Como montar uma loja de dropshipping? [+ exemplos de lojas]

Por: LabEcom

Imagem mostrando um homem separando encomendas, representando uma loja de dropshipping.

Um dos maiores fantasmas no e-commerce é o estoque. Quanto de estoque devo ter? Vou conseguir vender? Como vou arcar com o prejuízo caso as vendas não correspondam às expectativas? No entanto, todas essas perguntas somem quando você trabalha com dropshipping.

Por oferecer diversos benefícios aos empreendedores, este é um modelo que vem crescendo muito a cada dia. Mas, como ele funciona e como montar uma loja de dropshipping?

Para te ajudar com essas dúvidas, montamos um passo a passo completo sobre como criar uma loja de dropshipping. Confira na sequência. 🧐

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é dropshipping?

Dropshipping é uma modalidade de vendas online na qual o empreendedor pode vender sem estoque próprio. Na prática, os fluxos de armazenamento, preparo e envio ficam por conta do fornecedor, enquanto o vendedor é responsável pela divulgação, venda, atendimento ao cliente etc.

📹 Veja também: Saiba tudo sobre dropshipping

Como montar uma loja de dropshipping?

Para quem não está familiarizado com vendas virtuais, esse processo pode gerar algumas dúvidas e inseguranças. Porém, entender como funciona o fluxo é o primeiro passo para começar a trilhar uma jornada de sucesso. Então, sem mais delongas, vamos aos passos.

1. Escolha os produtos que vai vender

O primeiro passo é definir os produtos ou o tipo de produto que você vai vender na sua loja de dropshipping. Aqui, o ideal é que você escolha uma área que você tenha algum tipo de afinidade ou gosto. Existem algumas razões pelas quais isso vai facilitar seu processo de vendas, são elas:

  • Você vai falar dos produtos com assertividade, construindo um marketing mais efetivo;
  • Conseguirá testar melhor a qualidade dos produtos, em comparação com outros da mesma categoria que já consumiu;
  • Terá uma visão mais precisa das vontades e gostos do seu público-alvo, já que você também se encaixa nele.

💡 Saiba mais: O que vender para ganhar dinheiro?

2. Encontre seus fornecedores

É essencial já ter definido seu nicho de mercado nessa etapa, pois, com isso em mãos, você pode fazer buscas mais direcionadas de fornecedores para sua loja de dropshipping. Aqui, o mais vantajoso economicamente é encontrar fabricantes que façam a entrega para o cliente, pois normalmente eles oferecem o melhor preço.

Você também pode pesquisar distribuidores, atacadistas, plataformas e fornecedores especializados nisso. Procure sempre o registro da loja e cuidado com os golpes! Ah, você também vai precisar escolher se vai trabalhar com o dropshipping nacional, ou com o internacional.

3. Teste os produtos escolhidos para sua loja de dropshipping

Essa é uma etapa que muitos pulam na hora de montar uma loja de dropshipping, mas ela é muito importante. Você precisa garantir a qualidade dos produtos que você está vendendo. Afinal, você não quer receber feedbacks negativos e o pior: clientes raivosos comentando seus posts em redes sociais.

Muitos fornecedores de dropshipping oferecem amostras para seus clientes poderem verificar a qualidade dos produtos. Caso eles não ofereçam, você pode pedir ou ler bastante sobre a experiência de compra de outros clientes. Nesse caso, os grupos de Facebook, por exemplo, ajudam bastante.

4. Defina seu canal de vendas

Chegou o momento: por onde você vai vender seus produtos? O primeiro impulso das pessoas é procurar uma plataforma ou marketplace para isso. No entanto, a grande maioria desses lugares cobram comissões, além de te deixar refém do algoritmo interno deles.

Por isso, o ideal é que você tenha sua própria loja virtual. Isso porque você não vai precisar se preocupar com comissões, além de ter a oportunidade de rankear diretamente nas páginas de busca do Google, o que já é um alcance bem maior. Por fim, para quem quer consolidar uma marca e trabalhar estratégia de branding, ter sua própria loja é praticamente um quesito obrigatório.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

5. Crie uma política de trocas e devoluções

Você precisa ter uma política de trocas e devoluções, que deverá ser conversada e acordada com seu fornecedor. Ao fazer dropshipping, você desvia de quase todas as responsabilidades da compra, mas essa não é uma delas.

Ah, e é importante você saber que a legislação brasileira garante ao consumidor o direito de arrependimento. Ele consiste em um período de sete dias após a chegada do produto para se arrepender da compra, solicitando cancelamento ou troca, sem custo adicional repassado ao cliente.

👉 Gerador de política de troca e devolução gratuito

6. Faça a divulgação da loja

Divulgue sua loja de dropshipping! A internet é um mundo gigantesco, então, acredite: seus clientes não vão chegar até você sozinhos. Por isso, esteja nas redes sociais, faça postagens com frequência, aposte bastante na estratégia de vídeos, que é o formato que mais bomba atualmente nas redes.

Além disso, se você tem uma loja própria é imprescindível usar estratégias de SEO (Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca, no português) para estar sempre na primeira página do Google quando alguém procurar pelo produto que você vende.

💡 Saiba mais: 9 dicas de como divulgar a minha loja virtual?

7. Acompanhe todos os pedidos

Para garantir a satisfação e fidelização dos clientes, você precisa acompanhar todos os pedidos. Sim, todos.

Imagine o seguinte cenário: um cliente faz uma venda na sua loja de dropshipping e você o dá o prazo de 10 dias úteis para entrega, se passaram 30 dias e o produto ainda não foi entregue, por um problema do seu fornecedor que você deixou passar e não comunicou o cliente. Você, no lugar do seu cliente, voltaria a fazer uma compra nesse site? Imagino que não, certo?

Imprevistos vão acontecer, mas seus clientes serão muito mais compreensivos se você estiver sempre de olho nisso e os comunicar dessas movimentações.

8. Estruture seu atendimento ao cliente

Lembra das trocas e devoluções? Elas vão acontecer. Assim como reclamações, dúvidas e outras várias questões. Ter um canal definido para atender seu cliente evita que ele se frustre ao entrar em contato com você, migrando para as redes sociais, por exemplo, e prejudicando sua imagem por lá.

Assim, a nossa dica é ter uma página no seu site um e-mail específico para que os clientes possam entrar em contato e fazer suas solicitações. Ali, você já pode deixar registrado seu tempo de resposta para que eles esperem a resposta no tempo estipulado, sem reclamações adicionais.

📹 Veja também: Dropshipping: como começar?

Exemplos de lojas de dropshipping

Agora que você já entendeu como montar uma loja de dropshipping, vamos ver alguns exemplos para te inspirar?

Ranna Moda Íntima

A Ranna Moda Íntima é uma loja de dropshipping que vende produtos no ramo de moda íntima e moda praia. A loja oferece diversos meios de pagamento e envio, que ficam todas sinalizadas no rodapé do site. Além disso, o frete é grátis para pedidos acima de R$ 200, uma condição que provavelmente foi acordada com o fornecedor. Então, fica a dica para você tentar adotar estratégias semelhantes!

Bruna Reis Acessórios

A Bruna Reis Acessórios é uma marca que atua no setor de acessórios femininos. O site possui todas as formas de pagamento no rodapé, junto com o selo de certificado SSL, que ajuda a passar credibilidade e segurança para os compradores. Ah, e lembra que falamos do atendimento ao cliente? Ali rodapé você já encontra o canal de comunicação, bem como dias e horários de funcionamento. Um exemplo a ser seguido!

Decor Quadros e Adesivos

Atuando no setor de decoração, temos a Decor Quadro e Adesivos, que também oferece frete grátis acima de R$ 200 e conta com um site bastante segmentado por estilos, para facilitar a compra. No site, você encontra um chat online, o que é uma excelente prática tanto para auxiliar clientes, quanto para receber solicitações. Então, fica também essa dica de instalar um chat na sua loja de dropshipping.

Pet Coast

Finalizando a nossa lista de exemplos, temos a Pet Coast, uma marca de itens para cães e gatos. Em um dos banners do site, você consegue ver a proposta da marca, um breve texto que explica quem eles são e porque trabalham nesse ramo, outra prática excelente para gerar credibilidade.

Resumo

Esperamos que esse conteúdo tenha te ajudado a construir uma visão sólida de como criar uma loja de dropshipping e já pegar alguns insights para criar a sua! Esse foi apenas o primeiro passo de uma história de sucesso. Esse caminho pode até parecer sinuoso, mas com estudo e dedicação, você pode chegar lá!

Que tal conferir um resumo desse conteúdo para não esquecer nada?

O que é dropshipping?

Confira as principais características:

  • Operar sem estoque;
  • Terceirização da logística;
  • Intermediar a compra.

Como montar uma loja de dropshipping?

  • Escolher o produto que você vai vender;
  • Procurar fornecedores;
  • Testar os produtos escolhidos;
  • Definir o canal de vendas;
  • Criar a política de trocas e devoluções;
  • Divulgar a loja;
  • Acompanhar os pedidos;
  • Estruturar o atendimento ao cliente.

Boas práticas nos exemplos de loja de dropshipping

  • Trazer a proposta da marca;
  • Ter um chat no site;
  • Ter o canal de atendimento visível, com dias e horários;
  • Segmentar bem as categorias de produto.

Se você quer montar uma loja de dropshipping, teste a Nuvemshop por 30 dias grátis e descubra como a nossa plataforma pode ajudar o seu negócio a decolar. É fácil, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Crie sua loja de dropshipping com a Nuvemshop!

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies