Como funciona um e-commerce de moda e quais são as tendências?

Por: Tamires Barlette

lojistas da Nuvemshop montam e commerce de moda

Vender roupas, acessórios e calçados pela internet se tornou um dos negócios mais lucrativos do momento. Para aproveitar essa oportunidade, você precisa entender como funciona um e-commerce de moda e quais são as tendências para esse segmento.

Se antes os consumidores tinham receio de comprar roupas sem experimentá-las, hoje já é possível contornar essa objeção. Graças à tecnologia, ficou mais fácil avaliar o caimento de uma peça e escolher o melhor tamanho sem precisar ir até a loja física.

Então, esse é o momento de aproveitar o crescimento do e-commerce de moda para lucrar com as vendas online.

Continue com a gente e entenda como funciona esse tipo de negócio, quais as tendências do segmento e como ter sucesso no ramo. Vamos lá? 👀

💡 Saiba mais: 12 dicas para vender roupas online

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é e-commerce de moda?

E-commerce de moda é uma loja virtual que comercializa roupas, calçados e acessórios na internet. Por meio desse site de vendas, os consumidores podem adquirir itens de vestuário sem sair de casa.

Logo que surgiram as primeiras lojas de moda online no Brasil, no final da década de 1990, os consumidores tiveram certa resistência em adquirir os produtos. Afinal, quem iria comprar roupas e calçados sem experimentá-los?

A falta de padronização dos tamanhos de vestuário no país também era um obstáculo para a venda de itens de moda. No entanto, com o tempo, as lojas começaram a adotar práticas para superar esses desafios, como exibir guias de medidas com números precisos, utilizar vídeos das peças e oferecer provadores virtuais.

Dessa forma, os brasileiros se habituaram a comprar roupas pela internet e perceberam que é muito mais cômodo receber as peças em casa. Como resultado, o segmento de moda se tornou o campeão de vendas no comércio eletrônico.

💡 Saiba mais: Como montar uma loja virtual de roupas em 2022?

📹 Veja também: Como montar uma loja de roupas virtual?

Como funciona um e-commerce de moda?

O e-commerce de moda funciona de forma muito simples:

  • O consumidor acessa o site da loja e navega pelo catálogo online com diversas opções de roupas e acessórios;
  • Então, ele escolhe os modelos, tamanhos e cores desejados e coloca os produtos no carrinho de compras;
  • Com todos os itens escolhidos, o cliente escolhe a opção de checkout (finalização da compra);
  • Então, ele escolhe o meio de pagamento desejado (boleto bancário, cartão de crédito, Pix etc.) e finaliza a compra;
  • A loja confirma o pedido e o pagamento por e-mail e inicia a separação dos produtos adquiridos, informando ao cliente o prazo de entrega estimado;
  • A loja envia os produtos para o endereço informado pelo cliente via transportadora ou Correios;
  • O cliente recebe um código de rastreamento de Correios para acompanhar o envio e o pacote chega no conforto de seu lar.

Lembrando que, em alguns casos, a loja virtual pode oferecer outras opções como a retirada dos produtos em uma loja física ou em um locker inteligente.

Se esse universo é novidade para você, baixe nosso ebook gratuito que ensina a vender pela internet:

💡 Saiba mais: O que é e-commerce e como funciona?

Vale a pena ter um e-commerce de moda?

Sim, vale muito a pena ter um e-commerce de moda porque é o segmento com maior volume de vendas no país. Segundo um levantamento realizado pelo Melhor Envio, as vendas de roupas e acessórios representam 18% do total de pedidos realizados em lojas virtuais.

Já na plataforma de e-commerce Nuvemshop, o segmento de moda é líder de vendas com uma participação de 41% em 2021 — para você ter uma ideia, o segundo lugar, saúde e beleza, tem 13%. O ticket médio da categoria é de R$ 236, segundo dados do NuvemCommerce 2022.

imagem nuvemcommerce dados sobre e-commerce

Logo, ter um e-commerce de moda é uma grande oportunidade de lucrar com vendas online. Além disso, o setor é bastante diversificado e apresenta diversos nichos de mercado que podem ser explorados pelos empreendedores.

Qual o maior e-commerce de moda do Brasil?

O título de maior e-commerce de moda do Brasil pertence atualmente ao Grupo GFG Latam, que controla empresas como Dafiti, Kanui e Tricae. Com crescimento de 52%, a varejista de moda online atingiu R$ 1 bilhão em vendas em um único trimestre e tem cerca de 7,3 milhões de clientes ativos.

Exemplos de e-commerce de moda

Agora que você sabe o que é um e-commerce de moda e como ele funciona, confira alguns exemplos de lojas online desse segmento.

Brutal Kill — moda alternativa

O e-commerce de moda streetwear Brutal Kill vende peças inspiradas em merchandising de bandas e marcas do universo do skate desde 2010. Hoje, a loja já tem mais de 200 mil seguidores no Instagram e vem conquistando cada vez mais clientes.

Para continuar crescendo, a Brutal Kill utiliza a plataforma de e-commerce Nuvemshop, que oferece a estabilidade e os recursos necessários para proporcionar uma excelente experiência do cliente.

página inicial do e-commerce de moda Brutal Kill

Nerd Universe — moda geek

A Nerd Universe é uma loja virtual especializada em moda geek ativa desde 2013. O negócio surgiu como uma oportunidade de complementar a renda familiar, mas cresceu ano após ano, até chegar ao patamar atual com 30 colaboradores e vendas para o Brasil inteiro.

Desde que fez a migração de plataforma para a Nuvemshop, a Nerd Universe conseguiu aumentar seu ticket médio em 30%. Além disso, apenas em 2020, aumentou em 8 vezes seu retorno sobre mídia paga.

página inicial do e-commerce de moda Nerd Universe

Cali Store — moda feminina

Mais uma loja de moda de sucesso que utiliza a plataforma Nuvemshop, a Cali Store comercializa roupas, acessórios e calçados femininos, além de moda praia. O negócio começou em 2014 com um propósito de trazer tendências internacionais para o Brasil.

página inicial da loja de roupas Cali Store

5 tendências para e-commerce de moda

O e-commerce de moda está sempre se reinventando e criando novas tendências.Veja o que vem por aí:

1. Provador virtual

Provador virtual (também conhecido como provador online ou digital) é uma ferramenta de inteligência artificial que encontra o tamanho ideal de roupas e sapatos para o consumidor. Por meio dele, o empreendedor tem a chance de oferecer uma experiência de compra pela internet bastante próxima da física.

A ferramenta considera variáveis como gênero, altura, peso, idade e formato corporal ajustado por meio de imagens para definir o tamanho certo para cada pessoa. Dessa forma, o e-commerce que utiliza essa tecnologia consegue:

  • Oferecer uma experiência personalizada para o consumidor;
  • Reduzir o índice de trocas da loja virtual;
  • Aumentar as conversões, uma vez que os clientes confiam mais em suas escolhas no site.

2. Estratégia figital

O futuro do e-commerce de moda é figital, ou seja, a experiência de compra unirá as lojas físicas às lojas virtuais de forma totalmente integrada. O termo vem do inglês phygital, que é uma combinação entre as palavras físico (physical) e digital.

Na prática, isso significa que o consumidor poderá transitar entre a loja física e o e-commerce de moda de forma dinâmica. No site, será possível comprar online e retirar o produto no estabelecimento ou no ponto de retirada mais próximo, por exemplo.

Já a loja física terá opções como pagamento digital em totens com QR Codes e visualização de produtos em um catálogo online. Tudo para que o virtual e o físico se integrem perfeitamente em uma verdadeira experiência omnichannel.

👉 Ferramenta grátis: Gerador de QR Code

Um exemplo claro dessa tendência é o surgimento dos guide shops, que são lojas físicas conceito onde os consumidores podem experimentar peças de uma loja online. Esses espaços são dedicados à aproximação com o consumidor e oferecem, inclusive, cenários feitos especialmente para a divulgação de fotos em redes sociais.

💡 Saiba mais: Figital: o que é e como integrar canais on e offline?

3. Realidade aumentada

Com a tecnologia de realidade aumentada (RA), o e-commerce de moda poderá dar seu próximo passo rumo a uma experiência figital. Basicamente, é uma tecnologia que permite integrar elementos virtuais com o mundo físico.

Por meio de uma câmera digital, é possível sobrepor objetos digitais sobre uma imagem real, como se ambos estivessem no mesmo ambiente. Assim, os consumidores conseguirão visualizar a si mesmos com as roupas da loja virtual, utilizando avatares.

Veja como funciona um provador com realidade aumentada neste exemplo da loja americana Topshop:

provador com realidade aumentada

💡 Saiba mais: O que esperar do futuro do varejo? Confira 10 tendências

4. Coleta em casa para troca

Outra tendência do e-commerce de moda que aponta para o figital é a coleta em casa nos processos de troca e devolução. O serviço consiste em retirar o produto que o cliente quer trocar ou devolver diretamente em seu endereço.

Assim, a operação se torna muito mais conveniente, uma vez que o consumidor não precisa ir até os Correios para fazer a devolução do item, por exemplo. Com isso, as vendas de roupas online devem aumentar ainda mais.

👉 Ferramenta grátis: Gerador de política de troca

5. Busca por imagem

Por fim, a busca por imagem deve se tornar uma ferramenta comum no comércio eletrônico de moda nos próximos anos. Isso porque muitos consumidores salvam imagens de seus looks preferidos no celular e querem encontrar peças parecidas nas lojas.

Logo, nada melhor do que oferecer uma busca inteligente que localize itens semelhantes às imagens carregadas pelo usuário.

Dicas para ter sucesso com um e-commerce de moda

Para terminar, vamos conferir algumas dicas importantes para você decolar seu e-commerce de moda e faturar alto vendendo roupas na internet. Acompanhe:

Invista em uma boa plataforma de e-commerce

O sucesso de qualquer loja virtual começa com uma boa plataforma de e-commerce — e com o segmento de moda não é diferente. Veja alguns critérios importantes para escolher o sistema:

  • Custo-benefício dos planos oferecidos;
  • Opções de layouts profissionais para customizar a loja virtual;
  • Disponibilidade de integrações com outros aplicativos e softwares utilizados pela empresa;
  • Suporte profissional com atendimento 24/7;
  • Recursos de segurança como certificado SSL e sistema antifraude;
  • Estabilidade para evitar quedas contínuas do site;
  • Funcionalidades de controle de vendas, pagamentos online, configuração de meios de envio, gestão financeira, recuperação de inadimplência, entre outras.

Vale ressaltar que a Nuvemshop oferece tudo isso e muito mais para quem está começando no universo do e-commerce de moda e também para as lojas virtuais já consolidadas.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Escolha um nicho promissor

Uma das vantagens do e-commerce de moda é que existem diversos nichos de mercado com inúmeras oportunidades para os empreendedores. Veja alguns exemplos:

  • Moda plus size;
  • Moda evangélica;
  • Moda infantil;
  • Pijamas e loungewear;
  • Roupas para gestantes;
  • Moda fitness;
  • Moda alternativa (punk, gótica, e-girl etc.);
  • Roupas de festa;
  • Uniformes de trabalho (aventais, macacões etc.).

Baixe nosso ebook com os segmentos campeões de vendas na internet e aproveite as dicas de nichos dentro do mercado de moda:

📘 Confira o e-book: O que mais vende na internet? [Lista de segmentos]

Facilite a experiência de compra

O cliente que compra roupas online quer uma experiência cada vez mais parecida com aquela da loja física. Logo, você precisa investir em recursos e táticas que facilitem a jornada desse consumidor, por exemplo:

  • Site com boa usabilidade e navegabilidade;
  • Páginas com design responsivo para melhor adaptação a dispositivos móveis;
  • Guia de medidas, provador virtual, divulgação de medidas dos modelos e outros recursos que facilitam a escolha do tamanho e reduzem as trocas e devoluções;
  • Uso de modelos com corpos diversos para ajudar na identificação do consumidor;
  • Catálogo dividido em categorias para simplificar a busca das peças;
  • Divulgação clara da política de troca e devolução do site.

🎨 Confira os banners gratuitos: Banner para loja de roupas

Capriche nas imagens

As fotos das roupas e acessórios são o principal chamariz para atrair clientes para o seu e-commerce de moda. Logo, você deve se preocupar em produzir imagens de alta qualidade que mostrem todos os detalhes das peças e causem um impacto positivo nos consumidores.

💡 Saiba mais: Fotos de roupas: como produzir boas imagens para sua loja de moda?

Faça remarketing

Sabe quando você clica em alguns produtos em um site ou abandona um carrinho e logo depois visualiza anúncios desses mesmos itens? Essa estratégia se chama remarketing e consiste em apresentar novamente os itens pelos quais o consumidor demonstrou interesse em seu site.

Nas lojas virtuais de roupas, esse é um recurso valioso, pois há um alto índice de carrinhos abandonados. Para superar esse problema, você pode usar o remarketing para mostrar novamente os produtos ao cliente ou mesmo oferecer um desconto para que ele volte e feche a compra.

💡 Saiba mais: 13 estratégias de marketing para loja de roupas [2022]

Ficou claro como funciona um e-commerce de moda?

Esperamos que você saia desse artigo com vontade de montar seu próprio e-commerce de moda e lucrar com as vendas online. Afinal, esse é um segmento promissor do comércio eletrônico que deve crescer ainda mais nos próximos anos e levar muitos empreendedores ao sucesso.

Então, que tal garantir a melhor plataforma de e-commerce para a sua loja virtual de roupas? Aproveite e crie sua loja virtual na Nuvemshop com direito a 30 dias gratuitos. É fácil, rápido e você nem precisa ter conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Perguntas frequentes sobre e-commerce de moda

E-commerce de moda é uma loja virtual que comercializa roupas, calçados e acessórios na internet. Por meio desse site de vendas, os consumidores podem adquirir itens de vestuário sem sair de casa.

  1. Provador virtual;
  2. Estratégia figital;
  3. Realidade aumentada;
  4. Coleta em casa para troca;
  5. Busca por imagem.

  • Invista em uma boa plataforma de e-commerce;
  • Escolha um nicho promissor;
  • Facilite a experiência de compra;
  • Capriche nas imagens;
  • Faça remarketing.

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer criar seu e-commerce de moda?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies