Quais as diferenças entre Inbound e Outbound Marketing?

Por: Victoria Salemi
Quais as diferenças entre Inbound e Outbound Marketing?

Aqui você encontra:

Hoje em dia, falar apenas em estratégias de marketing não esclarece muita coisa. Existem diversas metodologias para promover produtos e serviços. Por isso, hoje vamos nos aprofundar em Inbound e Outbound Marketing.

Ao longo deste artigo, vamos entender o que é inbound e outbound, além de qual dos dois é o mais indicado para cada perfil de empresa. Está pronto para começar?

O que é Inbound Marketing?

Inbound Marketing, ou Marketing de Atração, é a estratégia voltada à conexão com o público, especialmente por meio de conteúdos. A ideia por trás desse conceito é fazer com que as pessoas cheguem até a solução que sua empresa oferece sem que você precise ficar promovendo seus produtos diretamente.

Por exemplo, quando você faz uma postagem interessante nas redes sociais, ela pode ser vista por alguém que gosta do assunto, mas não necessariamente estava buscando o tipo de produto que você oferece.

O Inbound Marketing pode ser trabalhado através do Marketing de Conteúdo com:

  • E-mail marketing;
  • Blog;
  • Materiais ricos, como e-books e infográficos;
  • Redes sociais;
  • Participação em eventos relacionados ao seu nicho de mercado.

Além de trabalhar com esses conteúdos, é necessário otimizar seu site para os mecanismos de buscas por meio de técnicas de SEO. Desse modo, pessoas interessadas no seu produto poderão te encontrar online ao pesquisar no Google. Para saber mais sobre SEO, confira:


Saiba mais...

Conceito por trás do Inbound Marketing

Pode parecer que os conteúdos do Inbound Marketing são criados ao acaso. Entretanto, há toda uma estratégia pensada em atrair cada tipo de pessoa com determinado material.

O Inbound Marketing se baseia no funil de vendas. Isso significa que existe um tipo de conteúdo para cada fase do processo de compra em que a pessoa se encontra:

  • Topo de funil: a pessoa não sabe ainda que tem um problema e precisa do seu produto ou serviço;
  • Meio de funil: o potencial cliente sabe que tem uma questão a resolver, mas ainda não conhece a solução;
  • Fundo de funil: o internauta sabe que tem um problema e como resolvê-lo, só precisa decidir qual opção do mercado vai escolher para isso.

A partir daí, toda a estratégia é pensada.

Por exemplo, se você tem um e-commerce de moda, pode produzir conteúdos sobre tendências para a próxima estação em seu blog pensando no topo de funil. Para o meio de funil, você pode fazer uma postagem nas redes sociais falando sobre os benefícios dos tecidos que você utiliza em sua confecção. Por fim, como fundo de funil, uma possibilidade é enviar um e-mail divulgando sua nova coleção.

Resultados do Inbound Marketing

O trabalho de Inbound Marketing, em geral, começa a dar resultados em um período de médio a longo prazo. Em contrapartida, o retorno sobre o investimento (ROI) dessas ações costuma ser alto, uma vez que não é necessário pagar para que seus conteúdos sejam veiculados — como veremos que é o caso nas ações de Outbound Marketing.

Caso queira saber tudo sobre o Inbound Marketing, confira nosso guia a respeito do assunto:


Saiba mais...

O que é Outbound Marketing?

O Outbound Marketing, ou Marketing de Interrupção, diz respeito às ações de promoção de produtos e serviços por meio das quais a empresa vai ativamente atrás dos potenciais consumidores oferecendo suas soluções.

Essas iniciativas são compostas, principalmente, por:

  • Anúncios em mídia offline, como TV, rádio e outdoors;
  • Flyers entregues às pessoas na rua;
  • Telemarketing;
  • Anúncios online, por meio do Google Ads e do Instagram Ads, por exemplo;
  • Prospecção de potenciais clientes e contato com eles apresentando a empresa.

Os resultados do Outbound Marketing tendem a aparecer mais rapidamente que os de Inbound. Todavia, como a maioria das ações exigem um pagamento para que possam ser veiculadas, o custo de aquisição de clientes (CAC) fica mais caro.

Além disso, no caso de estratégias offline, os custos costumam ser bastante altos e a possibilidade de acompanhar KPIs (Key Performance Indicators, ou indicadores-chave de performance) é pequena, pois é mais difícil saber exatamente quem viu seus anúncios. Quando ações online são desenvolvidas, por outro lado, é possível medir os resultados por ferramentas como o Google Analytics, por exemplo.

Isso não significa, entretanto, que a estratégia de Outbound Marketing não traga resultados. Muito pelo contrário, ela é capaz de trazer muita visibilidade para a empresa quando bem planejada.

Mas como saber qual tipo de estratégia adotar em sua empresa: Inbound ou Outbound? A seguir, vamos entender.

Qual escolher entre Inbound e Outbound Marketing?

Infelizmente, não há uma resposta certa sobre qual é o melhor entre Inbound e Outbound Marketing. No entanto, existem alguns aspectos que você deve levar em consideração na hora de determinar que tipos de ação você vai incluir em seu plano de marketing. Vamos conhecê-los:

1. Capacidade de investimento

Em primeiro lugar, como quase sempre, é preciso olhar para o dinheiro disponível para investimento. Como vimos, ações de Outbound costumam custar mais caro. Portanto, avalie se esse é o momento para empregar seu capital nesse tipo de iniciativa sem comprometer a saúde financeira do seu negócio.

2. Tempo para o retorno pretendido

Avalie também em quanto tempo você espera ter retorno sobre suas iniciativas. Se quer que elas logo lhe rendam frutos, o Inbound Marketing não é o mais indicado para você.

Por outro lado, assim como entre indivíduos, relações sólidas entre empresa e público levam tempo para serem construídas, e o Inbound Marketing é uma ótima forma de fazer isso.

3. Necessidade de acompanhamento de resultados

Como vimos, existem ações de Outbound Marketing online que permitem o acompanhamento de métricas. Todavia, para os tipos de divulgação offline, esses dados não são tão precisos.

Então, é essencial analisar que importância esses indicadores têm para sua estratégia. Se o que virá a seguir depender desse tipo de informação, opte por ações online.

Extra: busque mesclar as duas estratégias

Você já deve ter ouvido dizer que tudo na vida é equilíbrio, não é mesmo? Aqui, a lógica é a mesma. Ao mesclar estratégias de Inbound e Outbound Marketing, você será capaz de aproveitar os pontos positivos das duas.

Com o Outbound, você terá retornos mais rápidos para seu negócio. Com o Inbound, será capaz de criar relacionamentos duradouros com o público e se tornar uma referência em seu nicho — claro, se fizer um trabalho bem feito.

Portanto, evite direcionar toda a sua verba para um ou para outro: aproveite o melhor dos dois mundos! 🌎

Entendido?

Agora que você já sabe o que é Inbound e Outbound Marketing, fica mais fácil entender quais os benefícios de cada um para sua empresa, certo? A partir daí, você pode avaliar o quanto se dedicará a cada uma delas, tanto no que diz respeito aos recursos quanto ao seu tempo.

E, se você ainda não vende pela internet, que tal aproveitar o tráfego gerado por essas estratégias de marketing e criar sua loja virtual com a Nuvemshop? São 30 dias grátis para montar seu e-commerce de maneira fácil, rápida e sem a necessidade de conhecimentos técnicos!

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies