16/11/2012

9 dicas de SEO para e-commerce

SEO e mecanismos de busca.

Conquistar um bom posicionamento nos mecanismos de busca como o Google e o Bing pode ser uma excelente forma de multiplicar as visitas de potenciais clientes para sua loja virtual.

Para isso, você deve ter uma boa estratégia de SEO, sigla em inglês para “otimização de mecanismos de pesquisa”. Neste artigo, apresentamos nove práticas para a preparação do seu site.

1. Deixe seu site “legível”

Essa primeira dica é praticamente uma regra. Se os buscadores não forem capazes de ler o conteúdo do seu site, o mesmo não será sequer reconhecido, muito menos apresentado nos resultados de busca.

Para evitar interferências na leitura do seu conteúdo por esses mecanismos, é recomendado evitar o uso de Flash, que não é interpretado tão bem quanto uma linguagem HTML comum. Portanto, consulte o desenvolvedor da sua página para garantir que esse recurso não está sendo utilizado e procure opções alternativas.

2. Escolha seu domínio pensando nas buscas

A escolha do domínio da sua loja virtual também pode impactar nos resultados da sua estratégia de SEO.  Provavelmente, seu primeiro impulso pode ser escolher o nome da sua marca como nome do seu domínio. Porém, estes termos específicos podem ser pouco informativos e não ajudarem quem estiver procurando pelos seus produtos.

A utilização de domínios que coincidam exatamente com o termo de busca para o qual você deseja se posicionar pode ser mais vantajosa. Um estudo, inclusive, revela que há correlação de 22% entre a utilização desse tipo de endereço e um bom posicionamento nas buscas.

Algumas empresas, no entanto, costumam comprar vários domínios para “monopolizar” os resultados, abuso penalizado pelos algoritmos do Google. O ideal é que a sua página possua apenas um endereço, mas que o mesmo seja marcante, informativo e de fácil memorização. Para algumas dicas de como criá-lo, consulte este artigo.

3. Evite conteúdo duplicado

Conteúdo duplicado é aquele que está presente em mais de uma URL ou página, sendo prejudicial para o seu site já que pode ser considerado “plágio” pelos mecanismos de busca, confundindo-os sobre qual resultado exibir.

Infelizmente, é comum que as lojas virtuais possuam esse tipo de conteúdo, já que os produtos podem ter mais de uma URL de acordo com sua categorização (roupasdesurf.com.br/camiseta-praia e roupasdesurf.com.br/camisetas-masculinas/camiseta-praia, por exemplo).

Para indicar aos buscadores que ambas as páginas se referem a um mesmo material e evitar que isso te prejudique, inclua a tag rel=”canonical” em seus links. Caso utilize a Nuvem Shop, você não precisa se preocupar, pois a inclusão já é feita automaticamente em sua loja.

Por fim, se a sua página comercializa produtos de terceiros, como eletrônicos, por exemplo, não copie as informações disponibilizadas pelos fabricantes. Crie suas próprias descrições de produtos, com originalidade e criatividade, utilizando diferentes termos de busca.

4. Obtenha links para o seu site

Quanto mais links apontarem para o seu site, melhor será o seu posicionamento – e a situação fica ainda mais vantajosa quando as indicações são feitas por domínios diferentes. Sempre é melhor ter dois links de domínios diferentes redirecionando para a sua página do que vários links do mesmo domínio.

É preciso, porém, ter cuidado e bom senso na hora de conseguir esses links. Dispense serviços que oferecem indicações após certo pagamento, ou prometem cadastrar o seu site em milhares de diretórios e buscadores (conhecidos como “Link building networks”). O Google penaliza esse tipo de serviço e o posicionamento da sua loja virtual será prejudicado se esses truques forem detectados.

Recomendamos que você tente conseguir links em blogs relevantes ao seu segmento. Sendo um e-commerce de produtos de surf, por exemplo, o ideal seria indicações em páginas de Moda Praia ou temáticas relacionadas. E para verificar os apontamentos, você pode usar a ferramenta Open Site Explorer.

5. Otimize os textos dos seus links

Os mecanismos de busca não observam apenas a URL para a qual um link está fazendo redirecionamento, mas também o texto escolhido para ele. No link “o buscador líder no mundo”, por exemplo, a URL é “google.com.br” e o texto é “o buscador líder no mundo”. Assim, é possível determinar que termos os usuários associam a uma página.

É claro que você não pode controlar o texto que as pessoas utilizarão para criar links para a sua loja virtual, mas pode pensar nisso ao escolher os textos dos links internos da sua própria página. Evite expressões como “clique aqui”, que não trazem informação a respeito do conteúdo. Uma chamada como “compre as melhores camisetas de surf” é muito mais eficiente.

6. Produza conteúdo único

A melhor forma de conquistar acessos e links para o seu site é produzir um conteúdo de qualidade, que traga informações e conhecimentos relevantes ao seu público.

Assim, o primeiro passo para ter bom conteúdo é ter uma boa loja virtual. Uma página intuitiva, com design atrativo, produtos interessantes, boas fotografias e textos, por si só, já aumenta a credibilidade da sua marca.

Outra excelente estratégia de SEO é investir em um blog e publicar notícias ou artigos relacionados ao seu segmento. Se você tem uma loja de moda, por exemplo, pode escrever sobre as novas tendências, eventos, desfiles e muito mais. Esse conteúdo também é incluído nos resultados das buscas e pode trazer mais visitantes interessados pelos seus produtos.

7. Nomeie seus produtos e categorias adequadamente

O nome de cada produto ou categoria é um dos pontos-chave da sua loja virtual, além de ser um elemento muito importante para que os buscadores elaborem seus resultados.

Voltando ao nosso exemplo de uma loja de produtos de surf, palavras criativas como “estampada”, por exemplo, garantem a originalidade da sua marca. Porém, você precisa levar em conta que a quantidade de pessoas buscando por “estampada” é menor do que a de usuários que procuram por “Moda Praia”, e nem todos os interessados em “estampada” procuram produtos de Moda Praia.

Portanto, nomeie seus produtos e categorias pensando em como o seu público irá procurar por eles. Se tiver dificuldade para escolher os termos, experimente o Planejador de palavras-chave do Google Ads.

8. Escreva títulos e meta tags únicos para cada página

Um dos erros mais cometidos pelos sites, especialmente os de e-commerce, é utilizar o mesmo título e a mesma meta tag de descrição em todas as páginas.

Se você cria uma página institucional como “Quem somos” ou “Perguntas Frequentes” dentro da sua loja virtual, é porque deseja comunicar algo em particular e separado do resto, certo? Portanto, certifique-se de apresentar tags “title” e “description” diferentes para cada seção.

Lembre-se também que a descrição deve ser uma explicação para o usuário, e não uma simples lista de palavras-chave. Se você possui uma Nuvem Shop, não precisa se preocupar pois essas definições são estabelecidas automaticamente.

9. Utilize o Google Webmaster Tools

O Google Webmaster Tools é uma ferramenta gratuita fornecida pelo buscador que te permite checar o status do seu site e otimizar o seu posicionamento. Entre outras coisas, é possível:

  • Saber com que frequência o Google inclui suas páginas no índice;
  • Ver quais páginas do seu site são ignoradas pelo Google;
  • Analisar para quais termos de busca o seu site é apontado;
  • Enviar e conferir o arquivo sitemap.xml do seu site.

Saiba como incluir a sua loja virtual no Google Webmaster Tools e, se quiser, experimente também o Bing Webmaster Tools. Confira as últimas orientações no vídeo a seguir:

Preparado?

Colocando essas dicas de SEO em prática, você conquistará maior visibilidade para o seu site e aumentará as chances de que as pessoas encontrem seus produtos, além de fidelizá-las com seu conteúdo.

Por fim, não se esqueça de escolher uma plataforma confiável e responsiva para as suas vendas – o Google prioriza páginas adaptáveis a dispositivos móveis.  A Nuvem Shop permite que você tenha uma loja virtual completa e integrada com outros serviços sem a necessidade de conhecimentos técnicos – baixe o app e crie sua loja virtual grátis!

Data da última atualização: 30/08/2018


O que você achou desse conteúdo?


Nuvem Shop

    9-dicas-de-seo-para-e-commerce