Como escolher a melhor plataforma de e-commerce para o seu negócio

Como escolher a melhor plataforma de e-commerce

Ter uma plataforma de e-commerce é essencial para começar a vender pela internet. No entanto, quando você mergulha no mundo do comércio eletrônico, existem muitas alternativas no mercado, o que torna difícil escolher a melhor plataforma de loja virtual no Brasil.

Dicas de como escolher a melhor plataforma de e-commerce

Antes de mais nada, é importante frisar que é através da plataforma de e-commerce que você vai conseguir gerenciar suas vendas, pedidos, estoque e também customizar a sua loja para deixá-la do jeito que você sempre sonhou.

No entanto, existem muitas dúvidas que permeiam a escolha da melhor plataforma:

Dependendo das respostas que você obtiver para todas as suas dúvidas você poderá fazer uma escolha mais certeira. A verdade, contudo, é que nem sempre existe uma plataforma certa, pois cada tipo de negócio pede um serviço diferente.

Portanto, no vídeo a seguir nós vamos te explicar quais os diferentes tipos de plataforma existentes, suas funcionalidades, e te guiaremos a escolher a melhor plataforma de e-commerce para o seu negócio. Preparado? Vamos lá!

Você também pode ler a transcrição do vídeo ao final deste artigo.

Gostou?

Espero que você tenha se aproveitado dessas dicas. Se quiser ler mais sobre o assunto, nós temos aqui um artigo bem interessante.

E se você ainda está em dúvida sobre qual plataforma de e-commerce usar, queremos te fazer um convite: que tal testar os 15 dias grátis na plataforma da Nuvem Shop? Ela é super completa e você poderá começar a vender online sem ter conhecimentos técnicos. Teste e depois nos conte o que achou! 😉

-

[Transcrição do vídeo]

Oi pessoal, tudo bom?

Hoje eu vou dar algumas dicas para quem está pensando em montar uma loja online e não sabe muito bem o que levar em consideração na hora de contratar uma plataforma. Então, lápis e papel na mão, e preste atenção a essas dicas!

A plataforma é o sistema de gerenciamento e visualização da sua loja online. Ela representa tanto aquilo que o usuário vai ver quando entrar em seu site (botões, layout, a forma como os produtos estão dispostos) quanto é também a ferramenta para administrar as suas vendas.

A plataforma ideal para você vai depender muito do seu tipo de negócio e do que você quer oferecer. Então, é muito importante que, antes de escolher essa plataforma, você faça um planejamento detalhado de tudo o que irá querer ter na loja e todas as funcionalidades de que vai precisar.

É bom ter em mente que, se você está começando, talvez ainda não precise da plataforma mais robusta, porque além de mais cara, ela vai exigir alguns conhecimentos técnicos que talvez você ainda não tenha. O conselho é que você opte por um serviço que caiba no seu bolso e seja escalável, ou seja, te ofereça novos planos e novas funcionalidades à medida em que seu negócio crescer para que você não precise migrar rapidamente para outra plataforma.

E já que a gente entrou em um assunto um tanto delicado - o seu bolso - vamos falar sobre custos. Em primeiro lugar, os gastos com a plataforma não podem representar mais do que 20% a 30% do investimento que você tem em marketing digital para fazer o seu negócio girar, ok?

Existem plataformas de todos os custos e até gratuitas. Muitas pessoas optam por vender seus produtos em marketplaces como o MercadoLivre e o Ebay, onde o custo de investimento é praticamente zero. Mas o que acontece? À medida em que o seu negócio cresce, você sente a necessidade de ter um site próprio, porque esses marketplaces têm algumas limitações. Você não pode, por exemplo, customizar o seu site ou ter um layout próprio. O contato com o cliente é muito limitado, e além disso você perde para a concorrência, pois está expondo seu produto ao lado de milhares de outros vendedores.

Já as plataformas de código aberto são sistemas com um alto nível de customização e geralmente gratuitas, você pode adaptá-las da forma que quiser. Mas, se não tiver o conhecimento técnico necessário para fazer essa customização, o barato vai sair caro, porque você precisará contratar uma pessoa ou uma empresa para fazer essa personalização por você.

Algumas plataformas cobram uma mensalidade que varia de acordo com o plano que você contrata. Elas podem ser uma boa opção para quem procura um sistema com um certo nível de customização e com um suporte a um preço acessível. Mas, quando você for colocar esses custos no papel, é muito importante conferir de que a empresa fornecedora cobra por pageviews ou uma porcentagem das suas vendas, porque isso pode pesar bastante no seu orçamento.

Uma outra coisa muito importante: procure saber como é o suporte da plataforma que você está pretendendo contratar. Está cheio de gente reclamando por aí: a pessoa contrata uma plataforma "linda, maravilhosa, cheirosa, tudo de bom" e aí, no primeiro problema técnico que surge, ninguém atende, ninguém responde, ninguém sabe resolver o problema, ou demoram anos para responder.

Toda plataforma pode apresentar problemas, mas você deve ter certeza de que haverá pessoas capacitadas trabalhando em diversos canais para ajudar a resolvê-los. Portanto, converse com outros lojistas que contratam aquela plataforma para saber qual atendimento eles recebem da empresa.

E se você não é nenhum especialista em TI, é crucial ter um painel de controle fácil de navegar: você precisa conseguir cadastrar seus produtos de forma fácil e rápida, e sem problemas. Alguns fornecedores oferecem um período de teste grátis. Eu aconselho muito você a fazer isso, porque aí você pode navegar pelo painel de controle deles, ligar para o suporte e ver como eles te atendem, e então decidir qual é a plataforma que te atende melhor e qual o painel de controle mais fácil de navegar.

Bom, fora tudo isso que já foi falado, tem algumas funcionalidades que você pode levar em consideração. Uma delas é a integração com meios de pagamento - ver se a plataforma está integrada com as principais bandeiras como Visa e MasterCard e com os principais intermediadores como PagSeguro, o PayPal e o BCash. Procure saber também se a plataforma oferece integração com os Correios, porque isso pode facilitar bastante a logística do seu frete.

Você pode ver ainda se ela oferece a gestão de estoque. Por exemplo: quando um produto está esgotado, o sistema automaticamente desativa a sua venda no site. É muito importante também que a plataforma ofereça um layout responsivo, ou seja, adaptado para celulares e tablets. Isso porque cada vez mais essas pessoas usam esses meios para comprar.

Tente descobrir também se a plataforma oferece o serviço de otimização de SEO. São técnicas que ajudam o seu site a aparecer nos primeiros resultados de sites de busca - como o Google, por exemplo.

Outra funcionalidade bem importante é a integração com redes sociais como o Facebook. Porque aí você pode usar a sua fanpage como a vitrine da sua loja e vender os seus produtos diretamente de lá.

É isso, gente! Eu vou ficando por aqui, e agora é a sua vez de colocar a mão na massa e escolher a plataforma melhor para o seu negócio.

E por que não fazer um teste grátis na plataforma da Nuvem Shop? Ela é super completa, tem todas essas funcionalidades que eu falei e é super fácil de navegar.

Fica aí o convite! Eu espero que você tenha gostado dessas dicas. Para aprender mais, inscreva-se em nosso canal. Um abraço e até a próxima!


O que você achou desse conteúdo?


Luna Pontes

Luna é jornalista com foco em vídeo, mas também adora escrever. É cantora e libriana, o que a fez levar muito tempo para escolher as palavras dessa bio.

    como-escolher-a-melhor-plataforma-de-e-commerce-para-o-seu-negcio