O que é LinkedIn? Saiba tudo sobre a maior rede profissional [guia completo]

Por: Livia Ferreira

Imagem de uma rede virtual conectada a ícones do LinkedIn simbolizando o que é LinkedIn

LinkedIn é uma rede social profissional, focada em gerar conexões entre pessoas e empresas. Nela, os usuários podem criar currículos, procurar emprego ou se relacionar com pessoas do mundo todo.


Redes sociais profissionais têm ajudado milhares de pessoas ao redor do mundo a encontrarem novas oportunidades de trabalho e mudarem o rumo de suas carreiras. No entanto, nenhuma fez isso com tanta maestria como o LinkedIn.

Mas engana-se quem pensa que a rede social é exclusiva para pessoas que estão em busca de melhores vagas de emprego. Na verdade, o LinkedIn permite aproximar marcas e consumidores, promovendo o diálogo e permitindo atrair clientes.

Para entender o que é LinkedIn, como ele funciona e por que a sua marca deve considerar ter um perfil na rede social, continue a leitura até o fim! Vamos lá? 🤩

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é LinkedIn?

LinkedIn é a maior rede social profissional que existe atualmente. Com mais de 500 milhões de usuários, a plataforma permite a interação entre pessoas e marcas, fortalecendo os contatos empresariais e ajudando pessoas a encontrarem oportunidades de emprego.

Assim como as demais redes sociais, o objetivo do LinkedIn é aproximar as pessoas, criando uma larga comunidade na qual todas possam compartilhar conhecimento e se desenvolver juntas. A única diferença, nesse caso, é que a plataforma é voltada para as interações profissionais.

No LinkedIn, os usuários podem criar um perfil mostrando seu grau de escolaridade, os cursos que realizou, as empresas onde trabalhou e contar um pouco sobre projetos bem-sucedidos.

Por outro lado, empresas de diversos segmentos conseguem identificar os candidatos ideais para as vagas em aberto e selecionar os melhores talentos para integrar seu time.

Essa relação, no entanto, não é tão linear quanto parece. A plataforma é uma espécie de teia, na qual todos estão, direta ou indiretamente, conectados.

É possível até encontrar pessoas cujos perfis sejam bastante semelhantes à buyer persona da sua empresa, isto é, a representação do cliente ideal, abrindo o caminho para a prospecção de clientes.

💡Saiba mais: O que é persona e como criar uma para o seu negócio?

Foi pensando nessa possibilidade de interação que as marcas começaram a criar perfis no LinkedIn com o objetivo de conquistar clientes, principalmente no modelo B2B (business-to-business, ou empresa para empresa, em português).

Por ser uma plataforma online voltada para a conexão, é mais fácil abordar possíveis consumidores, encontrar leads qualificados (ou seja, pessoas mais propensas a fechar negócio) e fidelizar clientes.

Para que serve o LinkedIn?

O LinkedIn é semelhante ao Facebook em muitos aspectos, mas é importante ter em mente que os objetivos das duas redes sociais são diferentes. Por ser uma plataforma de teor empresarial, os usuários precisam adaptar a mentalidade logo que decidem fazer o cadastro na página.

A ideia que move a plataforma é conectar pessoas e marcas que tenham interesses em comum.

Da mesma forma que vale a pena investir no Facebook, o LinkedIn se mostra favorável às interações espontâneas entre usuários e empresas. Inclusive, é possível desenvolver estratégias de marketing no LinkedIn para aumentar a receita do seu negócio.

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é o LinkedIn para empresas?

Por ser uma plataforma empresarial, o LinkedIn é o espaço perfeito para criar sinergia entre os usuários e as marcas, incentivando novas oportunidades de negócios.

Por esse motivo, se você tem uma marca, seja uma loja virtual ou física, o primeiro passo é criar uma Company Page, ou seja, uma página de empresa.

É sempre possível usar um perfil pessoal para divulgar sua marca, mas ter uma página dedicada às atividades da sua empresa passa mais credibilidade e aumenta a confiança dos clientes.

E por falar em criar uma boa imagem da sua marca para o público, confira o próximo tópico e veja como funcionam as interações entre os usuários no LinkedIn.

Como se relacionar com as pessoas no LinkedIn?

Lembra-se quando dissemos que o LinkedIn funciona como uma teia, na qual todas as pessoas estão, de certa forma, conectadas? Esse é o diferencial da plataforma em termos de interação.

No caso, a rede de cada usuário é construída com base nas conexões que ele estabelece e nos relacionamentos com pessoas do trabalho, da faculdade, clientes, influenciadores digitais etc.

Para catalogar o grau de interação dentro dessa teia, o LinkedIn criou uma classificação para as diferentes conexões:

Conexões de 1º grau

Essa primeira classificação corresponde aos perfis que têm uma relação direta com o usuário. Isso quer dizer que uma pessoa ou empresa precisou enviar um convite para se conectar a outra pessoa ou empresa.

Conexões de 2º grau

Esse grupo representa as conexões das suas conexões de 1º grau que ainda não estão conectadas diretamente a você. É o famoso “amigo do meu amigo”.

Conexões de 3º grau

O último grau representa as pessoas conectadas às suas conexões de 2º grau. Só é possível adicionar aquelas que aparecem para você com o nome e sobrenome. Caso seja exibido apenas o sobrenome, é necessário entrar em contato pelo InMail, uma funcionalidade de envio de e-mails dentro do próprio LinkedIn.

Usuário do LinkedIn

O grau de conexão com os perfis fica descrito ao lado do nome da pessoa, com um ícone de 1º, 2º ou 3º grau. Mas pode acontecer de alguém ser uma conexão de 4º grau em diante.

Nesse caso, nenhum ícone aparece ao lado do nome do usuário. É como se essa pessoa estivesse totalmente fora da sua rede de contatos ou não se encaixasse em nenhum grau de conexão.

Agora que você já entendeu o que é LinkedIn e para que serve essa rede social, veja como ela funciona e de que forma você pode tirar mais proveito da plataforma para aumentar o faturamento do seu negócio.

Mas, antes, não deixe de baixar o nosso material gratuito e aprender como aumentar a receita da sua loja virtual:

Como funciona o LinkedIn?

Agora, vamos explicar um pouco sobre como funciona o LinkedIn na prática. Vamos descrever alguns recursos da ferramenta e de que forma você pode tirar o máximo proveito das funcionalidades da rede social:

Perfil

Todos os tipos de redes sociais oferecem a possibilidade de criar um perfil para que as pessoas possam mostrar quem elas são.

Além de adicionar informações pessoais, como nome, localidade, idade, foto etc., o LinkedIn permite que você descreva sua vida profissional, como um currículo.

Dessa forma, é possível apresentar quais foram seus antigos empregos, cursos realizados, habilidades e competências, entre outros.

Ao contrário de um currículo tradicional, que deve ser sucinto e direto ao ponto, no LinkedIn você pode adicionar informações bem robustas sem que o perfil fique massante.

Além disso, também aparecem as recomendações recebidas de colegas de trabalho e antigos líderes, aumentando a relevância do seu perfil profissional.

Do ponto de vista das marcas, é interessante mostrar quais ações da empresa está promovendo, lançamentos, novidades etc. Essa é uma ótima oportunidade para atrair potenciais clientes e usar o seu perfil para vender nas redes sociais.

📹Veja também: Como vender pelas redes sociais?

Feed

Ao navegar pelo LinkedIn, a página com a qual você mais tem contato é o feed de notícias. É lá que aparecem as atualizações das suas conexões, como artigos compartilhados, enquetes e publicações.

Assim como em outras redes sociais, é possível interagir nas postagens, comentar, curtir, reagir e marcar outras pessoas, além, claro, compartilhar o conteúdo para que as suas conexões também vejam.

Interagir com os demais usuários no feed é muito enriquecedor, porque proporciona uma real troca de conhecimento, mas é preciso avaliar se o que você deseja postar está adequado para a rede social ou não.

Conexões

Como já mencionamos, as conexões funcionam como amizades feitas no LinkedIn. É possível encontrar pessoas conhecidas que você não vê há muito tempo, profissionais que serão referência no mercado e empresas de destaque.

Explorar as conexões no LinkedIn é uma excelente oportunidade de construir um bom networking, ou seja, uma rede de contatos profissionais.

Pulse

O Pulse é um recurso recente, cujo objetivo é permitir que os usuários escrevam seus próprios artigos e compartilhem com a sua rede de conexões.

Podemos dizer que o Pulse funciona como uma espécie de blog dentro da plataforma, sendo uma ferramenta estratégica para promover discussões sobre determinados assuntos e fortalecer a reputação de quem se propõe a escrever sobre seus temas de afinidade.

Isso ajuda outras empresas e recrutadores a encontrar pessoas que realmente têm o conhecimento técnico para ocupar cargos estratégicos e de liderança.

Grupos

Por último, o LinkedIn permite que os usuários se reúnam em grupos virtuais, onde podem compartilhar conteúdos e conversar sobre temas que sejam do interesse de todos.

Os grupos ajudam a enriquecer o contato profissional entre os usuários, fortalece o networking e ajuda a aproximar marcas e clientes.

Esse convívio mais estreito pode ser o que a sua empresa precisa para começar a fazer social selling, ou seja, vender pelas redes sociais. Se você já tem um e-commerce ou está pensando em começar a vender pela internet, essa é uma excelente oportunidade!

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Por que você deve ter um perfil no LinkedIn?

Já foi possível entender um pouquinho sobre o funcionamento do LinkedIn e seus objetivos, certo? 🤩

Agora chegou o momento de você avaliar por que deve ter um perfil na rede social:

1. Procurar novas oportunidades de emprego

A plataforma é uma excelente ferramenta para quem está em busca de novas oportunidades na carreira, seja para mudar de área — começar a atuar como freelancer, por exemplo — ou mudar de empresa.

Os usuários têm acesso às vagas de emprego publicadas pelas empresas e podem analisar se a oportunidade está compatível com o seu perfil profissional. Em caso afirmativo, basta se candidatar ou entrar em contato com o recrutador.

2. Exibir o seu trabalho

Como já mencionamos, o LinkedIn é uma espécie de currículo, onde você pode descrever todo o seu histórico profissional. E nada melhor do que ter a oportunidade de mostrar tudo que você fez de positivo ao longo da sua trajetória, certo?

Para tornar o seu perfil ainda mais rico, uma boa ideia é adicionar todos os trabalhos que você já fez e dos quais tem mais orgulho. Se você é um designer, por exemplo, vale a pena mostrar as peças que você desenvolveu. Essa é uma excelente maneira de atrair pessoas interessadas pelo seu trabalho, aumentando sua cartela de clientes.

3. Fazer o seu marketing pessoal

Além de divulgar os seus projetos, o LinkedIn serve como vitrine para os seus trabalhos, fortalecendo a sua imagem profissional. Essa é uma excelente forma de se promover e construir uma reputação dentro da sua área de atuação.

O LinkedIn também oferece a possibilidade de estar mais perto de profissionais e empresas que admiramos, abrindo as portas para uma relação mais próxima e de troca com quem nos serve de exemplo.

💡Saiba mais: O que é branding: aprenda como fazer a gestão da sua marca

4. Aumentar sua rede de contatos profissionais

E por falar em conhecer pessoas influentes, a rede social é um espaço aberto para fazer novas interações e criar redes de contatos profissionais amplas. Essa é a definição de networking.

Seja para fazer futuras colaborações e parcerias ou para se aprofundar em determinado assunto, o networking é muito benéfico para mostrar aos seus contatos que você é uma pessoa influente e uma autoridade no assunto.

5. Estabelecer parcerias e colaborações

Seguindo a mesma do networking, o LinkedIn pode abrir porta para colaborações com outras empresas e/ou profissionais.

Caso encontre alguém com os mesmos valores e crenças que você, pode nascer projetos interessantes e planos profissionais duradouros.

💡Saiba mais: Como fazer parcerias com lojas virtuais?

6. Contratar novos talentos

Por fim, as empresas usam o LinkedIn para encontrar e contratar os melhores talentos para integrar o seu quadro de colaboradores.

Os recrutadores conseguem criar um perfil ideal do profissional que está sendo requerido e a plataforma, por sua vez, faz a busca, em seu banco de dados, pelos candidatos que mais se encaixam nas exigências.

As vantagens do LinkedIn, no entanto, não ficam restritas apenas aos perfis pessoais. No próximo tópico vamos mostrar quais os benefícios da rede social para as marcas, não perca!

Quais as vantagens de criar uma página de empresa no LinkedIn?

Para usufruir dos benefícios que o LinkedIn oferece para sua empresa, o primeiro passo deve ser criar uma Company Page, que nada mais é do que a página do seu negócio.

Por meio dela, é possível usufruir dos benefícios da plataforma, como os descritos abaixo:

1. Compartilhar conteúdos relevantes

O LinkedIn é uma ótima plataforma para compartilhar conteúdos que sejam relevantes para o seu público-alvo.

Divulgar as publicações do blog da sua empresa, notícias sobre sua área de atuação ou informar a audiência sobre produtos e serviços é sempre uma boa estratégia.

Assim, você consegue criar maior engajamento das pessoas com a sua empresa na rede social e, simultaneamente, aumentar as visitas no seu site.

2. Criar conexão com o público-alvo

Sobretudo para empresas B2B, cujos clientes também são empresas, o Linkedin é um ótimo local para estabelecer uma relação real com o público.

💡Saiba mais: Como desenvolver estratégias de marketing B2B

A plataforma abre as portas para que ocorram conexões com empreendedores, donos de negócios e profissionais por meio de publicações, grupos de discussão, comentários, mensagens privadas e do LinkedIn InMail.

3. Aumentar as chances de ser encontrado nas pesquisas

Quando a empresa tem uma página no LinkedIn, as chances de ela ser encontrada pelos consumidores online são muito maiores. Isso porque, quanto mais pessoas falam sobre você e compartilham links para a sua página dentro da plataforma, mais a sua autoridade aumenta.

Com isso, o nome da sua empresa passa a ganhar visibilidade, ajudando a sua página a rankear no Google.

💡Saiba mais: O que é SEO, para que serve e como o Google funciona?

4. Promover produtos e serviços com uma Showcase Page

Por fim, uma Company Page no LinkedIn pode ajudar você a divulgar seus serviços e produtos, servindo como uma vitrine para possíveis compradores e pessoas interessadas em conhecer o seu negócio.

Para isso, o LinkedIn desenvolveu um espaço chamado Showcase Page, algo como “páginas de mostruário”, em livre tradução para o português. Essas páginas são uma extensão do seu perfil empresarial, podendo ser usadas para destacar iniciativas que seu negócio está promovendo, abertura de novas unidades e até produtos/serviços.

Viu como é vantajoso ter uma Company Page no LinkedIn? Para não errar na hora de criar o seu perfil, confira as dicas a seguir e tenha uma página atrativa para vender ainda mais! ⭐

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

Como criar um perfil no LinkedIn?

Não basta apenas ter um perfil no LinkedIn para, automaticamente, aumentar as vendas do seu negócio. Um perfil campeão é o que diferencia você da sua concorrência — e isso, sim, pode dar aquela mãozinha para atrair mais clientes.

Pensando nisso, elaboramos esta lista com cinco dicas de ouro para tornar o seu perfil mais atrativo, confira:

1. Coloque uma bela foto

Se você precisasse escolher entre acessar um perfil empresarial com foto e outro sem foto, optaria por qual? Adicionar a imagem aumenta as chances de acesso, porque passa mais credibilidade e aumenta a confiança do usuário em sua página.

A foto precisa deixar claro quem é a sua empresa, por isso, escolha uma imagem com o logotipo da empresa, por exemplo.

Caso seja um perfil pessoal, insira um retrato que mostre seu rosto com clareza. Não precisa ser necessariamente formal, mas você deve considerar o contexto corporativo na hora de escolher qual foto passa a credibilidade de que você precisa para conquistar mais pessoas.

2. Invista no resumo

O resumo fica no topo da página de perfil e serve para descrever quem é você. Para criar um bom texto, tente responder:

  • O que já fez?
  • Com o que gosta de trabalhar?
  • Quais suas experiências mais importantes?

3. Preencha o perfil completo

Não deixe de preencher campos importantes do perfil, como projetos voluntários, organizações filantrópicas e causas sociais que você apoia. Isso é um diferencial competitivo para sua marca.

4. Crie uma URL personalizada

Quando você cria um perfil no LinkedIn, a ferramenta automaticamente cria uma URL para que as pessoas possam acessá-lo. No entanto, ela não é a melhor em termos estratégicos.

Por isso, não se esqueça de personalizar o endereço do seu perfil para que você apareça primeiro nas pesquisas quando uma pessoa buscar pelo nome do seu negócio no Google ou no próprio LinkedIn.

Captura da tela inicial do LinkedIn mostrando uma URL personalizada

💡Saiba mais: O que é URL parametrizada, como usar este recurso e por que ele é importante?

5. Produza conteúdos de qualidade

Por fim, o LinkedIn permite transformar o seu perfil em uma espécie de blog. Para aproveitar essa funcionalidade, invista em produzir conteúdos interessantes e bem escritos, voltados para a sua audiência.

Uma estratégia de marketing de conteúdo bem feita é fundamental para atrair mais pessoas interessadas no seu negócio e, com isso, aumentar o número de potenciais compradores para sua loja virtual.

💡Saiba mais: 9 dicas de marketing de conteúdo para o seu e-commerce

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

4 dicas de como usar o LinkedIn na sua empresa

Agora que você já sabe como aproveitar ao máximo o que o LinkedIn tem a oferecer, chegou o momento de entender como usar a ferramenta para melhorar o desempenho da sua marca.

Veja, a seguir, quatro dicas para impulsionar sua empresa no LinkedIn e aumentar as conexões com pessoas interessantes para o negócio:

1. Crie uma Company Page

Já mencionamos a importância de ter uma Company Page, ou seja, uma página de empresa na plataforma. Embora pareça uma dica óbvia, muitas marcas ainda não entenderam o potencial de ganhos que podem ter apenas por criarem um perfil na plataforma.

Você, como dono do negócio, por ser a sua página pessoal, mas não deixe de criar a Company Page. Sua empresa precisa ter um espaço nas redes sociais exclusivamente para ela.

Mantenha as informações sempre atualizadas e organizadas para que o público não tenha dúvidas sobre quem você é e o que faz.

Como criar uma Company Page?

Em primeiro lugar, acesse o LinkedIn. Lá, siga os passos abaixo:

  1. Clique no ícone “Soluções”, no canto superior direito da página inicial do LinkedIn;
  2. Clique em “Criar uma Company Page;
  3. Selecione o tipo de página que você deseja criar (pequena empresa, média a grande empresa, Showcase Page e instituição de ensino);
  4. Insira as informações de identidade da sua página, detalhes da empresa ou instituição e detalhes do perfil;
  5. Marque a caixa de verificação para confirmar que você tem o direito de criar a página em nome da empresa ou instituição de ensino;
  6. Clique em “Comece a criar sua página!” para criar sua página.

Feito isso, sua página empresarial estará disponível para todos os usuários da rede social. Vejo um exemplo na imagem abaixo:

Captura de tela do LinkedIn da Nuvemshop.

2. Publique conteúdos relevantes

As pessoas criam conexões com perfis que têm algo interessante a oferecer. Isso quer dizer que quanto mais você entrega valor aos seus seguidores, mais pessoas passam a te acompanhar.

Portanto, não perca a oportunidade de produzir bons conteúdos e aumentar sua relevância dentro da sua área de atuação.

3. Participe de grupos

Os grupos reúnem pessoas com interesses em comum, dispostas a compartilhar conhecimento e contribuir com discussões relevantes para a área. Por isso, levar a autoridade da sua marca para dentro dos grupos é uma forma de usar o LinkedIn a favor do seu negócio.

Tente participar ativamente das discussões e compartilhar sua experiência com outros membros. Isso ajuda a humanizar sua imagem e despertar o interesse das pessoas. Desse modo, quanto mais relevante for o seu envolvimento, melhor para a imagem da sua empresa.

4. Anuncie

Uma boa estratégia de marketing nas redes sociais deve levar em conta os anúncios pagos. Assim como outras plataformas, o LinkedIn permite a criação de anúncios para divulgar o seu negócio e ampliar a sua rede de contatos.

É possível pagar para que seu conteúdo apareça para mais usuários, gerando maior impacto. Dessa forma, você consegue alcançar pessoas estratégicas dentro do seu mercado de atuação.

Quando um anúncio é desenvolvido e programado para ser exibido às pessoas certas — mais alinhadas ao perfil do seu público —, as chances de atingir potenciais clientes são bem maiores.

Para quem tem uma loja virtual, divulgar seus produtos e serviços no LinkedIn (respeitando, claro, o objetivo da plataforma) é um passo importante rumo ao aumento no número de vendas realizadas! 💰

Contudo, o LinkedIn por si só não faz milagre. O ideal é ter uma página bem construída para vender seus produtos e elaborar uma estratégia que alie sua loja online ao LinkedIn.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Resumo

Como você pôde perceber, é possível vender pelas redes sociais, e o Linkedin oferece uma gama de possibilidades para quem deseja criar conexões com o público e se aproximar da audiência.

Antes de ir, que tal conferir o resumo do conteúdo que preparamos?

O que é LinkedIn?

Com mais de 500 milhões de usuários, o LinkedIn é a principal rede social voltada a contatos profissionais e pode ser utilizada também por empresas, permitindo atrair mais clientes e, consequentemente, vender mais.

Como se relacionar com as pessoas no LinkedIn?

  • Conexões de 1º grau
  • Conexões de 2º grau
  • Conexões de 3º grau
  • Usuário do LinkedIn

Como funciona o LinkedIn?

  • Perfil
  • Feed
  • Conexões
  • Pulse
  • Grupos

Quais as vantagens de criar uma página de empresa no LinkedIn?

  1. Compartilhar conteúdos relevantes
  2. Criar conexão com o público-alvo
  3. Aumentar as chances de ser encontrado nas pesquisas
  4. Promover produtos e serviços com uma Showcase Page

Como criar um perfil no LinkedIn?

  1. Coloque uma bela foto
  2. Invista no resumo
  3. Preencha o perfil completo
  4. Crie uma URL personalizada
  5. Produza conteúdos de qualidade

4 dicas de como usar o LinkedIn na sua empresa

  1. Crie uma Company Page
  2. Publique conteúdos relevantes
  3. Participe de grupos
  4. Anuncie

E, se você ainda não vende online, que tal fazer um teste grátis com a Nuvemshop por 30 dias? Crie sua loja virtual de forma rápida e prática e conquiste seu espaço no mercado digital. 💙

Aqui você encontra:

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies