O que é PDCA e como usar esse método de gestão de 4 etapas?

Por: Talitha Adde

O que é PDCA e como usar esse método de gestão de 4 etapas

Às vezes, o segredo do sucesso nos negócios pode estar em ações simples e objetivas. Esse é o propósito do ciclo PDCA, um método de gestão que promete otimizar qualquer processo em apenas quatro etapas.

A sigla já dá uma pista de quais ações são necessárias para melhorar os resultados da sua empresa: Planejar (Plan), Executar (Do), Verificar (Check) e Agir (Act). Esses quatro passos se repetem continuamente para garantir uma otimização permanente.

A seguir, você vai entender como usar o ciclo PDCA na sua empresa, conhecer suas vantagens e conferir um exemplo prático do método aplicado ao e-commerce. Vamos à leitura? 👀

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é PDCA?

PDCA é uma metodologia de gestão que permite otimizar qualquer processo dentro de uma empresa. A sigla vem do inglês “Plan, Do, Check, Act”, que significa planejar, executar, verificar e agir.

Basicamente, esses são os quatro passos que constituem a metodologia na prática. Eles são executados em sequência durante ciclos, que se repetem continuamente para garantir o aprimoramento de projetos, processos e produtos nas empresas.

Por isso, o conceito também é conhecido como ciclo PDCA. No contexto empresarial, ele é uma das metodologias mais usadas por gestores de diversos segmentos devido à sua praticidade.

Ao contrário de outras abordagens mais complexas, o PDCA pode ser aplicado a qualquer tipo de empresa e processo. Além disso, ele é um método iterativo, ou seja, é implementado por meio de diversas iterações — repetições do mesmo processo que têm como objetivo o aprimoramento.

Por essa razão, o PDCA é constantemente associado às chamadas metodologias ágeis, que vieram da indústria da tecnologia e se espalharam por todos os setores empresariais.

Qual a origem do método PDCA?

O ciclo PDCA foi criado pelos físicos Walter A. Shewhart e W. Edwards Deming no final da década de 1930. Originalmente, ele se chamava “Ciclo de Shewhart” e foi inspirado no método científico de Francis Bacon, que presume as etapas de hipótese, experimentação e avaliação para qualquer pesquisa.

Deming foi o responsável por popularizar o método e criar o nome “PDCA”. Por essa razão, ele ficou conhecido como o “pai do controle de qualidade moderno”.

Quando o PDCA chegou ao mercado, foi usado, principalmente, por grandes corporações como Toyota e Nestlé. Essas empresas incluíram a metodologia em seus programas de controle de qualidade devido à simplicidade do ciclo e sua eficiência.

Mesmo sendo uma metodologia tão antiga, o ciclo PDCA continua relevante hoje e se adaptou perfeitamente à necessidade de mudanças rápidas que o mercado impõe. Por isso, é uma das siglas mais conhecidas da teoria administrativa, ao lado de outras como OKR (Objectives and Key Results, ou objetivos e resultados-chave).

💡 Saiba mais: O que é OKR e como aplicar essa metodologia na sua empresa

Quais são as 4 etapas do ciclo PDCA?

ciclo PDCA ilustrado em suas 4 etapas

O ciclo PDCA é composto por quatro etapas que se repetem continuamente na gestão. Conheça cada uma delas em detalhes:

Planejar (Plan)

A primeira etapa do ciclo PDCA é o planejamento, como em qualquer outra metodologia de gestão. Nesse momento inicial, você deve identificar qual problema precisa ser resolvido na sua empresa e planejar como vai superá-lo nas etapas seguintes.

Qualquer questão pode ser solucionada com o PDCA, como um resultado de vendas inferior ao esperado, uma falha no atendimento ao cliente ou uma inconsistência de qualidade em um produto.

Depois de identificar o problema, também é preciso avaliar quais são suas causas e consequências, além de levantar as possíveis soluções no horizonte. Ainda na etapa do planejamento do PDCA, é importante definir:

  • Os objetivos que devem ser alcançados com o ciclo;
  • As estratégias e táticas que serão utilizadas para alcançar esses objetivos;
  • Um cronograma com prazos e responsáveis por cada tarefa;
  • Métricas de desempenho para medir o progresso em direção às metas.

Executar (Do)

Com um plano pronto, você já pode seguir para a etapa da execução no PDCA. Esse é o momento de colocar todas as estratégias em prática e seguir à risca o que foi planejado.

Se, durante a execução, alguns caminhos mudarem, é fundamental registrar quais foram as adaptações para ter tudo documentado. Isso porque o ciclo PDCA se repete várias vezes, tornando essencial o acompanhamento das mudanças em cada iteração.

Nessa etapa, o líder do projeto deve garantir que todos estejam cumprindo suas tarefas da forma correta e de acordo com o plano inicial.

Verificar (Check)

A etapa de verificação consiste em uma comparação entre o que foi planejado e o que foi executado no ciclo PDCA. Aqui, o líder da operação vai checar se as metas foram alcançadas e o que é preciso melhorar para chegar aos objetivos planejados.

Agir (Act)

Por fim, a etapa de ação do PDCA é usada para direcionar a equipe para melhorar os resultados no próximo ciclo. Nesse momento, o líder se baseia no relatório da verificação para corrigir processos e definir quais mudanças são necessárias para atingir todos os objetivos iniciais.

Dependendo da operação, a equipe pode estar mais ou menos próxima de alcançar as metas estipuladas. Quanto mais distante estiver, mais alterações serão feitas para garantir que o próximo ciclo PDCA seja mais efetivo.

O importante é garantir que os erros não se repitam e usar todas as ações pensadas nessa etapa como base para o próximo planejamento. Para que isso aconteça, lembre-se de documentar em detalhes todas as conquistas e falhas do PDCA.

Com a repetição do ciclo, a tendência é que os processos sejam aprimorados cada vez mais e padrões de excelência sejam criados dentro da empresa.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Quais são as vantagens do PDCA?

O PDCA proporciona muitos benefícios para as empresas que o utilizam. Veja alguns dos mais importantes:

Eficiência

O método é muito eficiente porque se baseia em fazer mais com menos, otimizando o tempo da equipe com tarefas mais objetivas. Não à toa, ele é sinônimo de qualidade máxima em processos produtivos e desenvolvimento de produtos em geral.

Melhoria contínua

Por mais que uma empresa invista na melhoria de seus processos, sempre há algo a acrescentar para otimizar resultados. Por isso, o ciclo PDCA nunca termina, sendo repetido continuamente em nome da excelência.

Simplicidade

O PDCA também se destaca pela sua simplicidade, uma vez que são apenas quatro etapas para gerenciar projetos inteiros. Isso facilita muito a aplicação do método e organização da equipe envolvida no processo.

Engajamento

Na prática, o PDCA tem grande potencial de engajamento para os colaboradores da empresa. Isso porque ele incentiva o trabalho em equipe e mantém todos focados nos objetivos definidos em cada ciclo.

Quando usar o ciclo PDCA na empresa?

São várias as situações em que o ciclo PDCA pode ser aplicado para melhorar um produto, processo ou projeto. Veja alguns exemplos:

💡 Saiba mais: O que é e como melhorar a experiência do cliente?

Exemplo de aplicação do PDCA no e-commerce

Agora que você já conhece o método PDCA, vamos dar um exemplo de como ele funciona na prática, tomando como base a realidade de um e-commerce. Vamos supor que você tenha uma loja de bolsas online e esteja com dificuldade de atrair novos clientes para aumentar as vendas.

Veja como ficaria um ciclo PDCA para essa situação:

Planejar

O problema em foco é a dificuldade de atrair novos clientes para a loja de bolsas, que está com suas vendas estagnadas há meses. Logo, a causa mais provável é a falta de investimento em divulgação do negócio, uma vez que os clientes que já compram se mantêm ativos. A partir desse cenário, podemos montar o seguinte plano:

  • Problema: dificuldade em atrair novos clientes;
  • Causa: falta de divulgação do negócio online;
  • Consequência: estagnação nas vendas e no tráfego;
  • Objetivo: atrair 2 mil novos visitantes para a loja de bolsas online e aumentar o tráfego em 40%;
  • Estratégias: usar o marketing de conteúdo para captar novos leads, posicionar melhor o site no Google, produzir conteúdo para blog e redes sociais com regularidade, investir em mídia paga;
  • Métricas de desempenho: número de visitantes, número de sessões, número de leads, taxa de conversão.

Se você tem dúvidas sobre como fazer um bom plano de marketing, use nosso modelo pronto e gratuito:

Executar

Depois de criar o plano acima, é hora de partir para a execução. No caso, as principais tarefas são:

  • Criar uma landing page com um material rico (e-book, infográfico, planilha etc.) para captar leads;
  • Investir em SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca) para alcançar as primeiras posições do Google com os conteúdos do site e blog;
  • Contratar um social media para gerenciar as redes sociais da empresa e aumentar o alcance e o engajamento;
  • Investir em campanhas de links patrocinados no Google Ads e anúncios em redes sociais, usando plataformas como Facebook Ads, Instagram Ads e Twitter Ads.

Verificar

Agora é só verificar quais os resultados alcançados com as tarefas acima, considerando o período que você planejou. Como temos objetivos definidos com métricas numéricas, fica mais fácil enxergar o quão perto você chegou de atingir suas metas.

Agir

Por fim, depois de verificar os resultados, você já pode analisar o que deu certo e o que precisa ser melhorado para o próximo ciclo PDCA.

Por exemplo, pode ser que você tenha alcançado apenas 20% de aumento de tráfego ou superado a meta em 10%. No primeiro caso, é preciso identificar quais ações funcionaram bem e quais tiveram desempenho abaixo do esperado. No segundo caso, é bom não mexer em time que está ganhando no próximo ciclo.

Resumo

Hoje você conheceu uma das metodologias mais usadas pelas empresas para melhorar seus processos e alcançar objetivos. Agora é só colocar o PDCA em prática e ver a otimização em tempo real no seu negócio.

Mas, antes disso, confira nosso resumo:

O que é PDCA?

PDCA é uma metodologia de gestão que permite otimizar qualquer processo dentro de uma empresa. A sigla vem do inglês “Plan, Do, Check, Act”, que significa planejar, executar,

Quais são as 4 etapas do ciclo PDCA?

  1. Planejar (Plan)
  2. Executar (Do)
  3. Verificar (Check)
  4. Agir (Act)

Quais são as vantagens do PDCA?

  • Eficiência
  • Melhoria contínua
  • Simplicidade
  • Engajamento

Gostou de conhecer a metodologia PDCA para otimizar sua gestão? Então, aproveite e crie sua loja virtual na Nuvemshop com direito a 30 dias gratuitos. É fácil, rápido e sem mistério! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies