Glossário de administração: 26 termos que você precisa saber

Por: Raquel Lisboa

Mulher lê livro glossário com termos da administração

No universo do empreendedorismo, há alguns termos que são frequentemente utilizados para definir conceitos e metodologias. Com certeza, você já deve ter escutado pelo menos um deles no seu dia a dia. Por isso, é importante conhecer o glossário de administração.

Contudo, existem expressões e estrangeirismos que ainda causam certa confusão, não é mesmo?

Pensando em te auxiliar nessas dúvidas, separamos os 26 termos mais comuns de gestão empresarial, com seus respectivos significados e aplicações. Continue a leitura e anote todos eles! 📝

26 termos do mundo da administração e do empreendedorismo

Confira, abaixo, a lista completa, seus significados e aplicações:

1. Análise SWOT

Diagnóstico de um empreendimento por variáveis de Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats). Por meio desta análise, verificam-se as habilidades e insuficiências de uma empresa em relação ao ambiente em que está inserida, para que seja possível traçar um plano de maximização de esforços e minimização de prejuízos.

💡 Saiba mais: O que é a análise SWOT e como usá-la?

2. BSB – Balanced Scorecard

Mede o desempenho de uma empresa com foco na definição de metas e novas estratégias. Costuma considerar diferentes setores de um negócio, como área financeira, seus clientes, processos internos e crescimento dos últimos períodos.

3. Benchmarking

Avaliação contínua de um empreendimento em relação à concorrência. Interpreta e mensura dados do mercado e possibilita insights de melhoria para a empresa. Esse tipo de monitoramento pode ser aplicado em diversos setores, como financeiro, de recursos humanos, comerciais, operacionais, entre outros.

💡 Saiba mais: O que é benchmarking e como aplicá-lo ao seu negócio?

4. Brainstorming

Em tradução livre, podemos chamar de “tempestade de ideias”. Ou seja, é uma metodologia que tem a intenção de encontrar as melhores soluções para um problema específico ou fomentar a criatividade dos membros de uma equipe. Basicamente, o brainstorming é como um debate de diferentes visões que se complementam para o bem do negócio.

5. Break-even

Cálculo feito para analisar o ponto de equilíbrio entre os custos e a receita de um negócio. Verificam-se as despesas variáveis (gastos de produção/execução) e fixas (contas permanentes, como aluguel), vendas (soma total de um determinado período) e margem de contribuição (subtração das despesas variáveis pelo montante de venda).

6. Budget

Também conhecido como orçamento ou planejamento estratégico (de um período pré-determinado) em que se define os objetivos, prioridades e previsões de uma companhia, considerando todos os setores, como marketing, logística, finanças, entre outros. Tal ação vem acompanhada do forecast, uma análise comparativa que apura estimativa versus realidade.

7. BI – Business Intelligence

Conhecido como inteligência de negócio, em português, refere-se ao processo de coleta, análise e monitoramento de dados que podem influenciar diretamente nas decisões estratégicas de uma empresa. Cada vez mais, as companhias estão transformando o BI em um setor fundamental para a gestão empresarial.

8. B2B – Business to Business

Refere-se às operações feitas entre empresas. Abrange dois aspectos principais, que são: transformação (venda de mercadorias que são utilizadas em outras produções) e revenda (como o atacado). Neste tipo de negociação, priorizam-se contratos e entregas pontuais.

💡 Saiba mais: E-commerce B2B: o que é e como escolher a melhor plataforma?

9. B2C – Business to Consumer

É o varejo tradicional, que diz respeito às transações que são realizadas entre uma empresa e o consumidor final. A natureza dessa negociação tem como foco principal o consumo. Neste caso, as motivações para uma compra são de caráter mais emocional e pessoal.

10. Capital de giro

Recurso financeiro usado para cobrir necessidades a curto prazo. É o valor que deve ser reservado para manter o funcionamento de um negócio. É utilizado não só para pagar as despesas frequentes (como água e luz), mas também tem previsão de reposição (período em que a empresa receberá de seus clientes). “Giro”, portanto, indica a alta rotatividade desse capital.

11. CRM – Customer Relationship Management

É a gestão de relacionamento com o cliente feita por meio de ferramentas de automação que garantem a identificação dos consumidores, além do desenvolvimento de estratégias para gerenciá-los durante a jornada de compra.

💡 Saiba mais: Estratégias de CRM para o seu e-commerce

12. Cultura organizacional

Trata-se de conceitos que envolvem toda a rotina de uma companhia e guiam o comportamento e a mentalidade dos membros da equipe. As diretrizes principais são missão (o motivo pelo qual a empresa foi criada), visão (aspirações a curto, médio e longo prazo) e valores (princípios e crenças adotados em qualquer tomada de decisão).

13. Design Thinking

A metodologia Design Thinking é adotada pelas empresas para incentivar a criatividade e o pensamento disruptivo de suas equipes de forma colaborativa. Assim, os membros do projeto se envolvem em dinâmicas (utilizando quadros, post-its etc) que tem como foco o estímulo de novas ideias e soluções.

14. Endomarketing

Estratégia de marketing institucional que tem como objetivo atrair profissionais qualificados e mantê-los na empresa. De maneira geral, é o marketing para os colaboradores do negócio. Por meio deste plano (junto de uma cultura organizacional), é possível construir um ambiente de trabalho mais humano e agradável.

15. ERP – Enterprise Resource Planning

O ERP é um sistema que armazena, organiza e processa todas as informações e os processos de uma empresa. Ou seja, é uma plataforma que unifica e concentra tudo que é importante sobre as principais áreas do negócio, desde o comercial até o atendimento ao cliente.

💡 Saiba mais: 5 vantagens de utilizar um ERP para organizar suas vendas

16. Fluxo de caixa

Controle da movimentação financeira de um negócio, que considera qualquer entrada e saída de dinheiro em determinado período (semanal ou mensal). Este tipo de monitoramento permite avaliar a disponibilidade de caixa (para o capital de giro) e a liquidez de uma empresa.

💡 Saiba mais: Fluxo de caixa: como organizar as finanças de uma empresa?

17. Inteligência competitiva

Captação e organização de informações relevantes sobre a concorrência, preferência dos clientes e inovações do nicho em que a empresa atua. Tem como objetivos principais o aproveitamento das oportunidades e a redução do impacto das ameaças.

18. Key Performance Indicators (KPIs)

Métricas pré-estabelecidas para mensurar a performance de um negócio. Devem, no geral, indicar medidas ideais para atingir o sucesso e estar alinhadas com os objetivos da empresa. Alguns exemplos de KPIs para um e-commerce: taxa de conversão, abandono de carrinho, tempo de permanência no site, ticket médio etc.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

19. Lucro

Valor resultante da receita de uma transação comercial, subtraindo os custos de produção. Em outras palavras, é o quanto se ganha em vendas, retirando todas as despesas que foram necessárias para produzir/comprar produtos ou para oferecer determinados serviços.

20. Market Share

O termo pode ser traduzido como “quota de mercado” e representa o grau de participação de uma empresa dentro do setor em que atua. Ou seja, com relação ao total de vendas de um determinado tipo de produto, quantos por cento são dominados por uma só companhia?

21. Matriz BCG

Estratégia utilizada pelas empresas para analisar o desempenho de seus produtos e/ou serviços em relação à aceitação dos consumidores no mercado.

Para isso, quatro pontos são analisados em uma matriz que identifica: as vacas leiteiras (produtos que geram lucro sem muita dedicação da equipe), as estrelas (trazem bom retorno, mas exigem esforço dos times de marketing e vendas), os pontos de interrogação (produtos que ainda não geram muita receita) e os abacaxis (produtos com baixo desempenho).

22. Networking

Rede de contatos estabelecida por meio do relacionamento profissional. Tem como foco o compartilhamento de conhecimentos e ideias e a troca de experiências por pessoas com interesses em comum.

23. Plano de ação (5W2H)

Checklist que traça um planejamento estratégico para atingir as metas de uma empresa. Consideram-se sete questões (5W + 2H):

  1. What: o que é preciso ser feito;
  2. Why: por que esta ação é importante;
  3. Where: onde será executada;
  4. When: até quando (prazo final);
  5. Who: quem desenvolverá essa atividade;
  6. How: como será realizada;
  7. How much: quanto custará (se demandar investimento financeiro).

24. Retorno sobre Investimento (ROI)

Indicador que coloca em perspectiva os ganhos (ou perdas) de uma companhia ao fazer determinado investimento. Para obter o resultado, deve-se subtrair a quantia gasta pelo ganho obtido e, depois, dividir esse primeiro resultado pelo investimento novamente:

  • ROI = (ganho obtido – quantia gasta com o investimento) / quantia gasta com o investimento

Com esse cálculo, é possível notar quais aplicações estão valendo a pena e quais devem ser otimizadas, sobretudo em estratégias de marketing, como campanhas do Google Ads, por exemplo.

💡 Saiba mais: O que é ROI e como calcular?

25. Stakeholders

Os stakeholders de uma empresa são as pessoas ou organizações impactadas por suas ações e atividades no mercado, como clientes, funcionários, investidores, fornecedores e concorrentes.

26. Ticket médio

Valor de todas as vendas realizadas por uma empresa dividido pelo número total de pedidos. Ou seja, é o valor médio de cada venda ou a quantidade média gasta por cada cliente. Pode ser calculado pela fórmula:

  • TM = total de vendas / número de pedidos

💡 Saiba mais: Ticket médio: o que é e como aumentar o da sua loja?

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Testar 30 dias grátis

Resumo

Esperamos que este glossário de administração tenha te ajudado em seus principais questionamentos. Ele foi feito para que você possa consultá-lo quantas vezes precisar!

Conhecendo os termos mais utilizados e entendendo a abordagem de cada um, será muito mais fácil delimitar seus objetivos e alcançar suas metas. Veja, então, um resumo de quais são os principais:

  1. Análise SWOT
  2. BSB – Balanced Scorecard
  3. Benchmarking
  4. Brainstorming
  5. Break-even
  6. Budget
  7. BI – Business Intelligence
  8. B2B – Business to Business
  9. B2C – Business to Consumer
  10. Capital de giro
  11. CRM – Customer Relationship Management
  12. Cultura organizacional
  13. Design Thinking
  14. Endomarketing
  15. ERP – Enterprise Resource Planning
  16. Fluxo de caixa
  17. Inteligência competitiva
  18. Key Performance Indicators (KPIs)
  19. Lucro
  20. Market Share
  21. Matriz BCG
  22. Networking
  23. Plano de ação (5W2H)
  24. Retorno sobre Investimento (ROI)
  25. Stakeholders
  26. Ticket médio

Para saber sobre como começar a empreender no mundo digital, assista ao vídeo abaixo e confira nossas dicas! 📹

E, se seu sonho é vender pela internet, teste a Nuvemshop por 30 dias grátis e aproveite todas as vantagens da nossa plataforma de e-commerce!

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies