O que é e como fazer uma boa gestão de tráfego?

Por: Luiz Piovesana

Imagem mostrando gráficos em um laptop, representando a gestão de tráfego.

Gestão de tráfego é uma estratégia de marketing digital que busca atrair mais clientes para uma loja virtual ou site. Após realizar a segmentação da audiência, o gestor de tráfego usa ferramentas como anúncios pagos para atingir o público-alvo de uma determinada marca.


Se você tem um negócio online e está mirando em sua expansão, certamente já ouviu falar sobre gestão de tráfego. Mas, afinal, o que é e como funciona essa estratégia?

Em linhas gerais, a gestão de tráfego visa a ampliação da sua marca no mercado virtual. Considerando a importância da visibilidade para um e-commerce, conhecer essa estratégia e entender como ela pode ajudar no seu crescimento pode ser um fator determinante para o seu sucesso.

Por isso, separamos, neste guia completo, tudo o que você precisa saber sobre gestão de tráfego e algumas dicas para começar a planejá-la em sua loja virtual. Sem mais delongas, vamos à leitura! 🧐

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é tráfego?

Tráfego no mercado digital diz respeito ao fluxo de visitantes em suas páginas online, como site de vendas, blog, landing pages etc. Essa é uma métrica fundamental para mensurar a efetividade de toda a sua estratégia de marketing e vendas.

Acompanhar o tráfego da sua loja virtual, irá ajudá-lo a entender, por exemplo, quais produtos têm maior demanda, onde os clientes encontram sua loja (pesquisas no Google, redes sociais etc.) entre outras questões.

O que é Gestão de tráfego?

Gestão de tráfego é uma estratégia de marketing digital que busca atrair mais clientes para uma loja virtual ou site. Após realizar a segmentação da audiência, o gestor de tráfego usa ferramentas como anúncios pagos para atingir o público-alvo de uma determinada marca.

Além disso, o gestor de tráfego também irá estudar quais são os canais de comunicação mais eficientes de acordo com o seu negócio. Por exemplo, se você vende roupas, sem dúvidas o Instagram pode ser um ótimo canal de vendas.

Com isso em mente, o gestor irá pensar nos melhores caminhos para chamar a atenção dos usuários e fazer com que eles visitem o seu e-commerce. Essa é uma forma de aumentar o seu brand awareness (parâmetro que estima como uma empresa é reconhecida pelo público) e a sua taxa de conversão utilizando os artifícios adequados para o seu negócio.

Quais são as funções de um gestor de tráfego?

Além das ações que mencionamos, o gestor de tráfego também será responsável pelas seguintes atividades:

  • Entender quem é o público-alvo da empresa;
  • Fazer estudos de palavras-chave relacionadas com o modelo do negócio;
  • Definir quais são os melhores canais para a marca;
  • Planejar, implementar e gerenciar campanhas de anúncios;
  • Analisar e acompanhar os resultados das campanhas de mídia;
  • Criar relatórios para mensuração das métricas.

Tipos de tráfego

A gestão de tráfego é uma estratégia bastante ampla e que pode ser utilizada nos mais diversos contextos. Nesse sentido, é importante conhecer quais são os tipos antes de investir na implementação. Confira os principais:

Tráfego pago

Tráfego pago — como já diz o nome — é a prática de criar campanhas de anúncios pagas em ferramentas como o Google Ads e o Facebook Ads. Na prática, você define como a propaganda será veiculada e, principalmente, qual objetivo você quer alcançar e qual público quer atingir.

Isto é, desde a CTA (Call To Action, ou Chamada Para Ação, no portugûes) até as imagens anexadas à campanha, tudo pode ser definido de acordo com as necessidades da marca. Além disso, você também pode definir um teto de gastos para que a estratégia de anúncios não atrapalhe a saúde financeira do seu negócio.

Essa é uma das formas mais rápidas e efetivas para atrair público e aumentar o tráfego em seus canais digitais. No entanto, é importante fazer um bom planejamento para evitar criar campanhas que não se conectem com o seu produto ou público.

💡 Saiba mais: Mídia paga: como investir nessa estratégia?

Tráfego orgânico

O tráfego orgânico, por sua vez, visa a atração de clientes por meio de canais espontâneos, sem grandes investimentos em dinheiro. Isto é, criação de conteúdo para blog e redes sociais, lives, vídeos no YouTube, e-books e outros materiais

O tráfego orgânico funciona da seguinte forma: a empresa cria e distribui conteúdos que se conectam com seu produto e sua proposta de valor. Por exemplo, se você trabalha com alimentos veganos, uma boa prática é criar um blog com artigos sobre veganismo, receitas, práticas, dicas etc.

Desse modo, ao pesquisar por assuntos relacionados ao veganismo, o usuário poderá ter contato direto com a sua marca. Com isso, metade do caminho já foi concluído e, a partir daí, entram estratégias como o Inbound Marketing, que irá levá-lo direto para a sua loja virtual.

Essa é uma forma de atrair público qualificado para o seu e-commerce sem a necessidade de gastar dinheiro, como nos casos de tráfego pago. No entanto, para que a estratégia funcione, será necessário investir em estratégias de marketing de conteúdo e SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca, no português).

🎓 Curso grátis: Curso de SEO para e-commerce

💡 Saiba mais: Como aumentar o tráfego do site e atrair clientes?

Tráfego de referência

Tráfego de referência consiste em uma série de iniciativas que buscam atrair visitantes por meio de canais externos. Isto é: sites de notícias, fóruns e blogs relacionados ao nicho de mercado etc.

Uma das práticas mais comuns dessa estratégia é o link building. Ele funciona assim: ao localizar uma página com potencial de tráfego e que tenha relação com a marca, você pode solicitar que o administrador insira links do seu blog ou loja virtual em seu site.

Em troca, você pode convidar o administrador do site para escrever um conteúdo em seu blog — o chamado guest post — ou pode inserir links dele em suas páginas.

No entanto, nem sempre é preciso usar links para gerar tráfego de referência. Conseguir menções em sites com grande autoridade online também é muito útil para a sua estratégia.

Para isso, é importante trabalhar com uma boa comunicação e saber gerenciar relações corporativas. Afinal, estratégias deste tipo tendem a funcionar como uma troca de favores, nesse sentido, ter um bom networking será essencial.

Tráfego social

O tráfego social não é muito diferente dos demais, sua única particularidade é que ele tem como foco as redes sociais. Além das estratégias pagas e orgânicas que vimos anteriormente, o compartilhamento de materiais nas redes sociais também pode ajudar na geração de tráfego.

Nesse sentido, além de manter a sua marca ativa nas redes sociais, é preciso trabalhar em conteúdos compartilháveis. Isto é: artigos que gerem curiosidade no leitor, infográficos e materiais visualmente atrativos, listas, dicas etc.

Não existe um padrão quanto ao que funciona ou não em termos de conteúdo. Por isso, é importante ter em mente quem é a sua persona (representação semi fictícia do seu cliente ideal).

Assim, fica mais fácil criar e distribuir conteúdos com chances de compartilhamento. E, quem sabe, ter um post viral nas redes sociais.

💡 Saiba mais: Marketing nas redes sociais: guia completo

Tráfego de e-mail marketing

O tráfego de e-mail marketing anda lado a lado com a estratégia de tráfego orgânico. Isso porque, para que uma pessoa receba suas comunicações, ela precisa ter se inscrito em sua newsletter ou feito o cadastro em seu site, autorizando o envio de e-mails.

Ou seja, neste caso, estamos lidando com um público que já conhece a sua marca e o seu produto. Desse modo, o foco está em converter esses contatos em clientes.

Aqui, os esforços são direcionados para o envio de e-mails com alto potencial de conversão. Normalmente, enviar conteúdos sobre produtos que o cliente já demonstrou interesse, novidades sobre a marca e novos itens tendem a funcionar muito bem.

Mas, assim como qualquer outra estratégia de tráfego, é preciso ter em mente o que e para quem você está enviando mensagens. Isso porque, caso você crie um fluxo de comunicação inadequado, seus contatos podem cancelar o cadastro em sua loja ou até mesmo bloquear o seu e-mail.

💡 Saiba mais: Exemplos de e-mail marketing: confira os 10 melhores

Tráfego direto

Por fim, o tráfego direto é sem dúvidas um sonho para todos os empreendedores digitais. Ele consiste na criação de autoridade online e do reconhecimento de marca a fim de fazer com que o usuário acesse a sua página diretamente pelo navegador.

Ou seja, ao invés de visitar outras páginas, o consumidor digita o seu domínio e acessa o seu site sabendo que você tem a solução que ele precisa. Para criar este tipo de dinâmica com a sua audiência, é necessário trabalhar muito bem o seu valor de marca, considerando não apenas a visibilidade online, como também, a qualidade do produto que você vende e a confiança do consumidor.

Se você sente que é o momento de dar o próximo passo do seu negócio e expandir o alcance da sua marca, a Nuvemshop Next pode te ajudar. Com essa solução, você conta com a tecnologia e a expertise da maior plataforma de e-commerce da América Latina para aumentar suas vendas online. Saiba mais:

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Benefícios da gestão de tráfego

Agora que já conhecemos os tipos de tráfego, que tal saber mais sobre os benefícios dessa estratégia? Confira-os a seguir:

Gera tráfego qualificado

O principal ponto da gestão de tráfego é atrair as pessoas certas para a sua loja virtual. Afinal, do que adianta receber milhares de visitas em um dia e não vender nenhum produto, não é?

Com uma boa gestão de tráfego, você terá leads (potenciais clientes) mais qualificados. Isto é, pessoas que tenham interesse nos tipos de produtos que você vende ou serviços que você oferece.

Aumenta a autoridade da sua marca

Outro fator que pode ser impulsionado pela gestão de tráfego é a autoridade da sua marca. Quanto mais conteúdos, menções e links o seu site tiver, os mecanismos de busca irão qualificá-lo como uma referência no seu nicho de mercado.

Com isso, além de ter maior destaque nas páginas de resultados de mecanismos como o Google e o Bing, o nome da sua marca ganha mais visibilidade. Assim, quando um consumidor pensar em um produto relacionado ao seu negócio, sua empresa será um dos principais nomes que ele irá considerar.

Melhora o seu ROI

O ROI (Return On Investment ou Retorno do Investimento, no portguês) é uma métrica importante para qualquer empresa. Afinal, quando apostamos em alguma iniciativa, esperamos que ela nos traga resultados que compensem o que foi gasto na sua implementação, certo?

Considerando que uma boa gestão de tráfego tende e eliminar cada vez mais os gastos com anúncios, o seu ROI passa a ser mais relevante. Pois, na medida que sua marca ganha mais notoriedade, a conversão passa a ser maior que o investimento feito nas campanhas.

Aumenta suas vendas

Por fim, uma vez que a gestão de tráfego é aplicada com êxito, em decorrência de todos os feitos citados acima, suas vendas aumentarão. Afinal de contas, uma vez que sua marca conquista autoridade e aumenta o tráfego dos seus canais de venda, automaticamente os indicadores do seu negócio irão subir.

Com uma marca bem posicionada e um tráfego relevante e qualificado, suas vendas tendem a aumentar cada vez mais.

Como escolher os canais de tráfego?

No início deste artigo mencionamos que parte da gestão de tráfego tem como foco a definição dos canais ideais, certo? Como o e-commerce atualmente transita por uma grande variedade de canais e plataformas, algumas dúvidas podem surgir.

Afinal, são diversos os meios para criar campanhas e impactar seus clientes online. Entre os principais, podemos citar:

Para ajudá-lo a escolher os canais ideais para a sua estratégia, separamos algumas dicas rápidas. Confira-as na sequência:

1. Estude o perfil dos usuários

Essa é uma dica de lei mas que sempre vale reforçar: conheça o perfil do seu consumidor. Somente assim você conseguirá direcionar as campanhas para o público certo com as ferramentas ideais.

2. Defina um orçamento

Lembre-se de ter um orçamento definido para cada campanha e objetivo da sua estratégia. O controle de gastos é importante para garantir que você possa investir na geração de tráfego sem comprometer as demais frentes do seu negócio.

3. Alinhe objetivos e expectativas

Tenha clareza sobre o que você quer atingir e o que você espera de cada iniciativa criada. Trabalhar com objetivos e expectativas bem alinhados irá ajudá-lo a tomar decisões de forma mais assertiva.

Como fazer gestão de tráfego?

Agora, que tal aprender a implementar uma estratégia de gestão de tráfego em seu negócio? Confira o passo a passo:

1. Conheça o seu público-alvo

Já falamos muito sobre isso, mas sempre tem espaço para falar mais. É imprescindível que você saiba com quem você está lidando antes de tomar qualquer decisão do seu negócio.

No caso da gestão de tráfego não é diferente. Somente com um bom conhecimento sobre o seu público-alvo é que você poderá atrair leads qualificados. Caso contrário, toda a sua estratégia pode ser aplicada em vão.

2. Faça um planejamento

Existem campanhas e iniciativas para os mais diversos fins. Por isso, quanto mais organizada, mais eficiente será a sua estratégia.

Faça um mapeamento de todas as campanhas ativas considerando os canais, objetivos, público e orçamento de cada uma. Isso irá ajudar — e muito — na hora de medir os resultados.

3. Defina e acompanhe métricas

Falando em resultados, toda estratégia é guiada por métricas e, no caso da gestão de tráfego, isso não é diferente. Para garantir que seus esforços e gastos sejam investidos nas campanhas certas, é preciso acompanhar os indicadores-chave, ou KPIs.

Nesse contexto, analisar métricas como cliques, impressões e tempo de navegação na página será crucial para direcionar todo o seu plano de ação. Essas são formas de entender quais campanhas e canais fazem mais sentido com a sua estratégia e otimizá-la para atingir os melhores resultados.

4. Contrate um profissional

Por fim, se você acredita que precisa de apoio na gestão de tráfego do seu negócio, contrate um profissional. Por mais que isso demande um investimento maior, é mais seguro aplicar estratégias ao lado de pessoas devidamente qualificadas, não é mesmo?

Caso precise de indicações, recomendamos que acesse a Nuvemshop Especialistas. Nesta página, você encontra uma série de empresas e profissionais que podem ajudá-lo com as mais diversas questões do seu e-commerce.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Tudo certo sobre gestão de tráfego?

Pode parecer complexo mas, uma vez que você entende o conceito, trabalhar a gestão de tráfego eu seu negócio não é nenhum bicho de sete cabeças. Com um bom planejamento, é possível criar campanhas de sucesso e aumentar cada vez mais os seus resultados.

E, caso precise de apoio nas estratégias de marketing digital do seu negócio, conheça o Nuvemshop Next. O serviço coloca à sua disposição um gerente de e-commerce totalmente dedicado para apoiar o seu crescimento, além de dar acesso a todo um ecossistema de integrações.

Aqui você encontra:

Perguntas frequentes sobre gestão de tráfego

Tráfego no mercado digital diz respeito ao fluxo de visitantes em suas páginas online, como site de vendas, blog, landing pages etc. Essa é uma métrica fundamental para mensurar a efetividade de toda a sua estratégia de marketing e vendas.

Gestão de tráfego é uma estratégia de marketing digital que busca atrair mais clientes para uma loja virtual ou site. Após a segmentação da audiência, o gestor de tráfego usa ferramentas como anúncios pagos para atingir o público-alvo de uma determinada marca.

  • Entender quem é o público-alvo da empresa;
  • Fazer estudos de palavras-chave relacionadas com o modelo do negócio;
  • Definir quais são os melhores canais para a marca;
  • Planejar, implementar e gerenciar campanhas de anúncios;
  • Analisar e acompanhar os resultados das campanhas de mídia;
  • Criar relatórios para mensuração das métricas.

  • Tráfego pago;
  • Tráfego orgânico;
  • Tráfego de referência;
  • Tráfego social;
  • Tráfego de e-mail marketing;
  • Tráfego direto.

  • Gera tráfego qualificado;
  • Aumenta a autoridade da sua marca;
  • Melhora o seu ROI;
  • Aumenta suas vendas.

  • Google Ads;
  • Facebook Ads;
  • Instagram Ads;
  • Email marketing;
  • Influenciadores digitais.

  • Estude o perfil dos usuários;
  • Defina um orçamento;
  • Alinhe objetivos e expectativas.

  • Conheça o seu público-alvo;
  • Faça um planejamento;
  • Defina e acompanhe métricas;
  • Contrate um profissional.

Faça como +100 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Criar loja grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer aumentar o tráfego da sua loja virtual?

Conheça a Nuvemshop Next e conte com a expertise e tecnologia da maior plataforma de e-commerce da América Latina para ganhar dinheiro online.

Osmoze - www.osmozestore.com.br
Morango Brasil - morangobrasil.com.br
Osram - loja.osram.com.br
Fale com um especialista

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies