O que esperar do futuro do varejo? Confira 10 tendências

Por: Victoria Salemi

prédios modernos vistos de baixo para cima

O futuro do varejo será de convergência total entre as lojas físicas e lojas online, com um grande avanço da transformação digital e uma experiência do cliente inovadora. Essas são as previsões que podemos fazer com base no cenário atual e que prometem revolucionar o e-commerce.


Compras feitas por meio de algoritmos, lojas com autoatendimento, robôs empacotando encomendas, simulações de produtos com realidade aumentada. Parece ficção científica, mas é apenas o futuro do varejo que já está chegando.

Nos próximos anos, veremos um avanço inédito da transformação digital na economia e a criação de uma nova experiência do cliente. A expectativa é que as barreiras entre o mundo físico e o mundo digital sejam rompidas e tudo se torne uma única realidade.

Agora a pergunta é: você está preparado para esse novo cenário? É o que vamos descobrir ao longo deste artigo, que mostra como será o futuro do varejo com as novas tendências do e-commerce.

Pronto para a leitura? Então, vamos lá! 👀

Crie sua loja virtual
Criar loja grátis
&utm_medium=banner&utm_campaign=blogpost” img-desktop=”https://d26lpennugtm8s.cloudfront.net/assets/blog_pt/rebranding-BR-Desktop-generic-trial-extended.jpg” img-mobile=”https://d26lpennugtm8s.cloudfront.net/assets/blog_pt/rebranding-BR-mobile- generic-trial-extended.jpg”]

Como será o futuro do varejo?

O futuro do varejo será de convergência total entre as lojas físicas e lojas online, com um grande avanço da transformação digital e uma experiência do cliente inovadora. Essas são as previsões que podemos fazer com base no cenário atual e que prometem revolucionar o e-commerce.

Com a pandemia da covid-19, a digitalização acelerou-se ainda mais, adiantando as mudanças que já eram previstas para o mercado. Agora, temos um cenário pós-pandemia à frente com mudanças radicais nos hábitos de consumo da população e novas oportunidades para o comércio eletrônico.

Basicamente, a ideia é que não exista mais separação entre o mundo físico e o mundo digital. Logo, muito além de oferecer canais online e offline, as empresas terão que criar experiências imersivas para seus clientes utilizando tecnologias avançadas.

Ao longo deste artigo, vamos conhecer as principais tendências que nos esperam e entender por que é preciso se preparar desde já para as mudanças no mercado.

10 tendências que vão definir o futuro do varejo

A melhor forma de entender qual será o futuro do varejo é conhecendo as tendências que vêm por aí. Confira nossa lista exclusiva e fique por dentro!

📹 Veja também: O futuro do e-commerce é agora: tendências e o que podemos aprender com mercados mais maduros

1. Realidade aumentada (RA)

A realidade aumentada (RA) é uma tecnologia que permite integrar elementos virtuais com o mundo físico. Por meio de uma câmera digital, é possível sobrepor objetos digitais sobre uma imagem real, como se ambos estivessem no mesmo ambiente.

Essa tecnologia ficou famosa com o lançamento do jogo Pokémon Go, em 2016, que permite ao jogador visualizar os pokémons no mundo real através da câmera do celular. E não demorou muito para que o varejo online percebesse o potencial da RA.

Com ela, os consumidores podem interagir com produtos de lojas virtuais no conforto de suas casas. Basta usar a câmera do celular para visualizar os itens em qualquer ambiente e, em sistemas mais avançados, até experimentá-los.

A rede de casa e construção Leroy Merlin, por exemplo, implementou um projeto de RA que permite que os clientes simulem como ficarão os produtos da loja em suas residências. Veja um exemplo de um consumidor verificando como ficará um banco em sua área externa:

Celular apontado para área externa revela o banco adquirido na Leroy Merlin

2. Realidade virtual (RV)

Outra tendência interessante é o uso de óculos de realidade virtual (RV), como o Oculus Quest, para ter uma experiência imersiva no varejo online. Com esse dispositivo, o consumidor pode passear por uma loja virtual como se estivesse na loja física, rompendo definitivamente a barreira entre esses dois mundos.

Já imaginou se os clientes pudessem experimentar peças em uma loja virtual de roupas? Essa é uma das possibilidades que a realidade virtual traz para criar lojas online interativas.

3. Social commerce

O social commerce, também chamado de social selling, foi apresentado como uma das principais tendências do NRF Retail’s Big Show (a maior feira de varejo do mundo). Trata-se da venda de produtos e serviços por meio das redes sociais, que já são onipresentes na vida dos consumidores.

Essa modalidade deve crescer ainda mais no futuro do varejo e criar novas oportunidades de vendas online. Uma delas é o live commerce, que consiste em comercializar produtos e serviços por meio de transmissões ao vivo em plataformas como YouTube, Facebook e Instagram.

💡 Saiba mais: Como vender pelas redes sociais? [+vantagens]

4. Inteligência artificial nas compras

O consumidor quer ofertas cada vez mais personalizadas e processos de compra mais ágeis. Nesse cenário, a inteligência artificial e o machine learning (aprendizado de máquina) ganharão espaço no futuro do varejo.

Basicamente, essas tecnologias permitem que sistemas reproduzam o raciocínio humano e aprendam a realizar tarefas a partir de tendências e padrões. Com elas, as empresas podem criar aplicações inteligentes que coletam e processam dados de clientes para oferecer produtos e serviços exclusivos.

Além disso, será possível utilizar a análise preditiva para prever o comportamento dos consumidores dentro do site. Assim, ficará mais fácil oferecer uma experiência de compra memorável e personalizar a jornada do cliente.

💡 Saiba mais: Como usar dados de clientes para vender mais no e-commerce?

5. Chatbots

As compras por meio de chatbots (robôs de conversação) são cada vez mais comuns e devem dominar o futuro do varejo. Os consumidores gostam de interagir com os bots porque eles são mais rápidos, trazem todas as informações necessárias e estão disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Para as empresas, eles são perfeitos para agilizar as vendas e poupar a área de atendimento ao cliente. E, com o avanço de tecnologias como o processamento de linguagem natural, a tendência é que esses algoritmos fiquem mais inteligentes e passem a compreender melhor o contexto e intenção das frases dos consumidores.

A montadora Volkswagen, por exemplo, lançou um chatbot integrado ao WhatsApp que ajuda o consumidor a encontrar seu veículo ideal, comparar modelos, localizar concessionárias e várias outras funções.

Página do chatbot da Volkswagen representa futuro do varejo

6. Varejo figital

Figital vem do inglês phygital, que combina as palavras físico (physical) e digital. Resumidamente, essa tendência propõe integrar os canais online e offline de uma empresa para criar uma experiência mais completa para o consumidor.

É como se fosse um passo além do omnichannel, no qual o cliente espera interagir com a loja da mesma maneira nos ambientes físico e digital. Na prática, as empresas que adotarem essa tendência deverão oferecer experiências interativas na loja online, soluções de pagamento instantâneo no ponto de venda, recursos de realidade aumentada para testar produtos, entre outras estratégias.

💡 Saiba mais: Cases do omnichannel: conheça as empresas que integraram seus canais com sucesso

7. Lojas autônomas

Lojas autônomas são pontos de venda onde os consumidores podem fazer compras sem interagir com nenhum funcionário. Nesses estabelecimentos, não há caixas nem vendedores e os clientes fazem o pagamento por meio de totens, QR codes e outras formas de self-checkout (autoatendimento).

No futuro do varejo, esse será o modelo de loja física mais comum, que também estará completamente integrado às lojas online.

Um dos exemplos atuais mais populares é a Amazon Go, a loja autônoma da Amazon, presente em países como EUA, China e Reino Unido. Nela, os clientes podem entrar, pegar suas compras e pagar pelo smartphone, usando um app ou um cartão vendido pela Amazon.

Loja autônoma Amazon Go simboliza futuro do varejo

8. Economia da recorrência

Chamamos de economia da recorrência o conjunto de negócios que utilizam o modelo comercial de assinatura, plano e mensalidade. Esse mercado despontou com o surgimento de serviços de streaming como a Netflix e softwares SaaS (Software as a Service, ou Software como Serviço) como a Nuvemshop.

No futuro do varejo, a expectativa é que as empresas recorrentes se multipliquem, pois elas têm tudo a ver com a digitalização. A ideia é priorizar o acesso em vez da propriedade e transformar produtos em serviços, cobrando assinaturas em contratos de longo prazo.

Hoje, existem clubes de assinatura de todos os tipos (livros, bebidas, produtos para pets etc.), além de carros e até mesmo moradias por assinatura. E, pelo jeito, essa tendência deve crescer ainda mais e dominar o mercado.

9. Robótica na logística

A automação vai avançar ainda mais no futuro do varejo e trazer os robôs para a realidade das empresas. Na logística, especialmente, teremos máquinas trabalhando em tarefas como controle de estoque, picking (separação de produtos), embalo de produtos e envio ao consumidor.

De modo geral, todo o fluxo logístico poderá ser automatizado, com um ganho expressivo de tempo e agilidade nas entregas do e-commerce.

💡 Saiba mais: Como funciona a logística 4.0?

10. Criptomoedas como meio de pagamento

Por fim, quando o assunto é meios de pagamento, as criptomoedas devem chegar com força no futuro do varejo online. Essas moedas digitais negociadas por meio de redes blockchain (tecnologia descentralizada que permite o registro das transações com criptoativos) serão aceitas em diversos estabelecimentos.

Hoje, provedores de pagamento famosos como o PayPal já viabilizam checkouts com criptomoedas para lojas virtuais — e a tendência é que outras carteiras digitais e gateways também entrem na onda.

💡 Saiba mais: Tudo sobre gateway de pagamento: o que é, como funciona e as melhores opções do mercado

E se você está em dúvida sobre qual meio de pagamento utilizar na sua loja online, conheça a solução exclusiva da Nuvemshop:

Banner com link para a página sobre o meio de pagamento da Nuvemshop, o Nuvem Pago

Como preparar seu e-commerce para o futuro do varejo

Agora que ficou claro como será o futuro do e-commerce, vamos dar algumas dicas valiosas para você se preparar para essa nova realidade. Confira:

Fique de olho nas tendências

Se você quer garantir o sucesso do seu e-commerce no futuro do varejo, precisa colocar as tendências do mercado no seu radar. A melhor forma de fazer isso é acompanhar mídias especializadas como o blog da Nuvemshop e o canal da Nuvemshop no YouTube.

Também é importante se manter atualizado com cursos e conteúdos da Trilhas de Conhecimento Nuvemshop e do E-commerce na Prática.

Aprenda com a concorrência

Observar o que seus concorrentes estão fazendo e o que está dando certo é essencial para se manter sintonizado às tendências do varejo online. Então, aposte no benchmarking e fique por dentro das novidades do seu segmento.

Use uma plataforma moderna

A plataforma de e-commerce que você usa precisa estar sempre atualizada e oferecer integrações com aplicativos e serviços inovadores. É o caso do Nuvemshop Next, que conecta o seu negócio com os mais variados sistemas de gestão, vendas e marketing.

Além disso, com essa solução de e-commerce, você pode contar com um gerente de conta totalmente dedicado para apoiar o seu crescimento. Saiba mais:

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Adapte as novidades à sua realidade

Nem toda tendência do futuro do varejo funcionará para a sua empresa. Por isso, é importante avaliar quais tendências cabem no seu negócio e o custo-benefício delas antes de investir pesado em inovação.

Acelere a transformação digital

Deu para perceber que a transformação digital é urgente em qualquer empresa do varejo, certo? Então, é melhor você acelerar seu processo, começando por um bom sistema de gestão e avançando para meios de pagamento digitais, vendas pelas redes sociais, criação de chatbots e outras tendências que acabamos de conhecer.

💡 Saiba mais: O que é ERP, como funciona e como escolher seu sistema de gestão

Resumo

Agora que você tem uma visão mais ampla do futuro do varejo, será mais fácil adaptar seu e-commerce ao novo cenário. Mas lembre-se de adaptar as tendências à sua realidade e investir apenas naquilo que faz sentido para o seu negócio.

Para terminar, confira nosso resumo:

Como será o futuro do varejo?

O futuro do varejo será de convergência total entre as lojas físicas e lojas online, com um grande avanço da transformação digital e uma experiência do cliente inovadora. Essas são as previsões que podemos fazer com base no cenário atual e que prometem revolucionar o e-commerce.

10 tendências que vão definir o futuro do varejo

  1. Realidade aumentada (RA)
  2. Realidade virtual (RV)
  3. Social commerce
  4. Inteligência artificial nas compras
  5. Chatbots
  6. Varejo figital
  7. Lojas autônomas
  8. Economia da recorrência
  9. Robótica na logística
  10. Criptomoedas como meio de pagamento

Quer prosperar no futuro do varejo com um e-commerce de sucesso? Então, aproveite e crie sua loja virtual na Nuvemshop com direito a 30 dias gratuitos. É fácil, rápido e sem mistério! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +100 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Criar loja grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies