O que é e como escolher um ERP para meu e-commerce

Por: Victoria Salemi
O que é e como escolher um ERP para meu e-commerce

Aqui você encontra:

Você sabe o que é ERP? Se já ouviu essa sigla por aí, mas não entende muito bem seu significado, você está no conteúdo certo!

Ao longo deste artigo, vamos conhecer a importância do ERP para todos os tipos de empresa, mas, especialmente, para o e-commerce. Então, hora de começar!

O que é ERP e para que serve?

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning, ou planejamento de recursos de uma empresa, em tradução livre. Porém o nome mais popular dos ERPs em português é sistema de gestão.

O ERP, portanto, é um software que auxilia os profissionais de uma empresa a registrar e gerir informações fundamentais do negócio. Esses dados podem estar relacionados às áreas financeira, logística e de recursos humanos, apenas para citar alguns exemplos.

Até aqui, você pode estar se perguntando se uma planilha de Excel não resolveria essas necessidades. Todavia, à medida que um negócio cresce e se torna mais complexo, manter todos os dados atualizados e empregar diferentes fórmulas no documento vai se tornando cada vez mais inviável. E, às vezes, até mesmo pequenas empresas podem fazer confusão com as informações organizadas dessa forma.

Nesse contexto, o ERP se apresenta como uma alternativa para tornar a gestão do negócio muito mais eficiente ao facilitar o registro, consulta e uso de dados fundamentais para a empresa. Essas informações podem estar relacionadas ao estoque, às contas a pagar e à emissão de notas fiscais, por exemplo.

5 vantagens do ERP

Já entendemos o que é ERP e para que ele serve. Então, agora vamos nos aprofundar nas principais vantagens encontradas pelos e-commerces que adotam esse tipo de tecnologia:

1. Simplicidade na gestão financeira

Por meio do ERP, é possível registrar todas as informações financeiras do seu negócio. Assim, você controla todas as contas a pagar, os valores a receber e, consequentemente, pode gerir seu fluxo de caixa de forma simplificada. Basta registrar todos os valores no software e ter suas finanças organizadas!


Saiba mais...

2. Facilidade para emissão de notas fiscais

Além da organização financeira, os ERPs para e-commerce também têm a capacidade de emitir as notas fiscais da sua loja.

Esse processo até pode ser feito sem um sistema de gestão, porém apenas por meio do Emissor de NF-e do Sebrae (para o estado de São Paulo). Portanto, além de organizar as finanças da sua loja virtual, você ainda dispõe de uma opção simples e integrada para gerar os documentos fiscais.

3. Controle de estoque

O ERP também se mostra uma ferramenta muito eficiente para controlar o estoque de um e-commerce. Ao integrá-lo à sua plataforma, você pode registrar a entrada e saída de mercadorias, além de identificar a necessidade das próximas compras e programá-las junto aos fornecedores.


Saiba mais...

4. Centralização de informações

Quando você usa um ERP, todas as informações importantes sobre seu negócio ficam centralizadas em um mesmo sistema. Isso simplifica o trabalho do gestor na hora de identificar e comparar dados.

Além disso, para e-commerces que contam com funcionários, a atualização das informações é feita em todo o sistema sempre que alguém altera um dado. Se, por exemplo, alguém registra um pedido feito junto ao fornecedor, toda a empresa já tem conhecimento da ação. Desse modo, o risco de erros diminui consideravelmente.

5. Suporte às tomadas de decisão

Ao utilizar um ERP para e-commerce, todas as informações fundamentais sobre sua empresa estarão expostas de forma clara no sistema. Assim, fica mais fácil interpretá-las e tomar decisões assertivas.

Quer um exemplo? Se você observa em seu ERP que há um ou mais itens parados no estoque há muito tempo, pode organizar uma promoção para dar vazão a eles. Você vai saber exatamente quais são os produtos que devem entrar na liquidação e pode agir sobre eles.

Para saber mais alguns benefícios ao contratar o serviço de um ERP para e-commerce, confira o vídeo:

Principais soluções de ERP para ecommerce

Agora que entendemos a importância do ERP para e-commerce, hora de conhecer algumas das principais soluções do mercado. A seguir, vamos focar nas soluções para lojas virtuais.

Lembre-se também de que é muito importante checar se há a integração do ERP com a plataforma de e-commerce que você utiliza. Assim, você evita o retrabalho de precisar cadastrar seus produtos duas vezes, uma vez no ERP e outra, na loja virtual.

Além disso, confira também se há possibilidade de contratar planos mais completos à medida que seu e-commerce for crescendo. Desse modo, você garante a escalabilidade do seu negócio sem precisar ficar mudando de software toda hora.

Dito isso, vamos conhecer algumas opções, separadas em categorias — porém isso não significa necessariamente que cada um deles serve apenas para um tamanho de negócio, ok? Vale a pena avaliar as funcionalidades. 😉

ERPs indicados para pequenas e médias empresas

1. Bling

O Bling é um ERP em nuvem — ou seja, os dados ficam armazenados online, e não em um programa local no computador. Com ele, é possível controlar:

  • Cadastros de clientes;
  • Estoque;
  • Vendas;
  • Finanças;
  • Serviços.

Há uma integração direta entre o software do Bling e a plataforma da Nuvemshop. Além disso, clientes Nuvemshop têm 4 meses de teste grátis. Depois disso, os planos integrados ao e-commerce têm mensalidades a partir de R$ 50.

2. Tiny ERP

O Tiny ERP é um sistema de gestão especializado em e-commerce. Seus dados também são armazenados em nuvem e as principais soluções oferecidas são:

  • Faturamento de pedidos;
  • Catálogo de produtos sincronizado ao e-commerce;
  • Gestão de compras;
  • Gestão financeira.

Também pode ser diretamente integrado à plataforma da Nuvemshop e oferece 30 dias grátis de teste, além de 50% de desconto nos 3 primeiros meses para clientes Nuvemshop. As mensalidades vão de R$ 50 a R$ 500 e todos os planos permitem integração com o e-commerce.

3. Conta Azul

Apesar de não ser focado em e-commerce, o ERP da Conta Azul é especializado em pequenas empresas. As funcionalidades são bem similares às opções anteriores, mas a integração com a loja virtual não pode ser feita diretamente.

Como a Conta Azul tem foco não apenas em sistemas de gestão, mas em outros serviços de contabilidade, os planos acabam ficando um pouco mais caros, porém oferecem algumas outras funcionalidades além do ERP. O plano básico, indicado para quem trabalha sozinho, custa R$ 89,90 por mês.

4. TagPlus

O TagPlus é um sistema indicado para micro e pequenas empresas, inclusive e-commerces. Além do controle das contas e de compras a serem feitas junto aos fornecedores, é possível consultar relatórios com informações preciosas para seu negócio.

Os planos começam com mensalidades a partir de R$ 79,90. Além disso, há um período gratuito de testes de 15 dias.

ERPs indicados para e-commerces robustos

5. Linx

A Linx é uma empresa que oferece soluções especializadas para diferentes segmentos. Por meio do Linx Commerce, as lojas virtuais são contempladas. Além de diversas funcionalidades voltadas para a gestão do negócio, também há uma consultoria às empresas.

Por se tratarem de opções mais individualizadas, não há uma tabela de preços. É necessário entrar em contato com o time de vendas para obter uma cotação.

6. Eccosys

O ERP Eccosys é uma solução robusta totalmente voltada para e-commerces. Por meio de uma integração automática com sua loja virtual, é possível centralizar as vendas de todos os seus canais. Você também pode gerenciar informações de mais de um CNPJ caso precise.

Assim como a opção anterior, como há um suporte personalizado, em que melhorias na operação são propostas pelo ERP, é necessário entrar em contato para saber o preço.

ERP para lojas virtuais de roupas

7. Data System

Por fim, o ERP da Data System é completamente voltado para negócios cujo foco é vender roupas, seja pela internet ou em lojas físicas. Além das funcionalidades comuns à maioria dos ERPs que já vimos, é possível gerenciar a comissão de vendedores e controlar as promoções na loja.

Existem três planos diferentes desse software de gestão e os preços também devem ser consultados online junto à equipe de vendas.

Além dessas opções que detalhamos, existem muitas outras. Confira abaixo:

Tudo certo?

Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado a entender o que é ERP, suas vantagens e a conhecer as principais opções para seu e-commerce. Com um sistema de gestão, sua loja virtual pode funcionar de forma mais eficiente! 😎

Mas lembre-se de ficar atento à organização da sua empresa. Afinal, não adianta contratar tudo o que há de mais moderno e não registrar as informações corretas no software, ok?

Aproveitando, caso ainda não tenha um e-commerce, teste a Nuvemshop por 30 dias grátis! Descubra todas as nossas funcionalidades para você construir uma loja de sucesso e vender pela internet. E, se precisa de um acompanhamento mais sólido para seu negócio, conheça também nosso Plano Empresarial!

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Sabemos que migrar sua loja não é uma decisão simples.

Descubra os benefícios e facilidades que a Nuvemshop oferece exclusivamente para migrações.

Saiba mais sobre a migração