10 dicas de como criar uma landing page de alta conversão

Por: Luiz Piovesana

Profissional de marketing acessa site para descobrir como criar uma landing page de alta conversão

Entender como criar uma landing page de alta conversão é um passo essencial para decolar sua estratégia de marketing digital. Estamos falando de uma página usada para capturar leads (potenciais clientes que cedem algum tipo de contato) e atrair clientes para o seu negócio.

Mas, antes de nos aprofundarmos nesse assunto, você sabe o que é taxa de conversão? É uma métrica muito importante no Inbound Marketing (marketing de atração), que mostra a relação entre o número de pessoas que realizaram uma ação esperada em uma página (ex: cadastro, clique, download de material etc.) e o número total de visitas que ela teve.

Parece um pouco complicado apenas explicando na teoria, não é mesmo? Então confira um exemplo: imagine que você criou uma página para divulgar um e-book e ela recebeu 10 mil visitas, enquanto 2 mil pessoas baixaram o material. Nesse caso, sua taxa de conversão foi de 20% (2 mil ÷ 10 mil x 100 = 20%).

Quanto maior essa taxa, melhor é o desempenho da sua landing page. E nada melhor do que converter leads em clientes a partir de uma página focada em vendas!

Se você quer saber como criar uma landing page de alta conversão e ainda conhecer algumas dicas de ferramentas para fazer isso, continue neste artigo. Boa leitura! 👀

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

10 dicas de como criar uma landing page

Agora, sem mais delongas, vamos às nossas dicas infalíveis de como criar uma landing de alta conversão, seja para materiais ricos, produtos, ou serviços. Confira as boas práticas!

1. Foque na objetividade

Para realmente entregar valor e levar o visitante a realizar a ação pretendida em uma landing page, você precisa ser bem direto. Não fique enrolando muito sobre o assunto apenas para aumentar o volume de conteúdo.

Isso porque a navegação atualmente é rápida e seu visitante não terá paciência de ficar lendo parágrafos extensos. Se você estiver divulgando um material, foque na essência dele.

Quais perguntas o conteúdo responde? Se for um material mais prático, em quais tarefas ou dificuldades ele auxilia?

Se você estiver divulgando um produto, foque nas suas funcionalidades, principais benefícios, quais problemas ele resolve etc. E tente não entrar muito na parte técnica, visto que muitos podem não entender.

2. Crie títulos simples

O seu título precisa chamar a atenção do seu visitante em um tempo tão rápido quanto uma fração de segundo. Isso porque apenas lendo o título um usuário já decide se está interessado naquele conteúdo ou não.

Por isso, seu título deve ser direto, transmitir bem o conteúdo e ser atrativo. De preferência, use técnicas de copywriting (redação orientada à conversão) para isso.

Além disso, uma boa estratégia de como criar uma landing page nunca deixa de lado as boas práticas de SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca, em português). Para otimizar o conteúdo e melhorar seu posicionamento no Google, é importante usar palavras-chave, manter o título curto e usar a heading tag (marcador de estrutura da página) H1, por exemplo.

Afinal, essa será a chamada que o usuário verá em primeiro lugar. Assim, se você tiver um bom copywriting,, conseguirá aumentar sua taxa de cliques.

3. Use uma boa paleta de cores

Por mais que você pense que isso não é importante, nós somos seres extremamente visuais. Uma landing page que conta com um design que conversa com a marca e que facilita o escaneamento das informações tem muito mais chances de ter altas taxas de conversão.

Por isso, é essencial desenhar um layout bonito e representativo para as suas páginas. Lembrando ainda que um design responsivo garante a adaptação a qualquer tamanho de tela e dispositivo móvel.

Se você expandir suas ações para âmbitos internacionais, esse tópico se torna ainda mais importante. Isso porque enquanto na cultura brasileira o branco, por exemplo, emite paz e tranquilidade, em países como a China e a Índia, essa é a cor do luto — daí a importância de entender o significado das cores e aplicá-las à sua landing page.

Banner com botão clicável direcionando para o gerador de paleta de cores grátis

4. Evite os menus

Os menus podem ser muito bons em determinadas situações, como em posts de blog, por exemplo. No entanto, em uma landing page, o que você realmente quer do seu visitante é a conversão. Por isso, quanto menor a quantidade de distrações na página, melhor.

Então, o caminho é inserir apenas botões que levam à conversão, como “Baixe agora o material”, “Faça seu cadastro”, “Veja a demonstração gratuita” etc.

Em uma landing page, sempre devemos ser bem diretos, em todos os aspectos. Um menu e chamadas como “Saiba mais”, assim como botões que levam para outras páginas são um grande desfavor ao seu real objetivo.

5. Use formulários estratégicos

Não dá para pensar em como criar uma landing page sem planejar a construção do seu formulário de forma estratégica. No entanto, não existe uma regra que determine o tamanho ou quantidade de informações solicitadas. Aqui, o ideal é pedir somente as informações essenciais ao visitante, como nome, e-mail e telefone.

Além disso, é extremamente importante adequar o seu formulário a cada caso, dependendo do estágio do funil de vendas e do valor que o material entrega. Um material com valor agregado mais alto permite que sejam solicitadas mais informações. Agora, se ele for de topo de funil, por exemplo, o ideal seria pedir apenas o nome e o e-mail.

6. Use CTAs assertivos

Primeiro, como já citamos por aqui, os CTAs (Call to Actions ou chamadas à ação) existentes na landing page devem ser referentes apenas à ação pretendida. Além disso, deixe sempre bem claro no texto dos botões o que vai acontecer depois que a pessoa clicar nele.

Não deixe uma chamada genérica como “Baixar” ou “Quero”. Tente elementos mais assertivos e direitos como “Receber infográfico” ou “Fazer download do e-book”. E se você for enviar o material por e-mail, deixe isso bem especificado para não ter reclamações.

7. Adicione vídeos

Vídeo marketing é um formato de conteúdo que faz bastante sucesso entre os usuários atualmente. Assim, ter um vídeo na sua landing page, principalmente se ela for direcionada para produto, pode ajudar bastante a aumentar suas taxas de conversão. De preferência, use uma pessoa que seja autoridade no assunto.

No entanto, tome cuidado: não coloque o vídeo para rodar automaticamente quando a pessoa abrir a página. Isso pode deixá-la confusa, diminuindo suas chances de converter. Em resumo, utilizar vídeos é excelente, mas deixe o consumo deles a critério do visitante.

📹 Veja também: Como gravar vídeos de seus produtos para enviar aos clientes

8. Use gatilhos mentais

Gatilhos mentais são técnicas específicas utilizadas principalmente no copywriting que induzem uma pessoa a tomar uma certa ação. Nesse caso, conduz o seu visitante a converter na página. Vamos ver alguns exemplos!

  • Escassez: normalmente, as pessoas dão mais valor para aquilo que está prestes a acabar. Assim usar “poucas unidades restantes” ou “apenas por mais 24 horas” é um um bom gatilho ao criar uma landing page;
  • Urgência: a urgência normalmente é muito utilizada junto à escassez, mas precisa de um empurrão. Para isso, utilize palavras que tragam esse sendo como “agora”, “imediatamente” etc.;
  • Prova Social: a prova social nada mais é do que trazer o depoimento de outras pessoas que já compraram seu produto ou contrataram seu serviço e tiveram uma boa experiência.
Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Ferramentas para criar uma landing page

Para seguir todas as dicas de como criar uma landing page, você vai precisar de uma boa ferramenta. De um modo geral, você precisa de um sistema que ofereça modelos prontos e opções personalizadas, além de métricas de desempenho da página. Confira algumas opções!

1. Unbounce

A Unbounce é uma plataforma totalmente especializada na criação de landing pages. Por lá, você vai encontrar dois tipos de solução: uma mais básica e outra que foca mais em inteligência artificial. Vamos ver algumas diferenças!

  • Clássico: o construtor mais comum que conta com templates, funcionalidades clássicas do Unbounce, integrações nativas, pop-ups e barras de aviso. Uma solução bastante completa para quem está começando;
  • Inteligência de conversão: conta com todas as funcionalidades do clássico, mas com adição de uma inteligência artificial que te dá dicas tanto na montagem, quanto na copy para deixar a LP ainda mais otimizada.

Os planos da Unbounce custam a partir de US$ 90 mensais.

2. Instapage

A Instapage é uma empresa que fornece diversas soluções em conversão. No que diz respeito às landing pages, são mais de 500 modelos disponíveis para você escolher o que melhor se encaixa na sua necessidade.

Além disso, a plataforma conta com AMPs (Accelerated Mobile Pages), que são páginas aceleradas e otimizadas para o uso em dispositivos móveis. Isso é ótimo para sua estratégia de SEO, uma vez que favorece sua classificação nas primeiras posições dos mecanismos de busca.

Os planos da Instapage custam a partir de US$ 199 mensais.

3. LeadPages

Assim, como Instapage, o Leadpages também é especializado em conversão. Além de contar com diversos templates customizáveis, seus diferenciais são: um guia que te diz como está a probabilidade de conversão na página, coleta de leads e tráfego ilimitado nas landing pages publicadas, velocidade de carregamento rápida das páginas e publicação ilimitada de landing pages.

Os planos custam a partir de US$ 15 mensais.

4. HubSpot

A HubSpot é um software completo de vendas e Inbound Marketing que inclui diversas funcionalidades integradas. Ele conta com um construtor de landing pages bastante robusto, com diversos templates disponíveis, além de também te dar a opção de customizar completamente a página, se você quiser.

Os planos pagos custam a partir de US$ 45 mensais e há uma versão gratuita com funcionalidades básicas.

💡 Saiba mais: Como fazer Inbound Marketing: 5 dicas práticas

5. RD Station

Assim como a Hubspot, a RD Station é um software completo de marketing e vendas. Ele conta com o mesmo benefício de ser totalmente integrado aos seus processos internos de marketing. Para a criação de landing pages, conta com diversos templates e outros recursos como pop-ups, botão de WhatsApp, relatórios de desempenho e muito mais.

Os planos custam a partir de R$ 19 mensais — o único em reais da lista.

Resumo

Como você viu, o processo de como criar uma landing page de alta conversão não é muito intuitivo. Ele exige um conhecimento maior de técnicas de conversão, layout e copywriting. No entanto, ao seguir as dicas que colocamos aqui, você consegue construir uma landing page com resultados excelentes.

Que tal revisarmos os principais pontos desse conteúdo para colocar em prática agora mesmo?

10 dicas de como criar uma landing page

  1. Foque na objetividade
  2. Crie títulos simples
  3. Use uma boa paleta de cores
  4. Evite os menus
  5. Use formulários estratégicos
  6. Use CTAs assertivos
  7. Adicione vídeos
  8. Use gatilhos mentais

Ferramentas para criar uma landing page

  1. Unbounce
  2. Instapage
  3. LeadPages
  4. HubSpot
  5. RD Station

Quer focar nas suas estratégias de marketing e ter uma loja virtual de sucesso? Teste a Nuvemshop por 30 dias grátis e descubra como a nossa plataforma pode ajudar o seu negócio a decolar. É fácil, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies