Como funciona o dropshipping no Mercado Livre?

Por: Victoria Salemi

Pessoa cola etiqueta em caixa, representando o dropshipping no Mercado Livre

Você já pensou se é possível fazer dropshipping no Mercado Livre? Caso tenha se questionado sobre essa possibilidade, saiba que, sim, isso é permitido e possível.

Todavia, por ter uma lógica de funcionamento muito particular, o Mercado Livre tem algumas regras que podem dificultar um pouco esse modelo de negócio. De todo modo, conhecer as especificidades do marketplace pode te dar a clareza sobre se o dropshipping por lá atende às suas necessidades.

Por isso, ao longo das próximas linhas, você confere o que é e como funciona o dropshipping no Mercado Livre, dicas para vender dessa forma e entende se o modelo vale a pena. Então, está pronto para começar?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é e como funciona o dropshipping no Mercado Livre?

Dropshipping é o modelo de negócios em que o cliente compra do vendedor, que repassa o pedido ao fornecedor e este envia o produto diretamente ao consumidor final. O dropshipping no Mercado Livre, portanto, diz respeito aos produtos vendidos pelo marketplace por meio dessa estratégia.

Ilustração mostrando como funciona o dropshipping

A forma como os produtos são anunciados na plataforma é exatamente a mesma do que se você fosse vender itens que tivesse em seu próprio estoque. O que muda é que, neste caso, você comprará os produtos do seu fornecedor a cada venda — no Brasil ou no exterior — e pedirá que ele mesmo os envie para a pessoa que comprou de você.

Caso ainda não tenha tanta experiência sobre como vender pelo Mercado Livre, dê o play no vídeo para conferir algumas dicas:

7 dicas sobre como fazer dropshipping no Mercado Livre

O dropshipping no Mercado Livre tem algumas particularidades. Por ser um marketplace com enorme foco na velocidade de entrega, anúncios com prazos rápidos costumam ser priorizados. No caso do dropshipping, especialmente internacional, esse pode ser um ponto de atenção.

Além disso, a plataforma costuma favorecer seu próprio sistema de entregas, o Mercado Envios. Por meio dele, é necessário informar seu endereço de origem, para que os fretes sejam calculados.

Caso a distância entre seu endereço declarado na hora do cadastro e o do seu fornecedor — de onde, de fato, as mercadorias serão enviadas — seja muito grande, uma cobrança extra pode ser feita pelo Mercado Livre, diminuindo sua margem de lucro.

De qualquer forma, existem formas de fazer esse modelo funcionar, e você confere as dicas para fazer dropshipping no Mercado Livre a seguir:

1. Escolha o que vai vender

Antes de começar as vendas, é claro, você precisa escolher o que vai vender. Idealmente, você deve selecionar um segmento de que goste, assim fica mais fácil pesquisar e selecionar os melhores itens.

Quando falamos sobre dropshipping, no entanto, existem alguns tipos de mercadoria que não são indicados para as vendas. No vídeo a seguir, você confere quais são eles:

💡 Saiba mais: Conheça os 15 produtos mais vendidos no Mercado Livre

2. Encontre bons fornecedores

O próximo passo para fazer dropshipping é encontrar bons fornecedores. Esse ponto é fundamental, pois a parte mais importante do seu negócio — fazer com que o produto chegue ao seu cliente — dependerá desse parceiro.

O ideal é que você tenha de um a três fornecedores. Mais que isso pode tornar sua operação complexa demais. Caso ainda não tenha experiência com vendas online, comece com um único parceiro.

Faça uma pesquisa e entenda quais são os preços e prazos de cada fornecedor. Além disso, uma boa ideia antes de anunciar os produtos, é pedir amostras para checar sua qualidade.

Também é importante combinar com eles como será o processo de envio. Em geral, vendedores do Mercado Livre geram as etiquetas e as enviam ao fornecedor, para que ele as imprima, cole nas embalagens e poste a mercadoria em uma agência do Mercado Envios.

💡 Saiba mais: Como encontrar fornecedores de dropshipping?

3. Cadastre os produtos com informações completas

Definidos quais produtos você vai vender, é hora de cadastrá-los na plataforma do Mercado Livre. Quanto mais informações você incluir, mais bem informado seu cliente ficará e se sentirá seguro para comprar de você.

Também é fundamental incluir boas fotos. Normalmente, elas são disponibilizadas pelo fornecedor, mas avalie se elas estão com boa qualidade. Caso não estejam, pergunte se é possível ter imagens melhores das mercadorias.

4. Deixe os prazos de entrega claros

Os prazos de entrega são muito importantes no Mercado Livre. Os clientes do marketplace já esperam uma entrega rápida e, caso você não deixe claro que um produto vai demorar para ser entregue, muitos dos consumidores poderão cancelar a compra.

Por isso, depois de conferir com o fornecedor em quanto tempo ele pode postar a encomenda, adicione o prazo de entrega adequado ao seu anúncio. Desse modo, você não cria expectativas em seus clientes para depois frustrá-los. Isso é uma péssima experiência de compra, o que nos leva ao próximo ponto.

5. Construa uma boa reputação

O Mercado Livre leva a reputação dos vendedores muito em conta na hora de classificar seus anúncios. Por isso, manter um bom relacionamento com os clientes e prestar um bom serviço é fundamental para receber boas avaliações.

Para isso, cumprir os prazos de entrega estipulados e solucionar eventuais problemas com agilidade é essencial.

6. Informe o código de rastreio aos clientes

Mesmo que não seja você a enviar as mercadorias, manter os clientes informados sobre o status da entrega é sua responsabilidade. Caso não use o Mercado Envios e, especialmente, no caso de entregas internacionais, você deverá informar o código de rastreio ao consumidor.

Além disso, você também precisa acompanhar se todas as etapas da entrega estão sendo cumpridas dentro da normalidade. Caso algum problema aconteça, não espere o cliente reclamar. Informe-o sobre o ocorrido e sugira uma solução.

7. Ofereça um bom atendimento ao cliente

Por fim, como base para vários dos pontos já citados, o atendimento ao cliente aparece como uma necessidade para qualquer um que queira vender pela internet, mas, especialmente, para quem for fazer dropshipping.

Portanto, seja atencioso e cordial, responda rápido às mensagens dos clientes e sempre procure resolver os problemas que aparecerem. É claro que o ideal é que eles não aconteçam, mas sempre haverá uma ou outra ocorrência, então solucione-as da melhor forma para o consumidor.

O Mercado Livre para dropshipping vale a pena?

De modo resumido, o dropshipping no Mercado Livre não vale a pena. Essa pode ser uma alternativa quando falamos de testar a aceitação de determinados tipos de produto entre o público. A longo prazo, no entanto, acaba sendo difícil escalar as vendas por meio dessa estratégia.

Isso não significa, todavia, que o dropshipping em si não valha a pena. No entanto, existem canais de venda melhores para esse modelo. Com sua própria loja de dropshipping, por exemplo, você terá muito mais controle sobre a sua operação, de modo que a estratégia funcione melhor para a sua empresa.

Além disso, com as ferramentas certas, você será capaz de automatizar o processo de cadastrar os produtos em seu e-commerce e de fazer os pedidos junto aos fornecedores. É o caso do Dropi, o app que conecta sua loja Nuvemshop diretamente a fornecedores de dropshipping do AliExpress.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Resumo

Tudo certo sobre o dropshipping no Mercado Livre? Como vimos, essa é uma estratégia possível, porém as regras do marketplace acabam dificultando um pouco a vida dos vendedores nesse modelo.

Antes de terminarmos, confira um resumo sobre este conteúdo:

O que é e como funciona o dropshipping no Mercado Livre?

Dropshipping é o modelo de negócios em que o cliente compra do vendedor, que repassa o pedido ao fornecedor e este envia o produto diretamente ao consumidor final. O dropshipping no Mercado Livre, portanto, diz respeito aos produtos vendidos pelo marketplace por meio dessa estratégia.

7 dicas sobre como fazer dropshipping no Mercado Livre

  1. Escolha o que vai vender
  2. Encontre bons fornecedores
  3. Cadastre os produtos com informações completas
  4. Deixe os prazos de entrega claros
  5. Construa uma boa reputação
  6. Informe o código de rastreio aos clientes
  7. Ofereça um bom atendimento ao cliente

O Mercado Livre para dropshipping vale a pena?

De modo resumido, o dropshipping no Mercado Livre não vale a pena. Essa pode ser uma alternativa quando falamos de testar a aceitação de determinados tipos de produto entre o público. A longo prazo, no entanto, acaba sendo difícil escalar as vendas por meio dessa estratégia. Uma alternativa melhor para o modelo de dropshipping é montar uma loja virtual.

Se você está pensando em fazer dropshipping, crie seu e-commerce hoje mesmo. Teste a Nuvemshop por 30 dias grátis e descubra como a nossa plataforma pode ajudar o seu negócio a decolar. É fácil, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer criar sua loja de dropshipping?

Crie sua loja virtual com a Nuvemshop para fazer dropshipping de maneira automatizada com fornecedores internacionais do AliExpress.

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies