Quais as diferenças entre Inbound e Outbound Marketing?

Por: Luiz Piovesana

Garota lendo conteúdos na internet, representando Inbound e Outbound Marketing

Inbound e Outbound são abordagens diferentes para trabalhar a estratégia de marketing. No Inbound Marketing, ou marketing de atração, a ideia é atrair possíveis clientes por meio de conteúdos relevantes. O Outbound Marketing, ou marketing de interrupção, propõe o uso de propagandas, ou seja, a empresa vai ativamente atrás dos consumidores.


Hoje em dia, falar apenas em estratégias de marketing não esclarece muita coisa. Existem diversas metodologias para promover produtos e serviços. Por isso, ao longo deste conteúdo, vamos nos aprofundar em Inbound e Outbound Marketing.

De maneira geral, o Outbound é o marketing tradicional a que estamos acostumados. Ele se dá nas mídias offline (TV, rádio e outdoors) e funciona de forma direta, soando, algumas vezes, mais intrusivo ao consumidor.

Já o Inbound Marketing propõe uma metodologia que atrai o consumidor por meio de conteúdo relevante. Essa atração é feita de maneira sutil, o que tende a deixar o lead (contato gerado por meio das ações de marketing) mais confortável.

De acordo com uma pesquisa feita pela DemandGen Report, 95% dos consumidores escolhem soluções de empresas que fornecem um conteúdo amplo que auxilia em cada etapa do processo de compra.

Sendo assim, ao longo deste artigo, vamos entender o que é Inbound e Outbound, mostrar que ambos podem coexistir na sua empresa e quais as principais diferenças.

Então, vamos lá? 🤓

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é Inbound Marketing?

Inbound Marketing, ou marketing de atração, é uma estratégia voltada à conexão com o público, especialmente por meio de conteúdos. A ideia por trás desse conceito é fazer com que as pessoas cheguem até a solução que sua empresa oferece sem que você precise ficar promovendo seus produtos diretamente.

Sendo assim, o propósito aqui é atrair os clientes por meio de materiais relevantes. O objetivo é fazer com que o consumidor vá até a sua empresa depois de ter o interesse despertado. Para ter sucesso, é necessário conhecer o seu público-alvo e produzir conteúdo relevante para gerar importância.

Por exemplo, quando você faz uma postagem interessante nas redes sociais, ela pode ser vista por alguém que gosta do assunto, mas não necessariamente estava buscando o tipo de produto que você oferece. Então, a partir dessas publicações as pessoas podem chegar até a sua empresa atraídas genuinamente pela solução ofertada.

Por fim, é importante dizer que o trabalho de Inbound Marketing, em geral, começa a dar resultados em um período de médio a longo prazo. Em contrapartida, o retorno sobre o investimento (ROI) dessas ações costuma ser alto, uma vez que não é necessário pagar para que seus conteúdos sejam veiculados — como veremos que é o caso nas ações de Outbound Marketing.

Conceito por trás do Inbound Marketing

É necessário aplicar várias estratégias, especialmente o marketing de conteúdo, para atrair os clientes e ter sucesso. O ponto chave é saber qual material utilizar para a sua persona e adequá-lo dentro do processo de compra.

Por isso, separamos os principais conceitos de Inbound Marketing para te ajudar a estruturar esse processo. Confira:

Funil de Vendas

O Inbound Marketing se baseia no funil de vendas. Isso significa que existe um tipo de conteúdo para cada fase da jornada do cliente:

  • Topo de funil: a pessoa não sabe ainda que tem um problema e precisa do seu produto ou serviço;
  • Meio de funil: o potencial cliente sabe que tem uma questão a resolver, mas ainda não conhece a solução;
  • Fundo de funil: o internauta sabe que tem um problema e como resolvê-lo, só precisa decidir qual opção do mercado vai escolher para isso.

[inserir arte funil de vendas]

A partir daí, toda a estratégia é pensada. Por exemplo, se você tem uma loja virtual de moda, pode produzir conteúdos sobre tendências para a próxima estação em seu blog pensando no topo de funil.

Para o meio de funil, você pode fazer uma postagem nas redes sociais falando sobre os benefícios dos tecidos que você utiliza em sua confecção.

Por fim, como fundo de funil, uma possibilidade é enviar um e-mail divulgando sua nova coleção.

SEO

Além de trabalhar com esses conteúdos, é necessário otimizar seu site para alcançar um bom posicionamento no Google por meio de técnicas de SEO (Search Engine Optimization, do inglês) ou otimização para mecanismos de busca, em tradução livre.

Desse modo, pessoas interessadas no seu produto poderão te encontrar online ao pesquisar no Google, o que aumenta o tráfego orgânico da sua loja virtual. O tempo de retorno pode ser demorado, mas, pelo baixo custo de investimento, vale a pena apostar no SEO.

Ademais, para aplicar essa estratégia em sua loja virtual, é necessário verificar o funcionamento da sua plataforma de e-commerce. Caso utilize a Nuvemshop, você não precisará acessar os códigos internos para fazer as alterações — todos os sites criados na nossa plataforma já são responsivos e otimizados para SEO. Será necessário apenas pensar nos títulos e descrições dos produtos, páginas e categorias.

👉 Confira: Como configurar o SEO da minha loja Nuvemshop?

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Landing page

A landing page ou página de destino, em português, é fundamental para o Inbound Marketing. Por meio dela, é possível converter visitantes em leads ou em clientes.

Ou seja, o objetivo é criar uma landing page para conversão onde o visitante preenche o formulário com seus dados (nome, e-mail e/ou telefone) em troca de algum conteúdo de valor, os chamados materiais ricos — ebooks, infográficos, planilhas e mais.

Além disso, a landing page também pode funcionar como uma página de vendas. Nesse caso, ela deve conter uma promoção especial e um botão direcionando diretamente para o checkout ou qualquer ação que enriqueça sua estratégia de marketing.

💡Saiba mais: O que é landing page e como fazer uma para seu e-commerce?

E-mail marketing

Depois de conseguir o e-mail dos visitantes, é necessário começar o processo de nutrição de leads — estratégia de marketing que envia aos usuários diversos conteúdos relevantes a fim de despertar o seu interesse e fazer com que avancem pela jornada de compra. Uma ótima forma de fazer isso é por meio do e-mail marketing, já que ele possibilita a comunicação entre a sua empresa e os prospects (potenciais consumidores) ou clientes.

A comunicação pode ser voltada para divulgar descontos, lançamentos de produtos e compartilhar conteúdos. Os e-mails são disparados por ferramentas de automação de marketing, mas é importante lembrar de personalizar o conteúdo de acordo com o momento do funil de vendas em que o cliente se encontra.

Com isso, vemos que o e-mail marketing pode ser uma ótima ferramenta tanto para atração de novos consumidores quanto para fidelização de clientes.

Sendo assim, lembre-se de que a construção de um relacionamento com o lead é fundamental para conseguir fechar vendas futuramente. Então, vale caprichar no envio dos e-mails.

Quer saber mais? É só baixar o material para ler quando e onde quiser:

O que é Outbound Marketing?

O Outbound Marketing, ou marketing de interrupção, diz respeito às ações de promoção de produtos e serviços por meio das quais a empresa vai ativamente atrás dos potenciais consumidores oferecendo suas soluções.

Essas iniciativas são compostas, principalmente, por:

  • Anúncios em mídia offline, como TV, rádio e outdoors;
  • Flyers entregues às pessoas na rua;
  • Telemarketing;
  • Anúncios online, por meio do Google Ads e do Instagram Ads, por exemplo;
  • Prospecção de clientes e contato com eles apresentando a empresa.

Os resultados do Outbound Marketing tendem a aparecer mais rapidamente que os de Inbound. Todavia, como a maioria das ações exigem um pagamento para que possam ser veiculadas, o custo de aquisição de clientes (CAC) fica mais caro.

Além disso, no caso de estratégias offline, os investimentos costumam ser bastante altos e a possibilidade de acompanhar KPIs (Key Performance Indicators, ou indicadores-chave de performance) é pequena, pois é mais difícil saber exatamente quem viu seus anúncios. Quando ações online são desenvolvidas, por outro lado, é possível medir os resultados com precisão por ferramentas como o Google Analytics, por exemplo.

Isso não significa, entretanto, que a técnica de Outbound Marketing não traga resultados. Muito pelo contrário, ela é capaz de trazer muita visibilidade para a empresa quando bem planejada.

💡 Saiba mais: Outbound marketing: saiba tudo

Mas como saber qual tipo de estratégia adotar em sua empresa: Inbound ou Outbound? A seguir, vamos entender.

Quais as diferenças entre Inbound e Outbound Marketing?

Infelizmente, não há uma resposta certa sobre qual é o melhor entre Inbound e Outbound Marketing. No entanto, existem alguns aspectos que você deve levar em consideração na hora de determinar que tipos de ação você vai incluir em seu plano de marketing. Vamos conhecê-los:

1. Capacidade de investimento

Em primeiro lugar, como quase sempre, é preciso olhar para o dinheiro disponível para investimento. Como vimos, ações de Outbound costumam custar mais caro. Portanto, avalie se esse é o momento para empregar seu capital nesse tipo de iniciativa sem comprometer a saúde financeira do seu negócio.

2. Tempo para o retorno pretendido

Além disso, veja também em quanto tempo você espera ter retorno sobre suas iniciativas. Se quer que elas logo lhe rendam frutos, o Inbound Marketing pode não ser o mais indicado para você.

Por outro lado, assim como entre indivíduos, relações sólidas entre empresa e público levam tempo para serem construídas, e o Inbound Marketing é uma ótima forma de fazer isso.

3. Necessidade de acompanhamento de resultados

Como vimos, existem ações de Outbound Marketing online que permitem o acompanhamento de métricas. Todavia, para os tipos de divulgação offline, esses dados não são tão precisos.

Então, é essencial analisar que importância esses indicadores têm para sua estratégia. Se o que virá a seguir depender desse tipo de informação, opte por ações online.

Inbound ou Outbound Marketing: qual escolher?

Você já deve ter ouvido dizer que tudo na vida é equilíbrio, não é mesmo? Aqui, a lógica é a mesma. Ao mesclar táticas de Inbound e Outbound Marketing, você será capaz de aproveitar os pontos positivos das duas.

Com o Outbound, você terá retornos mais rápidos para seu negócio. Com o Inbound, será capaz de criar relacionamentos duradouros com o público e se tornar uma referência em seu nicho de mercado — claro, se fizer um trabalho bem feito.

Por isso, antes de tudo, é necessário definir os objetivos da sua empresa para entender se ambas estratégias são adequadas para alcançar suas metas. Lembre-se de levar em conta os pontos que trouxemos no tópico anterior: sua capacidade de investimento, tempo pretendido para retorno e acompanhamento de resultados.

Portanto, evite direcionar toda a sua verba para um ou para outro: se possível, aproveite o melhor dos dois mundos! 🌎

[Bônus] Ferramentas de Inbound e Outbound Marketing

Para ter sucesso em qualquer uma das estratégias escolhidas, é fundamental fazer o uso de ferramentas para facilitar o seu dia a dia. Pensando nisso, separamos uma lista com as principais. Confira:

1. CRM

É importante saber o que é CRM, uma vez que, ele pode contribuir para o sucesso do Inbound Marketing no seu negócio. A sigla significa Customer Relationship Management ou Gestão do Relacionamento com Clientes, em tradução livre.

Por meio do CRM é possível gerenciar toda a relação entre empresa e cliente. Além disso, essa ferramenta armazena os dados dos clientes e permite acompanhar de maneira fácil e rápida todas as interações feitas.

Na Nuvemshop, você pode integrar a sua loja virtual com o RD Station, que coleta os dados do comprador que são importantes para sua estratégia de marketing.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

2. Google Analytics

Para saber se o método utilizado pela sua empresa está gerando resultados, é necessário realizar o acompanhamento, certo? Sabendo disso, você pode utilizar a ferramenta Google Analytics que é totalmente gratuita.

Ela permite criar relatórios para acompanhar o tráfego da sua loja online, as visitas a cada página, a taxa de rejeição (usuários que acessam o seu site e saem sem realizar nenhuma ação) e até as conversões por meio de links rastreados.

3. LinkedIn Sales Navigator

Essa ferramenta pode ajudar a impulsionar sua estratégia de Outbound Marketing. Por meio do LinkedIn Sales Navigator, é possível fazer contato direto apenas por meio da ferramenta e interagir com clientes em potencial, obter sugestões de usuários para abordar e criar e compartilhar conteúdo de vendas de maneira rápida e prática.

Você pode realizar um teste grátis por 30 dias e, após esse período, optar por planos que custam entre US$ 79,99 e US$ 108,33 por mês.

💡 Saiba mais: 15 ferramentas de Inbound Marketing para o seu negócio

Resumo

Agora que você já sabe o que é Inbound e Outbound Marketing, fica mais fácil entender quais os benefícios de cada um para sua empresa, certo? A partir daí, você pode avaliar o quanto se dedicará a cada uma delas, tanto no que diz respeito aos recursos quanto ao seu tempo.

Antes de encerrarmos, confira um resumo rápido sobre o que vimos por aqui:

O que é Inbound Marketing?

Inbound Marketing é o conjunto de ações utilizadas para atrair e fidelizar clientes de maneira voluntária por meio de conteúdos relevantes.

O que é Outbound Marketing?

Outbound Marketing é qualquer ação que parta da empresa na busca direta por clientes. Está associado às formas tradicionais de marketing.

Quais as diferenças entre Inbound e Outbound Marketing?

  1. Capacidade de investimento
  2. Tempo para o retorno pretendido
  3. Necessidade de acompanhamento de resultados

Inbound ou Outbound Marketing: qual escolher?

Ambas estratégias podem ser complementares, então, se fizer sentido para a sua estratégia de marketing, é válido fazer uso tanto do Inbound quanto do Outbound Marketing.

E, se você ainda não vende pela internet, que tal aproveitar o tráfego gerado por essas estratégias de marketing e criar sua loja virtual com a Nuvemshop? São 30 dias grátis para montar seu e-commerce de maneira fácil, rápida e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies