O que é dropshipping nacional e quais os principais fornecedores?

Por: Victoria Salemi
O que é dropshipping nacional e quais os principais fornecedores?

Aqui você encontra:

Pode ser que você já tenha ouvido falar nesse modelo de negócios, mas sabia que é possível trabalhar com o dropshipping nacional? 🤔

Por meio dessa estratégia, é possível vender sem estoque e dependendo apenas de fornecedores que se encontram no mesmo país que você e seu público. Quer saber tudo sobre ela? Venha conosco, pois vamos começar!

O que é dropshipping nacional?

Dropshipping é o modelo de negócios por meio do qual um vendedor comercializa seus produtos online sem que tenha um estoque próprio. Sempre que um consumidor realiza uma compra, o fornecedor — que, no dropshipping nacional, está no mesmo país que o da loja e o do consumidor — envia os produtos diretamente ao cliente.

No esquema abaixo, você pode observar como se dá esse processo:

Ilustração mostrando como funciona o dropshipping

O modelo do dropshipping pode ser uma ótima ideia para quem quer começar a vender pela internet. No entanto, engana-se quem pensa que essa é uma forma de ganhar dinheiro. Como em qualquer empreendimento, o dropshipping exige muitos cuidados para que o consumidor seja bem atendido.

No caso do dropshipping nacional, o fato de os fornecedores estarem no mesmo país que o seu e-commerce pode facilitar a comunicação com eles e também acelerar o processo logístico.

Antes de nos aprofundarmos na relação com os fornecedores brasileiros, caso queira entender mais sobre o modelo do dropshipping como um todo, confira:


Saiba mais...

Qual é melhor, dropshipping nacional ou internacional?

Antes de mais nada, é necessário definir que não há um modelo melhor ou pior em termos absolutos. O que existem são as vantagens e desvantagens de cada tipo. Então, vamos conhecê-las:

Vantagens do dropshipping nacional

Como vantagens do dropshipping nacional, podemos destacar:

  • Facilidade em se comunicar com os fornecedores, tanto pelo idioma quanto por estar no mesmo fuso horário (ou muito próximo, no caso de estados do norte e territórios do nordeste brasileiro);
  • Prazos de entrega menores;
  • Poder negociar em nossa moeda, o real;
  • Mais simplicidade nos processos de trocas e devoluções.

Desvantagens do dropshipping nacional

Em relação às desvantagens do dropshipping nacional, são comumente citadas:

  • A limitação no número de fornecedores;
  • Menos tipos de produtos ofertados;
  • Forte concorrência com outras lojas virtuais;
  • Produtos, muitas vezes, de baixa qualidade.

Caso você esteja interessado nesse modelo, traremos dicas no tópico “Como fazer dropshipping nacional?” para que você possa contornar alguns desses pontos negativos. Então, continue aqui conosco! 😉

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Vantagens do dropshipping internacional

Já sobre o dropshipping internacional, as principais vantagens apontadas são:

  • Grande variedade de fornecedores pelo mundo;
  • Preços competitivos, especialmente nos produtos vindos da China;
  • Trabalhar com empresas já muito habituadas ao modelo de dropshipping.

Desvantagens do dropshipping internacional

Por fim, como pontos que pesam contra o dropshipping internacional, podem ser citados:

  • A negociação em moedas e idiomas diferentes dos seus;
  • O pagamento de impostos de importação;
  • Maior tempo para entrega dos itens.

Como fazer dropshipping nacional?

Agora que já conhecemos o funcionamento do dropshipping, hora de conferir um passo a passo para quem quer trabalhar com essa modalidade nacional. Confira:

1. Tenha um canal de vendas online

Em primeiro lugar, defina qual será o seu canal de vendas pela internet. Você pode optar por uma loja virtual própria, marketplaces ou até mesmo as redes sociais.

Todavia, quando falamos de dropshipping, uma loja virtual própria vai te permitir organizar melhor seus pedidos e ativar os meios de pagamento que preferir.

Além disso, existem plataformas de e-commerce que possibilitam uma integração direta com sistemas que te conectam a fornecedores do dropshipping nacional. Mais adiante saberemos como fazer isso se você tem uma loja com a Nuvemshop.

2. Encontre seus fornecedores

Outro ponto fundamental para trabalhar com o dropshipping nacional é selecionar seus fornecedores. Para tanto, você pode fazer buscas direcionadas, como pelos termos “fornecedor” e “dropshipping” + seu nicho de mercado.

Então, você será capaz de identificar pelo site ou até mesmo entrando em contato com a empresa se ela é brasileira.

Eventualmente, você também poderá encontrar fornecedores de dropshipping nacional no Mercado Livre, por exemplo. Mas é necessário confirmar quais deles trabalham nesse modelo.

Na hora de fazer sua pesquisa, observe como é o processo logístico das opções que te agradaram, além de confirmar se existe algum tipo de taxa que cobrem dos lojistas. Não hesite em fazer perguntas.

Por fim, faça compras-teste antes de fechar com determinado fornecedor e confira a qualidade dos produtos. Algumas empresas enviam amostras aos lojistas, mas lembre-se de pedi-las se o próprio fornecedor não oferecer essa possibilidade.

No próximo tópico, você poderá conferir uma lista de empresas nacionais para fornecer produtos ao seu negócio. Mas, antes, caso queira se aprofundar, confira um guia completo sobre como encontrar fornecedores de dropshipping:


Saiba mais...

3. Confira seus pedidos e pagamentos

Depois que você fechou o contrato com seu fornecedor, é hora de começar sua operação. À medida que os pedidos forem feitos, caso você os repasse manualmente ao responsável pelo envio, lembre de fazê-lo apenas após a confirmação do pagamento, certo?

4. Envie as solicitações ao fornecedor e forneça o código de rastreamento aos clientes

Quando enviar as solicitações de produtos e envio ao fornecedor, confira sempre se os dados dos clientes que você está repassando a ele estão corretos. Desse modo, você garante que as encomendas chegarão ao endereço certo.

Além disso, peça sempre o código de rastreamento ao fornecedor e mande-o aos clientes. Assim, eles poderão acompanhar o status do pedido e não vão enviar mensagens desnecessárias por meio de seu canal de atendimento.

5. Ofereça um excelente atendimento

Como você não será responsável pela parte logística, precisa ter tudo sempre muito alinhado com os fornecedores e atender os clientes da forma mais atenciosa possível.

Atente-se a esse aspecto, pois é a sua loja quem responde pela venda — mesmo que parte do processo seja feito pelo fornecedor. Então, responda a todas mensagens com cordialidade e buscando solucionar eventuais problemas.

Para mais dicas sobre o suporte da sua loja, leia: Qualidade no atendimento ao cliente: como encantar o seu consumidor

Lista de fornecedores de dropshipping nacional

Agora, é chegada a hora de conferir uma lista com os principais fornecedores de dropshipping nacional. Abaixo, eles estão separados por segmento:

Moda

Acessórios

Eletroeletrônicos e móveis

Além desses fornecedores, você também pode entrar em contato com fabricantes ou distribuidoras e perguntar se eles trabalham com o modelo de dropshipping.

Plataformas de dropshipping nacional

Por fim, chegamos às plataformas de dropshipping nacional. Esse tipo de serviço funciona de modo a colocar lojistas em contato com diversos fornecedores. Confira as principais opções que trabalham com empresas brasileiras:

1. Mintegra

Além de conectar lojas virtuais a marketplaces, o Mintegra é uma plataforma que coloca e-commerces em contato com diversos fornecedores de dropshipping nacional (e também internacional). Além disso, por meio desse serviço, também é possível encontrar fornecedores de crossdocking.

Lojistas que usam a plataforma da Nuvemshop podem usar com facilidade o Mintegra. Além disso, podem testar o serviço por 30 dias gratuitamente, conforme as regras descritas na página da integração entre os serviços.

2. DSLite

Plataforma especializada no modelo de dropshipping, o DSlite coloca o lojista em contato com diversos fornecedores nacionais. Há empresas de segmentos como moda, cosméticos, eletroeletrônicos e decoração.

É possível integrar o DSlite à sua loja virtual por meio de uma API (Application Programming Interface, ou Interface de Programação de Aplicativos). Todavia, a plataforma também funciona em parceria com o Mintegra, que conhecemos acima, e também por meio do Plugg.to, um outro serviço de integração entre canais de venda.

Entendido?

Como vimos, o dropshipping nacional funciona praticamente da mesma forma que o internacional. A única mudança é que os fornecedores estão no Brasil, assim como sua loja virtual.

Lembre-se da importância de tomar todos os cuidados para que a experiência do cliente seja positiva. Afinal, é sua responsabilidade como lojista garantir que tudo funcione bem e que as expectativas sejam atendidas, ok?

Quer começar seu negócio de dropshipping nacional? Crie sua loja virtual hoje mesmo com a plataforma da Nuvemshop. São 30 dias grátis para testar e garantimos que é rápido, fácil e não há necessidade de conhecimentos técnicos!

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies