12/05/2016

Como aproveitar os funis de conversão do Google Analytics

O que é um funil de conversão

Se você já sabe como criar uma conta do Google Analytics e começou a medir as conversões da sua loja virtual, é hora de dar um passo mais adiante com os funis – assim será muito mais fácil entender o desempenho do seu processo de compra.

Lembre-se de que os funis de conversão permitem que você visualize todas as ações que os visitantes realizaram em sua loja virtual até chegarem a alguma meta. Podem haver diferentes tipos de metas, como fazer uma compra, registrar-se em um formulário ou reproduzir um vídeo. Se antes de continuar você precisar de mais informações, leia sobre o que são funis em uma loja virtual.

Como configurar metas e funis no Google Analytics

Inicialmente é necessário configurar uma meta. Se você não realizou essa primeira parte ainda, sem problemas. Temos um artigo totalmente dedicado a te ensinar passo a passo, inclusive com dicas especiais para os empreendedores da Nuvem Shop.

Depois de ter completado a etapa primordial, é fundamental ativar a opção Funil para que o Analytics comece a reunir dados dos seus consumidores e organizá-los no gráfico. Você precisará informar cada uma das URLs que integram o checkout (ou processo de compra) da sua loja virtual.

Para isso, terá que simular uma compra em sua loja e anotar todas as URLs que figuram em cada passo do processo. Para lojista da nossa plataforma, há exemplos dessas diretrizes no artigo sobre metas citado anteriormente. E para qualquer dúvida, não se esqueça do FAQ do próprio Google Analytics.

Como visualizar o funil de conversão no Google Analytics

Para ver o que está se passando em sua loja virtual com relação a finalizações de compras e abandonos de carrinho, vá para Relatório > Conversões > Fluxo da meta. Lá você poderá conferir um gráfico com os passos configurados anteriormente. Ele é muito interessante porque te permitirá conhecer:

  • As fontes de onde chegam os seus visitantes: Google, redes sociais, e-mail marketing, etc;
  • Qual é o desempenho das suas campanhas de marketing (no Google Ads ou Facebook Ads, por exemplo);
  • Quantos visitantes iniciam cada ação e quantos a finalizam.

Entre todas essas coisas, vamos nos focar na última, porque permite que você melhore a experiência de compra dos seus clientes e conquiste cada vez mais vendas. As duas primeiras perguntas a se fazer são:

  1. Quantas pessoas começam o processo de compra e quantas terminam? Se a diferença é muito grande, evidentemente há coisas para melhorar nos passos intermediários.
  2. Há algum ponto do gráfico em que são perdidos muito mais clientes do que em outro? Se sim, tome-o como primeira medida a ser feita.

Com base nisso, você poderá tomar ações concretas dentro de sua loja virtual, como:

  • Indicar de forma clara o preço dos seus produtos e o custo de frete;
  • Fazer com que os formulários usados pelo cliente para inserir informações sejam o mais simples possível, pedindo apenas os dados indispensáveis para a concretização da compra;
  • Mostrar quais são os meios de pagamento e envio, diferenciando entre os que são online (cartões de débito e de crédito) e offline (dinheiro e reembolso). E também esclarecer se algum deles permite pagamento parcelado;
  • Transmitir segurança na confirmação do pagamento, mostrando detalhes do valor do produto, do frete e do total da compra.

Tudo certo?

É muito importante conhecer cada detalhe do fluxo da meta da sua loja virtual para entender o que fazer para melhorar as conversões do seu negócio e as vendas concretizadas.

E se já está buscando uma plataforma para vender pela internet, experimente todos os recursos da Nuvem Shop por 15 dias grátis.

[Atualizado em 30/01/2018.]

Data da última atualização: 30/08/2018


O que você achou desse conteúdo?


Leandro Sabater

Leandro gosta muito de ler, de música e de futebol. Sempre está pensando no que comer e, no seu ponto de vista, fruta não é uma sobremesa.


    como-aproveitar-os-funis-de-converso-do-google-analytics