Como cobrar por suas vendas online de forma segura

Carteira com dinheiro e cartão de crédito

O comércio eletrônico revolucionou o mercado. A cada dia, ganha mais adeptos interessados em comprar no conforto do lar, com a facilidade de interfaces intuitivas e elaboradas. Uma única questão, contudo, ainda gera certa insegurança nas pessoas: o pagamento.

Afinal, como cada ferramenta funciona? Como administrador de um negócio online, você precisa estar por dentro desse tema e oferecer a opção mais segura e prática ao cliente e ao seu caixa. Neste artigo, trazemos algumas informações para que você entenda melhor os serviços e faça sua escolha com mais tranquilidade.

Antes de começarmos as descrições, porém, vejamos esse vídeo do Igor Senra (CEO e cofundador do Moip) para saber a diferença entre meios de pagamento propriamente ditos, adquirentes e facilitadores:

Cielo

Considerada uma adquirente por fazer a conexão diretamente com as bandeiras de cartão, a Cielo é uma das plataformas mais populares do Brasil e oferece planos a partir de R$ 59,90 mensais.

O dinheiro das vendas feitas no débito é contabilizado em até um dia útil (com taxa de 2%), enquanto o das vendas em crédito leva até 31 dias corridos (com taxa de 2,5%).

O serviço não tem limite de vendas ou valores e conta com um monitoramento constante para evitar fraudes. Veja mais informações neste artigo ou no site oficial.

Moip

O Moip, por sua vez, atua como um facilitador de pagamento: coordena todas as transações de forma integrada e com checkout transparente, o que impacta diretamente na conversão dos visitantes.

Para compras no cartão de crédito, são cobrados uma taxa de 5,49% e R$ 0,69 por transação (ou 4,59% + R$ 0,69 se você usa a Nuvem Shop). Para boleto e débito online, os valores mudam: taxa de 3,49% e R$ 0,69 por transação (ou 2,39% + R$0,69 para os nossos lojistas). Compras parceladas têm proporções diferentes, que você pode conferir aqui.

Os prazos para recebimento do dinheiro também variam em cada caso e, com vendas e valores ilimitados, a plataforma ainda oferece o Programa Venda Protegida de cobertura antifraude. Para outros detalhes, leia este artigo.

PagSeguro

O PagSeguro é outra alternativa facilitadora de pagamento que tem um público significativamente grande. Além de cartões de crédito, débito e boleto bancário, também aceita vendas pagas através de depósito em conta e carteira eletrônica.

Um de seus diferenciais é a variedade de checkouts; você pode escolher entre três padrões diferentes de acordo com a necessidade de seu e-commerce: Padrão, Lightbox (janela interna) e Transparente (integrado).

O prazo para recebimento do dinheiro é de 30 dias, o valor fixo por transação é de R$ 0,40 e a taxa é de 3,99% em compras à vista ou parceladas. Consulte outras informações no site oficial ou neste artigo.

PayPal

Outro intermediador de pagamento bastante popular e eficiente é o PayPal. Trabalha exclusivamente com cartões de crédito e débito em conta de bancos específicos, mas compensa essa “limitação” com a possibilidade de vendas internacionais, pouco comum entre os concorrentes.

Para transações à vista no Brasil, as taxas são de 4,99% mais R$ 0,60 (ou 3,99% + R$0,40 para quem usa a Nuvem Shop). Já as vendas a prazo contam com 2,39% em cada parcela. Em negociações para o exterior, há uma tarifa fixa de acordo com cada moeda e uma porcentagem de 5,99%.

O dinheiro é disponibilizado em sua conta PayPal dentro de 24 horas, ou em sua conta bancária em até três dias úteis. Se quiser, você ainda pode usar esse saldo para comprar produtos através da própria plataforma. Confira mais detalhes em nosso artigo exclusivo e no site oficial.

MercadoPago

O MercadoLivre é um excelente serviço de vendas, e integrá-lo à sua loja virtual traz diversos benefícios. Seu facilitador de pagamento próprio, o MercadoPago, também se mostra bastante eficiente.

Com taxas de 4,99% sobre cada transação, você permite que seus clientes parcelem as compras em até 24 vezes. Em até 14 dias após a comprovação do pagamento, o dinheiro é depositado em sua conta.

Para quem também usa o marketplace, contudo, não há custos e o saldo se atualiza apenas quando o consumidor e o lojista (você) qualificam a compra. O serviço conta ainda com um sistema completo de segurança, que garante acompanhamento 24 horas por dia e oferece o Programa de Proteção ao Vendedor. Confira mais informações no site oficial ou neste post.

DinheiroMail ou PayU

A PayU (antigamente conhecida como DinheiroMail) é outra boa opção facilitadora de pagamento. Seus principais destaques são a disponibilidade para sete países diferentes da América Latina e o Módulo Antifraude, que previne golpes e furtos.

Possui dois planos: o para lojistas de e-commerce iniciantes (com taxas de 3.99% mais R$ 0,39 por transação) e o avançado, com pagamento em um clique e outros recursos adicionais. O dinheiro das vendas é creditado em até 48 horas úteis.

Não há limite de transações, mas aquelas feitas através de boleto bancário devem ter valor entre R$ 10 e R$ 5000. Em nosso artigo sobre a plataforma ou no site oficial você pode conferir mais detalhes.

BCash

Outro facilitador de pagamentos eficiente e popular é o Bcash. Permitindo apenas vendas em território nacional, o serviço conta com taxas a partir de 4,95% para as mais diversas formas de pagamento e também possibilita o parcelamento em até 24 vezes.

O dinheiro pode ser retirado depois de 14 dias úteis e o primeiro saque de cada mês é gratuito, enquanto os outros custam R$ 2,50. Contas verificadas não têm limite de vendas ou valores, mas as não validadas permitem até R$ 1000 (versão pessoal) ou R$ 2000 (versão empresarial).

Você ainda conta com a ferramenta antifraude Fcontrol e pode escolher o plano mais adequado para a realidade do seu negócio. Saiba mais no site oficial ou neste artigo.

Itaú Shopline

O Itaú, sendo um dos principais bancos do Brasil, também desenvolveu seu próprio facilitador de pagamento: Itaú Shopline. As vantagens de ter uma conta corrente e utilizar esse serviço em seu e-commerce é o controle através do Itaú Bankline Empresa, com funcionalidades e informações bastante úteis.

Além disso, você facilita a compra para seus clientes que usam o banco, permitindo que paguem pelas compras à vista por transferência ou através de boleto bancário, cartão de crédito Itaucard e financiamento por crediário automático.

As taxas e prazos variam de acordo com o seu contrato, portanto, vale a pena conversar com o seu gerente e conferir outros detalhes no site oficial e em nosso tutorial.

Gostou?

Agora que você já conhece tantas opções, pode analisar cada uma e oferecer um meio de pagamento confiável e seguro em sua loja virtual! A Nuvem Shop oferece integração com todos os serviços mencionados, então se você usa a nossa plataforma as configurações serão ainda mais fáceis.

Ainda não conhece nossa solução? Crie sua loja virtual com a Nuvem Shop e venda pela internet.


O que você achou desse conteúdo?


Luane Silvestre

Integra a equipe de conteúdo da Nuvem Shop e, como era de se esperar, adora escrever e não dispensa um bom café. É técnica em Informática, licenciada em Letras e especialista em Marketing - e tenta juntar tudo isso por aqui.

como-cobrar-por-suas-vendas-online-de-forma-segura