O que é marketing visual e como ele funciona?

Por: Venngage
O que é marketing visual e como ele funciona?

Aqui você encontra:

O marketing visual é uma estratégia essencial para incentivar o público a comprar em sites de e-commerce. Por isso, há anos, ele vem sendo estudado e utilizado por empreendedores que desejam atingir, com eficiência, potenciais consumidores.

Assim, se você se enquadra em tal grupo, confira este conteúdo que está repleto de dicas sobre como otimizar as imagens de marketing e os elementos visuais da sua loja virtual e das suas redes sociais. Isso, por consequência, vai causar mais impacto nos clientes e aumentar as vendas do seu negócio.

Sem mais delongas, vamos lá? 😉

O que é marketing visual?

Marketing visual é a comunicação de uma marca por meio de elementos visuais, como imagens, infográficos, vídeos etc. Quando bem estruturada, essa estratégia (que faz parte do marketing de conteúdo) tem o poder de potencializar a experiência do usuário em um site ou em uma rede social.

O visual, mesmo que não percebamos, faz parte do nosso dia a dia: nos gestos, nas expressões faciais, nos comportamentos e, mais recentemente, nos emojis que enviamos em mensagens do WhatsApp, por exemplo. Ou seja, ele compõe diálogos e ativa a nossa memória.

Para você ter uma ideia, de acordo com um estudo da Nielsen, o ser humano é capaz de se lembrar de apenas 10% do que ouve, de 20% do que lê e de 80% do que visualiza!

Por isso, o marketing também se apropriou do visual: teve início na televisão, através de propagandas nos intervalos, por exemplo, e evoluiu para as redes sociais (Instagram, Facebook, YouTube etc) — especialmente em posts com imagens e vídeos.


Saiba mais

Qual é a importância do marketing visual?

A partir do contexto acima, fica claro que o marketing visual é fundamental para construir a imagem de uma marca — imagem esta que deve se relacionar com o tom da empresa e o discurso para o cliente.

Se o seu público é jovem (adolescentes entre 14 e 16 anos) e os produtos que você vende acompanham as tendências do mercado, por exemplo, nada mais correto do que se comunicar por meio de vídeos (e por que não GIFs e memes?) divertidos.

Além disso, o marketing visual é importante para:

  • Transmitir informações de modo mais eficaz;
  • Gerar conteúdos compartilháveis (especialmente nas redes sociais);
  • E, com isso, difundir a marca.

Saiba mais

Quais são os principais tipos de conteúdo visual?

Agora que já sabemos o que é marketing visual e por que ele é primordial para o seu negócio online, vejamos abaixo os principais conteúdos óticos que podem compor a estratégia de comunicação e divulgação da sua marca.

1. Imagens

Segundo uma pesquisa do DMP, o tráfego de um site pode aumentar em até 48% se forem utilizadas imagens nele.

Com isso posto, na sua loja virtual, você deve incluir fotografias dos produtos — não apenas nas páginas dos artigos em si, mas também na home, em landing pages (para o cadastro de newsletters, por exemplo), postagens do blog corporativo e outras páginas mais informativas (como a seção Quem somos).

No entanto, vale destacar que fotos de produtos nem sempre são suficientes para incentivar os visitantes a fazerem uma compra. Assim, adicione elementos complementares a elas: mostre os artigos em uso (se você vende roupas, fotografe-as em modelos, por exemplo) e peça depoimentos e imagens de clientes existentes.

Dessa maneira, você também poderá realizar uma campanha de conteúdo gerado pelos usuários (UGC) nas redes sociais, na qual as pessoas compartilham imagens em que aparecem usando os artigos e serviços da sua marca.

Isso não só irá “humanizar” seus produtos, mas fará com que os potenciais clientes se sintam mais confortáveis em comprar ao verem outros consumidores desfrutando dos benefícios.


Saiba mais

2. Infográficos

Ultimamente, as pessoas na internet estão se tornando menos atentas devido à infinidade de matérias disponíveis em poucos cliques. Então, se você quiser chamar a atenção delas, as informações dos seus produtos e da sua marca precisam alcançá-las mais rapidamente — e uma maneira de fazer isso é através dos infográficos.

Infográficos são conteúdos que combinam elementos visuais e textuais em um só lugar. Este tipo de material tem o poder de transmitir mais credibilidade ao público e aumentar o tráfego de um site em até 12%!

Análises de mapas de calor, em lojas virtuais, também mostram que os usuários permanecem em uma página por mais tempo quando se deparam com infográficos.

infográfico comparativo de cachorros e gatos

O infográfico, em inglês, traz dados sobre as diferenças entre cães e gatos, como número de dentes, dieta, expectativa de vida e tempo de memória de cada um.

De modo geral, este formato de conteúdo visual (como visto acima) apresenta dados, estatísticas e comparações. No caso de e-commerces, você pode usá-lo para contrapor dois produtos que geram dúvidas nos consumidores, por exemplo — o que pode incentivá-los a decidir e comprar.

3. Vídeos

O marketing de vídeo está dominando o mundo digital e os e-commerces precisam acompanhar esta tendência para aumentar a taxa de conversão. Segundo uma pesquisa da Cisco, até 2021, 82% do tráfego na internet será composto por este tipo de conteúdo visual.

Portanto, inclua, em seu site e nas redes sociais, vídeos dos seus produtos em uso, guias de instruções, depoimentos de clientes satisfeitos e bastidores de como os artigos são criados e/ou entregues, por exemplo.

Porém, ao adicionar vídeos na sua loja virtual, certifique-se de que eles não serão reproduzidos automaticamente com o som ligado. E, em vídeos para as redes sociais, como o YouTube, adicione descrições com as palavras-chave do seu nicho, para, assim, maximizar a possibilidade de aparecer nos principais resultados da mídia.


Saiba mais

4. GIFs e memes

Os GIFs (pequenas animações em vídeo) e os memes (composição de imagem e texto) são imagens do marketing visual que ganharam fama há alguns anos nas redes sociais. Eles são ideais para trazer um tom divertido — e até mesmo engraçado — a publicações nas mídias e em blogs.

No entanto, antes de publicá-los, analise se eles fazem sentido para o seu público. Geralmente, esse tipo de conteúdo ótico é mais bem aceito pelos adolescentes e pelos jovens adultos. Então, atenção a isso para não criar mal-estar ou ambiguidade nos seus posts, ok?

Dicas extras para a estratégia de marketing visual

Depois de conhecer os principais tipos de conteúdo óticos, descubramos a seguir outros elementos que podem complementar e/ou contribuir para a aplicação do marketing visual da sua marca.

1. Cores

Seus clientes têm abandonado o carrinho antes de concluir a compra? Então, talvez, você precise examinar o uso das cores na sua loja virtual.

As cores estão associadas a emoções, e a combinação certa pode convencer o público a permanecer em um site por mais tempo e até mesmo levá-los para a página de checkout. De acordo com um estudo da Xerox, tal execução tem a chance de captar 80% mais a atenção dos usuários.

Por isso, aqui está um guia simples sobre paletas de cores, que o ajudará a decidir sobre as melhores opções para o seu negócio:

infográfico com paletas de cores

A imagem, em inglês, traz informações sobre as diferentes combinações de cores. De cima para baixo, elas são: “riqueza e luxo”, “azuis brilhantes”, “barroco luxuoso”, “gracioso e moderno”, “ensolarado e quente” e “clássico e confiável”.

Você não precisa usar o roteiro acima apenas para escolher cores sólidas – essas paletas servem como inspiração para gradientes cromáticos, que voltaram à moda devido às tendências recentes do Instagram.

Ao escolher cores, também é importante manter sua marca em mente: se a identidade corporativa tende para tons azuis, é provável que os amarelos e vermelhos não funcionem. Pois, ao se deparar com cores não relacionadas, os visitantes podem ficar confusos e, como resultado, abandonarem seu site.

Assim, selecione as cores de acordo com a sensação que você deseja provocar no público, pois isso o encorajará a comprar.


Saiba mais

2. CTAs

As páginas do seu site devem conter chamadas para ação (as CTAs), seja para concluir uma compra, ler mais ou assinar a sua newsletter. Para destacá-las, você pode incluir dicas visuais (cores e botões) que acionem a atenção do público, como no exemplo abaixo:

infográfico com botao de cta

Esta comunicação pede que os clientes respondam a uma pesquisa. Apenas com as linhas do desenho, o olhar é direcionado ao botão preto (em destaque) que leva o usuário ao formulário.

Sem ser muito óbvio, o uso de tais orientações gráficas levará o público aos lugares que você deseja que ele siga.

3. Branding

O branding tem sido associado a projetos de logotipos memoráveis, no entanto, as estratégias de gestão de marca e de marketing visual vão além da estética: elas tratam da identidade e do estilo de vida apresentado pela empresa (na loja virtual e, principalmente, nas redes sociais).

Marcas como Adidas e Nike são ótimos exemplos de brandings consolidados: suas logos e publicações nas mídias estão sempre voltadas para o movimento e a qualidade de vida que o público pode obter ao adquirir seus produtos.

Logo, ao integrar os valores corporativos no marketing visual, você cria uma conexão com o cliente — o que, consequentemente, aumenta as taxas de engajamento do negócio.


Saiba mais

E aí, pronto para investir no marketing visual da sua marca?

Alavancar o marketing visual para melhorar a taxa de conversão da sua loja virtual, como visto, é possível. Mas para isso é preciso integrar informações e, principalmente, usar diferentes tipos de conteúdo.

Por fim, lembre-se de mostrar o valor e a alma da sua marca e de não limitar seu branding à estética, combinado?

Agora mãos à obra e boas vendas! 💰

Faça como +60mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer mudar de vida vendendo pela internet?

Crie agora sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional.

Criar minha loja

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies