Teste A/B: como aumentar a conversão da sua loja virtual com experimentos rápidos

Por: Raquel Lisboa
Criado em: 23/05/19.
Atualizado em 27/06/19.
5 min
de leitura

Índice

como fazer teste a/b

Aumentar a taxa de conversão do seu e-commerce requer avaliação, pesquisa e aprimoramento da performance e da usabilidade do site. E isso só é realizável através de técnicas de CRO (Conversion Rate Optimization), como o teste A/B.

Pensando em te ajudar nessa tarefa, separamos as estratégias necessárias para elevar o seu negócio a outros patamares de sucesso. Confira a seguir:

  • O que é teste A/B e sua importância;
  • Como aplicá-lo na sua loja virtual;
  • Quais ferramentas são indicadas para mensurar o teste A/B.

Vamos lá? 😉

O que é teste A/B e por que utilizá-lo

Teste A/B nada mais é que a comparação de duas variáveis (A e B) de um site, ou landing page, para determinar qual delas gera melhores resultados. Através de dados e estatísticas concebidas por tal experimento, é possível compreender o que está bem, e o que ainda precisa ser aprimorado.

De acordo com a Invesp, atualmente 71% das empresas fazem dois ou mais testes A/B por mês. Cerca de 60% das marcas utilizam essa prática com foco em otimizar a taxa de conversão e afirmam que realizá-la é “altamente valioso” para o desenvolvimento do negócio.

Com isso, fica claro que, além de ser extremamente necessário, o teste A/B deve ser executado frequentemente. Sem suposições aleatórias, mas com análise de fatos + formulação de hipóteses + validação, você conseguirá identificar e aplicar o que se alinha melhor com o seu público-alvo.

Como aplicar o teste A/B em uma loja virtual

Antes de realizar um teste A/B, dois pré-requisitos são necessários. O primeiro deles é acompanhar a performance do site (visitas, conversões, cliques etc), e o segundo é rever as metas do negócio para então definir um objetivo mensurável, como: aumentar a conversão em X%, obter mais leads por dia ou interações através do chat.

Se a intenção for conquistar inscritos para a newsletter, por exemplo, um novo pop-up para cadastro pode ser o foco do seu teste A/B. Caso seja aumentar as vendas, é essencial observar as páginas que levam o usuário até o checkout e entender qual delas costuma ser abandonada com maior frequência – assim, a aplicação da variável será mais precisa.

O experimento pode ser realizado de duas maneiras: através de ferramentas que automaticamente dividem as amostragens – 50% do público vê a versão A e a outra metade conhece a versão B – ou manualmente, observando o modelo original e, depois, sua variante por um mesmo período de tempo (exceto em sazonalidades, pois os resultados provavelmente não serão reais).

Em relação à duração ideal de um teste A/B, tudo dependerá do objetivo escolhido, contudo, geralmente o ciclo varia de um a três meses.

Agora que você já compreende o processo, acompanhe sugestões de experimentos em cada etapa da jornada de retenção de um cliente no e-commerce:

Home e categorias da loja virtual

Neste primeiro passo, há infinitas possibilidades para um teste A/B, afinal, a home possui diversos elementos, como o menu de categorias, os banners e os produtos em destaque. No cabeçalho, por exemplo, experimente tanto a mudança de cores, quanto a barra de buscas em posições distintas.

Na parte dos banners, transforme as chamadas no imperativo para o infinitivo, como “Confira agora!” (um tom incisivo) para “Conferir novidades” (uma abordagem mais leve) e vice-versa. Ademais, varie o enfoque das fotografias: a versão A apenas com produtos, e a B com pessoas utilizando-os.

Já na seção dos itens em destaque, crie um rodízio entre os lançamentos e as mercadorias mais vendidas, e perceba qual opção gera aumento na taxa de conversão. Vale ressaltar que as modificações de um teste A/B devem ser feitas por partes, para diferenciar, assim, o experimento que de fato trouxe resultados.

Apresentação do produto

Além da alteração de imagens sugerida do tópico anterior (e que também pode ser utilizada aqui), a página do produto conta com a descrição e o botão de CTA para que o usuário adicione o item ao carrinho de compra.

Se o seu e-commerce faz parte do nicho de vestuário feminino e as descrições das mercadorias são focadas apenas nos tecidos e acabamentos, adicione uma tabela de medidas (busto, cintura, quadril etc) à apresentação e note se o público se sente mais confiante para realizar a compra.

Outra possibilidade – e a mais popular de todos os tempos quando o assunto é teste A/B – é a de alterar a cor, a fonte e/ou o contraste dos botões de CTA. Pode parecer um detalhe simples, entretanto, quando bem feito, pode aumentar a conversão em até 35%.

A cor amarela, por exemplo, indica otimismo; a laranja, impulso (a preferida dos compradores compulsivos); e a verde, por sua vez, remete à tranquilidade e estabilidade.

Carrinho de compra e checkout

Nesta fase, a atenção deve estar tanto nos botões de CTA, citados anteriormente, quanto nos campos do frete e do formulário de cadastro. No primeiro caso, a mudança de posição da barra e valores fixos podem fazer a diferença. Sobre isso, confira o depoimento da Renata Estevo, fundadora da Alea Lingerie:

“No checkout, dois testes A/B rápidos que fiz foram: remover o cálculo de frete da página do carrinho e adicionar PAC promocional fixo para as regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Antes muitos carrinhos eram criados, mas poucas pessoas finalizavam a compra. Depois dessas modificações, percebi que a taxa de conversão da Alea praticamente triplicou em dois meses.”

Incrível, não?

Já no que diz respeito ao cadastro, aplique variáveis na extensão do formulário, especialmente nas formas de pagamento e na possibilidade de parcelamento.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Ferramentas para mensurar o teste A/B

Após descobrir experimentos rápidos na prática, conheça, por fim, as principais ferramentas para automatizar e medir um teste A/B na sua loja virtual.

Google Optimize

O Google Optimize é uma plataforma que auxilia o usuário a avaliar a performance do próprio site. Permite testes A/B contínuos e multivariáveis com até 36 combinações e mais de 100 experimentos simultâneos, segmentações por áreas geográficas, análise do comportamento do público, entre outras funcionalidades.

Seu diferencial encontra-se na integração nativa 360º com o Google Analytics, que facilita o diagnóstico dos testes em relação às metas e KPIs do seu e-commerce.

Para criar seu primeiro teste A/B no Google Optimize, basta seguir o tutorial completo da ferramenta. E para aprender como configurar e utilizar o Google Analytics para o acompanhamento das métricas do seu negócio, confira o nosso curso gratuito:

* Versão gratuita e paga em português.

Optimizely

Depois do Google Optimize, o Optimizely é a plataforma mais popular para realizar testes A/B. Utilizada por grandes marcas, como Microsoft, Fox, eBay e Sony, possibilita experimentos multivariáveis com personalizações a respeito do público, da origem de tráfego e dos tipos de dispositivo usados (smartphones, tablets e desktops).

Permite integração com o Google Analytics e oferece diferentes cursos e certificados através da Optimizely Academy. Para descobrir diferentes exemplos de teste A/B e como realizá-los, acesse a Central de ajuda do Optimizely.

* Versão paga em inglês (ou alemão).

Klickpages

Também focado na performance do site, viabiliza testes A/B em CTAs, cores, textos e, até mesmo, em páginas com variáveis completamente distintas. Além disso, disponibiliza a criação de caixas inteligentes de mensagens (para testes e cadastros) a partir de modelos adaptáveis.

Possui seu próprio Analytics que abrange acessos únicos, totais, por dispositivos e conversões, entre outras métricas. Para criar um teste A/B, basta seguir o tutorial completo (em vídeo) da ferramenta.

* Versão paga em português.

Bônus

Ainda com dúvidas sobre o assunto? Assista a este vídeo sobre teste A/B com o Pedro Vargas, que faz parte da equipe de Pesquisas da Nuvemshop:

E aí, preparado para realizar o teste A/B no seu e-commerce?

Como visto, essa é uma das estratégias mais eficazes para avaliar a performance de uma loja virtual e aumentar a taxa de conversão do seu negócio.

Contudo, é importante ressaltar que o teste A/B não se encerra na variável mais vantajosa – pelo contrário, é só o ponto de partida. Com base nela, você poderá refletir como tal abordagem afetou os KPIs do seu e-commerce e usar o resultado como insight para definir as próximas verificações.

Esperamos que todas as dicas e exemplos acima tenham te inspirado a seguir investindo na sua loja virtual! E se seu sonho envolve vender pela internet, experimente a Nuvemshop por 15 dias gratuitos e aproveite todas as vantagens da nossa plataforma de e-commerce.

Raquel Lisboa

Editora de conteúdo na Nuvemshop, responsável pela produção e revisão de blogposts, cursos online e e-books da Universidade do E-commerce. É licenciada em Letras e nunca dispensa a companhia de um livro. Adora comédias românticas e musicais. Acredita que uma xícara de chá resolve quase qualquer problema. E, como uma boa geminiana, gosta de bater papo e falar sobre diversos assuntos ao mesmo tempo (o que é notório nesta bio!).


Registre-se gratuitamente

Receba posts sobre marketing e empreendedorismo diretamente no seu e-mail.

Coloque o conhecimento na prática

+15 mil alunos já aplicaram o aprendizado na Universidade e criaram seus negócios com a Nuvemshop.

Teste 15 dias grátis

Faça sua marca crescer

Cria sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional como eles:

Osmoze - www.osmozestore.com.br
Morango Brasil - morangobrasil.com.br
Osram - loja.osram.com.br
Testar 15 dias grátis