Como o SEO pode ajudar sua loja virtual a vender mais

Por: Victor Baptista
Criado em: 04/10/19.
Atualizado em 17/10/19.
6 min
de leitura

Índice

seo-vender

Para melhorar o posicionamento das páginas nos mecanismos de busca, é fundamental aplicar táticas de SEO on page, ou seja, nas próprias páginas do seu site, como otimizações de título (title) e de descrição (description).

No entanto, é preciso entender que essas não são as únicas coisas que precisam ser feitas para seu e-commerce alcançar a primeira página do Google ou de outros buscadores.

Além disso, esses resultados não são imediatos. Isso porque SEO é um investimento de médio ou longo prazo.

Indexação e Ranqueamento não são a mesma coisa

  • Indexação: é quando o bot do Google entra no seu site e vasculha todo o conteúdo para entender sobre o que se trata cada página. Esse robô registra em um banco de dados as informações de cada uma delas.
  • No Index: também é possível impedir os buscadores de encontrar as páginas de um site. Basta configurá-las como No Index. Dessa forma, elas aparecem para o usuário normalmente, mas não entram no ranqueamento do buscador.
  • Ranqueamento: é quando as informações indexadas pelos robôs do mecanismo de busca são analisadas para criar o ranking na página de resultados da busca orgânica (SERP), ou seja, aqueles que não são anúncios.

Por incrível que pareça, em alguns casos, a melhor estratégia de SEO para e-commerce pode ser usar No Index em algumas páginas.

Dessa forma, os endereços estratégicos (como, por exemplo, os de produtos-estrelas) podem alcançar a primeira página do Google. Já as páginas não tão bem posicionadas não comprometem o posicionamento médio do seu site nos resultados das pesquisas.

Mas, antes de colocar em prática estratégias ousadas como essa em sua loja virtual, é recomendado contar com experts em SEO. Caso contrário, você pode acabar perdendo posições no ranqueamento por falta de experiência de otimizações on page.

Ranquear bem não é garantia de aumento de vendas

Se conquistar as primeiras posições no Google e outros buscadores não é garantia de vender mais, por que é a meta de tantas empresas?

A resposta é simples: porque isso amplia o conhecimento da marca, além atrair os usuários para dentro do e-commerce.

Ou seja, conquistar bom posicionamento nos mecanismos de busca gera o aumento do tráfego orgânico, o que equivale a ter uma loja física sempre cheia de pessoas.

Algumas delas compram na primeira visita, mas a maioria pode voltar depois para realizar a transação.

Já outra parte pode querer só saber mais sobre o produto sem intenção de fechar negócio tão cedo.

Nos e-commerces, a lógica é a mesma.

Outras otimizações de SEO on page também são necessárias para estar na primeira página do Google

Velocidade de carregamento

É preciso lembrar que quando o usuário clica no link da sua loja virtual e a página demora mais de três segundos para carregar, ele vai embora.

Vale destacar que a velocidade de carregamento é um dos 200 fatores que o Google avalia para poder ranquear as páginas.

Para se ter uma ideia da importância desse fator, a Amazon descobriu que cada segundo a mais de demora no carregamento de uma página sua pode custar US$1,6 bilhão da receita anual. Já o Walmart observou um aumento de 2% em suas conversões ao melhorar o carregamento das páginas em apenas um segundo.

Portanto, ter um site mais rápido ajuda na melhoria de conversão e colabora com a melhoria de ranqueamento

Entretanto, existem outras otimizações de página relacionadas à tecnologia que, normalmente, também são necessárias para e-commerces venderem mais.

Arquitetura da Informação

Quando o internauta visita sua página, mas não encontra com facilidade o que quer, isso é outro motivo para deixar a loja virtual.

Por isso, uma boa arquitetura da informação é importante não só para o usuário se sentir mais seguro, como também para o e-commerce vender mais. O cliente precisa achar os produtos sem tanto esforço para poder comprá-los!

Portanto, estar na primeira posição do Google não ajuda tanto assim a vender se o e-commerce não tiver uma boa usabilidade.

Dessa forma, ranquear bem é uma meta que a empresa precisa ter. Mas não deve ser a única preocupação quando o assunto é aumentar os lucros.

SEO aliado a UX tende a aumentar vendas online

Melhorar a experiência do usuário (ou UX, iniciais que vêm do termo em inglês user experience), junto com a otimização de páginas para buscadores, faz com que as pessoas não só cheguem ao seu e-commerce via tráfego orgânico. Elas também encontram o que querem rapidamente, o que torna mais fácil vender online.

Para ter uma ideia da relação entre usabilidade, SEO e aumento das vendas, a Search Lab realizou uma pesquisa com cerca de 60 mil páginas de e-commerce. Esse estudo apontou que a taxa de rejeição, entre outras métricas ligadas à UX, podem impactar tanto no número de vendas quanto no posicionamento médio na SERP (Search Engine Results Page, ou, em português, página de resultados de uma busca).

Isso significa que os números mostraram que melhorar a experiência do usuário influenciou não só em SEO, como também a quantidade de transações da loja virtual.

Isso faz todo sentido, já que dificilmente as vendas irão aumentar em sites complicados para encontrar produtos.

SEO para e-commerce é mais do que estar na primeira página do Google

Criar estratégias para ficar no topo das buscas orgânicas não é a única coisa que o SEO pode fazer por sua loja virtual.

Isso porque o trabalho vai muito além das otimizações de título (title) e de descrição (description) para ficar bem posicionado nos resultados do Google e gerar tráfego orgânico.

Na verdade, é possível atingir outros resultados com SEO. Basta que o e-commerce entenda essa estratégia como parte do negócio.

Quando isso ocorre, é feito um estudo de mercado e da concorrência durante o projeto SEO. Essa avaliação permite, inclusive, identificar novas oportunidades para produtos ou serviços ou para a marca!

E você, o que tem feito para melhorar o posicionamento médio de suas páginas e a taxa de conversão do seu e-commerce? Conte pra gente nos comentários!

Victor Baptista

Victor Baptista é co-fundador da Search Lab, que é a agência 100% SEO do Rio de Janeiro, e também fundador do Marketagem, uma instituição que oferece cursos e mentorias em Marketing Digital. Expert em SEO, Google Analytics e Inbound Marketing, o empreendedor concorreu ao Prêmio Melhor Profissional de SEO do Ano no Expo Digitalks 2019.


    Registre-se gratuitamente

    Receba posts sobre marketing e empreendedorismo diretamente no seu e-mail.

    Coloque o conhecimento na prática

    +15 mil alunos já aplicaram o aprendizado na Universidade e criaram seus negócios com a Nuvemshop.

    Teste 15 dias grátis

    Faça sua marca crescer

    Cria sua loja virtual com a Nuvemshop e venda de maneira profissional como eles:

    Osmoze - www.osmozestore.com.br
    Morango Brasil - morangobrasil.com.br
    Osram - loja.osram.com.br
    Testar 15 dias grátis