Teste A/B: o que é e como usar para aumentar a conversão no e-commerce

Por: Karina Balan Julio

Homem em bifurcação em trilha em meio a árvores representa o teste ab

Teste A/B é um experimento que compara duas versões de um mesmo elemento de um site, anúncio ou e-mail e, assim, determina qual delas gera melhores resultados em marketing digital.


Aumentar a taxa de conversão do seu e-commerce requer avaliação, pesquisa e aprimoramento da performance e da usabilidade do site. E isso só é realizável através de técnicas de CRO (Conversion Rate Optimization, ou otimização da taxa de conversão, em português), como o teste A/B.

Pensando em te ajudar nessa tarefa, separamos as estratégias necessárias para elevar o seu negócio a outro patamar de sucesso. Vamos lá? 😉

Está sem tempo? Veja o vídeo sobre teste A/B com o Pedro Vargas, que faz parte da equipe de Pesquisas da Nuvemshop:

Quer se aprofundar no assunto? Então siga a leitura!

O que é teste A/B?

Teste A/B é um experimento usado para comparar duas versões de um mesmo elemento de um site, campanha ou e-mail e, assim, determinar qual delas gera melhores resultados.

Com este método, é possível compreender os elementos que contribuem com a performance e como alterações neles podem melhorá-la.

O teste a/b é muito utilizado por times de marketing e de produto para testar o impacto de pequenos ajustes de layout, arquitetura de informação e copywriting sobre métricas.

💡 Saiba mais: 14 dicas de como criar um bom layout para loja virtual

Como funciona o teste A/B?

O teste A/B tem como objetivo validar ou refutar uma hipótese de negócio. Ele é feito através de experimentos com uma amostra de usuários durante um determinado período de tempo.

Em testes A/B, você sempre terá:

  • Um elemento controle, que é justamente aquele que você deseja avaliar;
  • Uma variação deste elemento, ou seja, uma segunda versão para confrontar com o controle.

Vamos supor que uma loja virtual de roupas quer descobrir qual botão de CTA converte melhor. Seria o botão que está na página inicial atualmente? Ou uma versão em outra cor? Ao rodar um teste A/B com as duas, será possível decidir se a mudança é efetiva e se vale a pena implementá-la.

Este é apenas um exemplo, mas o céu é o limite para os testes A/B.

Bastam pequenas alterações em cores, palavras e posicionamento, em áreas que parecem apenas detalhes, para gerar melhorias em métricas de navegação e conversão.

É importante destacar que, diferente de testes multivariáveis, o teste A/B visa avaliar apenas um elemento por vez. O intuito é rodar duas variações e definir a melhor entre elas.

Se mais de uma variação for incluída por vez no experimento, será difícil identificar qual foi a que, de fato, melhorou suas métricas.

Por que realizar testes A/B?

Processos de tentativa e erro são normais em vendas online, mas e se eles tiverem impacto negativo no seu faturamento e taxa de conversão?

Usando o teste A/B da forma correta, você consegue testar hipóteses e implementar apenas as alterações que trazem resultados positivos para seu negócio.

De acordo com a Invesp, atualmente, 71% das empresas fazem dois ou mais testes A/B por mês em diferentes frentes. Cerca de 60% das marcas utilizam essa prática para otimizar a taxa de conversão e a consideram “altamente valiosa” para o desenvolvimento do negócio.

Além de ser extremamente necessário, o teste A/B deve ser executado frequentemente. Sem suposições, mas com análise de fatos, formulação de hipóteses e validação, você conseguirá identificar e aplicar o que se alinha melhor com o seu público-alvo.

Os testes A/B devem fazer parte de uma estratégia mais ampla de otimização de conversão (CRO). Esta disciplina olha para a conversão de forma abrangente, em diferentes pontos de contato na jornada do cliente.

Quando fazer o teste A/B?

Testes A/B são particularmente importantes se sua empresa está passando por mudanças de layout do site, integrações e migrações de plataforma. Ou, ainda, se você está vendo oscilações atípicas na taxa de conversão.

Contudo, é preciso ter em mente que, para ter um teste A/B bem-sucedido, sua loja virtual já deve:

  • Ter um volume de tráfego considerável;
  • Estar ativa há algum tempo.

Se seu site acabou de ir ao ar e você ainda não atrai muitos visitantes, os resultados do teste A/B podem ser comprometidos — seja pela falta de parâmetro anterior ou por causa de amostras muito pequenas.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como fazer o teste A/B?

Antes de realizar um teste A/B, dois pré-requisitos são necessários. O primeiro deles é acompanhar a performance do site (visitas, conversões, cliques etc).

Compare os resultados de diferentes períodos e analise se há queda de performance em suas métricas-chaves. Uma boa forma de fazer isso é através de ferramentas de análise de tráfego, como o Google Analytics e softwares de automação de marketing.

O segundo é rever as metas do negócio para, então, definir um objetivo mensurável, como: aumentar a conversão em X%, obter mais leads por dia ou número de interações através do chat.

Quer um passo a passo de como fazer teste A/B? Confira as etapas:

  1. Defina o canal do teste (página de vendas, e-mail, landing page ou anúncio);
  2. Formule uma hipótese e as variações a serem testadas;
  3. Configure as variações na ferramenta de teste;
  4. Espere o tempo necessário para coletar resultados;
  5. Documente o tipo de teste, data de início e fim e resultados obtidos;
  6. Implemente a variação mais bem-sucedida.

O escopo do seu teste deve estar diretamente relacionado ao objetivo do seu negócio. O experimento pode ser realizado de duas maneiras:

  • Através de ferramentas que dividam as amostragens — 50% do público vê a versão A e a outra metade é impactado pela versão B de um elemento;
  • Manualmente, observando as métricas geradas pelo modelo original e, depois, sua variante, por um mesmo período de tempo.

Atualmente, as soluções para teste A/B já estão bastante avançadas. Muitas delas determinam, automaticamente, a divisão dos testes de forma aleatória. Ao final, ainda implementam a variação mais bem-sucedida.

Vamos falar das ferramentas de teste A/B mais adiante, mas, antes, selecionamos alguns cuidados e boas práticas para compartilhar.

💡 Saiba mais: O que é automação de marketing e quais as principais ferramentas?

Cuidados e boas práticas na realização de teste A/B

Mesmo que testes A/B pareçam simples, alguns cuidados são necessários para garantir sua veracidade e efetividade. Então, vamos conhecê-los:

Considere sazonalidades

Fique atento a sazonalidades e períodos de pico, como a Black Friday. Os resultados tendem a inflar e não necessariamente, condizem com os hábitos normais dos usuários.

Defina uma duração razoável para o teste

Em relação à duração ideal de um teste A/B, tudo dependerá do objetivo escolhido. Contudo, geralmente o ciclo varia de um a três meses.

Um teste A/B para um e-mail pode mais ser curto, gerando resultados em poucas horas, dependendo da amostra. Já um teste para um layout de site, por exemplo, pode levar até um mês para gerar conclusões significativas, principalmente se a página tiver baixo tráfego.

A duração do teste e o tamanho da amostra são alguns dos fatores que influenciam no intervalo de confiança de um teste a/b, isto é, a confiabilidade da estimativa do teste.

Foque em poucos elementos

Vale ressaltar que as modificações de um teste A/B devem ser feitas por partes para diferenciar, assim, o experimento que de fato trouxe resultados.

Foque em um elemento de cada vez. Se fizer testes com muitas variáveis ao mesmo tempo, ficará mais difícil entender qual alteração foi responsável pelos resultados.

Existem outras metodologias multivariáveis que testam mais de um elemento simultaneamente. No entanto, elas requerem ferramentas e profissionais especializados para fazer essa análise completa.

Quais são os erros mais comuns ao realizar teste A/B?

Além dos cuidados acima, evite cometer alguns erros comuns em teste A/B. São eles:

  • Fazer o teste com uma amostra muito pequena de usuários e conversões;
  • Não ter uma hipótese baseada em pesquisa;
  • Finalizar seus testes muito cedo;
  • Desistir do teste A/B após uma falha;
  • Testar muitos elementos simultaneamente;
  • Não compartilhar seus aprendizados com o resto da equipe;
  • Ignorar resultados quando eles não estão alinhados com a sua intuição.

Onde aplicar o teste A/B em uma loja virtual

Agora que você já compreende o processo de testes, vamos explorar algumas sugestões de experimentos para um site de compras.

Se suas páginas sofrem com baixa conversão e taxa de cliques, altas taxas de carrinho abandonado e de bounce, os testes A/B são uma ótima estratégia para melhorar indicadores com pequenos ajustes. Vamos conferir em que páginas eles podem ser feitos:

Home e categorias da loja virtual

Neste primeiro passo, há infinitas possibilidades para um teste A/B. Afinal, a home possui diversos elementos, como o menu de categorias, os banners e os produtos em destaque.

Aqui vão algumas ideias para testar na sua loja:

  • No cabeçalho, experimente mudanças de cores e posicionamento da barra de buscas, por exemplo;
  • Na parte dos banners, teste gatilhos mentais para descobrir as chamadas e CTAs que performam melhor;
  • Varie a composição e o enfoque das fotografias: a versão A apenas com produtos e a B, com pessoas utilizando-os;
  • Nos itens em destaque, crie um rodízio entre lançamentos e mercadorias mais vendidas, e perceba qual opção gera aumento na taxa de conversão;
  • Se uma categoria não performa bem, altere sua posição no menu e na arquitetura de categorias para avaliar se gera mais cliques e conversões;
  • Experimente incluir selos de confiança digital, como de associações comerciais, hospedagem e selo de segurança.

💡 Saiba mais: Tudo sobre como criar categorias de produtos para e-commerce

Páginas de produto

Páginas de produtos também devem ser aprimoradas para aumentar as chances de o consumidor adicionar itens ao carrinho de compras. Você pode fazer isso ao realizar testes A/B em descrições e em botões de CTA.

Para isso, você pode testar:

  • Alterar cores, fontes e contrastes dos botões de CTA. Essa é a opção mais popular em testes A/B e, quando bem utilizada, pode aumentar a conversão em até 35%;
  • Adicionar uma tabela de medidas à apresentação de produtos de moda para testar se o público se sente mais confiante para realizar a compra;
  • Alterar o tamanho e posicionamento das imagens;
  • Adicionar avaliações dos consumidores e comentários como forma de prova social.

Carrinho de compra e checkout

Nesta fase, a atenção deve estar tanto nos botões de CTA, citados anteriormente, quanto nos campos do frete e do formulário de cadastro.

Sobre testes A/B na etapa de checkout, confira o depoimento da Renata Estevo, fundadora da Alea Lingerie:

“No checkout, dois testes A/B rápidos que fiz foram: remover o cálculo de frete da página do carrinho e adicionar PAC promocional fixo para as regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Antes, muitos carrinhos eram criados, mas poucas pessoas finalizavam a compra. Depois dessas modificações, percebi que a taxa de conversão da Alea praticamente triplicou em dois meses.”

Incrível, não?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Outra possibilidade, é destacar no layout o texto sinalizando frete grátis e descontos progressivos – quando o consumidor ganha descontos maiores à medida em que coloca mais itens no carrinho.

Você pode, ainda, aplicar um teste A/B no formulário de cadastro no checkout. Com isso, pode entender se, ao reduzir dados solicitados e modificar campos para pagamento, por exemplo, há reflexos no comportamento do consumidor.

Ou que tal testar um campo de produtos relacionados, para ver se impactam na taxa de cross-selling e upselling? Esses indicadores são importantes para entender se seu consumidor está comprando produtos relacionados adicionais e aumentando o ticket médio do pedido.

Até aqui, trouxemos várias possibilidades de teste A/B para e-commerce, mas você pode explorá-lo em vários canais e formatos.

Para tirar o melhor proveito desse método, use-o também para fazer melhorias em anúncios e e-mail marketing, ok?

💡 Saiba mais: 15 ferramentas de e-mail marketing totalmente grátis

Ferramentas para teste A/B

Após descobrir como realizar as comparações, conheça, por fim, as principais ferramentas para fazer testes A/B na sua loja virtual.

Google Optimize

O Google Optimize é a ferramenta do Google para auxiliar o usuário a avaliar a performance do próprio site.

Ela permite testes A/B contínuos e multivariáveis, com mais de 100 experimentos simultâneos. Também viabiliza testes por segmentação de público e localização.

Seu diferencial encontra-se na integração nativa 360º com o Google Analytics, que facilita o diagnóstico dos testes em relação às metas e KPIs do seu e-commerce. A ferramenta também conta com uma extensão no Chrome para facilitar a edição dos experimentos.

Para criar seu primeiro teste A/B no Google Optimize, basta seguir o tutorial completo da ferramenta. Disponível nas versões gratuita e paga, ambas em português.

Interface da ferramenta Google Optimize para teste A/B

Página de experimentos do Google Optimize para configuração de testes A/B para mecanismos de busca.

E, para aprender como configurar e utilizar o Google Analytics para o acompanhamento das métricas do seu negócio, confira o nosso curso gratuito.

Optimizely

Depois do Google Optimize, o Optimizely é a plataforma mais popular para realizar testes A/B, usada por marcas como Microsoft, eBay e Sony. A ferramenta oferece experimentos segmentados por público, origem de tráfego e dispositivos.

Ela também permite integração com o Google Analytics e oferece diferentes cursos e certificados através da Optimizely Academy. Para descobrir diferentes exemplos de teste A/B e como realizá-los, acesse a central de ajuda do Optimizely.

Está disponível apenas na versão paga, em inglês ou em alemão.

Interface da ferramenta Optimizely para teste A/B

Painel da ferramenta Optimizely permite a configuração de variações e acompanhamento da performance de testes A/B.

Klickpages

Também focado na performance do site, a Klickpages viabiliza teste A/B em CTAs, cores, textos e, até mesmo, em páginas com variáveis completamente distintas. Além disso, disponibiliza a criação de caixas inteligentes de mensagens (para testes e cadastros), a partir de modelos adaptáveis.

Possui seu próprio Analytics que abrange acessos únicos, totais, por dispositivos e conversões, entre outras métricas. Para criar um teste A/B, basta seguir o tutorial completo (em vídeo) da ferramenta. Está disponível em versão paga em português.

Imagem ilustrativa de teste A/B com a ferramenta Klickpages

Exemplo de teste A/B em layout de um website com a ferramenta Klickpages.

VWO

A VWO é bastante utilizada por grandes empresas para otimização de conversão em geral. Ela é ideal para operações mais complexas e permite que você teste diferentes URLs, design e posicionamento de banners, textos e botões.

Conta ainda com mapas de calor e de cliques e funcionalidades para cruzar resultados de hipóteses. A ferramenta está disponível apenas e inglês e oferece 30 dias de teste grátis. Para saber mais sobre como funciona e como fazer teste A/B na VWO, veja o vídeo disponibilizado pela plataforma.

Interface da ferramenta de teste A/B VWO

Notificação da ferramenta VWO sobre a performance da variante de um teste A/B.

Teste A/B no Facebook Ads

Se o seu objetivo também é fazer teste A/B em anúncios nas redes sociais, o Facebook conta com um recurso de teste A/B em seu Gerenciador de Anúncios. Por meio dele, é possível comparar a performance para diferentes públicos e segmentações, criativos e produtos.

Para criar um teste A/B, basta conferir o passo a passo na central de ajuda do Facebook.

Página de experimentos do gerenciador de anúncios do Facebook para teste A/B

Gerenciador de anúncios do Facebook permite configurar testes A/B para anúncios no Facebook e Instagram.

Resumo

Como visto, o teste A/B é uma das estratégias mais eficazes para avaliar a performance de uma loja virtual e aumentar a taxa de conversão do seu negócio.

Contudo, é importante ressaltar que o teste A/B não se encerra na variável mais vantajosa — pelo contrário, ele é só o ponto de partida. Com base nela, você poderá definir as próximas verificações em seu e-commerce.

O que é teste A/B?

Teste A/B é um experimento usado para comparar duas versões de um um elemento de um site, campanha ou e-mail e, assim, determinar qual delas gera melhores resultados.

Por que fazer teste A/B?

Usando o teste A/B da forma correta, você consegue testar hipóteses e implementar apenas as alterações que trazem resultados positivos para seu negócio.

Quando fazer o teste A/B?

  • Quando houver mudanças de layout do site
  • Quando fizer integrações e migrações de plataforma
  • Se perceber oscilações atípicas na taxa de conversão

Como fazer teste A/B?

  1. Defina o canal do teste (página de site, e-mail, landing page ou anúncio)
  2. Formule uma hipótese e as variações a serem testadas
  3. Configure as variações na ferramenta de teste
  4. Espere o tempo necessário para coletar resultados
  5. Documente o tipo de teste, data de início e fim, e resultados obtidos
  6. Implemente a variação mais bem-sucedida

Cuidados e boas práticas na realização de testes A/B

  • Considere sazonalidades
  • Defina uma duração razoável para o teste
  • Foque em poucos elementos

Onde aplicar o teste A/B em uma loja virtual

  • Home e categorias
  • Páginas de produtos
  • Carrinho de compras e checkout

Ferramentas para teste A/B

  • Google Optimize
  • Optimizely
  • VWO
  • Klickpages
  • Facebook Ads

Esperamos que todas as dicas e exemplos deste artigo te ajudem a melhorar a performance da sua loja virtual!

Se você quer melhorar a conversão no seu e-commerce, migre seu e-commerce para a plataforma da Nuvemshop! Contamos com APIs e integrações robustas, além de uma equipe experiente em comércio eletrônico para fazer seu negócio crescer.

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies