O que é contabilidade para dropshipping e como funciona?

Por: Victoria Salemi

Imagem mostra uma pessoa usando o computador para realizar a contabilidade do seu negócio de dropshipping

Você sabe o que é contabilidade para dropshipping? Segundo dados publicados pelo jornal The Talk Business & Politics, as lojas virtuais que trabalham com dropshipping podem ser até 50% mais lucrativas em comparação aquelas que mantêm estoque próprio.

Além disso, uma pesquisa realizada pela NZN Intelligence mostrou que 74% dos consumidores brasileiros preferem comprar online. Ou seja, esses dados evidenciam o crescimento do e-commerce no Brasil e a consolidação do dropshipping no mercado.

Pensando nisso, neste conteúdo, vamos entender como funciona a contabilidade da sua loja de dropshipping, qual o valor dos impostos e dicas sobre como abrir uma empresa. Preparado? 📝

Crie sua loja virtual e venda pela internet
Crie sua loja virtual e venda pela internet pelo seu computador

O que é dropshipping?

Dropshipping é um modelo de e-commerce em que o lojista não precisa ter os produtos no estoque próprio para realizar vendas. Funciona da seguinte forma: a compra é feita na loja virtual e o fornecedor fica responsável por embalar e enviar o produto para o cliente.

A grande vantagem é não precisar se preocupar com a gestão logística dos produtos. Além disso, o dropshipping demanda baixo investimento para começar e ainda é possível vender diversos tipos de mercadorias.

Neste modelo, o vendedor é responsável pelo atendimento ao cliente, vendas e pelo marketing do negócio.

💡Saiba mais: O que é e como funciona o dropshipping?

Como funciona a contabilidade para dropshipping?

A contabilidade para dropshipping costuma gerar algumas dúvidas. Isso porque essa prática é recente e ainda não é prevista em Lei no Brasil. Entretanto, pode ser considerada uma prestação de serviços. Por isso, ao longo do texto vamos conhecer as principais informações sobre esse modelo.

Para seguir a legislação, ao começar com a operação de dropshipping é necessário ter um CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) abrindo uma microempresa (ME). Nessa modalidade, o faturamento anual permitido é de até R$ 360 mil.

Lembrando que o microempreendedor individual (MEI) não pode ser usado para dropshipping. Isso porque, só pode ter MEI quem se encaixa dentro das profissões regulamentadas pelo programa. Além disso, o faturamento anual de quem faz dropshipping costuma ultrapassar o limite anual de R$ 81 mil do microempreendedor individual.

Se você está montando a sua loja virtual agora, o ideal é começar a estudar o negócio e se preocupar em abrir a sua microempresa apenas quando começar a vender com consistência.

💡Saiba mais: Conheça 10 tipos de contabilidade e veja qual atende a sua empresa

É importante lembrar que, caso decida operar com o CPF (Cadastro de Pessoa Física), você fica sujeito à Tabela Progressiva do Imposto de Renda para pessoa física, ou seja, somente até R$ 1,900 o imposto é isento, mas passado esse valor já existe uma parcela a deduzir do IRPF. Como pessoa jurídica, com o CNPJ, o percentual de imposto é muito menor, por isso recomendamos que regularize a sua empresa.

💡 Saiba maisImpostos de e-commerce: tudo o que você precisa saber

O dropshipping é legal no Brasil?

O dropshipping é plenamente permitido no Brasil por ser uma forma de prestação de serviços. Isso porque, o lojista faz a intermediação entre o fornecedor e o cliente. Ademais, não há uma regulamentação específica para o dropshipping no país até o momento.

Ainda assim, o dropshipping deve seguir as normas e leis brasileiras na categoria a qual pertence (prestação de serviços). No caso de produtos internacionais, é necessário estar atento às normas de tributação e de importação de produtos.

💡 Saiba mais: Como emitir nota fiscal no dropshipping e regularizar suas vendas

De acordo com as leis brasileiras, só estão livres de impostos itens comprados no exterior por até 50 dólares. Assim, ao ultrapassar esse valor, é provável que o produto fique preso na barreira alfandegária, o que pode gerar custos de até 60% do valor da mercadoria.

💡Saiba mais: Quais são e como funcionam os impostos sobre produtos importados?

Quanto vou pagar de impostos no dropshipping?

Como o dropshipper faz apenas a intermediação entre o cliente e o fornecedor, o imposto de dropshipping cobrado é calculado sobre o valor da comissão recebida. Ou seja, o valor não é medido sobre todo o faturamento da loja e a alíquota incide apenas sobre a comissão que foi paga pelo fornecedor ao lojista.

Sendo assim, o que determina o valor do imposto no dropshipping é o faturamento da empresa e as atividades que constam no seu CNPJ. O pagamento é feito mensalmente, dessa forma, são reunidas todas as notas fiscais das vendas realizadas e é aplicado o valor percentual de imposto de acordo com o total.

Para realizar esse processo é necessário contratar um profissional de contabilidade. Nesse momento é importante certificar-se de que ele conheça bem o seu modelo de negócio e entenda a sua operação. Isso evita problemas com a Receita Federal, assegurando que os impostos de dropshipping sejam pagos corretamente.

💡Saiba mais: Vale a pena ter um e-commerce de dropshipping?

Além disso, para conseguir realizar dropshipping de maneira correta, é necessário integrar sua loja online diretamente com aplicativos que possuem essa funcionalidade. Na Nuvemshop você tem a opção de instalar o Dropi e o Drop Nacional que permitem realizar o dropshipping.

Crie sua loja virtual
Testar 30 dias grátis

Como abrir uma empresa para dropshipping?

Os processos para abrir uma microempresa (ME) para dropshipping são os convencionais. Vamos aos passos:

  1. Contrate um contador;
  2. Consulte a disponibilidade da Razão Social;
  3. Defina o capital social e as atividades;
  4. Escolha a natureza jurídica;
  5. Selecione o regime de tributação;
  6. Elabore o Contrato Social;
  7. Registre a empresa na Junta Comercial;
  8. Obtenha o CNPJ.

💡 Saiba mais: Qual o CNAE para dropshipping e como regularizar seu CNPJ

Aprendeu tudo sobre contabilidade para dropshipping?

Agora que você já sabe tudo sobre contabilidade para dropshipping, que tal aplicar o que aprendeu em sua loja virtual? 🚀

Para colocar tudo isso em prática, você precisa de uma plataforma de e-commerce que facilite o processo. Aproveite e crie sua loja virtual por 30 dias grátis na Nuvemshop. É fácil, rápido e sem a necessidade de conhecimentos técnicos! 💙

Aqui você encontra:

Perguntas frequentes sobre contabilidade e impostos dropshipping

Ainda não há no Brasil uma legislação específica para o dropshipping e, por isso, deve seguir as leis para prestação de serviços. Isso porque o dropshipper realiza o intermédio entre o fornecedor e o cliente.

Os impostos no dropshipping são calculados com base no lucro da sua loja, ou seja, a soma do valor que recebeu de comissão pelos produtos vendidos.

  1. Contrate um contador;
  2. Consulte a disponibilidade da Razão Social;
  3. Defina o capital social e as atividades;
  4. Escolha a natureza jurídica;
  5. Selecione o regime de tributação;
  6. Elabore o Contrato Social;
  7. Registre a empresa na Junta Comercial;
  8. Obtenha o CNPJ.

Faça como +90 mil lojas e
crie a sua Nuvemshop

Testar 30 dias grátis
Crie a sua loja na Nuvemshop

Quer saber como trabalhar com dropshipping?

Com a Nuvemshop, você monta sua loja de dropshipping e vende seus produtos sem estoque próprio!

Testar 30 dias grátis

Nosso site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao acessar o site da Nuvemshop, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies