12 estratégias de marketing para o seu e-commerce de moda

estrategias marketing moda

Nós já vimos por aqui anteriormente que o segmento de moda é o que mais vende no e-commerce brasileiro e demos algumas dicas básicas para sua loja online conseguir se diferenciar da concorrência. Para crescer de verdade, contudo, invariavelmente você precisará investir parte dos seus ganhos em marketing, seja ele online ou offline.

A seguir, daremos alguns conselhos de marketing que devem ajudar o seu empreendimento a conquistar novos clientes e a crescer de forma sustentável. Vamos lá?

1. Faça testes e observe resultados

Antes de sair fazendo anúncios no Facebook, no Google ou em qualquer outra ferramenta de anúncios pagos, vá com calma. O ideal inicialmente é que você invista sim nessas plataformas, mas pegue leve no começo e faça investimentos moderados para testar a receptividade do público diante do seu produto/serviço.

Se você fez uma campanha no Facebook Ads, por exemplo, e observou bons resultados, aí sim é interessante continuar investindo mais dinheiro. Todavia, para saber o real impacto dessas campanhas, você precisará checar os seus resultados. E como fazer isso? As próprias ferramentas de anúncio disponibilizam relatórios analíticos, mas o recomendado é que você configure o Google Analytics à sua loja.

Outra dica agora é utilizar URLs parametrizadas para medir o retorno dos seus esforços de marketing online. Através dessa funcionalidade, você será capaz de entender quais canais trazem melhores resultados para o seu negócio e assim poderá direcionar seus investimentos para os lugares certos.

2. Invista em mídia

O investimento em mídia é peça-chave dentro do e-commerce, pois é por meio dele que as pessoas têm a chance de descobrir que o seu negócio existe. Há diversos tipos de mídia que você pode testar, sendo esses os principais/recomendados:

Rede de Pesquisa do Google

Investir na Rede de Pesquisa é se apresentar para potenciais consumidores quando eles buscarem por determinadas palavras-chave dedicadas ao seu negócio. Por exemplo: se você vende sapatos e selecionar termos como “sapatos de couro” e “sapatos para mulheres”, sempre que procurarem essas keywords, os usuários poderão encontrar a sua loja. Uma das maneiras de aparecer no topo das pesquisas é investir em campanhas de links patrocinados.

Banners na Rede de Display

A Rede de Display do Google é uma rede de sites que disponibiliza espaços publicitários para anunciantes. Esses sites passam por uma análise de critérios para fazer parte da rede e, uma vez aprovados, têm suas páginas disponíveis para receber anúncios de clientes de todo o mundo.

Com os anúncios da Rede de Display você conseguirá inserir banners nesses sites parceiros. Por exemplo: se você possui uma loja de esportes, poderá colocar um banner em blogs e sites dedicados a futebol, basquete, vôlei ou qualquer outra modalidade. Essa é uma maneira eficaz de atrair clientes que estejam inseridos dentro do seu target real.

Remarketing/Retargeting

O remarketing, ou retargeting, é uma estratégia bem legal para você que tem uma loja online, pois ela te ajudará a “recapturar” usuários que já estiveram na sua página e por algum motivo saíram sem efetuar uma compra. Sabe quando você visita um produto dentro de um site e esse item começa a te perseguir por todos as páginas que você acessa? Pois é, isso é o remarketing!

Você pode fazer remarketing através do próprio Google Ads ou contratar uma ferramenta especializada, como AdRoll, Perfect Audience, entre outras.

Facebook Ads

O Facebook tem diversas modalidades de anúncio e também é uma boa alternativa para lojas virtuais. Lá você poderá tanto investir para o crescimento de uma fanpage, quanto investir no anúncio de algum produto específico. Vai depender do que é mais adequado para o seu negócio no momento.

3. Esteja nas redes sociais

Muitas lojas cometem um erro clássico na hora de explorar o mundo das redes sociais: querer estar em todas ao mesmo tempo. Esteja apenas nas mídias que fazem sentido para você e desenvolva um trabalho excelente por lá – afinal, melhor atuar bem em poucas do que mal em muitas, certo?

Para você que tem um empreendimento de moda, comece pelo clássico: o Facebook. É a maior rede social do planeta e certamente o seu público estará por lá. Considere outras alternativas, como Pinterest e, sobretudo, o Instagram. No mais, faça pequenos testes pontuais e observe os resultados.

Por fim, é essencial trabalhar com o poder das imagens nas mídias sociais. Canais como Instagram e Pinterest têm forte apelo visual e você deve usar isso a seu favor. Publique fotos dos seus produtos (fotos de boa qualidade) e mostre-os sendo usados no cotidiano. A página da Zara no Facebook, por exemplo, traz pessoas comuns utilizando os itens da marca no dia a dia. Boa parte das lojas online de moda e acessórios já fazem isso – e você também deveria fazer!

4. Domine as técnicas de e-mail marketing

O primeiro passo quando o assunto é e-mail marketing é construir uma sólida base de dados; depois disso você precisará pensar em escrever bons títulos, ser objetivo, publicar nos horários certos e, claro, evitar spam. Você verá todos esses itens bem detalhados no nosso curso gratuito sobre e-mail marketing, vale a pena!

5. Produza conteúdo

Nós sempre batemos nessa tecla do conteúdo de qualidade. De fato, produzir conteúdo através de um blog ou de um canal no Youtube vai te ajudar a ganhar espaço nos buscadores (SEO, lembra?) e poderá fazer com que clientes hesitantes decidam por uma compra. Descubra algumas estratégias a serem adotadas:

Escreva como convidado em um blog

Se você é especialista em qualquer assunto específico, entre em contato com um blog desse segmento e se ofereça para escrever um artigo sobre o tema. Inclua links para o seu site dentro do artigo, pois essa estratégia em páginas de terceiros te ajudará no SEO do seu e-commerce.

Neste caso, será uma troca positiva tanto para a sua loja online, que ganhará mais visibilidade, quanto para o blog que te recebeu, devido ao conteúdo desenvolvido por você.

Doe produtos para que eles sejam avaliados por sites e blogs

Você pode enviar produtos para que sites e blogs especializados o avaliem e/ou deem uma nota. Essa estratégia também te ajudará na parte de SEO, pois ao fazer a resenha do produto o site colocará um link para a sua loja online.

Compartilhe vídeos

Consumidores que assistem vídeos sobre produtos têm 85% mais chances de adquiri-los. Essa estatística foi tirada de uma pesquisa da Internet Retailer e mostra que em algum momento do seu negócio você TEM que considerar produzir esse tipo de conteúdo.

6. Aposte nos comparadores de preço

A grande vantagem dos comparadores de preço é que eles reúnem usuários que querem efetivamente fechar negócio. Quem entra num comparador está muito mais propenso a fazer uma compra do que uma pessoa que clicou num anúncio do Google após digitar determinada palavra-chave, por exemplo.

Boa parte dos comparadores de preço exige que você já tenha uma loja online e cobram por clique no anúncio (CPC), ou seja, você só terá que pagar quando alguém clicar na sua oferta dentro do site (estrutura semelhante à utilizada pelo Google e pelo Facebook).

7. Teste sites de cupons e compras coletivas

Nos sites de cupons e compras coletivas você terá a vantagem de expor sua marca de forma ampla, além da capacidade promissora de atrair novos clientes e de movimentar seu estoque de produtos. Gigantes como Groupon e Peixe Urbano, no entanto, podem ser problemáticos, já que ao utilizá-los você terá que oferecer grandes descontos e ainda terá que pagar uma porcentagem para o site, o que fará com que seu lucro seja quase zero.

Vale a pena, todavia, fazer um teste sem compromisso nessas plataformas. A vantagem de atrair muitos novos clientes (e que podem se tornar consumidores recorrentes) é tentadora, sobretudo para novos negócios, mas fique atento para evitar prejuízos.

8. Ofereça cupons de desconto

Além de naturalmente influenciável, o ser humano é estimulado por ofertas. Eu já comprei produtos só porque eles estavam com um bom desconto – e tenho certeza de que você também. Trabalhar em cima dessa pseudonecessidade que todos nós temos é uma estratégia que pode render bons frutos.

Benefícios dos cupons de desconto

Confira algumas vantagens dessa prática de marketing:

  • Aumento do número de novos consumidores;
  • Crescimento das vendas de determinado produto;
  • Incentivo para antigos clientes voltarem a comprar;
  • Recompensa para clientes atuais.

Formas de oferecer cupons de desconto

Você pode oferecer seus cupons de desconto através de diversos canais. Cito a seguir alguns exemplos:

  • Redes sociais;
  • E-mail marketing;
  • No embrulho de um produto (para incentivar clientes atuais a comprarem novamente);
  • Sites de compras coletivas.

É importante que os cupons contenham um código que possa ser digitado no seu site no momento da compra, assim, os descontos serão efetuados com sucesso e sem dores de cabeça.

O que oferecer nos cupons de desconto?

  • Um valor fixo na compra de determinado produto (ex: R$50 de desconto na compra de sapatos de couro);
  • Uma porcentagem sobre o valor de determinado produto (ex: 25% de desconto na compra de sapatos de couro);
  • Frete grátis.

É igualmente essencial estipular uma data limite para o seu cupom ser utilizado. Seja claro também quanto às normas e termos da oferta, pois isso evitará que os clientes fiquem frustrados.

9. Amplie esforços em datas comemorativas

Datas específicas, como Natal e Dia dos Namorados, vendem muito mais do que dias comuns. Portanto, vale a pena redobrar os esforços nesses períodos para conseguir alavancar os ganhos da sua loja. O primeiro passo, neste caso, é fazer um planejamento: monte um calendário das principais datas comemorativas e comece a se preparar para elas.

Você também deve considerar estratégias como e-mail marketing personalizado, ofertas com apelo de urgência e blogposts temáticos.

10. Aposte na qualidade das embalagens

Invista em embalagens resistentes, que protejam os produtos e façam com que eles cheguem inteiros à casa do consumidor. Além disso, utilize-as como um canal de marketing a seu favor. Ao invés de mandar caixas ou envelopes simples para os seus clientes, que tal imprimir o logo da sua marca neles? Pequenos detalhes como esse devem gerar um custo extra, mas com certeza podem conquistar alguns compradores.

11. Ofereça brindes para seus clientes

Essa é uma estratégia de marketing clássica e que segue a mesma linha da dica anterior. Você pode fazer canetas, chaveiros ou qualquer brinde simbólico com o logo da sua marca e enviar junto das compras para os seus clientes. Isso obviamente lhe trará uma despesa extra a princípio, mas poderá motivar muitos consumidores a comprarem novamente. Outra tática a ser considerada é escrever cartas, de preferência de próprio punho, e enviar agradecendo por comprar na sua loja.

12. Integre os canais online e offline

Se além do e-commerce, você possui uma loja física, o endereço do seu estabelecimento deve estar presente no site. Para mais, divulgue-o nas redes sociais. Você pode inseri-lo nos canais virtuais e também fazer posts esporádicos incentivando os usuários a conhecerem o seu espaço offline.

Faça seu endereço físico aparecer na busca do Google

Para isso você terá que acessar o Google Meu Negócio e cadastrar o endereço da sua loja. Ao completar os passos indicados pela ferramenta, o Google enviará um código para que você confirme o processo.

Depois da ratificação, a localização começará a aparecer nas buscas sempre que alguém procurar por sua marca. Além disso, o nome da sua loja aparecerá dentro do serviço de mapas do Google, o que obviamente te trará mais visibilidade.

Faça o caminho inverso

É igualmente importante fazer com que seus clientes físicos saibam que você também tem uma loja na internet. Inclua o endereço do e-commerce e das redes sociais nas sacolas e embalagens da loja e ofereça cupons de desconto para uma primeira compra online – isso poderá influenciá-los a pelo menos testarem o ambiente virtual.

Tudo certo?

Hoje vimos 12 estratégias de marketing online e offline para a sua loja de moda e acessórios crescer e se diferenciar da concorrência.

Quer colocar tudo isso em prática? Experimente a Nuvem Shop por 15 dias grátis e usufrua de uma plataforma intuitiva, segura e completa.

[Atualizado em 20/02/2018.]


O que você achou desse conteúdo?


Bruno Fernandes

Bruno é jornalista e responsável pela estratégia de conteúdo do blog e da Universidade do E-commerce da Nuvem Shop. É viciado em esportes, sobretudo basquete, e assiste 500 séries de TV ao mesmo tempo.


12-estratgias-de-marketing-para-o-seu-e-commerce-de-moda