em conta, boleto bancário e da transferência entre contas Moip. O serviço também oferece checkout transparente.

PayPal

O PayPal é um serviço mundialmente reconhecido e seu grande trunfo está na possibilidade de receber pagamentos online de outros países por meio da plataforma. Ele também funciona como carteira digital e permite oferecer cartões de crédito e de débito como formas de pagamento.

Se você tem ou quer montar uma loja virtual com a Nuvemshop, saiba que lojistas que utilizam a plataforma têm acesso a taxas especiais ao usar os intermediadores de pagamento listados no artigo. Além disso, a integração com seus e-commerces é feita em apenas poucos cliques.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

9. Gateways de pagamento

Gateways de pagamento são sistemas que conectam e-commerces e instituições financeiras sem que haja um intermediário — como é o caso dos intermediadores, como o próprio nome diz.

Como o contato entre a loja virtual e as operadoras de cartão ou bancos é feito de forma direta, há mais liberdade para escolher as formas de pagamento oferecidas.

Por outro lado, toda essa conexão fica sob responsabilidade do e-commerce, de modo que serviços antifraude (muitas vezes incluídos nos intermediadores de pagamento) devem ser contratados à parte.

💡 Saiba mais: Gateway de pagamento: como funciona e as melhores opções do mercado

Resumo

Agora que você já conhece tantas opções, pode analisar cada uma e escolher a melhor forma para receber pagamentos online. Lembre-se de avaliar as necessidades do seu público, mas também do seu negócio.

Antes de terminar, confira um resumo sobre este conteúdo:

Como receber pagamentos online?

  1. Cartão de crédito
  2. Boleto bancário
  3. Cartão de débito
  4. Débito em conta
  5. Pix
  6. Transferência bancária
  7. Carteira digital
  8. Intermediadores de pagamento
  9. Gateways de pagamento

Quer vender pela internet com profissionalismo e integrar seu e-commerce aos principais serviços de pagamento online? Faça o teste de 30 dias grátis na plataforma da Nuvemshop e crie sua loja virtual. É fácil, rápido e você não precisa ter conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Na Nuvemshop você tem acesso a todos eles!

Teste a Nuvemshop por 30 dias grátis e integre sua loja com os melhores serviços de pagamento.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies