Conheça o conceito de gamification e como utilizá-lo no e-commerce

Por: Victoria Salemi
Conheça o conceito de gamification e como utilizá-lo no e-commerce

Aqui você encontra:

Você já ouviu falar em gamification ou gamificação? Se respondeu que sim, mas pensa que o conceito está relacionado a jogos de videogame, vou te ajudar a entender que ele vai muito além disso. 🎮

Ao longo deste conteúdo, vamos entender o que é gamification, quais as vantagens de utilizá-la em diversas áreas, exemplos de seu uso e como aplicá-la ao seu e-commerce. Bastante coisa, não é? Mas não se preocupe. Venha comigo nessa jornada, pois garanto que vai ser tão legal quanto um belo jogo! 🎲

O que é gamification (ou gamificação)?

Gamification, ou gamificação, é a estratégia de levar a dinâmica dos jogos para outros ambientes em que ela não é normalmente utilizada. Por meio do uso de elementos característicos dos games, como pontuações, rankings e premiações, é possível criar atividades lúdicas.

A gamificação pode ser aplicada a diversos campos. Os principais deles são:

  • Marketing, por meio de estratégias para incentivar os clientes a consumirem os produtos e serviços de uma empresa;
  • Educação, para estimular a aprendizagem;
  • Ambiente corporativo, de modo a engajar os trabalhadores a atingir metas dentro da organização.

Mais adiante, veremos alguns exemplos concretos desse conceito sendo utilizado. Antes, todavia, vamos entender alguns benefícios do seu uso.

Por que usar a estratégia?

O uso da gamificação costuma ser bastante efetivo na hora de engajar o público, seja em que âmbito estiver sendo utilizada. Isso acontece porque o estímulo lúdico torna aquela atividade mais interessante para as pessoas.

Além disso, pense na quantidade de informações que recebemos hoje em dia. No meio de tanta competição, conteúdos diferentes têm a capacidade de chamar a atenção das pessoas. E é com esse intuito que a estratégia de gamification pode ser usada.

Por fim, um outro fator relevante a ser considerado é a forma como a geração Y se relaciona com o mundo. Os nascidos entre 1982 e 2000 devem representar cerca 75% da força de trabalho hoje em dia e cresceram cercados por diversos estímulos, inclusive de jogos eletrônicos.

Dessa forma, a gamificação mostra-se como uma forma de capturar a atenção dessas pessoas, que serão maioria no mercado consumidor em poucos anos.

Exemplos de gamificação

Como vimos, as ideias de gamificação podem ser aplicadas em diferentes contextos. Portanto, vamos conhecer alguns exemplos para que você possa ver a variedade existente dentro de uma mesma estratégia.

Duolingo

Se você nunca ouviu falar no Duolingo, esse é um aplicativo para aprender idiomas que utiliza o método de gamification.

Captura de tela do aplicativo do Duolingo

Por meio dele, o usuário vai aprendendo as palavras de uma língua nova, ganha selos como premiação a cada etapa concluída e faz parte de um ranking, em que compete com outras pessoas que estejam estudando o mesmo idioma pelo app.

Desse modo, além do incentivo de aprender algo, há a competição e as recompensas para tornar o processo mais dinâmico.

Nike+

A marca esportiva Nike tem dois aplicativos voltados para os treinos de condicionamento físico e de corrida (este o da imagem abaixo):

Captura de tela do app do Nike Plus para corrida

Por meio dele, o atleta amador pode praticar seus exercícios e, à medida que faz mais treinos, avançar de nível. Também é possível comparar o desempenho com o de amigos e registrar seus tênis no app.

Por meio desses apps, a Nike estimula as pessoas a se mexerem com a gamificação e trabalha seu branding. Assim, quando a pessoa precisar comprar novos equipamentos para a prática esportiva, as chances de que se lembrem da marca são grandes.

Programa de fidelidade Angitu Acessórios

Até aqui, vimos formas de gamification que exigem grandes investimentos. Mas é possível incentivar o público de uma marca de formas mais simples. Um exemplo é o programa de fidelidade da Angitu Acessórios, que funciona por meio do acúmulo de pontos.

Captura de tela das instruções do programa de pontos da Angitu Acessórios

Esse tipo de ação incentiva as pessoas a acumularem mais pontos por meio das compras e oferece bonificações na forma de descontos em compras futuras.

Como aplicar a gamificação no e-commerce?

Como vimos, existem diferentes formas de usar a estratégia de gamification em uma empresa. Nesse contexto, a criatividade conta muito para conquistar o público.

Existem, todavia, alguns aspectos fundamentais que devem constar em sua ação. Vamos conhecê-los:

Tenha uma história por trás da ação

Muitas vezes, as histórias são uma ótima forma de conquistar o engajamento das pessoas. Isso acontece porque o storytelling — ou a contação de histórias, se traduzirmos —, faz parte da natureza humana. Desde que começamos a nos comunicar, contávamos coisas uns aos outros.

Portanto, não tenha medo de inventar um contexto para sua gamificação. É claro que você deve escolher uma temática que tenha a ver com seu nicho, mas deixe sua criatividade fluir! 💡

Recompense as pessoas

As recompensas devem ser a motivação para levar as pessoas a participarem da sua ação gamificada. Ou seja, quando vir o que podem ganhar com aquele jogo, o público precisa ter a vontade de brincar estimulada.

Por isso, pense no que pode ser isso em seu e-commerce, porém sem que você saia no prejuízo com essa estratégia. Algumas ideias são:

  • descontos;
  • brindes;
  • vales-compra (que podem ser de valores maiores caso você estabeleça que haverá apenas um ou dois ganhadores).

Estimule a competição

Outro aspecto para incentivar a participação do público é o estímulo à competição. É claro que ela pode ser entre os participantes, por meio de um ranking, mas não precisa ser apenas isso.

Uma outra forma de capturar as pessoas que não têm tanto apego pela competitividade é colocar um prazo na ação para que elas completem cada etapa do jogo que você criar. Assim, sua estratégia gamificada não cai no esquecimento.

Apresente as regras do jogo

Por fim, saiba que é imprescindível que você apresente todas as regras do game — assim como vimos na página de exemplo da Angitu Acessórios. Dessa forma, você garante que os participantes saberão como funciona a brincadeira e ninguém sai lesado por desconhecer o regulamento.

Tudo certo?

A estratégia de gamification pode agregar muito ao seu negócio. Como vimos, ela é capaz de despertar o interesse do público a respeito de suas ações e aumentar o engajamento dos consumidores.

Existem várias formas de aplicar a gamificação à sua empresa, desde pequenos passos, como um programa de pontos, até ações grandiosas, como aplicativos inteiros. Cabe a você avaliar o que faz sentido ao momento do seu negócio e pode ser incluído em seu plano de marketing. Mas não deixe de tentar, você vai ver como vale a pena! 😉

Tem alguma experiência com gamification no e-commerce? Compartilhe com a gente nos comentários! E, caso queira conhecer uma solução completa de acompanhamento ao seu negócio, conheça o Plano Empresarial da Nuvemshop, que oferece todo o suporte necessário à sua loja virtual!

Se você ainda não vende pela internet, te convido a criar sua loja virtual com a plataforma da Nuvemshop. São 30 dias grátis para testar e começar suas vendas online sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Sabemos que migrar sua loja não é uma decisão simples.

Descubra os benefícios e facilidades que a Nuvemshop oferece exclusivamente para migrações.

Saiba mais sobre a migração